História A Menina Má - Imagine Yoongi - Capítulo 9


Escrita por: ~ e ~Mila_Army02

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Colegial, Imagine, Jimin, Jungkook, Kookie, Romance, Suga, Violencia, Você, Yoongi
Visualizações 144
Palavras 2.369
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oláááá

Olha, estou impressionada. Vocês bateram a meta de comentários. Eu adorei. Por isso eu trouxe um capítulo um pouco grandinho.

Espero que nesse vocês comentem bastante também. Adoro ler o comentário de vocês.

Boa leitura ❤

Capítulo 9 - Te odeio


Tentei cobrir o chupão com o meu cabelo mas não sumiu muita coisa. Andei devagar, deixando ele ir na frente. Eu não quero mais contato com esse garoto.

Quando ele chegou na esquina da escola, parou na mesma. Ele olhou para mim que estava bem atras e sorriu, continuando a andar. 

Fiquei meio confusa, mas quando cheguei na esquina  vi o motivo. Dois ônibus parecidos com de viagens estava parado em frente a escola. Mas porque diabos ele ficou daquele jeito?

Dei de ombros e entrei na escola. Mesmo andando devagar cheguei dez minutos antes do sino bater. Entrando na escola me sentei num banco que tinha no campus. Não procurei por Desiree pois vi ela com o Jin assim que entrei. Peguei meu celular e comecei a mexer ate o sino bater. Ontem comprei um chip e agora tenho internet. 

- Ora, Ora, Olha quem esta Sozinha - levantei meu olhar para a voz irritante em minha frente. Jimin, Sun Hee, Yoongi e um garoto de sorriso quadrado estavam em minha frente, praticamente me cercando.

- Olha só.. Quem é vivo sempre aparece - falei guardando meu celular. Cruzei as pernas  e fiquei os olhando. - O que vocês querem? -

-  Eu quero meu colar - Sun Hee chegou bem perto de mim, como se fosse me atacar. Mas Jimin a puxou pro seu lado.-

- O seu colar? Bom, não sei onde ele esta - dei de ombros -

- Você perdeu o meu colar ? - ela se soltou do Jimin e veio para cima de mim, segurando meu cabelo. Eu não me mexi, só ri.

- É melhor você segurar sua namorada. - sorri sarcástica 

- Larga ela, Fica aqui, que coisa - Jimin puxou  ela novamente.-

- Olha vou ser boazinha com você. Eu não perdi seu colar, ele esta bem guardado. Mas agora...se vocês ficarem me importunando, vocês vão ter que procurar no esgoto. E eu nao estou brincando -

- Garota..você está me tirando do sério - disse Sun Hee. Me levantei e fiquei em sua frente, com o meu corpo colado ao seu -

- Eu já falei pra você que sou muito má? Eu já  nao falei pra você ficar longe de mim? Garota, se você é perigosa para as outras pessoas nessa escola, eu sou o triplo de você. - me afastei de seu corpo e voltei para perto do banco - Agora vazem não estou com paciência para aguentar vocês - me sentei e voltei a mexer no celular. De relance, vi eles indo embora..menos um. Olhei para cima e encarei Yoongi e sua branquitude. - Ta olhando o que??  - 

- Nada não menina Má. As vezes tenho vontade de ver o quão má você é -

- Você esta dizendo que quer apanhar ? -

- Não..não é nesse sentido que estou falando - riu e saiu atrás dos amigos. As vezes fico pensando em como esse garoto é tão idiota.  Mas não posso mentir que essas palavras arrepiou..muito.

     (...)

O sino tocou e eu entrei no prédio. Fui direto pra sala, sem parar em lugar algum. Esperei uma Tiazinha abrir a porta e entrei. Sentei no meu lugar e esperei o povo entrar. 

Desiree entrou toda empolgada, logo atrás entrou aqueles três pestes.

- Menina, você não vai acreditar - virou de frente pra mim toda risonha

- O que? Beijou o Jin ? - 

- Uhum..nos beijamos. Ah estou tão feliz - colocou sua mão no queixo totalmente em transe -

- Uau, isso é bom...pra você - 

- Aham, eu... - ia falar mas pareceu ver  o chupão no meu pescoço - O que é isso ? - tirou meu cabelo do pescoço e quando viu direito, ficou de boca aberta - Você está com um chupão no pescoço - falou quase gritando. 

- Ei, fala mais baixo - olhei para os lados e não tinha ninguém olhando, menos o autor do chupão, que segurava uma risada. - Não é chupão, é uma alergia -

- Conta outra ____. Eu conheço um chupão, eu já fiz um chupão, eu ja tive um chupão. Quem fez isso  ? -

- Ninguém, deixa isso pra lá. - ela revirou os olhos mas deixou quieto. Olhei pro Yoongi e fiz sinal de que cortaria o pescoço dele, mas ele apenas riu.

O professor de geografia chegou depois de um tempo sem material nenhum. Ficou nos olhando e depois começou a falar. 

