História A Mais Forte - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Comedia, Drama, Romance, Roteiro, Suspense, Web Novela
Visualizações 6
Palavras 1.355
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Heterossexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


A Mais Forte
(versão original)

Novela de Felipe Stanko



Personagens deste capítulo:

ALICE
CLARA
FÁTIMA
LÍGIA
MARA
MARINA
NATALY
RENATA
RICARDO
ROBSON
STELA
VICENTE
Participação Especial: CLÁUDIO, DIRETOR DE SEGURANÇA, ESCRIVÃO, POLICIAL.

Resumo do Capítulo: (1)Marina e Lígia discutem sobre o que fazerem se Marina for reconhecida,(2) Robson presta depoimento e acaba preso,(3) No dia seguinte, Alice aparece de surpresa na Agencia e Ricardo aproveita para pedi-la em namoro, para derrota de Marina,(4) Robson liga para Mara que vai visitá-lo,(5) Fátima contrata Stella como babá de Clarinha,(6) Alice recebe a proposta de uma grande marca para gravar um anuncio,(7) Nataly tenta uma vaga na Raios como modelo.(8) Mara confessa o que fez para prender Robson e diz que não vai se entregar,(9) Vicente aparece na Raios e Marina o reconhece.(10) Alice presta queixa na polícia pela tentativa de assassinato.(11) Marina liga para Lígia.

Capítulo 5 - Grandes Escolhas



CENA 1. CASA DE LÍGIA- SALA. INTERIOR. NOITE.
Marina e Lígia discutem sobre o que fazer:
LÍGIA: - O que que você fez? Atirou na songamonga?
MARINA: - É... Eu perdi o controle, não sei...
LÍGIA: - Como não sei? Você atira numa pessoa por ciúminho, o que deu em você?
MARINA: - Desculpa Lígia, eu não sei o que deu em mim, pelo menos eu não atirei pra matar...
LÍGIA: - Onde foi o tiro?
MARINA:   - De raspão, acho que foi no braço...
LÍGIA: - Mesmo assim Marina, isso é muito sério, e se alguém te viu? E se a polícia vier atrás de você?
MARINA: - Não sei. Mas eu vou dar um jeito, não se preocupa.
Corta Para:
CENA 2. AEROPORTO INTERNACIONAL DO RIO DE JANEIRO- SALA DE SEGURANÇA. INTERIOR. NOITE.

Robson é interrogado por um policial e um diretor de segurança do aeroporto.
Robson chega algemado a sala e senta na mesa de interrogatório:
ROBSON: - Eu posso saber o que eu to fazendo aqui, eu não fiz nada/
POLÍCIAL: - Nada, desde quando andar com drogas num aeroporto não é nada?
ROBSON: - Droga, que história é essa de droga?
DIRETOR: - Bem, o polícial  achou esse pacote em sua mala ( jogando o pacote sobre a mesa) 600 gramas de maconha...
ROBSON: - Mas, mas, eu não tenho a mínima idéia do que isso está fazendo ai, eu nunca fiz nada e/
DIRETOR: - Isso não é problema nosso, o que aconteceu é que nós achamos esse pacote na sua mala e devemos tomar as providências, independente de sua culpa ou não, isso é muito grave... Sinto muito mas...
ROBSON: - Eu vou ser preso? E isso?
POLÍCIAL: - Isso quem decide é o juiz, vem comigo senhor Robson.
Corta Para:
CENA 3. CIDADE DE RECIFE. EXTERNA. NOITE/DIA.

Passam cenas da cidade de Recife (cerca de 15 segundos) entre a noite e o dia, no fim foca na Raios.
Corta Para:
CENA 4. RAIOS- SALA DE ESPERA E SALA DE RICARDO. INTERIOR. DIA.

Alice está na Raios e dá de cara com Renata:
RENATA: - Alice, tudo bem? O que quer aqui?
ALICE: - Eu vim falar com o Ricardo, ele tá aqui?
RENATA: - Claro, tá sim... Quer que eu avise?
ALICE: - Não, não, pode deixar. Vai ser uma surpresa.
RENATA: - Se é assim, boa sorte! Tchau Alice!
ALICE: - Tchau!(Dando as costas e subindo as escadas).
Corta Para:
Primeiro andar, Alice caminha até a sala de Ricardo na qual ele conversa com Marina sobre a empresa;
MARINA: - Realmente, a arrecadação desse mês foi melhor que a do mês passado. Pelo visto, a propaganda da Alice deu muito certo.
RICARDO: - Deu, deu sim... A menina é talentosa e com a ajuda do Sílvio então... Ai é sucesso na hora!
Alice bate a porta:
MARINA: - Tem alguem chamando...
RICARDO: - Abre por favor.
Marina abre a porta e dá de cara com Alice.
MARINA: - Alice?
ALICE: - Oi Marina tudo bem?
MARINA: - Tudo sim entra, (abrindo e fechando a porta assim que Alice entra), e você, melhor do acidente?
ALICE: - Sim. Mas na verdade foi um crime, não um acidente.
RICARDO: - Ah sim amor, isso foi uma tentativa de assassinato... Tudo bem (beijando Alice)
ALICE: - Tudo sim, eu tenho novidades de São Paulo e/
MARINA: - Espera aí, então vocês tão namorando?
RICARDO: - Estamos sim Marina, desde o dia seguinte do incidente.
ALICE: - É, e foi bem inesperado, mas ele me conquistou com esse jeito preocupado dele (rindo), desculpa não te avisar, sei que você é muito importante pro Ricardo mas a gente não quis se expôr agora.
MARINA: - Ah, nem se importe com isso querida, o que importa é que vocês estão felizes...
Ricardo trocam sorrisos e se beijam, Marina disfarça, mas sofre amargamente.
Corta Para:
CENA 5. CASA DE FÁTIMA- SALA. INTERIOR. DIA.

