História A Familia Aishi Nunca irá Acabar - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Yandere Simulator
Personagens Ayano Aishi, Budo Masuta, Personagens Originais
Tags Familia Aishi
Visualizações 70
Palavras 1.136
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

era pra eu posta amanha maaaaaaaaaaaaaaasssss
amanha vo sair e domigo eu vou ir na casa do boy pra nois passa o dia juntos 7u7
nada malicioso
sou virgem ainda
AINDA
VAMO PRA HISTORIA

Capítulo 2 - Uma nova vida com novas oportunidades


Fanfic / Fanfiction A Familia Aishi Nunca irá Acabar - Capítulo 2 - Uma nova vida com novas oportunidades

P.O. V - Azusa

O dia do nosso casamento vai ser inesquecível para nós, Gyo estava querendo muito ter uma filha, eu estava querendo um filho, mas isso, só o tempo poderá dizer.

{o que vai ser?? Votem ai!}

1.Menino

2.Menina

3.Gêmeas

4.Gêmeos

5.Casal

 

Nós ainda estávamos mantendo contato com a garota brasileira, ela morava na rua de baixo da nossa casa, se a gente precisasse de alguma ajuda era só pedir que ela iria ter o prazer de ajudar.

Gyo havia arranjado um emprego em uma empresa de J-pop. Eu estava trabalhando de secretaria na mesma empresa que Gyo. Nós dois éramos do mesmo turno, sempre íamos e voltávamos juntos.

11h32min – Trabalho

Chefe: Senhora Azusa, por favor, compareça em meu escritório.

Nesse momento meu corpo gelou achando que ele iria me dar uma bronca por causa do café que derrubei ontem no trabalho que ele havia pedido.

Peguei o elevador para ir ate o escritório do chefe, pedi licença e entrei.

Azusa: O senhor me chamou?

Chefe: Sim, como minha secretaria quero que crie um anuncio falando que estamos contratando pessoas interessadas em ser um J-idol ou uma J-idol.

Azusa: Sim senhor, chefe senhor.

Chefe: Quero isso para hoje.

Azusa: Sim senhor, chefe senhor.

Chefe: dispensada.

Pedi licença e sai do escritório, fui ate meu local de trabalho e comecei a criar o anúncio.

12h00min – Almoço

Deixei de comer o meu almoço para terminar o anúncio, eu tinha pouco tempo e eu estava no começo da metade.

Gyousei: Quer comer?

Gyo foi até minha mesa me oferecendo um dos palitinhos de Dango que ele tinha comprado.

Azusa: Não meu amor, obrigada.

Gyousei: está fazendo o que?

Gyo falou com um dos Dangos na boca e se sentando na cadeira colocando os pés em cima de minha mesa. Expliquei para ele o que o chefe tinha me pedido.

Gyousei: Nossa que bosta.

Azusa: é uma bosta, mas se eu não fizer isso, você nunca ira ver as garotas do Babymetal que você adora tanto.

Gyousei: (processando)... Nossa! Que legal isso você está fazendo! Pode continuar ai!

Ele me deu um beijo na bochecha e foi falar com os amigos dele. Tinha um dos amigos de Gyo que sabia que eu era casada com Gyo, mas ficava olhando para mim e piscando o olho como se fosse normal.

Ele estava me olhando como se estivesse me comendo pelos olhos.

Encarei-o e mandei um dedo do meio e ele sorriu dando uma risada sensual como se isso fosse me atrair.

20h50min – Saída.

Azusa: Finalmente acabei!

Peguei o elevador e fui ao escritório do chefe, bati na porta e entrei pedindo licença.

Azusa: Conclui o que o senhor me pediu.

Coloquei para ele ver o anúncio.

Chefe: Ótimo, dispensada!

Peguei o elevador e fui até meu local de trabalho para recolher minhas coisas.

Gyousei: Eai? Terminou?

Azusa: Terminei sim, só vou recolher minhas coisas e já vamos para casa.

Eu estava guardando minhas canetas no estojo e senti Gyo me abraçar por trás e beijar meu pescoço me fazendo gemer baixo. Eu sei que éramos os últimos ali, mas não precisava disso.

Azusa: G-Gyo...

Ele me virou e me colocou sentada em minha mesa, me beijando e passando a mão em minha perna subindo cada vez mais para minha parte intima.

Azusa: Gyo... ~gemido~ aqui não. Espera para chegarmos em casa.

Gyousei: Está bom caramelo, lá vai ser mais confortável mesmo.