- Bom, como vocês devem ter visto, dois  ônibus estão parados ali na frente. Isso porque agora, vocês terão um passeio na Korea University. Vocês irão voltar antes do sino para a saída tocar.  Quero que vocês vão para o ônibus agora, em silêncio..outras salas estão em aula - os alunos começaram a levantar e sair da sala. Eu esperei  alguns sairem e fiquei junto com Desiree.-

- Eles parecem bois - disse ela e eu ri-

- Porque a escola não avisou ontem que teríamos passeio hoje ?  Eu nem teria vindo -

- Por isso mesmo. Eles nunca falam pois o aluno pode faltar. - saímos da sala em direção ao ônibus. Os três terceiros anos iria nesse passeio.

- Da próxima vez, se eu ver o Ônibus estacionado eu volto pra trás. -

- Os passeios nao acontecem só para os terceiros e sim para os segundos também,  então não da pra saber -

- Que merda em  - revirei os olhos. Chegamos em frente ao ônibus de nossa sala e entramos. - Você vai sentar aqui na frente ? - perguntei assim que ela sentou nos primeiros bancos que tinha. -

- Sim.. Eu nao gosto do fundo. Tenho uma paranóia de que se um carro vir atrás e bater no  ônibus parado, eu vou morrer -

- Nossa. Que coisa. Sabia que você corre perigo em todo canto? Na frente, no meio e no fundo? Quando a morte quer te levar, ela não vai errar. - ri e ela pareceu ficar com medo - Ei relaxa. Não vai acontecer nada. Vou lá pro fundo, não gosto da frente. É aqui que acho o lugar mais perigoso - sorri e fui pro fundão.

Me sentei na ultima dupla de poltrona ao lado da janela. A poltrona do meu lado que dava a visão do corredor ficou vazia. Espero que uma pessoa calada  sente aqui. Coloquei meu fone e fiquei observando o povo do lado de fora.

 Tinha muito aluno para fora dos ônibus, até colocarem todos para dentro vai demorar e eu já estou com sono só de saber que tenho que andar lá. 

Senti alguem sentar do meu lado, mas não me importei. Até o momento em que senti alguem mexer no meu cabelo. Olhei pro lado e quase levei um susto. Yoongi estava bem perto do meu rosto.

- Ah garoto, o que você esta fazendo aqui? Senta em outro lugar. - empurrei seu ombro para que ficasse longe de mim -

- Eu não quero. Gosto de ficar aqui no fundão menina má. Mais uma vez você roubou meu lugar - 

- Eu vou falar a mesma coisa que falei pra você no primeiro dia de aula.. Eu não vi seu nome aqui - voltei meu olhar para a janela, mas estava impossível com esse garoto, que voltou a mexer no meu cabelo - Que merda, tira a mão do meu cabelo, respeita meu espaço se você vai ficar aqui -

- Eu quero ver como está o chupão. Deixa eu ver ? - disse e mordeu os lábios, o que me parece um pouco sexy -

- Não.. - virei meu rosto para a janela mas ele insistiu -

- Vai deixa..eu prometo ficar calado até chegarmos no lugar se você me deixar ver - olhei para seu rosto e pensei um pouco. Se ele calasse a boca até chegarmos não seria má ideia.-

- OK, mas é bem rápido -  tirei meu cabelo do pescoço para que ele visse. O mesmo lambeu os lábios ao ver e depois  e sorriu -

- Eu queria ter marcado mais.. Pena que você não deixou - riu-

- Garoto, por você ter feito isso, você ta ferrado. Um dia vou te dar o troco. -

- Você vai deixar uma marca no meu pescoço também? Ah, não vejo a hora de receber esse troco - olhei para ele indignada.-

- Você não me disse que ia ficar calado? Pois então cumpra com sua palavra - coloquei meu cabelo de volta sobre o pescoço e me ajeitei na poltrona. Coloquei os fones de novo e Fechei os olhos.

O ônibus começou a andar e eu comecei a olhar a cidade conforme passava. Era tão limpo, tão espaçoso. Pessoas no celular sem aquele medo de assalto. Meninas de short muito curto, meninos de calça e tênis, nada daquele  short caindo mostrando a cueca. Olhando assim, dava até vontade de morar oficialmente nesse país. 


Senti algo em minha perna e quando olhei vi era a mão de Yoongi. Ele apertava as vezes. Olhei para ele e o mesmo conversava normalmente com o Jimin na poltrona do lado.

Tirei meus fones,  enrolei no meu celular e guardei no bolso lateral da minha mochila. Comecei a olhar para eles sem tirar a mão de Yoongi da minha perna. Jin tinha visto que eu estava com raiva, mas não disse nada para os dois, apenas ficou olhando para mim.

Respirei fundo e peguei sua mão, a apertando com força. Ele olhou para mim assustado, tentando tirar sua mão da minha, mas como eu disse, segurei com muita força.

Levei seu braço até seu colo onde segurei com força.

Olhei para Jimin que nos olhava apreensivo. O mesmo se virou para frente e fingiu conversar com o Jin. 

