História A Garota Certa... - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Erza Scarlet, Flare Corona, Gajeel Redfox, Gray Fullbuster, Happy, Jellal Fernandes, Jude Heartfilia, Juvia Lockser, Laxus Dreyar, Layla Heartfilia, Levy McGarden, Lisanna Strauss, Loki, Lucy Heartfilia, Mavis Vermilion, Minerva Orland, Mirajane Strauss, Natsu Dragneel, Nikora "Plue", Personagens Originais, Rogue Cheney, Sherry Blendy, Sting Eucliffe, Virgo, Wendy Marvell, Yukino Aguria
Tags Gale, Gruvia, Jerza, Lucy, Nalu, Natsu
Visualizações 74
Palavras 3.150
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá meus Moranguinhos♥
Vim trazer mais um capítulo da fic "A Garota Certa..." espero que gostem!! Dei uma revisada leve no capítulo e qualquer erro... Me desculpem ok?
Agora chega de falar e....

B.O.A
L.E.I.T.U.R.A

Capítulo 23 - Allicia e Mavis


Fanfic / Fanfiction A Garota Certa... - Capítulo 23 - Allicia e Mavis

¥ Allicia e Mavis - A Anja e a Louca ¥

 

 

Hospital Psiquiátrico - Merllow Moonw - Strangers

Ficha

Nome: Mavis  Sobrenome: Vermillon

Idade:14 anos  Altura/Tamanho: 1,51

No Hospital: Há 5 anos

Cor Dos Cabelos: Loiros

Cor do Olhos: Verdes Claros

Cor Da Pele: Clara

Tamanho Dos Cabelos: Longos

Tamanho Dos Seios: Pequenos

Tamanho Das Coxas: Médias

QI:368

Cuidado\Atenção: Quando irritada pode ser mortal, precisa de 12 litros de *insulina* por dia pra ser mantida calma, quando for adentrar a sala\quarto verifique se não tem nenhum objeto que pode ser usado como arma.

Cuidado! Não converse muito tempo com ela se não ela pode lhe manipular e se você tiver sorte ela te deixará vivo.

× ~ × ~ ×

( N\A: Se você está se perguntando do por que ela foi internada... CALMA!! Eu vou explicar... )

 

• História • \ Autora ON

 

Mavis foi presa e quase foi sentenciada a morte pelo próprio tio, ela foi encontrada cheia de sangue com um sorriso de sádico e satisfeito em seus lábios, com os corpos de seus pais e avós na sua frente, a loira estava com um pequeno machado e uma faca em suas mãos cheios de sangue. A loira menor - com apenas 9 anos - matou seus próprios pais a sangue frio.

( N\A: Ai vocês me perguntam... "Que criança de apenas nove anos mata seus próprios pais??" Vou explicar... )

 

× Horas Antes do Assassinato ×

 

Mavis estava brincando com sua boneca de pano no jardim de sua casa, a mesma falava sozinha com a boneca enquanto seus avós faziam sexo no quarto dos mesmo, se podia ouvir os gemidos e gritos da mulher mais velha, a pequena ignorava e continuava a brincar. Um barulho foi ouvido da entrada da casa, a pequena loira se assustou e foi ver oque era, quando chegou lá viu seu pai bêbado e quase caindo, o mesmo havia saido de casa há três dias depois de uma discussão com a mãe da pequena, o pai de Mavis sorriu ao ver a filha e a mesma retribui mais ela nem imaginava que aquele sorriso era de outra coisa... O pai de Mavis a chamou e a mesma foi até ele o ajudar, assim que a pequena levou o seu pai ao quarto ele pediu para ela ficar com ele, não sabendo onde levaria Mavis concordou, o pai da loira a pegou e rasgou as roupas dela, deixando a monstra seu corpo de criança, sorriu com o pensamento e logo a forçou a fazer sexo, como era pequena e fraca ela não pode se defender e então acabou não fazendo nada. A pequena chorava muito ao ser penetrada brutalmente, amarrada na cama de casal e forçada a continuar com aquilo... O pai dela a abusou ali mesmo e tirando a pureza da garota em poucos minutos.

