História A Menina Má - Imagine Yoongi - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Colegial, Imagine, Jimin, Jungkook, Kookie, Romance, Suga, Violencia, Você, Yoongi
Visualizações 171
Palavras 4.619
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oláááá

Finalmente terminei.

Esse capitulo é especial. Pois amanhã eu Não vou publicar por causa do Enem. Nao terei tempo de escrever.

Espero que gostem. Boa leitura ❤

Capítulo 10 - Te salvei


Yoongi e os outros dois garotos rolavam no chão. O qual tinha segurado meu braço se levantou, foi e tirou um dos garotos de cima do Yoongi, começando a chutar a costela do mesmo. Um so ficava olhando e os outros dois o chutava. 

Eu tinha que pensar rápido. Sai correndo em direção aos garotos que batiam no Yoongi e puxei ele para trás. Dei um soco em seu rosto fazendo ele colocar a mão no nariz. Olhei para o outro que batia em Yoongi e corri em sua direção, dei impulso e chutei seu rosto com meu pé fazendo ele cair no chão.

Olhei para trás e os dois garotos  ja estavam  em pé.

- Eu vou te matar garota - 

- Só vem, praga - o garoto veio andando em minha direção, pronto para me dar um soco. Desviei para o lado e passei o pé em sua frente, fazendo ele cair.  Dei um soco  forte em seu rosto e também chutei sua barriga. O outro garoto ficou paralisado sem fazer nada.

Olhei para Yoongi e o mesmo ainda estava caido no chão desacordado. O garoto de antes foi se levantando do chão. Eu precisava fazer eles irem embora daqui.

                      *FlashBackOn

Acordei atrasada para ir na escola.  Cai da cama e fui pro banheiro. Nem tomei banho. 

Peguei minha mochila e desci. Fui para a cozinha e peguei uma maça. O ruim era que eu nao gostava da casca, então ficaria difícil.

Peguei uma faca na gaveta e sai pra escola , eu iria cascar a maça no caminho.

                    *FlashBackOff

-É isso, a faca - olhei para os dois garotos que estavam quase levantando.

Corri até minha mochila e atras veio o garoto que estava em pé. Peguei a faca e apontei pra ele antes que me pegasse. - Se afasta e anda - apontei com a cabeça para a direção dos outros e o mesmo foi. -  Levanta os dois, agora - eles continuaram deitados no chão gemendo de dor - Eu falei agora - puxei um pela camiseta fazendo ele se sentar - levanta esse rabo dai antes que eu deixe a inicial do meu nome no seu rosto com essa faca - ele se levantou rapidamente - Você também , levanta agora - ele levantou com dificuldade mas conseguiu ficar em pé - Agora eu quero que vocês vão embora e nunca mais apareçam na minha frente. Eu sou pior do que isso e nao vou ter medo em enfiar uma faca no seu abdômen ou até mesmo no seu amiguinho  - apontei para seu pênis - Que estava  ameaçando a  me estuprar. Estou sendo clara? - os três concordaram - Então vaza, agora - fingi atacar eles com a faca e os mesmos sairam correndo.

Larguei a faca no chão e fui ate Yoongi. Ele estava desacordado e todo machucado. Sangue escorria de sua boca.

- Droga garoto, porque vocês fez isso ? - peguei meu celular e liguei para ambulância. Peguei a cabeça de Yoongi e coloquei sobre minha perna. Ele tossiu um pouco mas continuou apagado - Calma,  Você vai ficar bem... Suga.  - a ambulância chegou e colocou ele na maca. Peguei minhas coisas e a dele e entrei na ambulância junto.

Yoongi foi levado para fazer alguns exames e eu fiquei esperando um tempão.

- Acompanhante de Yoongi? - o médico chegou e eu me levantei.

- Sou , ele está bem ? -

- Está sim. Ele nao fraturou nada. So teve alguns arranhões na costela. -

- Eu posso ver ele ? -

- A senhorita é parente dele ? Porque só parentes podem visita-lo - droga o que eu digo.

