História A Pessoa que eu amo - 2 Temporada - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pokémon
Personagens Ash Ketchum, Cynthia, Dawn Hikari, Drew, Gary Carvalho, Iris, May, Paul, Serena
Tags A Pessoa Que Eu Amo, Ash, Drew, Gate746, May, Pokémon, Serena
Visualizações 32
Palavras 2.007
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Voltei amigos, desculpem a demora, estava estudando para uma prova e também, eu estava sem animo e vontade para escrever, mas hoje eu voltei, e espero que pra ficar, ao menos por algum tempo :p


Curiosidade: O último cap foi postado no dia 10/10 e esse, sendo postado hoje, dia 11/11, isso mudou a nossa vida? Não, mas eu quis digitar isso :p

Capítulo 5 - Dupla



Drew tinha visto a notícia sobre uma dupla, era formada por Paul Shinji e Yuu Natsuno, logo, começaram a sair lágrimas de seus olhos, pois ele se lembrou de uma garota que sempre estava com ele em seus sonhos, sendo essa a Yuu, que é a sua namorada... bom, ao menos até o dia do acidente, já que ainda não sabemos se Yuu está namorando ou ficando, talvez a amizade com Paul seja só... amigos mesmo. 

Naquele momento, bateu um flashback em Drew, o mesmo, foi se lembrando de cada momento em que passou com Yuu, e isso foi lhe dando uma forte dor no coração, as lágrimas aumentavam, ele chorava silenciosamente, era uma dor que ele não imaginaria conhecer e sentir, ele também foi tendo uns pequenos flashbacks, em que estavam com seus velhos amigos e também, familiares, Drew ficou ali por um bom tempo, chorando, pobre Drew.

Mas, sabemos agora que Yuu e Paul são uma dupla, mas... quando aconteceu?

    -17 de Agosto de 2019-

Yuu estava em sua casa, ela havia mudado um pouco depois da morte do namorado, passou desde aquele dia, a sofrer com depressão e ter ataques de choro, e muitas vezes, quando chora, é sem parar, para tentar amenizar isso, ela toma remédios, tem uma visita semanal de sua médica, e seu irmão, Yukki Natsuno, passa o maior tempo possível com ela, eles ainda moram na mesma casa, Yuu desde aquele dia, parecia ter se tornado um pouco emo... bom ao menos no visual, ela pintou uma parte de seus braços e pescoço de preto, e tem uma playlist no seu smartphone, que contem músicas emo, mas o seu comportamento não parece ter mudado muito, ela ainda continua sendo aquela tímida e fofa Yuu, mas, uma Yuu que em um certo tempo, sofre com a falta de seu Drew, apesar de ter se passado um bom tempo, ela não consegue esquecer ele.

Já Paul parece que conseguiu progredir com seu namoro com Cynthia, mesmo com algumas brigas e “términos”, ele sempre deu um jeito de ir atrás dela para tentar organizar as coisas, o mesmo feito por Cynthia, que parecia não se importar, mas percebendo que o rapaz realmente a amava apesar das brigas, ela também buscava consertar quando fazia alguma cagada, com o tempo, o namoro foi amadurecendo muito e hoje, brigas entre eles são algo bem raro, Paul continua sendo uma pessoa fria, mas é bem visto por seus amigos, apenas dois casais se manteram até aquele dia: Ele e Cynthia, mais Ash e May.

Ok, depois disso tudo dito, vamos lá, Yuu tinha um desejo enorme de ser uma cantora, mas a mesma tinha um “pequeno” problema, se chamava: Timidez. Ela era muito tímida, e isso a fazia ficar com medo de cantar e fazer feio e ser muito vaiada, de vez em quando, Yukki ia nela para a incentivar a fazer isso, e a resposta vinda dela era sempre a mesma: “Vou pensar”

Mas isso não só deixou Yukki meio chateado, mas deixou ela também chateada, pois ela havia percebido que se mantivesse esse discurso de “vou pensar” nunca sairia do lugar e sempre ficaria na mesma situação e nunca conseguiria nada, sabendo que Paul cantava bem e que também gostaria de ser cantor no futuro, ela decidiu ir até a casa dele, mas antes foi parado por Yukki, na porta de casa, que perguntou.

Yukki: Onde vai? -Atrás dela, com as mãos na cintura-

Yuu: Vou visitar o Paul. -Vira e olha nos olhos dele-

Yukki: Entendo, mas você se sente bem? -Mostrando um ar de preocupação-

Yuu: Por favor, confie em mim, oni-san. 

Yukki: Eu confio em você Yuu, só estou preocupado. 

Yuu: Estarei bem, eu te garanto. -Dando um leve sorriso- 

Yukki: Ok. 

