História A não-sereia do Rio Han - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias VIXX
Personagens Hongbin, Hyuk, Ken, Leo, N, Ravi
Tags Chabin, Leohyuk, Mitologia, Raken, Sereias, Vixx, Wontaek
Visualizações 48
Palavras 3.011
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hey pessoinhas~
Não me matem, ok. Eu sei que eu demorei bastante para atualizar a fic mas eu enho meus motivos. Primeiro, eu fiz enem e o capítulo já estava atrasando porque eu estava "estudando" para a prova (e que tema gostoso de resação, viu). Segundo, meu pc quebrou. Eu fiquei essa semana toda sem pc e quando meu pai arrumou, eu perdi todo o meu hd TODO. Eu já tinha o capítulo feitinho, 2.500 palavras, tava lindo, mas perdi todo. Também perdi duas oneshots que eu estava escrevendo e que eu iria postar. Perdi todas as imagens que eu usaria para ser as capas dos capítulos.

Eu chorei bastante, MAS, consegui reescrever esse capítulo tudo de novo em DOIS DIAS. Isso se chama desespero.

Então, espero que gostem porque deu trabalho.
Boa leitura.

Capítulo 3 - Feijões e formigas


Fanfic / Fanfiction A não-sereia do Rio Han - Capítulo 3 - Feijões e formigas

  Depois de mais ou menos uma hora, eu finalmente terminei meu artigo. Digo, que o resultado me deu muito orgulho. Agora só falta revisar:

- Vamos ver... “[...] Nós, residentes de Seul, só temos que agradecer a sereia do Rio Han. Obrigada, sereia.”. – This is art.

- De nada, moço...

 MAS QUE MERDA É ESSA??? Quando viro para ver quem, ou o que, me respondeu, eu vi que foi uma criança, UMA CRIANÇA:

- MEU DEUS DO CÉU CRIANÇA DOS INFERNOS. O QUE RAIOS VOCÊ FAZENDO RESPONDENDO UM ESTRANHO?! SUA MÃE NÃO TE DEU EDUCAÇÃO, OU VOCÊ NUM TEM MÃE??? AH VAI ARRANJAR O QUE FAZER PIRRALHA, VAI DAR A BUNDA... Não, pera quê? Esquece pelo amor de Deus a última parte criança. Mas me diga, por que raios você me respondeu SE VOCÊ NEM É UMA SEREIA, CRIANÇA DESGRAÇADA!

- Eu sou sim. Olha, eu tenho um brusinha de sereia!

- Ah, é. Então cadê seu rabo de peixe, pirralha?

 É eu tenho que aprender a segurar a minha língua porque, graças a ela, a menininha começou a chorar. E bem alto. Tão alto que chamou a atenção de certo homem que julgo ser seu pai. Eta bixo grande, viu. E parece que ouvir o choro de sua filha não deixou ele muito feliz e agora quer me matar. É hora de correr, amiguinhos. Fui.

*??? pov*

 É tão bom sentir essa coisa chamada liberdade, algo que tenho tão pouco. Por isso, vim passear no parque hoje. Não que ele seja um lugar que eu goste, mas é o que tenho. Não posso reclamar, é um lugar lindo, calmo e cheio de pessoas boas, ou só melhores do que as que me perseguem mesmo.

 O parque Hangang está bonito e calmo, bem diferente do rio. O Han está cheio de pessoas, barcos e repórteres, cheio de pessoas procurando a “sereia”. Isso nunca vai acabar? Já está me cansando.

 Vou a um lugar mais afastado do centro do parque. Lá encontro, perto de um banco, um homem. Parecemos ter a mesma idade, mesmo que isso seja IMPOSSÍVEL de acontecer. Confesso que o garoto é bem bonito e seus cabelos azuis – ou roxos, sei lá, sou meio daltônico – ao vento ficam magníficos. Atrevo-me a dizer que esse cara é uma obra de arte viva. Sinto que já o vi em algum lugar, talvez aqui no parque mesmo. É eu devo o ter conhecido, nunca que eu esqueceria essa beleza toda.

 Ele parecia que estava escrevendo alguma coisa em seu notebook, bem focado e concentrado, acho que ele ser um dos estudantes que estão enchendo o parque. Jornalista? É isso que ele é? Porque ele está falando o que ele estava escrevendo. Falando da sereia e o que ela fez de bom para Seul, eu nunca havia pensado nisso. Ele fala de um jeito que me faz me sentir tão envolvida que...:

- “Nós, residentes de Seul, só temos que agradecer a sereia. Obrigado, sereia.”

