História A irmã de Min Yoongi. - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Abuso Sexual, Baby Girl, Daddy Kink, Fetiches, Romance
Visualizações 55
Palavras 1.626
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Mistério, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Enton né... Esse cap tem algumas surpresas e esta começando a esquentar...
Boa leitura<3

Capítulo 8 - The Best Plan!


Fanfic / Fanfiction A irmã de Min Yoongi. - Capítulo 8 - The Best Plan!

+++++

Entro em casa pegando duas malas, depois volto para fora e pego a outra. Fecho a porta e começo a caminhar tentando procurar meu irmão, ele está na sala, deitado no sofá com seu celular e fones de ouvido. Pelo menos tínhamos algo em comum, nós dois gostamos de escutar música. Vou ate ele.

_C-com licença Min Yoongi, você sabe me dizer onde fica meu quarto? -pergunto tímida.

Ele permanece imóvel, parece que não me ouviu, ou só esta fingindo não me ouvir..

_Min Y-yoongi. -o chamei de novo. mas não resultou em nada.

Decidi ir procurar eu mesma, não preciso dele. Subo no andar de cima e vou abrindo a porta dos quartos devagar, com receio de ter alguém em um dos quartos. Abro a primeira porta, é o quarto dos meus pais. Tento abrir a segunda, esta trancada. Viro para o outro lado do corredor, abro a terceira porta, é o banheiro. Abro a última, uma porta do lado do banheiro, finalmente achei meu quarto, sei que é meu pois tem um quadrinho escrito "Cecília Gabrielly" nele.

O quarto é bonito, a cor rosa pastel é a que predomina no quarto, nas paredes, cama e carpete, os móveis são de madeira maciça pintada de branco, com uma tv de plasma colocada na parede. Entro na suíte, a cor muda para um azul bebê, uma listra branca na horizontal e patinhos de borracha pintados dentro da listra. Tinha duas pias, um chuveiro e uma banheira logo ao lado tudo em conjunto, mas somente um vaso sanitário. Estranhei, mas gostei muito. Se eu fizer alguma amiga, e ela dormir aqui um dia, pelo menos não vai ter briga na hora de escovar os dentes.

Desço a escada e tento pegar as malas, mas eram muito pesadas, demorei meia hora para levar uma pro segundo andar, precisava de ajuda. Voltei a sala na esperança de chamar Yoongi para me ajudar, só que ele não estava mais na sala. Procurei na casa inteira, mas nem sinal dele.

"Não acredito que ele me deixou sozinha sem ao menos me dizer onde foi, ou que ia sair" penso frustada.

_Eu naõ conheço nada daqui, mas se ele pensa que eu vou ficar em casa, ele esta muito enganado. -Falo comigo mesma, como de costume.

Arrasto minhas malas para o canto da sala e pego meu celular. Saio pela rua, eu  tinha visto de relance alguma pracinha aqui perto, só não tinha certeza de onde era. Coloco meus fones de ouvido e caminho pela rua, as vezes olhava pra trás para ver se ainda conseguia ver minha casa. 

Cheguei em um campo onde havia várias pessoas, alguns casais fazendo um piquenique e outros brincando com seus cachorros. Ao me sentar em baixo de uma árvore fiquei observando os cães por um tempo, ate notar um garoto alto, de braços fortes com uma bermuda azul e uma blusa preta da puma lançando um disco para seu cãozinho, da raça pug, pode identificar a raça de longe, adoro esses cachorrinhos do focinho achatado. Continuei observando o menino, até ele olhar pra mim.

Desviei o olhar rapidamente e alguns segundos depois olhei de novo, desviei o olhar novamente ao notar que o menino me encarava.

"Putz, ele percebeu, que drogaa" penso fechando os olhos e encostando minha cabeça na árvore. alguns minutos depois sinto uma coisa ser jogada no meu braço.

_A-ah.-gemo de dor, pois o impacto havia sido forte.

Olhei para o objeto e percebi que era o mesmo disco que aquele garoto estava lançando para seu cachorro minutos atrás. Ao olhar pra frente vejo o cão correr em minha direção, e o dono dele logo atrás.

_Me desculpe, eu sou muito desastrado. -o menino fala se curvando e eu o olho, desvio o olhar e observo seu cão brincando com o disco.

Volto a olhar apara o menino.

_Sem problemas. -sorri simpática.

_Que sotaque lindo! -ele sorri.- desculpe-me por perguntar mas, você é estrangeira, certo?

_Uhum.-concordo balançando a cabeça.

O menino se senta ao meu lado.

_De onde você é?

_Do Brasil. -falo tirando meus fones de ouvido e colocando o celular entre os joelhos.

_Oh, Brasil.. -ele repete olhando para grama, mas logo depois volta a olhar pra mim.- E como se chama?

_Cecília Gabrielly, mas você pode me chamar de Gaby. -faço uma pausa para olhar seu cachorro, ainda brincando com o disco.- Qual seu nome?

_Bonito o nome, hm, o meu é Jeon Jungkook, mas você pode me chamar de Kook. -ele fala.

_Kook? Como, biscoito em inglês...-rio soprado e ele me acompanha- Kookie.. Posso lhe chamar assim?

_Claro!- ele sorri.

Ficamos conversando a tarde inteira, ele contou um pouco da vida dele e eu fiz o mesmo. Falei que era meu primeiro dia na Coréia do Sul e ele me disse que qualquer dia ele me leva pra conhecer mais de Seoul, o lugar onde eu estava. Olho meu celular e vejo que já se passa das oito e meia da noite.