Ele sorri, se aproxima dela e beija sua testa.

Yukki: Qualquer coisa, me liga. -Olhando nos olhos dela-

Yuu: Ok. 

Ambos sorriem levemente um para o outro, Yukki se afasta dela, a deixando sair de casa, ela então entrou foi a garagem antes, pegou o carro e foi com ele a casa de Paul, no momento, ele não estava mais na casa dos pais, e sim, estava morando na casa de sua namorada, chegando lá, ela parou o carro, saiu do mesmo e tocou a campainha, passou-se alguns segundos e da porta, surgiu a Cynthia.

Cynthia: Oi Yuu. -Da um leve sorriso e beija a bochecha dela- Então, o que veio fazer aqui? -Curiosa-

Yuu: Oi Cynthia. -Beijando a bochecha dela- O Paul está? 

Cynthia: Sim, mas por que?

Yuu: Bom, posso conversar com ele?  

Cynthia: Ok meu bem, pode entrar.

Ela entra na casa de Cynthia, Cynthia chama por Paul que estava no quarto dela deitado, ele fala alto, e ela diz.

Cynthia: A Yuu veio e quer falar com você! -Falando alto-

Paul: Manda ela vir! -Falando alto-

Cynthia: “Mas é folgado mesmo” Desculpa, mas ou é isso ou ir embora. -Forçando um sorriso meio sem graça-

Yuu: Eu percebi. -Gota na cabeça- 

Ela foi até o quarto da Cynthia e bateu na porta, perguntando.

Yuu: Posso entrar? 

Paul: Pode.

Yuu abriu a porta e entrou, Paul havia sentado na cama, ele disse.

Paul: Se quiser, pode fechar a porta.

Yuu: Desde de que sua namorada não me mate. 

Cynthia: Pode ficar tranquila, não te mato não, quem eu mataria seria ele. -Apontando para Paul, ela havia chegado de repente-

Paul deu um leve suspiro e a olhou tipo “Fica tranquila”, Cynthia saiu de perto, e Paul disse.

Paul: Pode sentar na cama. 

Yuu: Ok. -Chega e senta ao lado dele- Escuta Paul, eu queria ter uma conversa com você.

Paul: O que quer?

Yuu: Lembra de quando eu disse que eu tinha um sonho de ser uma cantora? 

Paul: Sim, por que? 

Yuu: Então, eu estive pensando e pensando e eu realmente quero fazer isso, mas... eu sou muito tímida e queria que você pudesse me ajudar, por favor. -Olhando para ele-

Paul escutou e pensou um pouco, fechando seus olhos e cruzando os braços, normal dele, depois de alguns segundos, ele respondeu.

Paul: Não sei se posso aceitar.

Yuu: Mas, por que? Esse também não era seu sonho? -Ela parecia ficar um pouco triste-

Paul: Sim, mas, não sei se daríamos certo.

Yuu: Hã? E por que? Seria por causa de nossos estilos ou algo assim?

Paul: Não... na verdade Yuu, seria muito legal fazer uma dupla com você, mas, seus pais fizeram muito sucesso, nisso, vem uma carga grande pra cima de você e Yukki, normal e vocês vão ter de lidar com isso, mas, isso pode fazer você ganhar muito destaque e eu ficar apagado, e eu não quero ser visto como uma pessoa que só tem como função ajudar você e mais porcaria nenhuma.

Yuu pensou um pouco no que ele disse, ela parecia que ia desistir, Paul olhava e sentia pena por ela, mas ele também tinha seus “requisitos”, mas algo a fez insistir. 

Yuu: Paul, eu sei, mas, eu quero que mesmo assim você seja meu par, porque eu preciso de alguém para me ajudar, e você é a única pessoa que conheço que pode fazer isso, sei que tenho que vencer a timidez, mas, eu preciso de alguém para me ajudar, e você é a única pessoa no momento em que eu possa confiar, por favor... não se preocupe, eu vou dá um jeito de fazer com que eles não olhem só para mim. 

Yuu implorava, ela precisava de alguém para a guiar, e ela sabia que Paul era considerado como um garoto muito promissor no ramo da música, tanto que no ano anterior, ele fez uma música, não se identificou, apenas fez e pediu para que Yukki a compartilhasse, com isso, ele teve muitos elogios, o que deixou ele mesmo muito impressionado.

Paul ouvindo aquilo de Yuu, pensou um pouco, suspirou e disse.

Paul: Você tem algum instrumento?

Yuu: Um violão.

Paul: Vamos tentar compor uma música ou mesmo treinar uma depois?

