História 5 Noites no Freddy - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias Five Nights at Freddy's
Personagens Ballora, Bonnie Hand Puppet (Bonbon), Bonnie the Bunny, Chica the Chicken, Circus Baby, Ennard, Foxy the Pirate, Freddy Fazbear, Funtime Foxy, Funtime Freddy, Golden Freddy, Mangle, Marionette, Mike Schmidt, Nightmare, Personagens Originais, Plushtrap, Purple Guy, Shadow Bonnie, Shadow Freddy, Springtrap, Toy Bonnie, Toy Chica, Toy Freddy
Tags Drama, Five Nights At Freddy's, Relações, Romance
Visualizações 13
Palavras 1.085
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Ecchi, Fantasia, FemmeSlash, Festa, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Lemon, Luta, Romance e Novela, Slash, Sobrenatural, Survival, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 27 - Maldito Carnage


-Que diferente o gosto de uma quimera Hahaha- diz Carnage rindo.

-Quem é você,por que eu duvido que seja o Ban- diz Leon que estava meio curioso sobre esse novo ser.

-Sério que você não lembra de mim Leon isso magoou meus sentimentos - diz com uma cara de deboche.

-Pera esse deboche essa aparência porque eu não consigo me lembrar de quem ele,pera sera que ele é o..isso não é possível - Leon pensava nisso enquanto olhava pra Ban\Carnage com um certo temor em seus olhos.

-Hehe parece que você começou a sé lembrar de quem eu sou né,pelo visto você ainda não consegue acreditar que eu to vivo Hahaha - diz Carnage rindo mais depois olha pra Leon de modo tão ameaçador que faz o mesmo recuar.

-Não é possível como você voltou pro corpo dele nós tínhamos te expulsado do corpo é da mente como vo..- foi interrompido por um braço que estava o enforcando é prensando ele na parede com muita força.

-Você já se esqueceu do acontece quando um monstro é separado do seu hospedeiro em. - carnage fala de modo sério é frio para Leon.

-É claro que não seu idiota,más a culpa de ter sido separado do seu hospedeiro foi sua você era fraco demais para ele - Leon diz tentando provocar o monstro .

-Carnage abre um grande sorriso no rosto é seus olhos vermelhos sangue sé tornam azul de novo mais era um tom de azul mais escuros eles começaram a cadê vez mais escuros, depois disso Carnage solta Leon que cai no chão completamente machucado pois a garras de Carnage estavam em sua garganta que estava sangrando muito devido ao seu machucado-

-Leon meu cara amigo perdão por te machucar assim,eu não fui forte o suficiente para controlar ele te peço minhas sinceras desculpas - diz enquanto pegava Leon nos seus braços é o colocando no sofá.

-Não precisa pedir desculpa Edua.. - Leon foi interrompido por um beijo roubado que durou por uns segundos mais quando sé separam leon estava com a cara vermelha igual pimenta-

-Baka por que você fez isso Eduart de novo e ainda mais no corpo do seu neto.- fala Leon enquanto infla as bochechas de modo fofo.

- Haha Leon você não mudou nada haha pelo visto meu filho Grabiel conseguiu te reviver com a sua aparência antiga, más pelo visto aquela coisa está tentando dominar ele novamente não é e parece que ele tá conseguindo. - quando ele termina de falar seu rosto fica sério.

-Infelizmente sim aquele verme do Carnage dominou o corpo do Gabriel a alguns anos atrás, ele estava tentando sé controlar más ele sé apaixonou por uma desendente dos Yagamis,que por ironia era uma das suas antigas família- foi interrompido.

-Yagami à quanto tempo eu não escuto esse nome,tenho tantas lembranças daquela família era tão grande eu tinha tantos filhos más aquele maldito começou a caçar meus filhos depois de eu voltar pro nosso mundo- Eduart começa a lembrar de seus filhos pedindo socorro ao seu pai que só pode ficar assistindo eles serem mortos.

-Edu não fica assim não foi culpa sua Carnage sempre teve inveja de você - diz Leon tentando consolar seu amigo.

