História A Aposta-Descendentes - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias Descendentes
Personagens Carlos de Vil, Chad, Doug, Evie, Jane, Jay, Lorrie, Mal, Personagens Originais, Princesa Audrey, Príncipe Ben
Visualizações 129
Palavras 1.146
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Luta, Magia, Musical (Songfic), Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oieee

B
O
A

L
E
I
T
U
R
A

AVISO PREVIA-
Por conta de muitos pedidos no meu PV(privado)
Este capítulo que não ia ter,vai ter HOT
Se não gosta não leia...

Capítulo 39 - "Deveria tirar sua roupa!"


                          P.O.V.Ben 
Acordei com um pouco de dor nas costas,até pelo fato de que a de cabelos loiros dormira sobre mim,me levantei na intenção de não acorda-lá,com sucesso Comecei a arrumar as coisas,quando terminei tudo apenas guardei em um canto,quando o jardineiro vier o mesmo arruma,e por falar nisso,exatamente,esse lugar é da minha família,foi aqui onde meu pai pediu minha mãe em casamento,peguei a mesma no colo,não quero acorda-la,ela irá dormindo mesmo,abri a porta do carro e coloquei meu anjo sobre o banco(é claro que é o da frente)coloquei o cinto na mesma e quando terminei de ajeita-la fechei a porta,entrei o veículo e dei partida no mesmo logo depois saindo dali,era quase que impossível não fitar Mal dormindo,parece um pequeno anjo,sua expressão serena,a mesma está em um sono quase profundo,por isso mesmo que irei levá-la para minha casa,já que são duas da manhã e não seria legal acordar a mãe de mal a esse horário,e meus pais e irmãos foram dormir na casa de minha vo por isso,não faz diferença alguma para mim fazer barulho ou não....
                          (........)
Quando chegamos adentrei minha casa com a mesma Ainda em meu colo,como estava com preguiça de subir a escada coloquei a mesma no sofá suspirei e me dirigi até a porta para fecha-lá mas acabei fechando com muita força e esquecendo da presença de meu anjo ali,a mesma se levantou ofegante e assustada,me fazendo rir,voltei até ela é sem mais delongas dei um selinho na mesma e sentei a seu lado.

 -onde estamos?-indagou coçando os olhos Ainda embriagada de sono.

 -estamos na minha casa,achei que seria melhor nós dois virmos logo para cá ao invés de dormir no chão...-falei e logo depois tirei minha blusa que estava toda molhada por conta da chuva,a mesma ficou me fitando corada.-por que tem vergonha se já me viu assim?-indaguei a mesma que riu.

 -não é vergonha..

 -então o que é?

 -nada..

 -deveria tirar sua roupa também,está toda molhada...-falei com um sorriso malicioso ela corou mais Ainda e negou com a cabeça.-posso te beijar?-ela assentiu,sorri e me aproximei da mesma e nos beijamos intensamente,sem mas delongas a deitei no sofá e comecei a alisar suas pernas,a mesma,deslizou sua mão por todo meu abdômen,quando chegou em minha nuca deixou a mesma lá,eu iniciei beijos em seu pescoço ela soltou um suspiro pesado,mas logo depois começou a tentar me empurrar.-o que foi?-indaguei a para ela é logo depois lhe dei um selinho.

 -aqui não...-falou mostrando que estamos na sala,e ela está certa,se minha mãe chegar e me ver com ela é capaz de ter um treco,peguei a mesma no colo enquanto Ainda dava beijos nela,adentramos meu quarto,e a coloquei no chão,logo depois empurrei a mesma até a parede e voltamos a nos beijar intensamente me separei Dela e logo depois tranquei a porta,ela apenas novamente sorriu e atacou meus lábios,a peguei no colo e logo depois deitei ela sobre a cama iniciando beijos em seu pescoço,ela é tão maravilhosa,me pergunto o que essa garota tem que me deixa louco,cada detalhe de seu corpo,até mesmo o ato de ela falar já mexe comigo,alisei suas maravilhosas e macias pernas e a garota novamente soltou um suspiro pesado...-a gente vai mesmo fazer isso de novo?

 -depois de tudo que fiz não acha mesmo que eu mereço?

 -sim...-falou e logo depois inverteu as posições ficando sobre mim.-só que com uma condição..-eu assenti e fitei a mesma que veio até meu ouvido e logo depois começou a sussurrar algo.-se eu pedir para parar,você para...-falou autoritária,eu sorri e suspirei,já imaginando coisas que aquela Santa,quer dizer,de Santa não tem nada,mas resumindo o que ela poderia fazer...

