História A Guerra Dos Signos - Interativa - Capítulo 7


Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Aquário, Aries, Câncer, Capricórnio, Escorpião, Gêmeos, Guerra, Interativa, leão, Libra, Originais, Peixes, Sagitário, Signo, Touro, virgem
Visualizações 40
Palavras 983
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Luta, Romance e Novela, Survival, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Os caps na visão de outros personagens será em breve

Capítulo 7 - Beber, Cair E Levantar


Vinicius On

Eu acordava ainda sonolento com visão embaçada e fraco. Fui à cozinha para tomar café e lá estava Laurie e Eliane.

Eu - Tudo bom?

Laurie - Tudo.

Eliane - Sim. - Me sentei à cadeira da mesa e coloquei meu café junto com leite.

Eu - Vamos ao prédio mais tarde?

Laurie - Vamos.

Eliane - Por que não vamos à balada da boate que conheço? Vocês precisam se divertir um pouco.

Eu - Por que não?

Laurie - Acho que será bom para nós nos aproximarmos, mãe.

Eu - Onde fica essa boate e a que horas será?

Eliane - É à uma quadra e às 19:00 horas.

Laurie - Eu sei qual é. Foi nela em que entrei durante a noite passada.

Eu - Então já sei como vou. - Pensava em colocar jeans rasgado, tênis novo preto com detalhes brancos com sola grossa, camisa preta comum, relógio também comum, cabelo penteado com franja não muito grande nem muito liso e balas de menta, caso eu pegue alguma garota.

Laurie - Imagino como será!

Às 19:00

Entramos na boate. Era escura com luzes negras coloridas, gente bêbada e muita música. Eu não sou alcólatra nem nada do tipo, então meu objetivo era me divertir e beijar alguém.

Lá, subindo escadas ao fundo, pude ver a gata que vi ontem à noite, Jéssika. Subi até lá por onde pude ver a boate completa e a chamei.

Eu - Oi, Jéssika. - Ela estava com os braços apoiados a uma mureta de aço fino.

Jéssika - Não esperava te ver aqui... Ariano. O que veio fazer? - Me apoiei com as costas à mureta.

Eu - Me divertir e tentar pegar alguém.

Jéssika - Trouxe uma amiga.

Eu - Como ela é?

Jéssika - Bonita, inteligente, legal, carismática e confiante. Seu nome é Laura.

Eu - De Escorpião ou Câncer como você?

Jéssika - Gêmeos.

Eu - Pelo visto, há muitos outros signos disfarçados pela Cidade de Escorpião.

Jéssika - Não só por aqui como por todas as outras cidades.

Eu - Sério?

Jéssika - Sim.

Eu - E onde está a Laura?

Jéssika - Na mesa que está no canto superior esquerdo. - A vi entristecida bebendo um refri com gelo por canudo.

Eu - Valeu. - Me retirei e lá estava Laura. Me sentei acomodado - Você é a Laura, não?

Laura - Você é um tarado, não?

Eu - Se eu for?

Laura - Você é um tipo de garoto diferente.

Eu - Entusiasmado, nada tímido, safado, tarado, inteligente e demente?

Laura - É. - Ela riu um pouco - Você é bem interessante.

Eu - Lhe digo o mesmo, geminiana.

Laura - Como você sabe?

Eu - Foi a Jéssika.

Laura - Provavelmente você é ariano.

Eu - Na verdade, nem todos arianos agem assim. - Olhei ao fundo e pude ver o Soluço.

Laura - Aconteceu algo?

Eu - Sim, mas aja naturalmente. - Olhei apenas virando os olhos e Soluço vinha até aqui. Desviei o olhar mas ele chegou, e com uma garota.

Soluço - Como vai, amigão? - Comecei a estranhar, mas fui na onda.

Eu - Bem. E você?

Soluço - Bem. Esta aqui é minha namorada, Heather. - Ele se referia a garota que estava ao seu lado.

Heather - Oi, prazer.

Eu - Oi, sou Vinicius. Esta aqui é Laura. - Apontando para ela.

Soluço - O que acha de uma competição de bebida?

Eu - Não bebo.

Soluço - Está com medo?

Eu - Soluço, vou vencer de você rapidinho.

Soluço - Vou pedir a bebida. - Continuei sentando e ele e a sua amiga trouxeram a bebida... Muita bebida - Agora é competição pessoal! - Ele gritou e todos vieram, ficando à volta da mesa.

Eu - Shot ou garrafa completa?

Soluço - É até aguentar em shots e depois vamos para garrafa completa.

Eu - Então vamos. - Colocaram a cerveja nos copos e Soluço tomou a primeira shot.

Soluço - Agora é você. - Bebi diretamente sem reclamar, mas a cerveja era horrível.

Eu - Vivi tendo de tomar remédios horríveis.

Soluço - Agora sou eu. - Ele tomou outra shot com uma cara de que não gosta. Parecia nunca ter bebido e ter odiado, algo estava muito errado.

Eu - Vamos para garrafa! - Peguei a garrafa da bandeja e tomei de uma vez sem parar para respirar.

Soluço - Está bem. - Ele pegou e fez a mesma expressão de que não gosta e parou para respirar durante a bebida.

Eu - Você perdeu!

Soluço - Acho que vou ficar bêbado. - O mesmo estava acontecendo comigo e me levantei para ir ao banheiro, mal me aguentava em pé.

No banheiro, fui a um vaso para vomitar e logo em seguida entrou Soluço.

Eu - Você estava me enganando. - O efeito saiu e chupei uma bala de menta para o mau hálito sair.

Soluço - Estava mesmo.

Eu - Só que você não me pegará novamente. - Saí do banheiro e vi Laura. Me sentei ao lado dela novamente.

Laura - Então, Vini, como foi?

Eu - Foi horrível.

Laura - Também não bebo.

Eu - Quer sair daqui?

Laura - Vamos.

Eu - Só me deixe dizer à minha amiga. - Fui à Laurie e sua mãe - Então, vou sair com uma Laura e pode ser que eu não volte para casa esta noite.

Laurie - Tchau.

Eliane - Tchau, Vini. - Voltei à Laura.

Eu - Vamos à praça que tem aqui à frente?

Laura - Vamos. - Saímos da boate e nos sentamos em um banco da praça.

Eu - Você tem alguma ideia de como surgiu essa rivalidade entre signos? - Tentei puxar um assunto qualquer.

Laura - Nenhuma.

Eu - E tem alguma ideia de como você nasceu com essa beleza? - A deixei envergonhada e a olhei nos olhos. Eu a puxava para próximo de mim para poder beijá-la... E pude. Seus lábios eram doces e leves. O movimento dos nossos lábios eram suaves.

Laura - Quer ir à minha casa?

Eu - Por que não? - Sua casa era próxima e fomos nos beijando.

Para seu quarto fomos e a pressionei contra parede nos beijando. Ela colocou as pernas dobradas em volta de meu abdome e tirou minha camisa. Nos jogamos na cama e tirei sua camisa com decote...


Notas Finais


Todo mundo já sabe o que aconteceu (@[email protected])


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...