A mãe de Mavis entrou no quarto onde estava a loira e o pai sem bater na porta achando que estaria vazio, assim que viu a cena de seu marido abusando de sua filha menor uma raiva tomou conta da mãe da loira, sem pensar duas vezes a mãe de Mavis começou a brigar gritando com o seu marido, que logo tirou seu membro da intimidade da loira menor e deu um sorriso debochado pra mãe de Mavis, que só se irritou mais, partiu pra cima de seu esposo sem mais nem menos... Começaram a trocar tapas e socos, a pequena loira via tudo com lágrimas em seus olhos, não queria ver seus pais brigando como da última vez... A mãe de Mavis estava fraca nestes últimos dias pois estava sempre preocupada com o pai da pequena, mais o pai dela nem liga pra família, todos as noites sai pra rua beber e só volta depois de alguns dias. A pequena estava perdida em pensamentos que nem viu quando seu pai tomou o controle e começou a bater forte na mãe da pequena, ele chutava, dava socos e nem bêbado estava parecendo! Parecia estar... Fingindo... A mãe de loira pedia para acabar com o sofrimento então, Mavis se lembrou de uma coisa que seus avós disseram...

"Quando alguém estiver sofrendo, não o deixe sozinho e sim o mate, para que o sofrimento acabe"

"Mais vó como se mata alguém??? - Perguntou inocentemente"

"Você vai saber quando chegar a hora..."

Depois disto os avos da pequena ficaram mais distantes a cada dia, e ela ficou mais sozinha do que nunca.

Matar... Matar... Matar... Matar... MATAR!!! - Pensava em uma maneira - Tortura... - Foi a única coisa que soube falar até a mãe dela conseguir a soltar com muita dificuldade - Mamãe...

 

- Minha pequena... - Sorriu - Seja livre... - Disse e desmaiou. A pequena correu o mais rápido até a casinha dos fundos ande tinha facões, machados, facas e outras coisas que seu pai tinha ganhando em briga de bêbado durante os anos. Assim que chegou na porta ela sorriu e adentrou o local, pegou um machado pequeno, duas facas e um facão. Foi carregando com dificuldade mais conseguiu colocar em um canto - Papai!!! - Gritou da sala perto de um armário onde tinha escondido as coisas. O pai dela saiu do quarto arrastando o corpo de sua mãe desmaiada, olhou a filha e foi até ela deixando a mãe da pequena no sofá.

- Que foi pirralha?? - Disse sem emoção.

Mavis - Nada não. Só queria dizer... - Disse. Ela estava com uma faca atrás das costas, em um movimento rapido abraçou seu pai, enfiando a faca em suas costas - Boa Noite... Papai - Falou e seu pai caiu no chão, sussurou um "Obrigado" e faleceu - Agora... O próximo - Foi pra perto de sua mãe desmaiada e cortou o pescoço da mesma. A pequena não satisfeita atraiu seus avós para a sala e os matou, cortou os pescoços deles e os picou. Logo depois ela colou os corpos no meio da sala e viu aquilo tudo com um sorriso sádico e com felicidade ao ver todos mortos... Finalmente as pessoas que a maltratou por todos os 9 anos de sua vida, estavam mortos e frios no chão! Nunca mais iriam acordar ou se mecher de novo. Depois de pensar onde os enterraria, a porta foi aberta violentamente revelando policiais, em seguida ela foi levada ao tribunal e enviada ao Hospital Psiquiátrico para ficar lá por toda sua vida até se recuperar...