 -tudo bem Gnoma..-a mesma bufou e logo depois tomou meus lábios em um beijo cheio de desejo,ela estava bem mas rápida do que na nossa primeira vez,ela mesma sem vergonha alguma se despiu ali na minha frente,eu fitei seu corpo e mordi o lábio quase arrancando um pedaço do mesmo,quando a mesma terminou se apressou em me despir,eu a deixei fazer tudo,como ela pediu,apenas observava cada movimento que a garota fazia,nos deitamos novamente na cama,a garota estava tão frenética que era como se clamasse por aquilo,mas o que eu posso dizer,meu corpo também clama por estar junto ao Dela,peguei um lençol e nos cobri e sem mais delongas,fiz uma pequena trilha de beijos de sua barriga até chegar no lugar que ela tanto espera que eu chegue,chupei sua intimidade é a mesma estremeceu,é perceptível de longe que ela se controlou,continuei fazendo meu "trabalho" ali,cada movimento que eu faço ela estremece mais Ainda e as vezes geme fraco,e confesso que vê-la assim excitada,pronta para mim é quase clamando por uma noite de sexo não é muito fácil,também estou me controlando,quando percebi que a mesma estava quase lá parei,a garota me olhou indignada,e logo depois inverteu as posições,ela me puxou novamente para um beijo excitante e começou a rebolar em meu colo,sinceramente essa garota está tentando me matar,ou isso é algum tipo de prova?se for saibam que não irei passar,ela é a perdição,tão linda,curvas tão bem esculpidas,como se fosse esculpida pelo melhor dos artistas,tem aqueles cabelos loiros,macios e sedosos,olhos verdes quase azuis,ela foi feita para mim,sem paciência,penetrei a mesma que gemeu em meu ouvido,o que me fez ficar totalmente louco e embriagado com o de sua melodiosa voz,cada vez mas eu e ela íamos mas rápido,estava tudo tão perfeito,nos não estávamos simplesmente transando,estávamos fazendo amor...pode não parecer mas e diferente,transar fazemos isso com qualquer uma,mas fazer amor e entregar seu coração é seu corpo,e é isso que estamos fazendo,quando estávamos quase lá eu parei.

 -continua...-exclamou autoritária,me fazendo a fitar com um certo medo.

 -se fizer isso você vai ficar grávida..-falei vendo ela bufar.

 -confia em mim...-eu não parei apenas continuei,a cada vez que continuávamos ela gemia mais,é isso me deixava mas vulnerável Ainda,nós dois chegamos juntos ao ápice,foi maravilhoso,era uma sensação que eu já havia experimentado mas não desse jeito,nós dois estávamos cansados demais,mas eu percebi que ela ainda estava com vontade quando novamente me beijou intensamente,a coloquei deitada na cama e sem avisar comecei a brincar com sua intimidade e logo depois a penetra-lá com os dedos,a mesma estava frenética e eufórica,estava cansada mas não queria parar,pela segunda vez ela chegou ao ápice,e me deu um selinho antes de me empurrar novamente na cama.-agora está na hora de te recompensar...-falou em meu ouvido,me fazendo estremecer por completo,ela iniciou uma masturbação tão gostosa que me fizera estremecer novamente assim que ela começou,a garota me provocava de todas as formas,é isso não me incomodava,apenas me deixava querendo mais,fechei os olhos e suspirei,quando já estava quase  lá a mesma parou,a fitei com raiva e ela apenas sorrirá.-e a minha vingança..

 -tá e justo...-falei e nós dois sorrimos.-eu tô cansado...

 -eu também..-ela falou e logo depois puxei a mesma para meu colo,peguei um lençol e enrolei a nós dois,depois de alguns segundos dormi enquanto fazia carinho em seus cabelos púrpura.

 


Notas Finais


OIEEE BERINJELAAASSS
desculpa a demora para postar esse cap
Eu acho que vocês vao gostar dele
Eu sinceramente gostei
Me perdoem por qualquer erro de ortografia...desculpa
Mesmo que eu ache improvável de ter erro já que já li e re li esse capítulo umas mil vezes...
Espero que tenham gostado amorecos
Já estou preparando uma continuação para papéis invertidos...(aviso para quem acompanhou a fic)
Kissus maléficos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...