Yuu: Sério? -Um sorriso queria aparecer-

Paul: Sim. -Dando um leve sorriso-

Yuu deu um grande sorriso e comemorou dentro do quarto, um grito de comemoração, Paul percebendo a felicidade dela, ficou feliz por ela, mas, ele ainda disse.

Paul: Espera, mas se realmente rolar, eu também quero ter minha parcela. 

Yuu: Eu sei, afinal somos uma dupla, mas, e quando vamos começar? Hein? Hein? Hein? -Muito animada-

Paul suspirou e disse.

Paul: Calma Yuu, escuta, vamos ir aos poucos tá? 

Yuu: Tá. 

Paul: Poderia ser nesse sábado, mas eu e a Cynthia vamos visitar os pais dela, para que eu os conheça e também vamos sair por ai, então, pode ser no outro sábado?

Yuu: Mal posso esperar. -Animada e feliz-

Paul: Ok, era só isso?

Yuu: Sim. -Sorri-

Paul: Tá, boa volta e eu espero que fique bem.

Yuu: Obrigada, você também. -Avançando e beijando a bochecha dele e saindo do quarto- Até mais. -Acena pra ele-

Paul acena também e fica com gota na cabeça

Cynthia estava vendo TV, e quando apareceu a Yuu toda animada na sala, ela ficou curiosa e perguntou.

Cynthia: Que animação toda é essa garota?

Yuu: É que eu disse ao Paul que queria ser cantora, mas eu precisava de alguém, ai eu perguntei e tive que insistir, e ele acabou aceitando a me ajudar. -Mostrando sua animação e felicidade-

Cynthia: Parabéns, mas não quero que faça nada de ruim com meu garoto, nem beijar ele na boca ou algo assim.

Yuu: Pode deixar hihi. 

Cynthia sorri para ela e pergunta.

Cynthia: Quando vão começar?

Yuu: Provavelmente no próximo sábado.

Cynthia: Ok, vai querer comer alguma coisa ou vai embora?

Yuu: Vou embora, mas obrigada. 

Cynthia: De nada, vou te acompanhar até a porta.

Yuu: Ok.

Cynthia acompanha Yuu até a porta e lá, ela pergunta.

Cynthia: Só uma pergunta Yuu, é verdade que Yukki e Dawn terminaram?

Yuu: Sim, é verdade. -A olhando para ela, essa pergunta fez ela amenizar seu momento de animação-

Cynthia: Mas por que?

Yuu: Bom, parece que de alguns meses pra cá o namoro foi se decaindo e acabou que os dois optaram por terminar, mas foi numa boa, diz meu irmão que ainda conversa de vem em quando com ela. -Já mais normal-

Cynthia: Entendo, espero que possam ter feito a escolha certa e que cada um siga seu caminho, mas pode ser que voltem no futuro quem sabe, dizem que ex acabam se pegando.

Yuu: Sério?

Cynthia: Sim, eu conheço duas pessoas que eram namoradas, terminaram mas, de vez em quando eles iam pros prazeres, basicamente transar.

Yuu: Que louco.

Cynthia: Pois é, e dependendo de como estão Yukki e Dawn, pode ser que eles acabem indo a um Motel pra transarem ou talvez, já fizeram isso.

Yuu: Érr..verdade. -Força um sorriso, ela não sentia muito cômoda nesses assuntos-

Cynthia: Bom, até outro dia. -Beija a bochecha dela-

Yuu: Até. -Beijando a bochecha de Cynthia e indo ao carro-

No meio do caminho..

Yuu: “Yes, yes, eu consegui hehe” -Dando um sorriso, havia um bom tempo que ela não ficava feliz assim-

Na casa da Cynthia, ela em um momento disse a Paul.

Cynthia: É, Yukki e Dawn realmente terminaram.

Paul: Eu tinha certeza que isso ia acontecer, era previsível. 

Cynthia: Bom, vou tomar meu banho, você vem? -Lança um olhar maldoso-

Paul: Depois. 

Cynthia dá uma leve risada dele.

Cynthia: Beleza então meu gostoso. -Batendo na bunda dele e lambendo sua orelha-

Paul: Agora não..

Cynthia: Agora não o que hein? -Continuando e começando a lamber seu pescoço- Vem me dá um banho quentinho meu gostoso. 

Ela foi passando sua mão e a mesma deu um jeito de entrar na cueca do rapaz e pegar em seu membro, e foi batendo uma punheta e o fazendo ficar bem ereto, Paul se segurou até que se deixou levar, a pegando no colo.

Cynthia: Opa... vamos meu amor, vamos brincar. -Beijando ele de língua, após dando um chupão em seu pescoço-

Paul: Como quiser. -A levando até o banheiro-

    -To be continued-






Notas Finais


O que acharam?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...