- Eu...sou..namorada dele. Ele so queria me salvar de uns garotos e acabou se machucando - 

- Entendo. Vem comigo - ele andou na frente e eu fui atrás. Chegando no quarto do Yoongi ele abriu a porta - Dez minutos - assenti e entrei fechando a porta. Ele continuava desacordado. Algumas partes do seu rosto estava roxa. 

- Ah garoto. Porque você foi se intrometer. Olha só pra você agora. - fiquei um tempo com ele até uma enfermeira vir me avisar que o tempo acabou - É, você pode me dar alguns curativos para que eu possa  ajuda-lo em casa? - perguntei para a enfermeira que regulava a quantidade de soro no Yoongi. 

-  Você é o que dele? Só estou autorizada a dar para familiares - 

- Eu sou namorada dele. Se nao fosse por essa tragédia ele me pediria em noivado hoje. - menti e a olhei com um rosto triste.

- Sinto muito. Irei conseguir alguns curativos pra você - sorriu e saiu do quarto.  

Olhei mais uma vez para Yoongi que ainda estava dormindo. - Te vejo mais tarde garoto - sai do quarto e esperei do lado de fora. Eu não deixaria ele sozinho aqui. Por mais que eu não me desse bem com o Yoongi, ele tentou me salvar. Eu esperaria ele até que acordasse e recebesse alta.

Eu esperei, esperei um tempão. Ainda era 15:00 da tarde e eu estava morrendo de sono.

- Senhorita ? - alguém me chamou e eu levantei. Era a mesma enfermeira de antes. - O seu namorado acordou e esta recebendo alta neste momento -

-  Ah sim - cossei meus olhos para acordar pra vida e peguei as coisas -

- Aqui esta o que me pediu -  ela me entregou gases, remédio para dor e mais algumas outras coisas - O medico irá passar os horários para esse remédio, lhe de no horário certo - 

- Ah sim, obrigado  - peguei as coisas de sua mão e coloquei em minha mochila. 

- Venha, irei te levar ate o quarto dele. O mesmo deve estar preocupado com você - sorriu e andou na frente. Eu fui atrás é claro. Quando chegamos em frente ao quarto o medico abriu a porta.

- Ah sim, ai esta você. O Sr. Yoongi  acordou. Aqui esta a receita do que ele tem que tomar. Ele ainda deve sentir algumas dores quando levantar. Espere o soro dele acabar, então chame a enfermeira para tirar, depois disso, estão liberados. Volte para cá se precisar -

- Ok doutor, obrigado - me curvei em agradecimento  e entrei no quarto. Yoongi estava sentado na cama. Ele me encarava de uma forma que eu nao conseguia decifrar. Cheguei perto de sua cama e coloquei as mochilas no chão. - Oi, como você esta? Sente dor ? -

- Não, eu estou bem - disse sem olhar para mim. 

- Ah..isso é bom. - olhei para a poltrona que ficava ao lado de sua cama. Eu ainda teria que esperar o soro acabar. Mas antes que eu fosse, ele segurou meu braço - O que foi ? -

-  Eu quero meu celular. Preciso avisar os meninos - disse ainda sem olhar para mim. Seu olhar só estava fixado na porta.-

- Ah  claro. - soltei meu  braço de sua mão e peguei sua mochila no chão - Esta em que bolso ? -  ele olhou para mim e depois para a mochila. A pegou e colocou em seu colo. Abriu um pequeno bolso frontal e pegou o celular. Peguei a mochila,  coloquei no chão e fui me sentar na poltrona.

- Alô, Jin? - esperou a resposta  e continuou a falar - Cara, meus pais depositaram o dinheiro e eu vim no centro. Estou em Hongdae.  - esperou de novo e voltou a falar - Ainda vou passar no mercado então chegarei tarde em casa. Então eu  Vejo vocês amanha na escola - revirou os olhos e fez careta - OK, tchau - desligou o celular e  o jogou na cama.

