História A Catastrophic Night - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Itachi Uchiha, Menma Uzumaki, Naruto Uzumaki
Tags Itanaru, Naruita, Shikaneji
Visualizações 54
Palavras 1.670
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura!
Desculpe pelo Cap bosta ^^

Capítulo 4 - Capítulo 3


   Naruto concluiu que tinha sido uma péssima ideia ter convidado o Uchiha para comerem juntos. O outro não falava nada, nem tentava, ficava apenas na dele; não que o Uzumaki se importava, mas o silencio era constrangedor. O loiro até comentou algumas coisas, porém so recebeu "Hm" como resposta; então parou de tentar puxar assunto.

A única coisa boa, foi a comida magnífica que Yumi tinha preparado. Fazia anos desde da última vez que havia colocado algo tão bom na boca. Cozinhava raramente, e quando cozinhava era so uma simples macarronada. Porem, na maioria das vezes comia besteiras como: Sanduíches, Pizza, Etc...

Sua mãe morrera cedo, então ele teve que se virar apartir daí. Sabia fazer algumas coisas, não muitas, mas sabia o suficiente. Morou com sua avó por alguns anos, ajudando-a com as tarefas domésticas e com a pequena padaria. Saiu de casa aos 18 anos em busca de seus sonhos, conseguindo se forma em Medicina aos 22 anos.

Morava em um apartamento com seus amigos, Ino, Shikamaru e Kiba - apesar que esse último não ficava muito em casa por conta de seu trabalho. O local não era muito grande, contudo era grande o suficiente para quatro pessoas morarem.

Ino era professora de artes do ensino medio, era muito festeira e vivia trocando de namorado. Shikamaru era mais na dele, não saía muito e trabalhava como design numa empresa pequena. Kiba era jornalista, viva viajando para outros países, anotando e tirando fotos de lugares desconhecidos ou até mesmo conhecidos; ele era falante e um puto de um pegador safado - como Naruto costuma o chamar.

Lembrou também de Menma, os dois tinha sido separados novos, então tinha apenas algumas poucas lembranças do irmão. Lembrava das brincadeiras, das broncas que levavam, de como o moreno era atencioso para consigo, das histórinhas que Menma lia todas as noites... Lembrava de como eles eram felizes.

Seu irmão era inteligente, esperto e cuidadoso, diferente de si. Naruto já era mais brincalhão, vivia colocando seu irmão em encrencas, so pensava em comer e odiava estudar; até hoje ele não conseguia acreditar que se formou em Medicina.

No entanto, depois que seu irmão foi embora, tudo mudou; principalmente sua mãe. Ela acabou adoecendo e morreu dois anos depois. Naruto entendia, sua mãe estava com saudades do filho e para ocupar sua mente ela trabalhava dia e noite. Porém ele sentia falta de esta com sua mãe; sentindo ainda mais depois que ela morreu. Depois que ela morreu.

Acabou reencontrando seu irmão oito anos depois, ja com seus 18 anos. Menma lhe ignorou completamente, Naruto até pensou na possibilidade de não ser exatamente seu irmão, mas algo dentro de si, dizia que aquele era sim Menma.

Decidiu esquecer, oras Menma tinha saído de casa, ele que tinha decidido deixar sua família, foi ele que so pensou em si mesmo e tudo por causa de dinheiro.

Ridículo, pensou lembrando da última conversa dos dois.

Naruto mexia os pés freneticamente, se segurando para não matar o ser a sua frente. Ele tinha ouvido direito? Menma tinha lhe enganado e lhe feito assinar um contrato bêbado?

Olhou novamente para o irmão, tentando miseravelmente se acalma. Respirou fundo algumas vezes, esperando o outro falar algo.

- Bom, será apenas cinco meses. Então faça o favor de não fazer nada suspeito, como ir visitar sua mãe no cemitério. - Menma recomeçou a falar com o rosto sereno, irritando ainda mais Naruto. - Não me ligue ou mande mensagem, mesmo que sejam algo importante.

- Ok... - O loiro revirou os olhos, nem ao menos tinha o número do outro.

- Evite falar e fazer merdas como tu faz todos os dias.

- Oras seu... - começou Naruto mas parou - Menma, você não mudou nada. E eu ainda fui idiota de pensar que tinha. Mas você continua o mesmo. Eu realmente te odeio...

Menma ficou olhando o irmão por um tempo. Naruto não soube decifrar sua expressão, ele estava irritado? Não sabia, Menma apenas o olhava.

- Bom, tanto faz.- O moreno ligou o carro, ignorando o comentário anterior. - Ah, mais uma coisa, eu sou casado.

Naruto arregalou os olhos, seu irmão era casado? Logo seu irmão? O imbecil que so pensava em si mesmo? Quem diabos foi a doida que teve a coragem de casar com ele? Porque so podia ser doida.

- Era so isso. Agora vaze do meu precioso carro. - Menma abriu a porta do automóvel e expulsou seu irmão, logo dando partida para bem longe daquela casa, deixando um loiro irritado e perdido.

Tirando a última lembrava desagradável de Naruto, o resto dia havia sido muito bom e sem estresses. Conversou pela primeira vez com Yumi, comentando e elogiando a comida da mulher; deixando-a envergonhada.

Fez amizades com dois rapazes, que até então eram desconhecidos. Sasori, um ruivo baixinho, não era de falar muito; apenas o suficiente. E Deidara que ja era mais falante e brincalhão; Naruto se deu bem com ele na hora.

