História A casa dos demônios - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Como Eu Era Antes de Você
Tags House, Mistério, Romance
Visualizações 6
Palavras 1.587
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Festa, Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Adultério, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura.❤🌲 e desculpem-me pelos erros, não estou revisando.✨

Capítulo 2 - A festa


Fanfic / Fanfiction A casa dos demônios - Capítulo 2 - A festa

   A festa já havia começado, Ley entra no meu quarto com 2 saltos na mão.

-Esse azul, ou esse Preto? _ perguntou olhando pros saltos.

- O azul. _ Olhei para os saltos rapidamente e voltei minha atenção ao espelho, pôndo o brinco.

-Nossa, você tá uma gata. _ falou abrindo a boca num O.

-Ah vlw.. _ Falei sem entusiasmo.

-Por que está assim? _ perguntou, fechando a porta e sentando na cama.

-Ue, nada, eu to bem. _ falei dando um sorriso falso.

-Aham..não vai me contar o que aconteceu com você e o Ryan no lago?

-Não vou contar porque não aconteceu nada.

Batidas na porta.

-Pode entrar! _ falei alto por conta do som alto lá embaixo.

Ryan entrou.

-Ah, não sabia que a Ley estava aqui, depois volto.. _ falou passando os dedos dentre os cabelos.

-Não Ryan, fica! acho que a Yasmin prefere ficar com você aqui dentro do que comigo. _ Falou irritada e saiu batendo a porta.

-Ley! _ chamei mas ela não voltou.

-Wow..._ balançou a cabeça.

-Que foi? _ perguntei assustada.

-Você está linda.. _ falou sorrindo.

-É? isso é bom então. _ ri alto.

Ryan se aproximou, ficando frente a mim.

-Mas, eu prefiro você sem esse batom forte.

-Mas ele é Matte, não vai sair fácil assim. que droga. _ falei virando para o espelho e tentando tirar o batom com lenço umedecido.

-Acho que tem uma coisa que tira esses batons assim. _ falou pensativo.

-O que? _ me virei pra ele.

Ryan me agarrou pela cintura e me beijou, um beijo que me arrepiou por completo. Depois de alguns minutos nos separamos por conta do ar. maldito ar.

-Ryan..._ falei ainda com as mãos no pescoço dele e a cabeça baixa próxima a sua..- Por que fez isso?

-É.. nem assim o batom saiu.._ se afastou de mim e sorriu.

-Ryan.._ o olhei procurando entender o que havia acabado de acontecer.

-Eu.. _ Ele foi interrompido por uma garota Loira que entrou no quarto sem bater na porta.

-Tarcila?_ olhou para a garota.

-Amor, te achei. _ ela veio até ele e o beijou.

Meu sangue parou de correr pelo meu corpo, a sensação de êxtase que estava após o beijo, maldito beijo, já havia dado lugar a raiva.

-Eu vou descer.. _ falei sem jeito e Ryan me olhou sem dizer uma palavra.

Fervi de raiva, desci as escadas correndo e acabei tropeçando nos últimos degraus e caindo, no meio da festa, eu mereço. Todo mundo riu, e quando virei para subir pro quarto, Ryan e a vagabunda loira estava parado nos degraus de cima, ela rindo de mim como todos, sai empurrando todo mundo e corri até o píer.

-Yasmin.._Voz rouca.

Olhei para trás e Ryan estava lá parado.

-Oi, não vai ver a sua namorada? _ Falei ríspida.

Ryan se aproximou e me abraçou por trás.

-Ela não é minha namorada.._ falou beijando meu pescoço.

-Me solta, e se ela não é sua namorada por que te beijou e por que não disse nada?_ falei sem demonstrar nenhum tipo de sentimento.

-A Tarcila é amiga do Yan e sempre quis ficar comigo, só que eu nunca quis, achei que conhecia ela por isso não falei nada, fiquei sem entender. _ falou me virando de frente.

-Aham.._ falei olhando pra floresta.

-Olha pra mim... _ disse me puxando mais para perto do seu corpo.

-Não Ryan..olha aquilo.. _ me soltei e fui até a floresta.

-O que? _ perguntou vindo atrás de mim.

-Vê aquelas coisas.. em cima da árvore? _ falei ficando do seu lado e apontando..

-Mas..o que é aquilo?? _ falou assustado..

-Não foi meu psicológico, eu sabia! _ falei com alguma coisa que tava sentindo.

-Fica aqui, eu vou ver o que é.._ falou me pondo para ficar distante.

-Não Ryan.._ falei em vão.

Ele seguiu e eu o observei de longe.

As criaturas pularam da árvore que por sinal era bem alta e cercaram Ryan.. meu coração acelerou..Corri até lá.

-Yasmin, sai daqui, nós não sabemos o que é isso..chama ajuda. _ falou normal, como se não tivesse medo daquelas criaturas com chifres e corcundas.

Uma das criaturas estava comendo um cervo, a boca estava ensanguentada.

Corri até em casa e procurei Yan, abri a porta do quarto dele e ele estava dentro de Ley, literalmente, estavam transando.

-Yan!!! _ Falei virando de costas.

-Y..Yasmin??_ ouvi ele se mexendo, provavelmente vestindo a roupa ou se cobrindo.

-Preciso de você, tem umas criaturas estranhas lá na floresta e elas vão matar o Ryan..por favor vem rápido. _ falei desesperada e Yan vestiu a Bermuda e veio correndo atrás de mim.

Ao chegarmos na floresta, Ryan estava sentado brincando com um graveto.

-Mas, o que aconteceu? cadê as criaturas? _ perguntei assustada, confusa.

-Eu paguei ao Yure pra chamar uns amiguinhos pra fazerem isso. _ Olhou sério pra mim.