_Oh, Kookie, eu tenho que ir, já está fincando tarde.

_Bem, então vamos juntos! Onde você mora?

Apontei pra direção que vim pra cá, já que ainda não decorei me endereço.

_Que coincidência, também moro pra lá. -ele disse.

Andamos até chegar em frente a minha casa.

_Bom, é aqui. -falo.

_Você mora na casa dos Min? -Jungkook franza o cenho.

_Sim ue.-respondo dando de ombros.

-E.. O que Min Yoongi é seu?

_Ah, ele é meu irmão, mas ele parece um estranho pra mim, não fala comigo, finge que eu não existo. Acho que ele tem algo contra mim.. -abaixo a cabeça.

_O Yoongi também não vai muito com a minha cara.-Kookie fala e força um sorriso.

_Mesmo? Porq- sou interrompida por uma voz vindo de dentro da casa.

_O que está fazendo ai?! Vem já pra dentro! -olho pra porta e vejo Yoongi parado na mesma, com as mãos nos bolsos da frente da calça.

_Nos falamos depois. -fico na ponta dos pés e deposito um beijo na bochecha de Jungkook- Tchau Kookie. -falo caminhando pra dentro de casa enquanto Jungkook acena pra mim e depois vai embora.

Sinto meu pulso ser puxado e eu sou bruscamente arrastada pra dentro de casa.

_O que estava fazendo com aquele babaca? E por que aquela intimidade toda? -Yoongi fala  com sua voz grossa, me fazendo encolher os ombros.- Não quero você andando com ele!

_Você não manda em mim! -me solto e o empurro forte, mesmo assim ele não sai do lugar, nem sequer um passo pra trás.

_Eu sou mais velho, você tem que me respeitar! -ele grita

Corro até a escada, e quando chego no topo dela, grito de volta: 

_Foooda-se! -faço um gesto com a duas mãos, indicando dedo feio.

Yoongi corre subindo as escadas e eu corro pra dentro do meu quarto, tranco a porta.

_Abre essa merda antes que eu arrombe! -ele grita batendo várias vezes na porta.

_Sai daqui seu demônio! -grito de volta.

Ele continua batendo. Vejo um rádio branco em cima da cômoda, pego meu pendrive e conecto o mesmo no rádio. Coloco Princess Complex do BlackBear no último volume. Sem poder escutar as batidas dele, não sabia se o mesmo já havia parado, mas continuei com o som no máximo, me deito na cama e fito o teto.

Alguns minutos depois a porta se abre, olho na direção da mesma.

É Yoongi.

Desligo o rádio e me sento na cama.

_C-como conseguiu abrir? 

_Incrível o que um grampo de cabelo e um palito de dente pode fazer, não é? Mas relaxa, não vim brigar com você. Só vim avisar que se você ouvir gemidos durante a noite vindo do meu quarto, é porque eu estou com uma amiga. -ele da um passo para o lado e uma menina ruiva com sardas aparece por detrás dele (foto de capa), ela depositou um tapa de leve no ombro de Yoongi pelo que ele havia dito antes.- O nome dela é Kim Hyun-ah.

_Olá. -sorrio para moça, muito bonita por sinal e a mesma retribui o sorriso.

_Oi. -ela diz tímida, o que faz as sardas dela ficarem mais aparentes.

_Vem. -Yoongi fala- Vamos descer pra "ver um filme"

Ele pega na mão dela e fecha a porta do meu quarto, escuto os passos deles descendo a escada.

Eu estava com tanta raiva do Yoongi, que estava disposta a fazer da noite dele um inferno.

_Operação: Empata foda em ação! -sussurro pra mim mesma e rio baixinho.

Desci as escadas e fiquei escondida no corredor, ouvindo e vendo tudo. Ele já tinha tentado beijar ela mas a mesma recuou fingindo estar com fome "Boa garota.." penso. Ele já estava frustado por não conseguir pega ela, e o filme já estava no meio. Yoongi foi na cozinha preparar algo para eles comerem. 

Era a hora perfeita para começar meu plano...

Fui ate a sala e me sentei ao lado dela

_Oi Hyuna. -falo manhosa.

_Oi, é... -ela me olha.

_Gaby. -falo.

_Oi Gaby. -ela sorri.

_Quantos anos você tem? -pergunto passando os dedos de uma das mãos por sua coxa.

_Tenho 18. -ela fala olhando para minha mão.

_Oh, então você é Hyuna-Unnie.. -deslizo meus dedos mais pra cima.- Eu tenho 17.

_Certo.. -ela responde, ainda olhando pras minhas mãos, dessa vez, ela morde o lábio inferior.

Ouço o barulho do micro-ondas apitar indicando que a pipoca já estava pronta, isto é, Yoongi já deve estar vindo.

_Unnie-ah, eu quero mostrar uma coisa pra você lá em cima, o chato do meu irmão nem deixou eu mostrar meu quarto pra você. -falo me levantando e indo até a escada, Hyuna me segue.

Chegando no meu quarto... Autora:OPA, ISSO EU VOU DEIXAR PARA O PRÓXIMO  CAPÍTULO RSRS.

 

CONTINUA...

.

.

.


Notas Finais


Esse capítulo ficou meio lésbico, mas a Gaby NÃO é lésbica, ela é bissexual..
Até o próximo cap...
OBS: DESCULPA OS ERROS DE PORTUGUÊS AAA, EU AINDA NÃO DORMI HOJE :'''''''')


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...