- De na...

- De nada, moço... – Uma criança leu meus pensamentos e respondeu mais rápido, hoje não é o meu dia.

 Pelo jeito ele se assustou com a menina e está conversando com ela. A menininha está vestida de seria, que fofo. Jornalista inteligente, bonito e que se dá bem com crianças: um ótimo pai para os nossos filhos com toda a certeza.

 Não pera, ele não está conversando com a menina, ele está DISCUTINDO com a menina. Que horror! Como alguém pode falar assim com um nenê desses? Só porque ela te assustou? AH NÃO, ela está chorando. QUEM ESSE GOSTOSO - quero dizer BABACA – PENSA QUE É PARA FAZER ESSA FOFURA CHORAR??? E pensar que poderia ser eu quem ele está xingando... é, antes ela do que eu. É melhor eu ir embora. Fui.

 Hoje realmente não é meu dia, além de ser mais lerdo que uma criança, eu me apaixonei e desapaixonei um babaca – gostoso para um cacete – e fui DERRUBADO pelo mesmo. Ele veio correndo e acabou me empurrando. Eu fui de cara ao chão e essa cara caiu EM CIMA DE MIM!

*Hyuk pov*

 Hoje realmente não é o meu dia. Primeiro, uma criança me assusta, aí eu quase sou espancado pelo pai dela e, quando eu fujo para me salvar, eu esbarro e derrubo alguém. Será que eu devo pedir desculpas ou só continuar fugindo? É melhor eu ajudá-lo a se levantar porque né, ele caiu de cara no chão:

- Desculpa, deixa eu te ajudar a se levantar. Você está bem?

 Quando eu o levanto, percebo duas coisas: ele é muito lindo e ele está CHORANDO. Parabéns, Hyuk. Você conseguiu fazer duas pessoas chorarem no mesmo dia. Mas devo dizer que ele chorando é fofo:

- Se eu estou bem? – Definitivamente, ele é muito fofo –  COMO RAIOS EU POSSO ESTAR BEM QUANDO MINHA CARA ACABA DE SER ARRASTADA NO ASFALTO? – Fofo? Quero dizer, assustador.

- Olha, não é muito bem asfalto...

- Ah, me desculpe, senhor correto. COMO EU POSSO ESTAR BEM QUANDO MINHA CARA ACABA DE SER ARRASTADA em uma superfície sólida, mais conhecida como CHÃO?!

- Olha, me desculpa mesmo. Mas eu tenho que sair correndo porque tem um doido de 2 metros de altura querendo me matar, então...

- E como fica meu rostinho?!

- Olha, pega esses curativos aqui que eu tenho. – Entreguei uma caixa de band-aids da Hello Kitty. – Agora eu tenho que ir.

 Você deve estar se perguntando por que raios eu tinha band-aids da Hello Kitty na mochila, né? Eu tive que comprar uma para aquela gay do Hakyeon, ele tinha se cortado com uma faca de manteiga UMA FACA DE MANTEIGA! Esse é o tipo de chefe que eu tenho.

 Graças as minhas habilidades estupendas de fuga – que eu adquiri fugindo de bullies, ex-namoradas e de seus pais –, eu consegui fugir daquele cara possesso. Eu nunca corri tanto em um dia. Primeiro tive que correr do Changsoo, aquele doido, depois do pai da menininha. Espera, que horas são? Ah, agora eu vou ter que correr para entregar meu trabalho porque o dia já está acabando.

***

 Consegui entregar meu trabalho a tempo. Agora, tudo o que eu quero é ir para casa. Esse dia foi bem cansativo. Vou na loja de conveniência do ajusshi, estou morrendo de fome:

- Boa noite, ajusshi.

- Ah, o jovem jornalista voltou. O que vai querer hoje?

- Me vê aí alguma coisa rápida para comer, eu to faminto.

- Então vou trazer alguns kimbaps.

 O senhor me trouxe kimbaps de kimchi. Não sei se é a fome, mas esses são os melhores kimbaps de kimchi que eu já comi na vida. Enquanto como, percebo que o ajusshi está meio... triste, comparado a última vez que o vi:

- Ajusshi, o senhor está bem? Parece meio para baixo hoje...

- Ah, filho. Sabe a sereia do rio... – Eu devia saber que envolvia aquele peixe.

- O que aconteceu com ela?

- Ela sumiu. – É o quê?

- Como assim, ajusshi?