- O que adiantou mentir agora ? Você esta com um roxo enorme no olho. Acha que eles não vão ver amanhã na escola ? Acha que não vão desconfiar ? -

- Quem disse que vou pra escola amanha?Serio, quando acaba isso? Quero ir pra casa.-

- Logo, logo - ele ficou me encarando e parecia esperar por algo - O que foi ? -

- Você não me deve nada ? -  sorriu 

- Eu ? Eu não, Oxê - peguei uma revista e comecei a folhea - lá  para não olhar em seu rosto -

- Ah ta - disse desanimado. Ele nao falou nada depois disso.

O soro acabou e eu ajudei o Yoongi a se levantar. Ele estava com sua calça, mas a blusa era do hospital. Respirei fundo e virei ele de costas para mim. Desamarrei os laços atrás bem devagar.

Abri os dois lados revelando suas costas. Passei o pano por cima de seus ombros fazendo ele se virar de frente. Ele alternava seu olhar entre meus olhos e minha boca, e claramente eu não estava diferente. Mas eu não podia.

- É..onde colocaram sua camiseta? - sai de perto dele e fui pegar sua camiseta assim que a avistei em cima de uma mesinha. Ele deixou a blusa cair, revelando seu abdômen pouco definido. Joguei a blusa para ele, que colocou sem dizer nenhuma palavra.

- Ai - colocou a mão na costela ao andar - Ta doendo muito - 

- Vem, eu te ajudo a andar. Apoia um braço em mim - ele passou seu braço sobre meus ombros e então começamos a ir devagar. Eu carregava as duas mochilas  em um ombro só. Logo ficarei com dores igual a ele. Pegamos um taxi na frente do hospital e fomos para casa.


(...)

- Ai Ai - reclamou saindo do carro assim que chegamos em frente a sua casa.

- Devagar, calma - ajudei ele a sair do carro e fomos para a varanda de sua casa - Calma - peguei a chave dele que retirei da  mochila  no taxi. Abri a porta e entramos.

Joguei as duas mochilas no chão e ajudei ele a subir as escadas até seu quarto.

Ajudei ele a deitar na cama devagar e ajeitei o travesseiro também.

- Confortável? - perguntei e ele assentiu  -Ótimo - rodeei a cama e me deitei do seu lado. Ele ficou me encarando pelo abuso, mas não me importei - Eu to quebrada - minhas costas doiam, o sono me consumia,  meu  corpo estava pesado, eu precisava de descanso.

- O que você tem? Sente dor em algum lugar?  Aqueles garotos te machucaram depois que fiquei desacordado ? -

- Não. Pelo contrario - ri baixo ao lembrar do que fiz.  Olhei no relógio do celular e já estava na hora do Yoongi tomar remédio. Bufei ao lembrar que deixei os remédios na mochila e que a mesma estava lá em baixo e que eu teria que buscar. -

- Como assim, pelo contrário ? O que aconteceu depois ? -

- Hã? Ah, nada..esquece - me levantei da cama e desci as escadas. Peguei minha mochila e a dele e subi pro seu quarto novamente. Joguei a dele em qualquer lugar e coloquei a minha em cima da cama, tirando tudo o que a enfermeira tinha me dado. 

- Eita, como você conseguiu isso tudo ? Porque eles Não entregam para familiares -

- Ah..bom, dei meu jeito. Falei algumas coisas lá e eles me deram -

- O que você disse ? - perguntou curioso 

- Bom..- peguei a receita médica e procurei pelo nome do remédio que ele tomaria agora - Se você quiser saber vai ter que ir no hospital e perguntar para a enfermeira que me deu tudo isso - peguei a cartela certa do remédio e coloquei o que não ia usar em cima da sua mesa de estudos. 

