História A Jornada de Nate - Fryed - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lendas Urbanas, Mitologia Egípcia, Mitologia Grega, Mitologia Nórdica
Personagens Personagens Originais
Tags Addewid, Fryed
Visualizações 9
Palavras 359
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas do Autor


Este capítulo é o primeiro, ou seja, é o prólogo. Depois fica mais divertido, acreditem!

Capítulo 1 - Plano de Conquista


 Esta história tem como protagonista um antigo defensor do Reino Troxas. Mas hoje, seu Reino está sob o controle de seu maior inimigo, Diego, Nate o fez sucumbir pelas suas chamas após isso, mas já era tarde, seu lar já havia morrido, assim como todas as pessoas nele. Mas não é isso que importa, o que importa é o que ele fará. Nosso "herói" se chama Nate Addewid, foi treinado pela Ordem dos Caçadores e hoje possui grandes habilidades e armas. Perdeu todos seus amigos, mas não as lembranças que tinha deles. Agora ele viaja pelo mundo destruindo o mal que não conseguiu em seu antigo Reino. Ele passará pelo Céu e pelo Inferno, enfrentará anjos e demônios e acabará com Monarquias e Ditaduras para conseguir o que busca.

A história começa em um país vizinho, localizado em uma ilha à esquerda do meu antigo Reino, um país pequeno, porém, os líderes de lá são muito corruptos.

Quando cheguei no Reino de Fryed, já vi a quantia de pessoas pobres que tinha lá. Depois de um tempo andando, um guarda me chama dizendo que vossa alteza havia me convocado para o palácio, e é claro, eu aceitei. Lá, falei um pouco com o Imperador, percebi várias coisas, ele roubava dos que tinham pouco, e dava pros que tinham muito, um dos piores tipos de pessoas que existem; quando a nossa conversa estava acabando, eu dei um recado a ele, ao Imperador Alexander Fryed III, disse a ele que faria o Reino voltar ao normal, faria os pobres ganharem, e os ricos perderem, destruiria a corrupção do país. Ele olhou para mim com uma cara má, e aceitou meu desafio, com um tom de voz de alguém achando que ia ganhar.

- Anunciei o jogo, mas não sei quais cartas eu boto na mesa... Já sei! Primeiro, vou mostrar pro povo que tem alguém os protegendo, depois, eu irei ganhar o apoio dos cidadãos, e conseguirei fazer uma revolução; já tenho até um nome: A Revolução de Fryed. Mas todas as partes desse plano são difíceis, principalmente a última, porém, é bom eu começar o plano, O Plano de Conquista.


Notas Finais


No próximo capítulo as coisas ficarão mais interessantes.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...