História A garota zuada - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Colegial, Drama, Justin Bieber, Originais, Romance
Visualizações 98
Palavras 2.344
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 14 - Capítulo 14


Hoje faz uma semana desde da ultima vez que Justin veio aqui e agora só podemos nos ver às escondidas graças ao meu pai, mas minha mãe sabe e nos apoia. Enfim, hoje Justin me chamou para sair e eu estou super animada

Estou escolhendo uma roupa para não perder tempo de noite. Estou entre um shorts e um vestido. Vou ligar para Bry, ela sempre entende de roupas

-Alô?

-Bry preciso de ajuda

-Fala vadia 

-Vou sair com o Justin hoje e não sei o que visto

-Quais a opções?

-Vestido é um shorts

-Vai de vestido pra ficar mais fácil de tirar 

-De tirar?

-Facilita na hora do sexo anta

-Meu Deus Brianna, é só um encontro- minhas bochechas estavam pegando fogo

-Tudo bem, mas não diga que eu avisei

-Vai me ajudar ou não?- bufei 

-Tudo bem. Vai de vestido, você fica linda de vestido, parece até uma menininha- soltou um riso 

-Tudo bem- sorri sozinha no quarto- Obrigado Bry

-De nada vaca. Depois me conta como foi tudo 

-Tudo bem- disse e desliguei 

Escolhi um vestido salmão liso que ia até parte das coxas, com um decote considerável, mangas curtas e um salto preto. Já havia decidido a roupa, não tinha nada para se fazer então eu fui dormir um pouco, aproveitando que hoje é sábado. Coloquei o celular para despertar sete horas, já que o encontro seria as oito. Me deitei na minha bela cama e não demorei a pega no sono

Horas mais tarde eu acordei com o celular despertando me avisando que era hora de me levantar e me arrumar. Levantei da cama e fui até o banheiro, tirei minha roupa e joguei no cesto de roupa sujas, fui para o box e tomei um banho gelado e demorado. Me enrolei em uma toalha assim que sai e fui para o quarto, me sequei e vesti uma lingerie roxa. Fui até minha penteadeira e penteei o cabelo, deixando liso. Não gosto de maquiagem, então só passei uma base, lápis de olho, um batom vermelho e rímel. Por último vesti o vestido e calcei os saltos. Olhei no celular e vi que já eram oito horas, Justin deve estar chegando. Nem deu tempo de pensar direito quando ouvi uma mensagem no celular

“To te esperando

Justin”

Sorri, passei perfume antes de sair do quarto e fechar a porta 

-Mãe, estou saindo- avisei assim que vi ela na cozinha, meu pai está na sala assistindo algo e não sabe que vou sair com o Justin, mas minha mãe vai me ajudar nessa parte 

-Tudo bem, divirta-se- sorriu

-Obrigado- sorri e abracei ela 

-Você está linda meu amor

Sorri para minha mãe e sai da cozinha. Passei pela sala e meu pai me chamou 

-Para onde você vai?- perguntou 

-Ela vai sair com a amiga dela Robert, deixa a menina- minha mãe disse 

Ele a olhou feio, mas não disse mais nada. Fui até a porta e sai de casa. Olhei para o outro lado da rua e vi Justin de cabeça baixa olhando para o celular em sua mão. Ele estava usando uma camisa social que ia até o seus cotovelos, uma calça preta de couro que mostrava parte da sua cueca vermelha, um supras preto e uma corrente de ouro no pescoço. O topete dele estava alinhado, como sempre, e eu me pergunto quando tempo ele demora no espelho só arrumando esse topete. Caminhei até ele, que me notou por causa do barulho do solto no asfalto. Justin ergueu se cabeça e me olhou de cima a baixo mordendo o lábio inferior. Sorri assim que parei em sua frente 

-Esta linda, como sempre- sorriu para mim e estendeu a mão me fazendo dar uma volta 

-Você também está lindo- sorri para ele e lhe dei um selinho- Aonde vamos?- perguntei quando ele abriu a porta para mim 

-Vamos jantar e depois eu tenho uma surpresa para você- disse quando tomou seu lugar ao volante. Olhou para mim e me lançou um sorriso que me fez perder o fôlego. Como um ser pode ser tão lindo?

O caminho foi calmo com algumas musicas que deixavam o clima no carro agradável. Justin estacionou o carro em frente a um restaurante muito elegante que tem na cidade. Justin passou o braço pela minha cintura e nós andamos até a recepção do restaurante 

-Reserva em nome de Justin Bieber- disse e atendente sorriu

-Me acompanhem- nos levou até uma mesa no meio. Justin puxou uma cadeira para mim e eu lhe agradeço com um sorriso, que ele logo fez questão de retribui- Um garçom irá vir atende-los logo- sorriu mais  uma vez e saiu 

-Que lugar lindo Justin- disse olhando em volta. O restaurante era grande com o carpete vermelho por todo o chão, velas dentro de vidros nas mesas, várias luminarias presas no teto com cordas que caiam e deixava o lugar mais agradável, também existiam algumas rosas brancas pelo lugar. O lugar era lindo 

-Sabia que você iria gostar- sorriu e pegou minha mão sobre a mesa 

-Eu amei- senti minhas bochechas queimando

-Que bom- Justin estava me olhando intensmante com um olhar profundo e hipnotizantes 

-Já querem pedir?- um garçom nos fez despertar de algo que nem eu sabia explicar 

-Claro- Justin sorriu- O que vai querer Lu?