- Ela está saindo do Rio Han de alguma forma. Às vezes ela está, as vezes não. Hoje eu não vi nem um rastro dela.

- Você a vê bastante?

- Vejo. Como eu sempre digo, essa é a loja favorita da sereia. Você sabe que minha loja fica perto do rio, então, todo dia ela vem nadando e fica na margem perto da minha loja. Aí eu a dou comida. Ela é um amor, porém, esses dias ela não tem vindo muito.

- Ok... eu já vou indo, ajusshi.

 Eu não acredito que aquele peixe visita o ajusshi, por isso que ele é tão apaixonado por ela. É uma pena que ela tenha ido, mas quando ela voltar eu acho ela, divulgo e ganho milhões de wons por isso hehehe. Mas agora, eu vou é pegar o ônibus para casa.

 

 Eu sinceramente não queria ir para a faculdade hoje. Só vim porque o professor irá fechar as notas e eu preciso ter certeza que eu passei, para eu poder viajar em paz nessas férias. O professor entra na sala, junto de uma pilha de trabalhos corrigidos. Ele está chamando um por um e o Changsoo já foi, agora sou eu:

- Han Sanghyuk, venha aqui por favor.

 Estou tendo um mal pressentimento.

- Sim, professor.

- Então, eu li e reli o seu artigo mil vezes e cheguei na seguinte conclusão... – Ferrou. – Esse foi o melhor artigo da sala, foi até melhor que o do Chansoo – Eu vou esfregar tanto na cara dele que vai sair sangue ­– Mas, o do senhor Yoo ficaria melhor como capa do jornal, então eu vou usar o artigo dele. Olha, o seu pode não ser digno de capa, mas com certeza é digno do meu coração... –  Esse professor consegue ser mais gay que o Hakyeon.

 Olha, eu sinceramente caguei para ser capa de jornal. Também caguei para o Changsoo que está rindo feito uma hiena, pelo que aconteceu. O importante é que eu não repeti esse semestre e agora eu posso curtir minhas férias.

***

 Cheguei em casa. Agora, eu vou é resolver o que eu vou fazer nessas férias, eu tenho que aproveitar bem. Faz tempo que eu estou com vontade de ir para Jeju, para alguma das lindas praias de lá. É isso que eu preciso: ver o mar. Ele sempre me acalma. E o Hongbin vai comigo, só preciso falar com ele e confirmar.

---

[Conversa com Binnie Mozão (@hongbiiiiin93)]

@hsh0705: Hey, binnie.

@hsh0705: Tenho novidades.

@hongbiiiiin93: É melhor serem boas, porque eu estava dormindo.

@hsh0705: São ótimas, more.

@hsh0705: Nós vamos viajar juntos para Jeju nessas férias!

@hongbiiiiin93: E eu lá concordei com isso?

@hsh0705: E você tem que concordar em algo, por acaso?

@hsh0705: Você vai e ponto final.

@hongbiiiiin93: Errr não.

@hongbiiiiin93: Lembra que você tinha me vendido pro Hakyeon? Nosso encontro é nessas férias, então, desculpa mas eu não vou poder viajar com você, Hyuk.

@hsh0705: Não acredito que você está me trocando por aquela tanajura...

@hongbiiiiin93: Não fala assim dele. E eu não estou te trocando, só cumprindo uma promessa. Promessa que foi VOCÊ quem fez.

@hsh0705: Você não me ama...

@hongbiiiiin93: Amo sim, Hyuggie. Se eu não amasse, seu contato não estaria salvo como “Hyuggie meu amor”.

@hsh0705: O seu está salvo como “Binnie Mozão”...

@hsh0507: Eu não acredito que nosso amor não está na mesma proporção...

@hsh0705: Nunca pensei que eu estaria alimentando um amor unilateral...

@hongbiiiiin93: Ah para de drama, Hyuk.

@hongbiiiiin93: Tá de TPM de novo?

@hsh0705: E se eu estiver?

@hsh0705: Você nem se importa mesmo...

@hongbiiiiin93: Ah, para, Hyuk

@hongbiiiiin93: Não dá para conversar com você assim.

@hongbiiiiin93: Eu vou sair com o Hakyeon no sábado da semana que vem. Desculpa não poder ir para Jeju com você, na próxima a gente vai, more.

@hsh0705: Tá. Não vou falar nada... eu só acho engraçado que...

@hongbiiiiin93: PARA, HYUK!!!

