História A cura - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 4
Palavras 611
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Poesias, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Prólogo - sob a abóbada do construtor


 

A CURA - Prólogo 

Sob a abóbada do construtor

Por mathkun_


" O que é a verdade? Diria que não é nada além da mentira contada de maneira diferentes, a verdade é única e ela prevalece... Por que ele é o caminho, ele é a verdade que cura"

- Ter fé hoje é sinônimo de "cerebro pequeno", de ser alienado a dogmas passados e falsos. Qual é o verdadeiro significado de fé? Alguém pode me responder?

Kathelyn Bayers é uma voluntária da igreja, na cura e no tratamento de pessoas com doenças graves. Por meio da oração e de acompanhamento psicológicos ela discursa para jovens em estado terminal. A maioria você já sabe onde termina, mas por algum motivo alguns se recuperam e se curam. Matt Walsh, Serena Montana, Travis Stiller, são nomes recorrentes na boca da conselheira, todos se curaram quando nao se havia esperenças de recuperaçao. Talvez por que foram os que acreditaram, os que tiveram fé. Porque eles se curam e os demais não? Alguém consegue explicar fé? Katelyn Bayers procura caminhos para descobrir a resposta, por isso se dedica ao trabalho voluntário.

Formada em psicologia em uma das mais renomada faculdades do Oregon, causou euforia ao incluir no seu discurso de conclusão de curso, temas teistas. Seu rosto fora parar em jornais e na TV local em questão de dias. Uma mulher formada em psicologia concorda com dogmas religiosos. Em decorrencia, a abominada pergunta voltou a tona mais uma vez nas mídias locais. Deus está realmente morto? 

- Fé é um pressuposto de expectativa para algo ilusório e que não virá a acontecer em consequência, é praticamente confirmar que você está morto. 

Respondeu o jovem rapaz de pouco mais de 17 anos, Paul Macphill um dos pacientes de Kathelyn. Ele havia entrado na roda de auto-ajuda a pouco mais de um mês e seus pensamentos soturnos já faziam juz ao nome.

A roda acontecia toda terça e sexta no sótão da igreja Presbiteriana de Saint Isaac, uma das quatro igrejas da pequena cidade de Mont Ville. Kathelyn acha que não teria outro lugar mais viável para que aquelas reuniões acontecessem do que na igreja. Sob a abóbada do construtor da vida, ela própria se esvaia, mas a igreja continuava sempre alí disposta a acolher qualquer um que queira se sentir conectado com Cristo e tentar a sorte de alcançar a famigerada cura. Era composta por 14 jovens, mas Katy sempre tinha de colocar mais uma cadeira pra um novo companheiro de luta que recém descobriu um tumor seja la em qual lugar for.

O caso de Sam Walker, seu décimo terceiro paciente, era algo mais grave. De melhor atleta do time de futebol americano da escola de Mont Ville a um portador de câncer terminal no cérebro. Seu futuro brilhante em uma faculdade renomada foi por água abaixo a menos de três meses atrás quando descobriu a doença.

- Essa é sua visão de fé Paull? 

- É sim ... isso é uma perda de tempo, você está aí na frente falando como se você soubesse de algo, você não está no lugar de nenhum de nos aqui pra saber como é estar em estado terminal.

- Paull você não está em estado terminal.

- Sam está e você acha que ele fica feliz em ouvir você dizer coisas bonitinhas sobre Deus e fé, sendo que você sabe que ele já está praticamente morto. Onde está Deus nisso tudo?

Sam o lançou um olhar de surpreso, queria ter a força que Paull tinha para dizer o que estava intalado na sua garganta para Kathelyn.

-Onde está Deus?... esta em você agora Paull? Acho bem provável que não .. e isso é fe... fé é ter Deus dentro de você.





Notas Finais


Espero que tenham gostado, logo sai os próximos capítulos. Se gostou divulgue vamos fazer voz a Cristo. Muito obrigado e até a próxima, fui!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...