Acabou que Mavis nunca conseguiu se tratar ou aceitar aquele lugar sempre tentou fugir e conseguia uma vez ou outra, mais os psiquiátricos viram que ela era muito inteligente e estrategista, então a colocaram em uma sala reforçada e protegida. A loira ao longo dos anos foi ficando cada vez mais louca e assim passaram os anos...

~~~~~~~~

 

× Allicia ON ×

Olá! Me chamo Allicia Noel, sim!! Eu tenho um sobrenome. Meu pai é o que os humanos chama de "Papai Noel" ele é um homem bondoso, carinhoso, bem atento a tudo que acontece no mundo e muito fofo, aquela carinha que ele tem é muito fofaaaaa - Desmaio de tanta Fofura. Mais logo acordo - Muito dedicado ao trabalho e a min também. Minha mãe era uma Anja, morreu há muitos anos atrás, quando eu fiz 13 anos ela acabou morrendo em uma guerra contra Nocturna, as Anjas venceram mais minha mãe foi a que mais lutou pelo seu povo e morreu em combate... Sempre foi uma mãe maravilhosa, com seu sorriso acolhedor, seu rosto angelicial e delicado, suas mãos que me davam segurança, seu abraço que me fazia tão bem... Mais isso foi há muitos anos...

- Alli, Alli... ALIIIII!!!! - Sou despertada de meus pensamentos por alguém me sacudindo descontroladamente

Allicia - Que foi!!! - Falo me irritando - Oque você quer?? - Pergunto finalmente olhando pra criatura a minha frente - Que foi Lilla?? - Pergunto e ela infla as bochechas. Lilla é uma Elfa de cabelos longos da cor preta, olhos azuis claros, rosto meigo e delicado... Minha melhor amiga desde que eu tinha 12 mil anos.

Lilla - Você tava ai boiando e a "Torre dos Escolhidos" mandou uma carta perdindo pra você ir lá!! - Me informou e logo pulei do sofá que eu estava sentada e fui em direção ao meu quarto, logo adentrei ele e em menos de 6 minutos sai colocando minha bota vermelha... ( Ela colocou a roupa da capa ) Quando olho pra Lilla vejo ela esparramada no sofá comendo panetone.

Allicia - Que mordomia é está aqui!?? - Perguntei irritada com as mãos na cintura.

Lilla - Nada de mais... - Disse e comeu mais um pedaço de panetone.

Allicia - Poha mano! Para de comer os panetones que eu fasso! Já cansei de ver você comendo os de brigadeiro - Falei colocando meu goro vermelho e pegando meu cajado - Quando meu pai sair da oficina, fala que eu fui em uma missão e não vou voltar por um bom tempo... - Disse abrindo a porta.

Lilla - Ok - Falou comendo mais um pedaço de panetone.

Allicia - Tchau Lili... - Disse e Fechei a porta, logo comecei a voar em direção ao céu, um portal se abriu a uns dois mil metros do chão e o adentrei. Logo passei por uma zona circular toda colorida e logo apareci na "Torre Dos Escolhidos" e a mulher no meio como sempre autoritária.

Mulher - Muito bem Allicia... - Fala vendo uns papeis - Você será a Anja de Mavis Vermillon, ficará com ela por 3 anos e depois voltará aqui para receber sua recompensa.

Allicia - Tudo bem... Aceito! - Digo me curvando e ela acende com a cabeça, logo um portal em forma de estrela aparecer no meu lado e logo o adentro.

×~~~×

× Autora ON ×

• Com Mavis...

A pequena loira estava em um quarto sozinha, o mesmo era todo branco e a cama era estranhamente preta, suas roupas estavam um pouco rasgadas e era da cor cinza e branco. A loira estava deitada na cama, com os olhos arregalados, um sorriso sombrio e olheiras enormes, fazia dias que ela não dormia pensando em um modo de fugir... Ela estava cansada de viver no Manicômio, por que era assim que ela o chamava e ficar sozinha naquele quarto, estava decidida a sair e finalmente viver livre como sempre sonhou.

Mavis - Que droga... - Resmungou levantando da cama - Precisava de alguém pra me ajudar! Mais quem? - Perguntou para si mesma e ela logo se jogou na cama fitando o teto pensativa...