Fátima arruma a casa enquanto Clara brinca no chão da sala com suas bonecas, até que a campainha toca:
CLARA: - Mãe, a campainha tá tocando.
FÁTIMA: - Já vou filha!
A campainha toca novamente:
CLARA: - Mãe, tocou de novo vem logo!
FÁTIMA: - Calma filha, calma! Já to indo.
Fátima atravessa a sala e abre a porta, onde recepciona Stela e a manda entrar:
STELA: - Com licença.
FÁTIMA: - Pode entrar querida, fique à vontade que vou buscar um cafezinho.
CLARA: - Quem é ela mãe?
FÁTIMA: - Ela é sua nova babá, ela vai ficar com você enquanto eu for trabalhar filha.
CLARA: - Mas mãe, eu já sou grande, nem preciso de babá!
FÁTIMA: - Clara!
STELA: - Ninguém falou que você é criança amor, mas a mamãe acha melhor que alguém fique de olho em você pra ela poder trabalhar sossegada.
Clara a encara emburrada, mas abaixa a cabeça e concorda.
STELA: - E fica tranquila meu anjo, a gente vai se divertir muito!
Clara sorri.
FÁTIMA: - Bem, já que tá tudo resolvido eu vou fazer o almoço, se comportem!
Corta Para:
CENA 6. CIDADE DE RECIFE. EXTERIOR. DIA.
Alice recebe a proposta de uma grande marca para gravar um anuncio:
O telefone toca:
CLÁUDIO: - Alô Alice, tudo bem?
ALICE: - Tudo sim Claudio, por que?
CLÁUDIO: - E que o pessoal aqui da Fama queria fazer outro anúncio com você semana que vem, você topa?
Alice fica surpresa.
Corta Para:
CENA 7. RAIOS- SALA DE ESPERA. INTERIOR. DIA.

Nataly chega na sala de espera e é recepcionada por Renata:
NATALY: - Bom dia, com licença.
RENATA: - Bom dia, posso ajudar?
NATALY: - Então, chama pra mim o chefe, o gerente, qualquer um que pode me contratar como modelo.
RENATA: - Senhora, não é bem assim,antes a gente faz testes com as modelos pra ver se elas são aptas pro cargo e depois nós fazemos o/
NATALY: - Tá, eu faço qualquer coisa, onde eu me inscrevo?
Corta Para:
CENA 8. PENITENCIARIA MORRO DA CRUZ (RJ)- LOCAL DE VISITA. INTERIOR. DIA.
Robson está na cadeira esperando a visita. Nesse momento, os policiais trazem Mara que entra desconfortavel na sala:
ROBSON: - Mara?
POLICIAL: - 20 minutos (a cela fecha batendo forte).
ROBSON: - Mara, eu não sei que pacote era aquele, eu juro que sou inocente e/
Robson abraça Mara e ela o olha friamente.
ROBSON: - O que foi, você não acredita em mim?
MARA: - Não... Fui eu, fui eu quem coloquei o pacote na sua bolsa.
ROBSON: - Você o que?
MARA: - Eu falei que não ia deixar você voltar pra Angélica, agora você nunca mais vai ver ela.
Robson olha espantado e Mara o encara ainda friamente.
Corta Para:
CENA 9. RAIOS- ANTESALA DA PRESIDÊNCIA. INTERIOR. DIA.
Marina sai de sua sala para pegar café e acaba vendo Ricardo e Vicente conversando ao longe.
Marina se esconde entre as paredes e depois o encara discretamente:
MARINA: -(assustada) Não é possível,(preocupada) o que que esse cara veio fazer justo aqui!

Corta Para:
CENA 10. DELEGACIA DE POLÍCIA (RECIFE). INTERIOR. DIA.
Alice entra discretamente e envergonhada na delegacia, quando vai falar com o escrivão sobre sua tentativa de assassinato.
ALICE: - Com licença eu vim prestar uma queixa.
ESCRIVÃO: - Contra o que?
ALICE: - Contra uma tentativa de assassinato que eu sofri recentemente.
ESCRIVÃO: - Quem tentou matar a senhora?
ALICE: - Não sei, foi uma bala perdida mas foi proposital/
ESCRIVÃO: - A senhora pode detalhar o que aconteceu? 
ALICE: - Claro, foi quando eu sai do restaurante/
Corta para:
CENA 11. RAIOS- SALA DE MARINA/ CASA DE LÍGIA (INTERCALAÇÃO). INTERIOR. DIA.

Lígia está em casa e atende a ligação de Marina:
LÍGIA: - Alô, Marina, o que foi?
MARINA: - Ele tá aqui Lígia, ele tá aqui!
LÍGIA: - Ele que mulher!?
MARINA: - O homem que me viu fugir depois de atirar na Alice, ele tá aqui na Raios e parece que é pra ficar.
Lígia olha surpresa, Marina continua desesperada.
A CAM foca na cara de Marina e congela.


OFF:
MARINA:(OFF)-(assustada) Não é possível,(preocupada) o que que esse cara veio fazer justo aqui!


Notas Finais


Muito obrigado pela sua leitura, se gostou, comente o que mais e menos gostou no capítulo de hoje. E fique atento porque em breve será lançado o próximo capítulo dessa saga.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...