---

 Tudo está dando de errado nessa minha vida de merda, especialmente hoje. Eu fui assustado por uma criança, fui quase morto pelo pai dela, esborrachei a cara de um homem lindo e o fiz chorar, não virei capa do jornal, não vou poder viajar com meu melhor amigo e, ainda por cima, bati no Changsoo... na verdade, isso não é tão ruim. Mas vou ter que passar minhas férias sozinho.

***

 Já faz mais de uma semana que estou de férias, fazendo nada. Absolutamente nada. Hoje já é sábado, o dia do encontro do meu melhor amigo com meu chefe tarado. Ah. E eu estou aqui, sozinho.

 Eu decidi ir ao parque Hangang para fazer um piquenique sozinho, solitário, só, desacompanhado, isolado. Fui para o mesmo lugar que estava quando vim fazer meu artigo: no banco debaixo de algumas árvores. Arrumo uma toalha de piquenique no chão e tiro meus lanches da mochila. Eu trouxe uma garrafinha de leite de banana, alguns kimbaps e jjajangmyun, aquele bom e velho macarrão de feijão.

 Hoje, o dia está cinza e toda essa comida está com um gosto triste. O leite de banana está tão artificial e tão desagradável como a minha vida. Nem os maravilhosos kimbaps do ajusshi conseguem se safar dessa ambiguidade de hoje. E esse jjajangmyun me faz lembrar do meu feijãozinho, HongBean.

---

[Conversa com Lee TrairaBin (@hongbiiiiin93)]

@hsh0705: Eu tava comendo feijão e pensei em você, Bean. Como vai o encontro?

---

 Ele me deixou no vácuo, que legal. Aí, algo me picou. Ótimo, agora tem formigas subindo pela minha perna e me mordendo. Agora, eu estou me coçando todo. Como eu odeio formigas.

---

 [Conversa com N-hyung (@achahakyeon)]

@hsh0705: Eu tava matando umas formigas e pensei em você, sua tanajura. NÃO É PRA COMER MEU AMIGO, VIU!!!

@achahakyeon: AH VAI DAR A BUNDA, HYUK.

@hsh0705: Eu até queria, N. Mas você roubou quem me come.

@achahakyeon: É O QUÊ?!

(Você bloqueou esse contato. Deseja desbloquear?)

---

 Eles devem estar se divertindo muito. Enquanto isso, eu estou aqui sozinho, solitário, só, desacompanhado, isolado... eu odeio me sentir assim. Eu odeio ficar sem ninguém, isso me afeta desde pequeno. O Hongbin sabia disso, mas mesmo assim me deixou. Talvez ele não me ame de verdade. O que é uma amizade desde a infância perto de um macho bundudo? Nada. Isso mesmo o que eu sou para os outros: Nada.

 Não tenho muito mais o que fazer aqui no parque, então vou fazer uma caminhada sem rumo. Sem rumo... isso me defini muito agora. Na verdade, quando foi que eu tive um rumo na vida? Acho que nunca. Desde pequeno, meus pais me deixaram, eu me sinto assim. O Hongbin era o único que conseguia me deixar bem, fazer com que eu me sinta bem e querido. Mas, ele não está aqui... eu estou sozinho, como sempre estive sem ele.

 Nessa caminhada sem rumo, eu acabei em cima da ponte Bampo. Aqui eu tenho uma vista maravilhosa do Rio Han. Sento-me na mureta da ponte para ter uma vista melhor. Sentir essa brisa é tão bom para pensar. Pensando bem, não seria uma má ideia pular daqui. Morrer dentro do que eu mais gosto, o rio, não seria algo ruim. Na verdade, seria muito bom.

---

[Conversa com Hongbin meu único amigo (@hongbiiiiin93)]

@hongbiiiiin93: Desculpe não te responder antes, Hyuggie.

@hongbiiiiin93: Meu celular tava desligado.

@hongbiiiiin93: Eu já acabei aqui, Hyuk. Vamos ir a algum lugar juntos?

@hsh0705: Não precisa, Binnie... eu já tenho um lugar para ir... é bem longe digamos.

@hongbiiiiin93: Onde é que você ta?

@hsh0705: Na Ponte Bampo, vendo o Rio Han...

@hongbiiiiin93: Me diz que você não ta tentando aquilo de novo.

@hsh0705: Então, eu não digo...

@hongbiiiiin93: Han Sanghyuk, não se mexa. Eu já estou chegando.

@hsh0705: Tchau, Hongbin...

@hongbiiiiin93: Hyuk, lembre-se que se você fizer isso, você nunca mais vai poder me ver e vai ficar muito triste por causa disso.