Logo, uma luz vermelha apareceu no meio de seu quarto e a loira olhou para a luz curiosa mais ainda sim um pouco surpresa... Mavis sempre via demônios e criaturas estranhas pelo seu quarto e as vezes pelo jardim que tinha no hospital psiquiátrico... Ela sempre achava que era sua imaginação e até mais uma loucura de sua cabeça... Mais ela nem imaginava que tudo que ela via era real...

Da luz vermelha saiu uma mulher vestida no estilo "Natal" como os humanos dizem, Mavis logo arregalou os olhos e a mulher chegou mais perto dela.

- Olá! Você é a Mavis Vermillon?? - Perguntou flutuando pelo quarto de Mavis.

Mavis - S-S-Sim... - Disse nervosa, ela achava que era mais um demônio querendo sua alma... Sempre que aparecia pessoas voando ou estranhas, eram sempre demônios ou anjos caídos tentando roubar a alma de Mavis - O que você quer?? - Disse contendo o nervosismo.

- Não se preocupe Sra.Vermillon, não vou lhe machucar... - Disse se aproximando da loira e tocando em seu rosto suavemente - Eu vou lhe ajudar... - Disse e a loira serrou os olhos desconfiada - A sair deste lugar... - Disse e sorriu, a pequena loira ainda estava desconfiada, mais aceitou as palavras da mulher.

Mavis - Como vai me tirar deste lugar? - Perguntou e a mulher sorriu - Aliás... Qual seu nome?

- Allicia... - Disse e logo pegou a loira a colocando nas costas e fazendo seu cajado fazer um buraco no teto, as duas passaram pelo buraco e logo voaram pra longe.

Mavis - Eu s-sabia! Você é... UM DEMÔNIO!!! - Falou gritando encolhida nas costas da Anja, se segurando ao máximo.

Allicia - Assim você me ofemde Vermillon!!! - Disse dando uma risada abafada no final - Agora... Vamos voar!! - Falou e começou a voar mais rápido.

Mavis - Eu vou morrer! - Falou tampando os olhos e a Anja riu da loira - Não ria!! Isto é sério!!!

Allicia - Claro... É uma coisa muito séria!! - Disse com sarcasmo visível - Qual é o lugar onde você mais queria ir? - Pergunto sem olhar Mavis.

Mavis - Eu... Não tenho certeza... Sempre quis ser livre e tals sabe? - Perguntou pensativa - Tipo... Poderíamos ir ver uma coisa bem bonita... Sei lá... - Falou e Allicia começou a pensar aonde levar a pequena loira...

Allicia - JÁ SEI!!! - Gritou do nada e Mavis se espantou.

×~~~~~×

Depois de longos minutos voando, as duas chegaram a um campo aberto cheio de flores coloridas e árvores de diversas cores ... Um lugar angelical, fofo, romântico e perfeito... Mavis sorriu ao ver o maravilhoso campo e abraçou Allicia como forma de agradecimento.

Mavis - Obrigado... - Agradeceu ainda abraçada a Anja a sua frente.

Allicia - Não há de que minha flor - Disse e sorriu - Está com fome? - Perguntou e Mavis concordou com um pouco de vergonha. Allicia fez um símbolo no ar e logo apareceu ao lado delas um piquenique completo - Pode comer! - Falou e a pequena logo foi comer junto de Allicia.

×~~~~~×

Anos Depois...

Depois daquele dia, Allicia e Mavis vinham se aproximando cada vez mais... Era como duas irmãs ou até como mãe e filha, Allicia era sempre a que se preocupava com as loucuras que Mavis fazia sem pensar em qualquer consequência... Haviam se passado três anos depois daquele dia... Elas sempre iam de cidade em cidade conhecer a cultura e estilo de todos, sempre comendo e se divertindo ao máximo para nunca mais esquecerem dos melhores anos de suas vidas!! Mais... Allicia, não podia ficar pra sempre com ela... Era a semana de Allicia ir embora e terminar a missão que lhe fora dado. Deixar Mavis era como tirar um pedaço de seu coração e jogar fora, mais não tinha outro jeito ou ela deixava Mavis ou a "Torre Dos Escolhidos" vinha atrás...

Allicia estava sentada no tronco de uma árvore qualquer na floresta onde ela e Mavis tinham feito uma casa. A casa podia se dizer que era enorme do ponto de vista de Mavis, era branca com preto e em um estilo Rústico, mais ainda sim linda... Allicia pensava em como falar pra Mavis que ela iria ir embora e ia ter que deixar Mavis naquela floresta vivendo sozinha por toda a eternidade... Seus pensamentos foram invadidos por uma explosão que vinha da direção da casa que ela tinha feito, assustada, correu para ver oque ouve... Quando chegou no local onde era a casa, a mesma estava em chamas ,mais não era chamas normais, eram chamar negras e roxas, dava pra sentir a magia que ela reconheceria de longe...

