História A nova vida de uma pequena shinigami - Capítulo 78


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bleach, Gintama, Naruto
Personagens Byakuya Kuchiki, Genryuusai Shigekuni Yamamoto, Hanatarou Yamada, Hinamori Momo, Hyōrinmaru, Ikkaku, Izuru Kira, Kazeshini, Kenpachi, Kenpachi Zaraki, Kurama (Kyuubi), Mayuri, Nanao Ise, Nemu Kurotsuchi (Nemuri Nanagou), Personagens Originais, Rangiku Matsumoto, Renji Abarai, Retsu Unohana, Rukia Kuchiki, Sajin Komamura, Senbonzakura, Shunsui Kyouraku, Shuuhei Hisagi, Soi Fong "Soifon", Toushirou Hijikata, Toushirou Hitsugaya, Ukitake, Yumichika, Zabimaru
Tags Bleach, Byakuya, Gintama, Hijikata Toushirou, Hisagi Shuuhei, Hitsugaya Toushirou, Kyouraku Shunsui, Naruto, Ukitake
Visualizações 22
Palavras 1.011
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 78 - Quer casar comigo?


Fanfic / Fanfiction A nova vida de uma pequena shinigami - Capítulo 78 - Quer casar comigo?

Assim que chegaram ao tal lugar o grisalho falou:

Ukitake: Gostaria de lhe fazer uma surpresa, poderia fechar os olhos por um momento?

Harumi: Uma surpresa?

Ukitake: Confie em mim.

Harumi: Está bem.

Ela fechou os olhos, até que ouviu Ukitake dizer:

Ukitake: Chegamos, irei lhe pôr no chão, mas não abra os olhos ainda.

Harumi: Hai.

Com cuidado ele a desceu, e a mesma se segurou em seu haori se sentindo insegura por não saber onde estava, mas logo aquilo foi resolvido ao perceber que Ukitake havia lhe oferecido o braço pra que ela segurasse.

Não demorou muito e ele deu permissão pra que ela abrisse os olhos.

Ukitake: Muito bem, pode abrir os olhos agora.

Ao fazer o que ele havia dito ela foi tomada pela surpresa. Eles estavam novamente no local em que ele havia se declarado após o baile, mas agora estava diferente, Ukitake havia colocado um tecido no chão pra que eles se sentassem, e havia decorado o local com rosas brancas. Havia alguns incensos e várias velas cercando o local, além de uma garrafa de vinho e duas taças.

Ela estava sem palavras, achou aquilo extremamente lindo da parte dele.

Harumi: I-isso é...lindo...

Ukitake: Que bom que gostou, eu preparei pessoalmente esse local antes da reunião, venha, vamos nos sentar ali.

Harumi: Hai...

Com a ajuda dele ela sentou no chão, deixando a perna estendida e as zanpakutous ao seu lado, ela não cansava de admirar o lugar, realmente ele tinha muito bom gosto.

Voltou seu olhar a ele assim que o ouviu dizer:

Ukitake: Harumi san... finalmente estamos juntos oficialmente, eu não poderia estar mais feliz.

Harumi: Tem razão... também estou feliz por voltar aqui com você mais uma vez... arigatou.

O brilho da pulseira que ela usava chamou a atenção do grisalho.

Ukitake: Que linda joia..

Harumi: Ah.. foi um presente do Hisagi, ele não sossegou até que eu aceitasse..

Ukitake: Que bom que aceitou, bem, acho que chegou a hora do meu presente.

Ele tirou do bolso do seu haori uma caixinha, mas antes de entregar ele disse:

Ukitake: Soube que durante o ataque eles tomaram o anel do seu clã.

Harumi: ...Hai - Ela falou com a voz um pouco entristecida.

Ukitake: Felizmente eu consegui recuperá-lo, aqui está ele.

Ele abriu a mão, revelando o anel de ouro com o rubi no centro, com o brasão do clã Tankian.

Ela ficou surpresa novamente.

Harumi: Mas isso é ...impossível... Como é que você... Digo... ele tomou de mim...

Ukitake: Hai... mas ele veio me provocar após isso, ao mostrar que tinha pego o anel do seu clã eu não pude perdoá-lo, no fim eu o peguei de volta, é seu por direito.

Ela pegou da mão dele e pôs de volta no seu dedo médio esquerdo.

Harumi: Não sei como lhe agradecer... Isso é algo muito importante pra mim... Pensei que tinha perdido pra sempre naquela hora... arigatou. -Disse ela olhando o anel que estava novamente em seu dedo.

Ukitake: Não há o que me agradecer, mas ainda não acabou.

Ela olhou novamente pra ele, que abriu a mão mais uma vez revelando um pequeno anel de prata, que agora estava quebrado. Harumi lembrou do exato momento que aquilo havia acontecido, e na mesma hora uma lágrima escorreu por seu rosto enquanto ela encarava aquele objeto tão importante, que agora estava destruído.

Ukitake por sua vez lembrou da frase que Hideo havia dito no momento que o encontrou:

" Quando eu peguei este anel, foi o único momento que a vi chorar"

Ver aquilo com seus próprios olhos fez Ukitake imaginar a cena, e naquele momento seu coração doeu. No mesmo instante ele levou a mão ao rosto de Harumi, a mesma segurou sua mão e disse baixo e com a voz triste enquanto encarava o chão:

Harumi: Me perdoe... eu não pude impedí-lo...

Ukitake: Quando vi o anel destruído meu coração se partiu. Não por você ter o perdido, mas por saber que houve alguém que teve coragem de fazer isso com você... Então não se preocupe, aquilo já passou, e agora eu posso finalmente substituir esse anel por outro melhor.

Ele finalmente pegou a caixinha que estava em seu colo e a segurou com uma das mãos.

Ukitake: Com isso aqui eu poderei fazer o pedido oficial...

Ele abriu a caixinha revelando uma linda aliança de diamantes.

No mesmo instante ele se ajoelhou a sua frente, segurando a caixinha e fazendo com que ela olhasse em seus olhos, e ali, com voz mais doce do mundo ele começou a dizer:

Ukitake: Harumi san... não sei por onde devo começar... Esse tempo que passei sabendo que você estava inconsciente foi um martírio pra mim. Desde que descobri que você havia sido sequestrada eu sofri muito com a sua ausência... todas as noites eu olhava a lua pedindo que você melhorasse logo e voltasse pra mim... Foi muito difícil aguentar todo esse tempo sem poder fazer nada pra lhe ajudar... Mas também foi nesse período que eu pude notar a importância que você tem na minha vida. Quando pensei que poderia lhe perder, meu coração doeu... e aquela foi a pior dor que eu senti até hoje... Isso pode parecer repentino e até rápido demais na sua concepção... mas eu fiz uma promessa a mim mesmo no momento que vi o Genryuusai sensei segurar o seu haori destruido junto a uma parte do seu cabelo... Jurei com a minha vida que a partir daquele dia aquilo jamais iria acontecer novamente. Prometi a mim mesmo que iria protegê-la de todas as formas possíveis... Mas pra isso ser possível eu preciso que você fique mais perto de mim... Se isso não é amor... é o melhor que posso lhe oferecer. Você realmente é a mulher da minha vida, aquela com quem eu desejo dividir o resto dos meus dias... na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, até o fim... Eu organizei esse ambiente pra que você tivesse certeza que minhas intenções são sérias e verdadeiras... Finalmente tenho a honra de poder fazer o pedido oficial, agora não temos mais nada a esconder de ninguém. Então... me permita perguntar... Harumi san, quer casar comigo?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...