- Você esta de sacanagem né ? Várias enfermeiras apareceram por la. Foi qual delas ? - 

- Huuum...sabe que não me lembro - me fingi de desentendida e retirei uma cápsula da cartela para que ele tomasse. - Droga, Vou ter que descer as escadas para pegar água -

- Então é isso? Você nao vai dizer o que falou para enfermeira ? - 

- Não - gritei da escada. Ele nao precisa saber que me taxei de namorada dele para conseguir os remédios. De noiva fui para namorada, e namorada fui pra noiva. Qual o próximo? Esposa? Nem me pagando - peguei um copo de agua e subi as  escadas. Estendi o  remédio justamente com a água para que ele bebesse. Ele pegou, ainda com a curiosidade estampada na cara, e tomou. 

- Bom, eu vou pra casa. Preciso de um banho. Você tem que tomar o proximo remédio daqui oito horas. Agora são seis da tarde, então o próximo é duas horas da manha   - peguei minha mochila para sair mas ele segurou meu braço - O que foi ? -

- Eu também preciso de um banho. Você vai ter que me ajudar - 

- Ah qual é...esta de brincadeira com a minha cara né?  Quer que eu te de banho? -

- Não, só preciso de ajuda pra levantar, entrar no banheiro, sair e depois deitar de novo -

- Aah.. OK. Mas deixa eu ir em casa primeiro? É serio, preciso tomar um banho, estou com catinga de hospital - 

- Ta..mas é pra voltar - assenti. Antes que eu saísse do quarto pensei no que pode acontecer comigo fora daqui. -

- O que você esta procurando ? - 

- Papel -

- Pra que ? - Ignorei a pergunta dele quando achei um papel embaixo de seu notebook. Peguei o papel junto com uma caneta e anotei meu número. - 

- Olha aqui. Se você sentir qualquer coisa insuportável e precisar de ajuda me liga. Eu só vou demorar 10 min e vou levar a chave da casa. - entreguei o papel pra ele coloquei minha mochila nas costas. -

- Ok, mas vem rápido - 

- Você esta muito exigente pro meu gosto, garoto. Abusa da minha bondade não. - sai do quarto ouvindo sua risada. Não pude deixar de rir também.

Entrei em casa e fui direto pro banheiro. Tomei um banho rápido, já que eu pedi dez minutos pra ele. 

Coloquei um short preto e uma blusa também preta com uma caveira mexicana desenhada. 

Desci as escadas e fui para a cozinha. Vi dois hambúrguer de microondas na geladeira. Eu estava morrendo de fome. Mas vou fazer na casa do Yoongi, ele deve estar com fome e precisa comer para tomar o proximo remédio. Não se deve tomar remédios de barriga vazia.

Peguei as duas caixas e sai de casa. Eu estava cinco minutos  atrasada, mas ele nao ia se importar.

Peguei a chave de sua casa e abri a porta. Fui para a cozinha dele e deixei as coisas em cima do balcão. 

Subi as escadas indo para o quarto de Yoongi, agora seria a vez de ajudar ele a tomar banho. Mereço.

Ao entrar em seu quarto, vi ele embaixo do cobertor. Ele parecia estar tremendo.

- Mds garoto, o que você tem ? - 

- E..eu estou co..com frio - sentei do seu lado na cama, coloquei uma mão em sua testa e uma na minha para medir sua temperatura. 

- Você esta muito quente. Esta com febre. Porque não me ligou? -

- Eu tentei mas minha bateria acabou e eu não sei o-onde esta o carregador - me levantei e fui até seu banheiro. Ele precisava tomar um banho gelado. Eu só poderia dar o remedio de febre depois que ele comesse. Mudei a temperatura da água para gelada e fui até ele novamente.

- Vem, você precisa tomar banho - retirei a coberta de cima dele. Ele se levantou ainda reclamando de dor nas costas - Calma, levanta devagar. - ele saiu da cama, ficando de pé - Com licença - Ergui sua camiseta devagar  e joguei na cama - Agora vem - 

- E a calça e a cueca? Vou tomar banho com elas? - perguntou serio 

- Bom..isso você pode tirar no banheiro, né? -

- Me ajuda a tirar pelo menos a calça.. Por favor, não estou de brincadeira. - engoli seco  e levei minhas mãos até o botão de sua calça. 