-Ainda não sei- olhei o cardápio 

-Posso sugerir a especialidade da casa?- perguntou o senhor gentil que nos atendeu 

-Por que não?- nós olhamos um para o outro e demos de ombro

-Já volto com o pedido de vocês- anotou e sorriu indo para a cozinha 

-Justin, por que tudo isso? E por que agora?- perguntei curiosa. Acho que uma pessoa não iria mudar tão rápido assim 

-Por eu gosto de você- disse depois de um suspiro- Eu nunca faria isso com outra garota. Fiz por que sinto algo por você e queria te mostrar de alguma forma- disse me olhando nos olhos sorrindo- E também queria te contar que eu sabia que você gostava de mim- me engasguei com a própria saliva 

-O que?- Eu estava com as bochechas ardendo de tão coradas 

-Eu sempre soube, mas nunca achei que fosse verdade. Você parecia me odiar- ele disse rindo 

-Meu Deus- Soltei um riso negando com a cabeça- Essa conversa está me deixando sem graça Justin, vamos mudar de assunto pelo o amor de Deus 

-Por que?- perguntou rindo da minha cara de vergonha- Me conta, desde quando você pensa em mim?- perguntou fazendo uma voz fina e uma posse feminina 

-Ai se vergonha- disse rindo do seu jeito besta de ser 

Ainda bem, nosso jantar tinha chegado. Justin agradeceu e nós comemos em silêncio

-Quero te levar em lugar- disse enquanto pedia a conta 

-Onde?- sorri curiosa 

-Vou te levar para a surpresa dessa noite- sorriu e o garçom nos atendeu 

Justin pagou a conta e nós saímos do restaurante. Entramos no seu carro e Justin começou a dirigir 

O jantar foi ótimo, mas foi tão vergonhoso ao mesmo tempo. Estava tão destraida pensando em mil coisas que nem percebi quando o carro parou na praia, espera, na praia?

-O que estamos fazendo aqui Justin?- perguntei assim que descemos do carro

-Calma- riu e me estendeu a mão- Vem comigo- peguei sua mão e nós andamos até a casa de praia do seus pais. Ela estava com as luzes apagadas. Justin abriu a porta e acendeu as luzes. Senti lágrimas nos meus olhos

-Justin- sussurrei 

A entrada estava coberta de pétala de rosase mais aferente tinha um coração feito de pétalas com uma frase dentro “ Que namora comigo” e uma caixinha de veludo azul 

-Aceita?- senti suas mãos não minha cintura por trás 

-É claro que aceito- me virei e lhe dei um beijo. Justin me segurava pela cintura e me levantava no ar

Ele foi até a caixinha e tirou duas alianças de dentro, uma tinha pequenas pedrinhas roxas enfeitando e dando um ar de delicadeza e a outra era simples e dourada

-Agora você é minha- colou nossas testas com um sorriso encantador no rosto 

-Só sua- sussurrei fazendo seu sorriso aumentar. Eu não conseguia para de sorrir e me perde naquela imensidão caramelo que me encatava totalmente 

Justin me beijou intesamente e eu fiz questão de retribui. Desabotoei os primeiros botões de sua camisa e ele segurou meus pulsos 

-O que foi?- perguntei ofegante 

-Não precisa fazer isso só por que estamos namorando Lu- pegou minha mão e deu um beijo carinhoso- Eu espero seu tempo, afinal de contas eu esperei esse tempo todo que estamos ficando- sorriu 

-Você estava esperando meu tempo?- perguntei chocada e ele concordou- Mas eu quero que a minha primeira vez seja com você Justin e não teria dia melhor que esse- não esperei ele falar nada, avancei nos seus lábios e lhe dei um beijo cheio de desejo e paixão 

As mãos de Justin iam das minhas costas até a minha cintura e às vezes ele apertava as minhas coxas. Eu voltei a desabotoar sua camisa, tirei ela por completo e passei minhas unhas pelo seu peito, deixando algumas marcas. Justin não descolava nossos lábios. Suas mãos desceram até minhas coxas e me deram um impulso, me fazendo subir no seu colo