Olhei para Yoongi que engoliu seco. Levei minha mão em seu pescoço e finquei minhas unhas como se fosse arranhar.- 

-Você não me disse que ficaria quieto? -

- Eu disse que ficaria quieto, eu nao disse que iria parar de tocar. A condição para mim parar de te tocar é outra - sorriu malicioso -

- Que condição ? Você é muito sem graça garoto -

- A condição seria um beijo. Um beijo bem correspondido e  demorado - apertei minhas unhas mais um pouco em seu pescoço.

- Isso nunca. Você sabe que eu nao gos..- ele nao deixou eu terminar e se soltou. Num movimento rápido, ele  passou suas mãos por trás do meu pescoço e me beijou. Eu fiquei parada, sem reação nenhuma, sem movimentar meus lábios. Ele mesmo assim continou com seus lábios aos meus. Tentei me soltar mas ele me segurou muito bem. Como minha mão esquerda tava livre, levei ela até seu pescoço e o empurrei. - Droga garoto, eu já falei que nao gosto de você , eu odeio você. Porque você continua com isso -  ele me olhou sério, como se tivesse ficado decepcionado ou algo assim. 

 Ele se levantou da poltrona sem dizer nada e se  sentou do lado de uma garota na frente do Jimin e do Jin. Pelo menos agora eu teria paz.

[...]

Hoje era sexta, e fazia dois dias que Yoongi não olhava na minha cara. Ele, os amigos dele e Sun Hee não me importunaram mais.

O sino para ir embora havia batido. Não me despedi de Desiree pois a mesma estava de conversas com o Jin e eu não queria atrapalhar.

Como sempre, fui devagar para casa. Eu não era de andar rápido, meus amigos diziam que sou uma lesma. 

Na primeira esquina três garotos vinham de encontro a mim.  Eles pararam em minha frente com uma expressão muito  assustadora.

- Olha só se não é aquela garota marrenta - disse um deles. Agora me lembro, vendo mais de perto, eu conhecia os três.

                         *FlashBackOn

O passeio foi chato, fiquei sozinha o tempo todo. Desiree só ficava de papo com o Jin. Mas a faculdade era incrível, parecia um castelo.

No ônibus de volta para a escola, me sentei na frente com Desiree. Eu não queria ficar no fundo, mas vi que o Yoongi ficou ao lado da mesma menina de antes.

Chegando em casa, tomei um banho e dormi um pouco. Um pouco digo até cinco horas.

Acordei morrendo de fome. Fui para a cozinha procurar algo para comer . Mas só tinha pão  velho.

Peguei meu cartão e sai de casa. Ainda estava claro então não teria perigo nenhum.

Fui naquele mercadinho perto da escola, o qual fingi ser noiva do Yoongi para conseguir aquele urso.

Chegando lá, a menina nao estava no caixa, quem estava era uma senhora.  Graças a Deus, porque se nao ela poderia perguntar onde está meu "noivo".

Peguei algumas bobeiras  e fui para o caixa. Paguei tudo e quando sai já estava escuro.

Virando a esquina da escola, vi três garotos sentados na calçada. Eles bebiam bebidas alcoólicas, mas não me importei, já enfrentei piores no Brasil. 

Quando passei em frente a eles, um dos três cuspiu em minha frente, fazendo eu parar em frente ao cuspe. Eu odiava esse tipo de atitude.

Me virei para os três e encarei cada um deles.

- Se esse cuspe tivesse me acertado, vocês estavam ferrados. - 

- Ih olha só, a garota achou ruim termos cuspido  - riram e um deles se levantou e ficou frente a frente comigo  - Você não está se achando demais não? - tentou ser assustador mas não conseguiu.

- Cara , vai se fuder. -  sai andando normalmente. Eles não vieram atrás de mim mas gritaram dizendo que me pegariam depois. Até parece que tenho medo deles.

                         *FlashBackOff

- O que vocês querem? - falei sem abaixar a cabeça. Eu não tinha medo,  fiz Karatê por 5 anos, sendo faixa verde, eu saberia me defender. 

- Eu disse que quando eu te encontrasse de novo você estava ferrada - 

- Vocês vão bater numa menina? Que coisa feia - dei risada. O garoto avançou em mim e pegou no meu braço.

- Acha que estou brincando vagabunda? E quem falou em bater ? Né rapazes? Você é muito gostosinha, sabia? - ele apertava meu braço com muita força. Eu tentava me soltar mas estava difícil.

- Solta ela - ouvi a voz de Yoongi e quando me virei, ele corria em nossa direção. Ele largou a mochila na rua e foi pra cima do garoto que segurava meu braço. Dando-lhe um sono na cara.  

Os outros dois garotos avançaram de uma vez no Yoongi e começaram a se socar.

Meu Deus, o que eu faço ?






Notas Finais


Aiii o Yoongi " salvou ela "

Ele vai apanhar mais ou vai bater mais ?

O que ___ vai fzr ?

Até o próximo capitulo.. E ó, nao esquece de comentar.. A meta ainda esta valendo para os próximos capítulos.

Obrigado por ter lido ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...