- Obrigado Leon por tentar me animar más agora eu preciso me separar do corpo do meu neto antes que ele morra,eu não tenho muito tempo - Eduart deixa a forma a forma demoníaca de Carnage dela é começa a sé transformar.

-Tá bom sé essa é a única maneira pra os dois sobrevivem em vai mais antes - Leon abraça Eduart é da um beijo rápido mais cheio de amor,quando os dois separam.

-Bem até daqui a pouco Leon- diz Eduart com sorriso no rosto.

-Até amor- diz Leon com lágrimas escorrendo.

-Eduart começa a sé transformar suas asas brancas saem de suas costas eram lindas enormes é agora ele também tinha um Arella em cima da sua cabeça, agora ele era um anjo-.

DENTRO DA MENTE DO BAN

Ban: oque ta acontecendo comigo eu não sei mais de nada.

Eduart: nós não temos muito tempo meu neto eu vou transferir todas minhas memórias pra você ágora.

Ban: pera você é meu avô.

Eduart: sim agora quieto não sé mexa.

- em um segundo Ban sabia de toda a verdade sobre todo o que tinha acontecido-.

Ban: vovô, então esse cara é motivo de todo aquele mal ná nossas famílias.

Ban: mais vô sé você é o patriarca das duas significa que eu sou um.

Eduart: sim meu netinho agora vamos nós separar agora.

Ban:más vô aquele demônio vai escapar também não vai escapar.

Eduart: sim mais eu tenho plano.

Carnage:SEU EDUART VELHO MALDITO EU VOU TE MANDAR PRO OUTRO MUNDO.

Ban:rápido vovô.

Eduart: orko arak nagai.

Ban: aaaggghhh

Carnage: AAAAGGGGHHHH.

DO LADO DE FORA

-Eles demorado dem...- Leon nem pode terminar a frase quando um brilho enche o quarto de luz.

-Dessa luz surgiu três seres um anjo,um lobo é um demônio, os três estavam desacordados-.

-Meu Deus ele conseguiu mesmo esse anjo maluco quase me mata de susto- diz Leon limpando as lágrimas do seu rosto.

-Eu posso até ser maluco mais é por isso que você me ama- diz Eduart quase matando Leon de susto.

-Seu idiota quer me matar assim- da um soco na cabeça de Eduart.

-Aiii..haha não mas pelo visto deu certo.- diz sé levanto do chão.

-Aggghhh..oque atá ta tudo bom..aaahhh- ban começa a gritar quando ve um demônio do seu lado.

-Primeira para de gritar Ban, segundo esse é o Carnage o Rei demônio.- Leon fala sério com ban que abre um sorriso.

-É mesmo mais ele já sabe disso amor eu passei todas minhas lembranças para ele- diz Eduart com cara de deboche.

-Vovô ele tá acordando oque a gente faz agora- diz ban preocupado.

-Droga temos que abrir um portal- diz Leon preocupado.

-Eu vou abrir o portal - diz Eduart.

-VAI ABRIR É O CARALHO,VOCÊ NÃO VAI ESCAPAR DE MIM EDUART!!!- CARNAGE DA UM SOCO NO ROSTO DE EDUART QUE NÃO FAZ EFEITO ALGUM.

-Acho que você está meio fraco não é mesmo - diz retirando o punho de seu rosto é fazendo Carnage voar para longe.

-Pra que apelar vovô.. vovô sua mão está..-foi interrompido por o barulho do Portal abrindo.

-Vá logo Ban não temos muito tempo seu avô não vai consegui preder ele por mais tempo- diz Leon implorando para ban entrar logo.

-De repente Carnage sé levanta é vai pra cima de Eduart com tudo os começaram a lutar caindo na porrada,Ban queria ajudar seu avô mais Leon o em pediu falou que não séria útil ele fazer isso o melhor que ele deveria fazer é fugir mas ele não então Leon pediu desculpas pro ban é o empurrou para o portal-



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...