-Vamos lá para cima- sussurrou no meu ouvido me fazendo suspirar e concordar

Justin subiu comigo no seu colo e entrou em um quarto qualquer. Senti algo macio nas minhas costas e logo deduzir que era cama. Justin me deitou com delicadeza controlando seu peso em cima de mim. Seus beijos desceram pelo meu pescoço e suas mãos estavam vagando pelas minhas pernas. O tecido do vestido foi retirado lentamente do meu corpo por suas mãos, logo o vestido já estava no chão e os olhos de Justin correram o meu corpo. Isso olhos dele me faziam queimar querendo que ele tocasse cada parte que ele olhava com desejo e luxúria 

-Você é linda- rosnou roçando nossos lábios, deixando uma mordida no meu lábio inferior

Suspirei ao sentir seus lábios nos meus novamente. Minhas mãos foram de encontro aos seus fios loiros, bagunçando seu topete alinhado, desci um pouco e puxei os cabelo da sua nuca, o trazendo cada vez mais para mim. Suas mãos apertaram minhas coxas e bunda, enquanto eu arfei ao sentir seus toques. Eu queria mais, queria sentido Justin dentro de mim. Desci minhas mãos até a barra da sua calça e desci mais um pouco. Justin se levantou e tirou seu tênis e sua calça, me dando visão ao volume que crescia na sua cueca. Involuntariamente mordi os lábios. Justin voltou para cima de mim e ficou no meio das minhas pernas, senti nossas intimidades se tocarem e gemi por entre o beijo ardente. Justin apertou meus seios por cima do sutiã e eu gemi mais uma vez. Ele tirou o sutiã e começou a dar beijos pelo meu pescoço, depois desceu e chegou aos meus seios. Justin me olhou com desejo e eu suspirei, ao ver seus olhos escuros de luxúria. Senti sua língua quente passar pelo meu mamilo rígido, equanto ele apertava o outro. Justin dava pequenos chupões e apertos nos meus seios, me fazendo gemer cada vez mais alto. Ele parou o que estava fazendo e desceu com beijos pela minha barriga até chegar à minha intimidade

-Minha cor favorita- sussurrou com sua voz rouca e tirou minha calcinha com os dentes 

Justin passou sua língua na minha intimidade e eu gemi agarrando os lençóis da cama. Ele me penetrou com sua língua me levando aos céus 

-Ahhhhh... Justin- gemia feito louca 

Ele penetrou um dedo, no começo encomodou um pouco, mas depois aquilo se transformou em prazer. Justin chupou meu clitóris 

-JUSTIN- gemi alto seu nome

Me penetrou um segundo dedo e eu rebolei nos seus dedos querendo mais e mais. Eu gemia descontroladamente até que ele parou e bufei em frustração 

-Por.... que parou?- perguntei recuperando o fôlego 

-A noite só está começando Little Girl- sorriu malicioso e pegou algo na escrivaninha que tinha ao lado da cama. Escutei o barulho de um plástico laminado se rasgando e logo deduzir o que, camisinha -Lúcia isso vai doer um pouco, então se quiser parar me avisa- Justin disse perto do meu rosto e concordei 

Justin estava por cima de mim controlando seu peso nos braços. Ele distribuía beijos pelo meu pescoço e busto. Senti seu membro na entrada na minha intimidade, ele forçou um pouco e eu segurei seus ombros, apertando para controlar a dor. Justin forçou mais um pouco e eu mordi o lábio inferior para não gritar, ele forçou mais um pouco e uma lágrima escorreu do meu olho. Justin deu beijo não minja bochecha e depois um beijo apaixonante para me destrair da dor. Quando ele estava totalmente dentro eu percebi o quanto ele era grande. Justin esperou um tempo e logo depois começou às estocadas. Ele saia e entrava enquanto eu gemia e arranhava sua sala costas 

-Ahhhhh... Justin.... ahhhhh- gemia no seu ouvido 

Justin rosnava e deixava chupões no meu pescoço. Sua mão foi para o meu seio e ele apertou um pouco mais forte, me deixando louca 

-Mais... fooorte Jus...ahhhh- eu pedia  gemendo 

As estocadas ficaram mais rápidas e fortes, os meus gemidos ficaram mais altos. Empurrei Justin para o lado e fiquei em cima dele. Comecei a cavalgar no seu membro, Justin segurou minha cintura e me fez ir mais rápido. Eu arranhava seu peitoral e gemia seu nome. Depois de mais alguma se estocadaa senti uma descarga elétrica passar pelo meu corpo. Justin ficou por cima de mim e me deu beijo ardente

-Justin..- gozei o chamando

Depois de mais algumas estocadas Justin também gozou. Ele caiu exausto ao meu lado. Justin se levantou e jogou a camisinha fora, voltou e se deitou ao meu lado. Nos cubriu com o lençol e me puxou para si, deitei a cabeça no seu peitoral e ele me abraçou 

-Eu te amo- sussurrei  

-Eu acho que também te amo minha Little Girl- foi a última coisa que ouvir antes de pegar no sono 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...