História A New Life - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Chanyeol, Kai, Sehun
Tags Chanyeol, Exo, Kai, Sehun
Visualizações 49
Palavras 613
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem e boa leitura!

Capítulo 2 - Me,a boring and a kitchen


Fanfic / Fanfiction A New Life - Capítulo 2 - Me,a boring and a kitchen

Já faziam 2 semanas que eu estava morando com os Oh.Foi fácil conviver com eles com naturalidade pois já tínhamos criado algum tipo de laço desde o orfanato,mas com o Sehun era diferente.Ele simplesmente ignorava que eu estava ali,eu não me importava muito mas um dia o nosso pai veio nos perguntar pq não tentávamos conversar ou se "socializar"

 

Pai:Ei,posso falar com vc S/N?

 

S/N:Claro,pode falar(me sentei e prestei atenção)

 

Pai:Percebi que vc e o Sehun não falam muito um com o outro...o que me faz pensar o motivo.Há algum problema?

 

S/N:Creio que não há problema algum entre nós,acho que ele só precisa de um tempo para se adaptar ao fato de ter mais alguém na casa.(obviamente tentei dizer com palavras mais educadas que o Sehun era um mimadinho que não falava comigo pq sentia ciúmes de seus pais)

 

Pai:Ah sim...sabe S/N,quando te adotamos pensamos muito no Sehun,em como seria bom ter uma irmã para ele conversar mais e essas coisas.Vc podia tentar falar com ele(ele deu um sorriso reconfortante e saiu)

 

Pensei em tudo de bom que eles já tinham feito por mim até agora e mesmo contrariada,decidi que precisava criar um laço de amizade com Sehun,afinal agora ele era meu irmão.Adotivo,mas ainda assim meu irmão.

Todos estavam dormindo e eu fui até a cozinha beber água,no escuro acabei esbarrando em alguém.

 

Ai!

 

S/N:Desculpa,eu vim apenas beber água,não quis acender a luz para não acordar ninguém(comecei a falar sem parar pois bateu um desespero,imaginei que talvez por eu ter vindo de um lugar mais precário eles pudessem ter a impressão errada ao me encontrar perambulando pela casa no escuro,tarde da noite)

 

Senti uma mão gelada tapar a minha boca,ainda estava escuro,não conseguia ver o rosto da pessoa mas naquele momento eu soube que era o Sehun.

 

Sehun:Cala a boca,não precisa dar chilique não!(depois que me acalmei,ele retirou a mão que cobria a minha boca)Não ligo para o que vc veio fazer aqui,só beba sua água e saia logo.

 

Eu respirei fundo,só fazia 2 semanas que eu estava ali mas eu já não aguentava mais ter aquele tipo de relação com o Sehun.Nem nos falávamos mas sempre que estávamos sozinhos em um mesmo cômodo,uma situação completamente desconfortável se criava.Eu precisava acabar com aquilo.

 

S/N:Eu sei que está com raiva por seus pais terem me adotado e vc não ser mais o filho único,mas agora já foi e não é me tratando mal e me ignorando que as coisas irão mudar(eu disse praticamente cochichando,não queria acordar nossos pais)

 

Sehun:Então vc acha que eu estou assim simplesmente pq eu não sou mais filho único?(ele disse em tom de ironia)Depois que a minha mãe me teve,ela não pôde mais ter filhos,o que despertou a vontade de adotar alguém desde que eu era criança.(ele respirou fundo e começou a cochichar um pouco mais alto)Ah mas se fosse só isso...eles queriam adotar mais alguém não só pq queriam ter mais um filho e sim pq eles acham que eu tenho algum tipo de problema por não conseguir me socializar com ninguém.

 

Não sabia direito o que dizer pois fiquei confusa,mas também fiquei feliz por ele ter se aberto comigo.

 

S/N:Então se eles me adotaram para fazer vc ser uma pessoa melhor,deixe-me fazer isso.(falei encarando a sua silhueta no escuro,não conseguia enxergar seu rosto direito)

 

Depois que eu disse isso houve um silêncio profundo mas logo ele se aproximou de mim e disse

 

Sehun:Se a sua função aqui é bancar a melhor irmã do mundo e tentar fazer com que os meus pais acreditem que o meu "problema" tem cura,então faça isso,mas saiba que vc nunca será minha irmã legítima.(ele se virou e saiu,deixando-me na cozinha escura e fria)

 

 

 

 

 


Notas Finais


Obrigada por lerem e sugestões são sempre bem vindas :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...