História A culpa é do amor - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amigos, Amor, Aventura, Canibalismo, Drama, Escola, Loli, Luta, Magia, Mistério, Nudez, Romance, Universo Paralelo, Violencia, Yaoi, Yuri
Visualizações 5
Palavras 522
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Harem, Luta, Magia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Canibalismo, Heterossexualidade, Homossexualidade, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Dificil de pensar para fazer essas historias espero que gostem

Capítulo 2 - Quem é você mesmo


                                                                                                                                               28/06/2122

                                                            Outro dia depois

Lucas:Ainda nao acredito que tinha tanto assim na conta do seu pai

                                                     Banco algumas horas atras

Felipe:com licença moça eu queria perguntar uma coisa

Atendente:pode perguntar meu caro cliente

Felipe:quanto dinheiro tem na conta do senhor Thomas j. Souza

Atendente:por que você quer saber isso

Felipe:ele é meu pai

Atendente:sério já volto vou falar com o gerente

Felipe:tá

                                                             :conversa da atendente:

Atendente:senhor o filho do Thomas está aqui

Gerente:o filho do thomas?

Atendente:ele disse que era o filho do Thomas

Gerente:mais a familia do Thomas morreu

Atendente:o senhor quer que eu traga ele aqui?

Gerente:sim

                                                                   :Narra Felipe:

Atendente:senhor Felipe está te chamando na sala dele

Felipe:por que ele esta me chamando na sala dele

Atendente:ele tem que te perguntar umas coisas

Felipe:aonde é a sala dele

Atendente:3º corredor a direita utima porta

Felipe:obrigado

                                                                   :sala do gerente:

Felipe:o que o senhor quer comigo

Gerente:fazer umas perguntas

Felipe:pode perguntar

Gerente:você é mesmo o filho do thomas j. Souza

Felipe:sim

Gerente:quantos anos você tem 

Felipe:eu tenho 12 anos

Gerente:onde o seu "pai" trabalhava

Felipe:ele era um impresario que dedicou 23 anos da sua vida ao seu trabalho

Gerente:quantos anos ele tinha quando ele morreu 

Felipe:ele tinha 39 anos

Gerente:só mais uma pergunta. Como ele morreu

Felipe:a gente estavamos indo para uma viagem até que um servo apareceu no meio da estrada e meu pai disviou-se e bateu em uma arvore e morreu esmagado pelos ferros da frente do carro

Gerente:realmente você é filho do tom essa historia era confidencial

Felipe:por que?

Gerente:porque amadores podia fingir ser o filho do tom e tentar pegar seu dinheiro

Felipe:existe gente assim no mundo

Gerente:sim até pior

Felipe:quanto dinheiro tem na conta do meu pai?

Gerente:1.578,456,789,56 ienes

Felipe:isso é muito 

Gerente:claro por isso que você tem que pegar pouco

Felipe:já posso pegar o dinheiro

Gerente:primeiro vamos fazer uma analise do seu dna para saber se você é realmente filho do tom daqui um mes você vem nesse banco para saber o resultado

Felipe:tá

                                                       Umas horas depois

Lucas:Ainda nao acredito que tinha tanto assim na conta do seu pai

Felipe:não acredita em mim

Lucas:acredito sim mais é muito mais do que você tinha falado

Felipe:é tem alguma coisa errada nessa historia

Lucas:deve ser os juros eu acho

Felipe:não juros são a remuneração cobrada pelo emprestimo de dinheiro

Lucas:como você sabe disso 

Felipe:meu pai é impresario

Lucas:verdade tinha esquecido

Felipe:o que você faz nesse lugar

Lucas:no meu quarto eu durmo no bamnheiro eu faç...

Felipe:não quiz dizer isso

Lucas:não me enterronpe quando eu estou falando cabelo de mar

Felipe:fica quieto e fala o que você faz

Lucas:vou pra escola fico no meu ipad nada demais

Felipe:vai pra escola?

Lucas:sim você nunca foi na escola

Felipe:google o que é uma escola

Google:a escola é um estabelecimento publico ou privado destinado a ensino coletivo

Lucas:você tá me inginorando

Felipe:não seu loiro tingido

Lucas:que

Felipe:nada não

Lucas:foi o que eu pensei

Felipe:eu nunca fui na escola

Lucas:então voce nunca estudou antes

Felipe:sim mais era em casa eu pensava que todu mundo estudava em casa

Lucas:nem todo mundo tem muito dinheiro

Felipe:você pode me ensinar as coisas que você aprendeu

Lucas:posso

 


Notas Finais


É muito dificel escrever essa historias demora muito tempo e espero que gostem comente e compartilhe a historia


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...