Desabotoei e olhando em seus olhos,  sem olhar para baixo , fui abaixando sua calça. Ele usava cueca preta. Me agachei  para tirar a calça de seu pé. Fiquei cara a cara com aquela parte, por isso virei meu rosto pro lado.

- Agora vem logo - me levantei e joguei a calça em cima da cama. Antes que fosse pro banheiro, escolheu uma roupa e deixou em cima da cama.

Ele começou a andar até o banheiro. Dei espaço para ele entrar e ir ate o box.

 - Ei, ei , ei, tira lá dentro. Eu nao mereço ver essa visão - falei ao perceber que ele tiraria a cueca sem estar dentro do box. Ele sorri fraco e entrou fechando a porta do box. O vidro era preto então não dava para vê - lo nú lá dentro.

- Aah, água ta fria - reclamou 

- Você está com febre, a água gelada vai ajudar a diminuir um pouco - me sentei na tampa do vaso.

- Ah ___, não vou entrar nisso. Sério,  esta  muito fria -

- Para de ser mole - me levantei e abri o box do banheiro. Fechei meus olhos  para não ver ele nu e alcancei seu corpo com as mãos e tentei empurrar ele para baixo do chuveiro mas o mesmo fazia força para não ir. Acabei me desiquilibrando por ter colocado um pé no chão molhado e acabei entrando dentro do box com ele. O mesmo me segurou  na cintura.

- Não olha para baixo - ele disse assim que entrei - 

- T..ta, entra no chuveiro logo - 

- Ok - ele entrou no chuveiro, mas me puxou junto com ele. Sai do braço dele na hora. Molhou um pouco da minha blusa e do meu cabelo.

- Você é maluco ? - sem querer olhei para baixo e ele ainda usava a cueca - Você ainda ta usando a cueca - sai do box fechando a mesma. Peguei a toalha dele mesmo e me sequei.

- ____ - ele abriu a porta do box e estendeu sua cueca molhada - Pega pra mim fazendo favor - fiz cara de nojo e peguei a cueca de suas mãos com a ponta do dedo e joguei em cima da pia. - Pega minha roupa fazendo favor ?  Ah e me de a toalha - gritou de dentro do box. Entreguei a toalha por cima do box e fui pro quarto pegar a  roupa dele. Cueca vermelha, short  preto, blusa preta. 

- Toma -  abri a porta do box e entreguei a roupa. Sai do banheiro  e sentei na cama. Ele saiu logo depois secando o cabelo. - Esta melhor ? - levantei e coloquei minha mão em sua testa. -

- Meu corpo esta ruim ainda. Mas a febre parece ter passado um pouco - ele foi no banheiro para deixar a toalha e voltou.

- Vem, vamos comer alguma coisa - puxei seu braço até a escada e depois soltei -

- Porque temos que comer ? Não estou com muita vontade - 

- Mas você precisa. Não se pode tomar remédio sem comer nada vai causar dor no seu estômago e você pode vomitar - ele se sentou no balcão enquanto eu colocava os dois hambúrguer no microondas. Me sentei no balcão de frente pra ele  para esperar ficar pronto.

- ___, depois que eu apaguei, quem salvou você ? Tipo, eram três garotos contra uma menina, impossível eles terem te deixado em paz - disse depois de um tempo quieto.

- Por que você quer saber ? - o microondas apitou e eu me levantei para pega-lo. Coloquei num prato e dei pra ele.