Desci da mesa, peguei minha bolsa e esperei Gyo arrumar a pasta dele para irmos embora.

Estávamos no meio do caminho e Gyo viu o restaurante de frango frito favorito dele.

Gyousei: Opa! Cadê meu dinheiro?!

Desesperadamente ele abriu a pasta dele a procura de algum iene.

Gyousei: ~grito de choro~ Não tenho dinheiro!!

Azusa: ~risos~ Eu tenho!

Gyousei: ~grito de felicidade~ Eu te amo! Meu caramelo! Sempre salvando meu dia!

Ele saiu correndo como uma criancinha de pernas abertas. Entramos no restaurante e pedimos uma porção de frango frito.

Gyousei: Oishi! (delicioso)

Azusa: Quer mais alguma coisa?

Gyousei: Quero sim!

Ele se aproximou do meu ouvido e sussurrou:

Gyousei: ~~Quero seu corpo ~~

Dei uma risadinha.

Azusa: ~risos~  se está com um fogo no rabo hein!

Gyousei: é que você é gostosa para caralho... to zoando.

Chamei a garçonete para calcular quanto que ia dar.

Garçonete: uma porção de frango estra grande deu no total de 15,00 ienes, aqui esta a ficha é só entregar no caixa, arigatou gosaimasu! (muito obrigada)

Peguei a ficha e fui ao caixa pagar, entreguei uma nota de 20 ienes e ela me deu o troco de 5 ienes. Agradeci e sai do restaurante com Gyo e fomos direto para casa.

21h10min – Casa

Chegamos em casa, joguei minha bolsa no chão e Gyo me pegou no colo e me levou ao quarto.

Gyo me jogou na cama, retirou o terno com sua camiseta e foi engatinhando por cima de mim. Ele colocou a mão dentro da minha blusa, apertando meus seios com força.

Gyousei: Não era você que ficava jogando jogos de hentai a noite toda? Agora isso vai se tornar realidade.

Ele começou a chupar meu pescoço deixando as marcas dos chupões dele.

Azusa: ~gemido~ G-Gyo...

Gyousei: Xiu! Quietinha minha babygirl, prometo que vou ser mais calmo do que da ultima vez.

Ele rasgou minha blusa deixando meu sutiã a mostra e depois abriu o zíper que tinha ao lado da minha saia e a retirou. Eu estava usando meu conjunto vinho, o favorito do Gyo. Ele mordeu minha calcinha e arrancou–a com força.

Gyousei: Agora você deve me obedecer, sou seu daddy.

Gyo disse isso e se deitou, deixando seu membro a mostra.

Gyousei: Senta.

Só para zoar, me sentei na beira da cama e comecei a rir.

Gyousei: Olha só! Temos uma babygirl rebelde por aqui! Agora você vai sofrer as consequências, vou soltar meu liquido dentro de você como você nunca viu antes.

Ele falou isso me puxando pelo braço fazendo uma cara de safado como se me estivesse fudendo pelos olhos. Ele pegou uma das minhas pernas e passou por cima dele, ele queira que eu cavalgasse em sem membro.

Coloquei minhas mãos em seu membro para ajusta-lo para que ele entrasse em mim com prazer.

Gyousei: Pode ir babygirl, mas vai com tudo.

Suspirei fundo e me sentei no membro de Gyo, soltando um gemido alto.

Gyousei: cavalgue babygirl, cavalgue!

Comecei a cavalgar em seu membro soltando gemidos altos junto com Gyo. Ele segurou em meus seios, ainda com o sutiã e começou a apertar.

Gyousei: ~gemido~ está chegando!

Azusa: ~gemido~ eu sei!

Depois de um tempo, acelerando os movimentos, nos dois chegamos ao ápice juntos. Deitei-me em cima de Gyo tentando recuperar o fôlego.

Tomamos um belo de um banho e jantamos para depois ir dormir para que no dia seguinte, recomeçar tudo novamente.


Notas Finais


AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
EU SEI
JA COMEÇOU COM UNS HENTAIS AI
EH PQ TO VICIADONA EM ESCREVER E DESENHAR HENTAI, YAOI E YURI
EU QUASE NEM POSTEI PQ QUASE MORRI PQ O TENDAO DO MEU PULSO ESTOROU FUI DE EMERGENCIA PRO HOSPITAL
AGRADEÇAM OS MEDICOS QUE CUIDARAM DE MIM PQ SE NAO FOSSE POR ELES EU N ESTARIA VIVA

TCHAAAAAAAAAAAAAAAAUUUUUUUUUU KISSU NO POPO


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...