-O quê?? _perguntei puta.

-Sim, mas por que fez isso? _ perguntou Yan revirando os olhos.

-Por que preciso conversar com você e com a Yasmin. Na verdade preciso contar uma coisa a você. _ disse se levantando e pegando na minha mão.

-Ryan não. _ entendi o que ele iria fazer.

-Sim Yasmin.._ me olhou com carinho.

-Não Ryan! _ soltei minha mão da sua e corri até em casa.

Entrei no quarto, tranquei a porta e me deitei na cama.

-Yasmin, abre a porta. _ falou alto; por conta da maldita festa.

-Não!! _ botei o travesseiro na cabeça.

-Então eu fico aqui até você sair. _Falou alto.

Chorava de raiva, de sei lá mais o que por Ryan ter brincado comigo daquele jeito, mas as criaturas pareciam tão reais, não eram máscaras, e Yure estava em casa quando às vi na estrada. Pensamentos me corroiam, e depois de Longas horas, a festa la embaixo acabou e eu adormeci.

Acordei, olhei o relógio e eram 9h24. Estava com dor de cabeça, provavelmente de tanto chorar, quando caí em si, vi um braço me envolvendo, virei pro lado e Ryan estava lá dormindo, parecia um anjo, o cabelo bagunçado, caindo em seu rosto.

Me levantei e fui até o banheiro, entrei no box, a água fria, deixei que percorresse por todo meu corpo, lavei o cabelo, e passei sabonete por todo corpo, por fim me enxáguei, quando virei para sair do box, Ryan estava em pé na porta, cobri os seios com as mãos.

-Ryan sai daqui, agora!! _ gritei assustada.

-Calma, o box cobre as partes que mais desejo ver. _ sorriu safado e saiu.

Meu deus, ele fode meu psicológico, mas tenho que me lembrar que somos primos. Saí do box me enrolando numa toalha branca e fui pro quarto, peguei um vestido azul turquesa, sapatilha preta e começei a secar o cabelo, passei um gloss, peguei meu celular e desci as escadas.

-Onde vai? _ perguntou Yan.

-Pra casa ne, tenho aula cedo amanhã. _ Falei sem animação.

-Fica mais um pouco. _ Ryan falou. Estava sentado ao lado de Yan com um copo de whisky.

Ele estava tão sexy. Por alguns segundos me imaginei o beijando de novo, não que eu tivesse esquecido a noite de ontem, as coisas que aconteceram.

-Vai me levar pra casa ou não Yan? _ perguntei sem dar atenção a Ryan.

-Eu levo. _ Ryan falou se levantando e pôndo o copo de Whisky na mesa de centro.

-Ok. _ botei os fones de ouvido enquanto andava até o carro de Ryan.

-Yasmin.. _ Chamou atrás de mim.

-Oi. _ me virei tirando um dos fones.

-Espera. _ o esperei.

Ele veio até mim e pegou minha mão, chegamos no carro e ele apertou o controle para as portas se levantarem. Entramos.

-Posso ligar o som? _ perguntei calma.

-Uhum. _ Falou dando a partida.

Liguei o som "You're perfect- Charly Black", comecei a dançar encostada no banco. Ryan me olhou rapidamente.

-Você sabe dançar?? _ perguntou com entusiasmo.

-Aham _ respondi o olhando.

-Nunca me falou..nem mostrou _ sorriu de canto.

-Nunca tivemos oportunidade e também eu não vou dançar pra você, eu só danço sozinha e no meu quarto. _ ri alto.

Ele me olhou com um olhar tarado e retornou sua atenção a estrada.

***

Chegamos em casa e eu saí do carro. Ryan também.

-Vem cá. _ falou me dando a mão.

-Que foi? _ falei me aproximando.

Ryan me beijou e desceu as mãos até minha bunda dando uma leve apertada. me afastei.

-Ryan! os meus pais estão em casa, se eles ve... _ fui interrompida.

-Xiu, agora vai. _ mordeu os lábios e se encostou no carro.

Ryan ficou ali até eu entrar em casa. Entrei e me encostei na porta arfando.

-Mimi, está tudo bem? _ Perguntou minha mãe.

-Oh, sim, e..eu vou subir.._ falei meio que gaguejando.

-Ta bom, filha. _ disse sentada no sofá folheando uma revista.

-Srta. Quer que separe a sua roupa para hoje a noite? _ Disse Maggie a empregada.

-Hoje a noite? _ perguntei ainda nos primeiros degraus da escada.

-Esqueceu do jantar com a família Jackson, Yasmin?

-Sorry, Pode deixar que eu mesma escolho a roupa Maggie, Thanks. _ Subi para o meu quarto, decorado nas cores vermelho e cinza, com uma estante grande cheia de livros e a escrivaninha com detalhes prateados brilhantes. Closet cheio de roupas que a minha mãe me obriga a ter. Eu não sou como as meninas do condomínio que fazem questão de mostrar que são ricas.

Me deitei e fiquei olhando o teto. Lembrei que Edward Jackson viria para o jantar, o pai de Jackson é prefeito da cidade, motivo suficiente para minha mãe querer que "conheça" Edward.

[....]

A noite chegou e eu já estava pronta, um salto preto com detalhes dourados, um vestido rosa drapeado em um único ombro, o cabelo preso num coque frouxo com algumas mexas caindo no rosto, maquiagem escura e um batom nude. Desci as escadas e minha mãe estava brigando com Maggie porque ela havia posto um dos jarros de flores no lugar errado. Me dirigi até a cozinha, peguei um copo d'água e bebi.

                      ***


Notas Finais


E então? O proibido é tão bom🌚


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...