Os três ficaram na sala conversando, não percebendo o tempo passar. O Uzumaki descobriu que os dois eram melhores amigos de Itachi, e que raramente iam ali - ja que o próprio Menma não gostava; o que deixou o loiro sem jeito.

Naruto, por fim, pedi desculpas, acabando por deixar até mesmo Sasori surpreso.

- Bem que o Itachi comentou que você estava estranho. Quando foi que Uchiha Menma aprendeu a dizer obrigado? - Deidara arqueou as sobrancelhas sugestivamente.

- Ah, bem...

- E eu so vim até aqui para confimar. - O outro loiro riu, sentando ao lado do Uzumaki e o abraçando pelo ombro. - Você até que ta legal Menma.

- Eu to ne... - Naruto sorriu sem graça.

- E ficou lindo com o cabelo loiro, se você nao fosse marido do Itachi e meu namorado ali não fosse tão ciumento, eu te pegaria. - comentou e piscou para Naruto.

- Oh! Vocês são namorados? - O loiro perguntou.

- Sim. - respondeu Deidara ao mesmo tempo que Sasori dizia "Não"

- Sim ou não?

- Sim, claro que sim. - Deidara jogou uma almofada na cara do ruivo, o deixando incrédulo com tal ousadia.

Depois do pequeneo diálogo, o casal tivera que ir embora. Naruto se despediu, surpreso de como a hora passava tão rapido e voltou para dentro de sua casa. Subiu para o seu quarto, encontrando Itachi ja adormecido, em uma posição fofa.

Tomou um demorado banho, relaxando todos seus membros. Tinha sido um dia bem produtivo, conseguiu conversar adequadamente com Yumi e ainda fez amizades com os melhores amigos de Itachi.

Saiu do banheiro ja vestido, se deitando na cama logo em seguida. Virou-se para olhar o Uchiha, e acabou sorrindo. Observava com atenção o rosto sereno de Itachi tão próximo do seu, levando sua mão até os fios macios e negros do mais velho. Deixou uma mecha atrás da orelha, e depois correu seus dedos pelo rosto alheio. Itachi era de outro mundo, não era possível alguém ser tão lindo até dormindo; Naruto mesmo parecia um cachorro morto quando dormia.

Quando percebeu o que fazia, o loiro rapidamente se afastou, levemente corado. O Uchiha estava o deixando estranho, desde quando achava o corpo de um homem bonito, ou desejava tocar em tal?

Decidiu ir dormir para esquecer tais pensamentos, assim pegando no sono rapidamente.

{...}

No dia seguinte, Naruto acordou cedo, tomou seu café da manhã e ficou conversando com Yumi e Hinata na cozinha, acabando por ajudar as duas a fazerem o almoço.

Yumi ficou surpresa, Menma até que sabia cozinha, o básico, mas sabia.

Já a tarde, o loiro recebeu uma visita inesperada, fazendo com que seu dia se tornasse ainda melhor. Naruto abriu a porta, logo sentindo braços finos rodearem seu corpo. E uma voz conhecida invadir seus ouvidos. Ele sorriu retribuindo o abraço da amiga. Depois se separou e olhou para o moreno, que acenou com sua típica expressão entediada. Naruto sorriu grande convidando-os para entrar.

- Que enorme! - Ino exclamou alto, se jogando no sofá branco. - Essa sala é maior que o nosso apartamento.

- É, é legal. - Shikamaru disse se sentando ao lado da loira. - Eu so vim por causa do Neji.

- Nossa! Assim você feri meus sentimentos. - Naruto colocou a mão no peito - Pensei que veio para me visitar, grande ilusão.

- Hai hai - O amigo revirou os olhos.

- O Shikamaru estava morrendo de saudades de você Naru. - Ino comentou deixando o outro corado.

- Ae, Nara? Bom saber.

- Ah, sinceramente...

- O Neji esta trabalhando. - Naruto disse - Ele so esta em casa no sábado e no domingo.

- Hum... Interessante. - O moreno disse relaxando nos ombros. - Sábado eu venho aqui então.

Eles ficaram conversando por mais algumas horas, falaram sobre tudo, principalmente sobre o mais novo namorado de Ino. Naruto os apresentou a Hinata e Yumi. Hinata logo se deu bem com Ino, trocaram seus numeros e marcaram um dia para sairem.

Os dois tiveram que irem embora já um pouco tarde, se despediram e tomaram seu rumo. Naruto desanimou, estava sozinho novamente, sem seus amigos para zoarem dele por ser tão idiota. Olhou tristonho pela janela de seu quarto, e ali pegou no sono.

{...}

- Olá, Kaasan.

O moreno sentou em frente a sepultura de sua mãe, deixou as flores brancas ali e sorriu.

- Senti sua falta. - comentou abraçando seus joelhos, lembrando dos fios ruivos de sua mãe - Sabe, o nosso loirinho me odeia agora. - parou, limpando a garganta - Mas ele cresceu, ate se tornou um médico. Isso não é incrível? Quem iria acha que aquele garoto, que so sabia entrar em confusão, iria ser torna um médico? Haha, Naru é imprevisível.

Parou deitando sua cabeça em seu joelho, com um sorriso bobos nos lábios.

  - Eu acabei fazendo algo ruim com ele, mas eu precisava. Desculpa, Kaasan... - Fechou os olhos, mordendo os lábios - Foi tão difícil pra mim trata-lo mal...


Notas Finais


Espero que tenham gostado ♡
Desculpe pelos erros e até o próximo ^^
Bye


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...