- Porque sim.. Me conta - mordeu seu lanche. Uma mordida grande para quem não estava afim de comer -

- Eu me salvei  - ele me olhou desacreditado. - Não acredita né? Pois bem, lá vai uma história. Eu fiz karatê por cinco anos, cheguei num nivel bom, competi com outras pessoas. Ganhei, perdi, normal. Eu sei lutar, fiz isso para me defender. O Brasil é um lugar perigoso -

- Espera, você é brasileira ? - assenti - Nossa, achei que você fosse americana -

- Eu sou americana. Todos que moram na América é americano. Porém  sou latino americana. Enfim, eu nao tenho medo das pessoas porque sei me defender. Eu não estava com medo daqueles garotos e se você nao estivesse aparecido eu teria me livrado deles. Mas você apareceu e me salvou. Foi gentil da sua parte. Depois que vi os dois garotos em cima de você eu fiquei com raiva por ser injusto, então tirei um de cima de você e depois tirei o outro -

- Nossa, você é doida. Como você espantou eles depois?  - riu 

- Um pouco. Continuando..depois que vi os dois no chão o outro que você tinha dado um soco estava receoso em me atacar. Então lembrei de uma faca que levei para a escola hoje de manhã - ele  arregalou os olhos e se levantou, indo até a geladeira rapidamente, trazendo duas garrafas de soju.-

- Continue, esta interessante - ele abriu a garrafa, mas eu peguei da mão dele. Na verdade, peguei as duas garrafas que ele trouxe -

- Você não pode beber coisa gelada. Você ainda tem febre - ele me olhou feio mas deixou quieto. Peguei a garrafa que ele tinha aberto e bebi um pouco - Continuando...de novo. Eu acordei atrasada hoje de manhã e eu estava com fome. Então peguei uma maça, mas eu odeio maça com casca. Entao levei a faca pra ir cortando no caminho. Naquela hora eu lembrei da faca e corri ate minha mochila e peguei. Ameacei o garoto que veio atrás de mim e pedi para ele andar ate onde os outros estavam. Foi ai que ameacei eles com a faca. -

- Nossa, e o que vocês falou para eles ? -

- O mesmo que eu falo para Sun Hee. Falei que iria desfigurar a cara deles caso eles nao sumisse da minha frente. E que eu nao teria medo de enfiar a faca na barriga deles. -

- Você disse isso? Você ameaçou eles de morte ? -

-  Eu não estava brincando. Eu já falei Yoongi, sou muito perigosa. Porque acha que meus pais me trouxeram pra cá? -

- O que você fez lá ? - deu uma ultima mordida em seu lanche - Você já machucou alguém ? -

- Já.. Machuquei muito. Uma garota  inventou de fazer bullying comigo. Minha paciência esgotou. Então ataquei. Eu desfigurei o rosto dela por ter arrastado a cara dela no asfalto. A escola descobriu, a imprensa descobriu. Meus pais conseguiram afastar a noticia da imprensa mais a escola não quis me aceitar de novo. Então a única solução foi me trazer pra cá. -

- Uau, eu nao achei que você fosse tao má assim menina má - riu

  - Agora você sabe o que pode acontecer com a Sun Hee se ela continuar me importunando ? -

- Sim.. -

- Sabe Yoongi. Mesmo eu tendo te salvado na maior parte. Muito obrigado por ter ajudado. Por minha culpa você esta desse jeito. -

- Tudo bem..eu que agradeço. Então é por isso que você esta me ajudando tanto? -

- Não tenho outra maneira de agradecer, então é .. É por isso sim. - peguei nossos pratos e coloquei na pia.

Ele se levantou e subiu as escadas sem mim. Deixei as coisas do jeito que estava e fui atrás dele. Quando entrei no quarto ele estava deitado embaixo das cobertas novamente.  - Sente frio ? -

- Um pouco - medi sua temperatura daquela mesma forma e ele estava quente.

- Sente dor ? - assentiu - Irei pegar os remédio que você tem que tomar. - Fui até a mesa de estudos onde eu tinha colocado os remédios. Peguei a receita que o médico tinha passado e li. 

* remedio para febre de 8 em 8 horas 

* fazer curativos 

* Remédio para dor de 8 em 8 horas.

* Aplicar relaxante muscular para a dor nas costas de 10 em 10 hrs

Procurei pelo nome do remédio nos vidrinhos de remédio que a enfermeira tinha me dado. E olha só que beleza, o relaxante muscular era em forma de creme/pomada. 