---

 Ele acha que vai me convencer com isso? Mas pensando bem, é verdade. A maioria das coisas que tenho não me deixam feliz, por isso vivi uma vida muito triste... até conhecer o Hongbin. Desde que nos tornamos amigos, minha vida mudou muito, ficou muito melhor. E se eu acabasse com ela, eu iria perde-lo e não é isso que eu quero.

- Cancela! Eu não vou mais fazer iss... - Alguém passou muito rápido de bicicleta atrás de mim e acabou me empurrando.

- AAAAAAAAAAAAAHHH EU NÃO QUERO MORRER!!!!!!

 Eu cai no rio e o impacto me fez perder a consciência. Os esforços do Hongbin não conseguiram impedir que isso acontecesse, talvez estivesse escrito no meu destino. Talvez eu devesse morrer mesmo, se foi assim que o destino quis...

 AH DESTINO É O CACETE. Vaso ruim não quebra e eu não vou morrer hoje não. Sabe por quê? Porque alguém veio me salvar. Sinto braços rodeando o meu corpo e me puxando para a superfície, fui arrastado para algum lugar já em terra. Mas mesmo que eu sinta isso acontecendo, é como se eu estivesse numa paralisia do sono. Eu sinto mas não consigo me mover.

 Meus pulmões estão cheios de água e respirar se torna cada vez mais difícil. De repente, sinto lábios aos meus. Alguém está tentando me ressuscitar, já que agora nem respirar eu consigo. Depois de muitas tentativas, finalmente eu sinto ar em meus pulmões. EU TÔ VIVO DE NOVO HAHAHAHA EU TE DISSE DESTINO DOS INFERNOS, VASO RUIM NÃO QUEBRA!!!

 Quando me levanto e abro os olhos – depois de cuspir toda a água que estava dentro de mim, mas, só detalhes – eu consigo ver que me salvou. Sua pele era bem clara, seus cabelos eram grandes e escuros, e seus olhos intensos e familiares... essa pessoa... é a mesma que eu havia visto nadando no Rio Han. É a se-sereia? Também, é a pessoa que eu derrubei outro dia. Ele até está com o band-aid da Hello Kitty no nariz... que fofo:

- Q-quem é você?

- A pessoa que te salvou, não vai agradecer?!

-O-obrigado... mas, você é a sereia do rio?

- NÃO! Por que todo mundo acha isso? Eu sou HOMEM, como raios eu posso ser uma sereia?

- Ma-mas eu te vi nadando no rio outro dia...

- Nem nadar no rio eu posso agora, aish... E por que raios você está gaguejando, tá com medinho de mim, Han Sanghyuk? – Ele estava com minha identificação ensopada na mão.

- Ei isso é meu!

- Eu sei, idiota. Era só para saber seu nome, ou você preferia que eu te chamasse de “o paspalho que quase se afogou”?

- Ok. Mas, qual o seu nome?

- Hmmm Leo.

- Leo? Tipo, só Leo. Sem sobrenome nem nada.

- É, meu nome de “sereia”.

- Sereia? – Quando eu olhei melhor para o corpo dele eu percebi QUE A DESGRAÇA TINHA UMA CALDA! É hora de desmaiar de novo.

- Eu não acredito que você desmaiou de novo, Sanghyuk.

- HYUK!!!

- Parece que seu amigo veio te buscar. Até mais, Hyuk... – Mesmo desmaiado, eu pude sentir o beijo estalado que ele deixou na minha boca... que nojo!


Notas Finais


Tenho que deixar claro uma coisa: o personagem do Hyuk tem PROBLEMAS. Meio que ele se esconde atrás do sarcasmo e ironismo. Ele é uma pessoa que sofreu bastante e é depressivo, porém, a amizade do Hongbin o ajudou muito.

Os personagens Yoo Chansoo e Lee Ji Yi (a namorada dele) são uma referência ao dorama High Society, que é muito bom. Aqui a foto deles (e sim, é o Park Hyungsik): http://static.wixstatic.com/media/34c4a2_ae6815de090b48e08077d7339f4ada42.jpg/v1/fill/w_630,h_630,al_c,q_85,usm_0.66_1.00_0.01/34c4a2_ae6815de090b48e08077d7339f4ada42.webp

Sobre o Hyuk encontrar a sereia: HEHEHEHEHE. Vai acontecer muita coisa no próximo capítulo, inclusive o encontro Chabin. Então, aguardem ansiosamente.

Se gostaram, comentem! Ler vocês me deixa muito feliz.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...