Allicia - Nocturna... - Disse com nojo e raiva de suas palavras. A Anja das Trevas era uma antiga conhecida sua, antes de se tornar a famosa "Nocturna - Anja Da Morte" era "Nocturna - "A Anja Da Luz e Da Vida" a mesma ficou do mal e o ódio crescia mais e mais em seu coração... Antes era doce, meiga e o amor e a velocidade eram sempre esbanjados pela mesma...

Assim que adentrou a casa em chamas ouviu gritos abafados de um comodo da casa, a mesma voou rápido para alcançar a voz e quando viu da onde vinha, chegou no quarto de Mavis, a porta esta em preto e dourado e chamas a envolviam... Sem medo algum a Anja arrombou a porta e adentrou o local, foi até Mavis que estava debaixo da cama e a salvou, mais antes que passasse pela porta da saída uma Anja da Trevas apareceu.

Nocturna - Mais já conseguiu a salvar? Achei que odiasse humanos... - Disse com deboche e Allicia se irritou.

Allicia - Não te devo satisfação! Saia da frente!! - Falou apressada e Nocturna se fez de triste.

Nocturna - Por que está fazendo isto? Eramos tão boas amigas quando primas... Por que foi para o lado do bem? Você disse que aceitaria qualquer decisão que eu tomaria!! Então... Por que? - Disse já derramando lágrimas.

   Allicia - Não era pra ser assim, eu nunca achei que você ia acabar indo pro pior lado... Queria que tudo voltasse a ser como era antes... - Falou também derramando algumas lágrimas.

   Nocturna - Queria nunca ter me apaixonado por ele... - Disse e Allicia concordou - Mais... Não posso voltar no tempo... Não agora... - Disse fazendo um círculo com as mãos e o fogo parou de arder e a casa voltou a se recuperar - Tenho que achar ela... E contar tudo... - Falou dando um passo em direção as duas loiras a sua frente - Ele... Está voltando... - Falou fazendo carrinho na cabeça de Mavis que estava desmaiada e Allicia estava com a mesma nas costas a segurando.

   Allicia - Esta voltando? - Perguntou aflita e Nocturna confirmou - Mais a filha dele está...

   Nocturna - Morta. - Interrompeu a Allicia e a mesma arregalou os olhos - Seu irmão a matou... - Disse ainda fazendo carinho na cabeça de Mavis - E o pai dela... Quer vingança.

   Allicia - Não acredito! Temos que avisa o- Se interrompeu e logo Nocturna abriu um portal ao lado delas

Nocturna - Coloque ela, vou teletransportar ela pra uma dimensão segura... - Disse e Allicia concordou - Não se preocupe, você vai voltar a ver ela... É uma promessa... - Falou e Allicia logo colocou Mavis no portal e o mesmo se fechou - Agora, temos que lutar... Ele... Está vindo... - Falou e se colocou em posição de ataque.

   Allicia - Juntas? - Perguntou sorrindo e Nocturna retribui o ato de sua prima.

   Nocturna - Juntas! - Falou determinada e as duas deram as mãos e logo um rugido foi ouvido e as duas ficaram em posição de ataque.

   Allicia - Como nós velhos tempos... - Disse feliz.

   Nocturna - Como nós velhos tempos...! - Disse e um lágrima dourada caiu.

A porta da casa foi arrombada mostrando um monstro furisoso e logo as duas começaram a lutar com o mesmo.

×××××××××××××××××××××

 

↪ Autora - Deixei vocês curiosos?? Sim? Não? U,u

Muitas perguntas deste capítulo só serão respondidas mais pra frente!! Só vou dar uma dica do monstro: É um Dragão!! Quero ver teorias ai nós comentários!!

Bjs seus tiriça❤  ↩

 

 

 

 


Notas Finais


♦Espero que tenham gostado♦

Refiz a capa do capítulo umas 3 vezes, espero que tenham ficado bom... Ainda acho que ta meio bosta, mais espero que seja só impressão...

✴ Beijos de Morangos com Nutella de Deusa ✴


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...