- Ah qual é..se já tem remédio em cápsula para dor porque tem que haver em cremes? Só pode ser brincadeira. - reclamei em português 

- O que você esta falando ai? Não estou  entendo nada - 

- Não é nada de mais. Só estou lendo a receita do médico - peguei o remédio para febre juntamente com o vidro que eu teria de passar nele. - Ja volto, irei pegar água.- ele assentiu e entao desci.

Voltei logo depois com um copo de água. Ele tomou o remédio e voltou a se deitar. Olhei para o vidro meio receosa, mas nao tinha jeito, ordens do médico.

- Y..Yoongi, tenho que passar esse negócio nas suas costas. Isso é para relaxar onde suas costas doem. - ele me olhou desconfia e com preguiça - Ordens do médico - ele bufou e se sentou. - Retira a camiseta e deita na cama de costas para cima. - ele fez isso e se deitou do jeito que pedi.

 Subi na cama e fiquei com uma perna de cada lado do seu corpo. Ele ficou surpreso, mas não disse nada. Peguei o vidro e abri. Coloquei um pouco do líquido em minha mão e comecei a passar devagar em suas costas, massageando cada canto. Ele parecia relaxado e eu poderia dizer que estávamos numa cena um pouco sexy.

- Ponto.. Pode colocar sua camiseta - sai de cima dele e da cama e fui lavar minhas mãos.

- Devo admitir que você tem boas mãos. Queria ter recebido mais disso - sorri pelo seu abuso e me sentei na cadeira da sua mesa de estudo.

- Durma um pouco. Já são 23:00 da noite. Logo vou embora - 

- Pode me fazer um favor ? -

- O que ? -

- Pode não ir embora? Fique aqui essa noite? -

- Tudo bem... Você tem que tomar remédio daqui três horas mesmo. - sorriu fraco e se ajeitou na cama.

   (...)

Eu estava caindo de sono naquela cadeira.  Mudei ela de lugar, colocando-na perto da porta pois de onde eu estava nao dava para ver o rosto de Yoongi. Vai que ele morre..né?  

O celular despertou poucos minutos depois. Yoongi acordou e me olhou como se falasse " desliga essa merda ". 

- Esta na hora do seu remédio. Irei pegar água - desci as escadas de novo e peguei um copo d'agua. 

Subi as escadas e entrei em seu quarto. Peguei o remédio, o copo  de água e entreguei pra ele. 

O mesmo bebeu e me deu o copo. Quando voltei pra cadeira vi que ele tremia.

- Você esta tremendo. Ainda esta com frio ? - assentiu sem dizer nada - Aiaiai. - pensei em algo que podia o ajudar e cheguei numa conclusão bem louca. - Yoongi, tenho uma solução, mas você nao pode contar pra ninguém - 

- O q..que ? - sem responder, rodeei a cama e me deitei ao seu lado nos cobrindo - O que esta fazendo ? -

- Fica quieto. Meu corpo pode te esquentar e deixar você mais confortavel pra dormir. - abracei sua cintura e encostei meu rosto perto de sua cabeça. Levei me pé ao seu, que estava muito gelado e o envolvi com o meu - Nao diz mais nada, so dorme. E nao e pra você contar isso pra ninguém se não voce..-

- Se nao eu estou ferrado? Estou sabendo - riu assoprado - ____? - me chamou 

- Sim ? - falei meio sonolenta 

- Obrigado por isso - se ajeitou melhor na cama, praticamente encostando seu corpo ao meu  e se pôs a dormir.

- Não foi nada..Suga - sorri por causa da minha loucura e logo dormi também. Eu estava morta de sono.





Notas Finais


Aiiii que fofo os dois.. Amei esse capítulo. Espero que vocês também.

Quero muito comentario em. Foi trabalhoso escrever isso em menos de um dia.


Obrigado por ter lido. Até o próximo ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...