História A Repórter - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Boruto Uzumaki, Chouji Akimichi, Fugaku Uchiha, Himawari Uzumaki, Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kiba Inuzuka, Konan, Kushina Uzumaki, Mikoto Uchiha, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Personagens Originais, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikadai Nara, Shikaku Nara, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Shion, Temari, TenTen Mitsashi, Toneri Otsutsuki, Yahiko
Tags Drama, Hinata, Minakushi, Naruhina, Naruto, Saino, Sakura, Sasuke, Sasusaku, Toneri
Visualizações 172
Palavras 4.646
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Hentai, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente desculpa a demora uma correria que só por aqui, bem antes de mais nada aviso que tem nesse capitulo a introdução de um novo personagem original que será relacionado com a Shion espero que gostem e outra coisa que eu queria falar com vocês era para que dessem um olhadinha lá na minha nova fic Hot Games é um novo projeto diferente doque eu escrevo.



Sem mais delongas aproveitem

Capítulo 20 - Encontros


Hyuuga Hinata – Emissora Konoha.

 

Eu ainda estava sendo parabenizada pelos colegas de emissora quando meu pai e Mito-sama chamaram a mim, Naruto e Konan para uma sala de reuniões menor, meu sorriso não cabia no rosto naquele momento era surreal que o plano de Naruto ter dado tão certo acredito que se ele fosse do mundo da política seria um político poderoso. Chegamos até a sala de reuniões Naruto se sentou ao meu lado direito e Konan ao esquerdo, Mito-sama se sentou a frente de nos e meu pai na ponta da mesa.

-Bem conversei rapidamente com Mito agora pouco e nos decidimos algo que vai mudar a situação de vocês três aqui na emissora – meu pai falou se ajeitando na cadeira.

-Como assim pai?- perguntei sem entender oque ele queria dizer.

-Hinata-chan eu irira me aposentar somente em dezembro daqui a quatro messes, bom eu não contava com toda essa reviravolta da sua gravidez, do discurso do Naruto, e da desistência das meninas em apoio a você, então na conversa de agora pouco que tive com seu pai eu decidi adiantar minha aposentadoria para está sexta feira, ou seja, já vamos te apresentar como nova ancora e também gostaríamos que deixasse publica sua gravidez, não anunciá-la no jornal, mas não se importar com paparazzo ou fofocas sobre a sua gravidez – Mito-sama falou.

-Bom para Hina eu entendi, mas oque isso muda pra mim e para Konan? – Naruto perguntou apontando para si e para Konan.

-Bom para Konan eu gostaria que ela pegasse todos os casos da Hinata, todas as matérias contatos e investigações Hinata estava em casos grandes que não podem ser deixados de lado, aceita Konan? – meu pai perguntou.

-É claro, eu adoro ação e sei que a Hina tinha muita enquanto estava lá fora, vai ser uma honra pegar os casos dela – Konan falou olhando meu pai.

-Muito bom – meu pai deu um leve sorriso – bem quanto a você Naruto-san eu gostaria que fizesse parte da equipe técnica do telejornal, um dos antigos técnicos de direção está se aposentando também e o técnico de imagem vai assumir eu quero que fique com a vaga de técnico de imagem, assim você vai estar junto da Hinata e eu não preciso me preocupar em procurar um profissional hábil em quem eu possa confiar – meu pai falou olhando para o loiro.

-É claro Hayashi-sama – Naruto falou.

-Bem como todos estão de acordo, daqui a dois dias você será a ancora Hinata – meu pai falou.

-Hina me manda tudo oque você tem pro meu email – Konan falou

-Claro quando eu chegar em casa te mando e o Naruto também tem que te dar as copias do caso Shimura – falei fazendo o loiro pegar um cartão de memória  da carteira.

-Aqui a que estava comigo - ele estendeu a mão e Konan pegou o objeto.

-Filha estou dando para você e para Naruto folga até sexta, comemorem e descansem, principalmente você filha quero meus netos saudáveis – meu pai falou me fazendo rir.

-Pode ficar relaxado vovo coruja.

Eu e Naruto fomos para meu camarim pegar nossas coisas e já fomos pegar Hikari, hoje sair bem mais cedo vai fazer o dia de comemoração ser maravilhoso, quando abri a porta da creche vi Hikari brincando com a gêmeas da Rin, Hikari parecia estar contando sobre os irmãos que estavam vindo, ao me ver  ela veio correndo e abraçou minha perna.

-Hinata Okaa-sama – ela veio até mim.

-Hikari-chan se comportando direitinho? A tia Rin me falou que você está muito levada ultimamente – falei chamando à atenção dela, Hikari sorriu e falou.

-Hoje eu me comportei direitinho – ela falou me olhando.

-Hikari não minta para Hina – Naruto falou chegando por trás de mim.

-Mãe – ela falou deixando o loiro confuso.

-Oque?

-O senhor já disse que ela é como minha segunda mãe, porque o senhor não chama de minha mãe? – Naruto travou um pouco, mas logo respondeu.

-É só força do habito filha, deixa eu falar de novo, não minta para sua mãe Hikari – Naruto falou fazendo a menina sorrir.

-Eu não estou mentindo – ela falou me olhando.

-Hikari – Naruto falou desconfiado.

-Podem confiar ela está falando a verdade – Rin veio até nos – A noticia da as gravidez fez ela esquecer de declarar sua guerra diária aos meninos da creche – ela falou suspirando – deixa eu dar os parabéns Hina, eu tava te achando estranha no chá de bebê da Sakura, toda hora bocejando e indo no banheiro agora eu sei oque é, parabéns para vocês dois.

-Rin eu já queria te perguntar uma coisa, você sabe que eu estou esperando gêmeos e como você já teve gêmeas eu queria te perguntar como foi?

-Olha Hina tem duas faces, você já deve estar sentindo como é bom carregar dois seres humanos aqui - ela pos a mão no ventre – mas também quando você estiver lá pelos cinco messes como são gêmeos você já vai sentir dor nas juntas, nas costas, a sua bexiga já vai estar bem menor doque está agora e seus hormônios já estarão malucos, mas não fica assustada a e você vai passar a enjoar mais conforme a gravidez vai indo.

-Assustada eu não estou, mas só estou pensando no que eu vou passar - falei cabisbaixa.

-Não fica assim Hina, pode parecer duro, mas quando os dois vierem vai ser o dia mais importante da sua vida, é como ganhar na loteria vezes mil, com a única diferença que a loteria não chora, não faz coco e nem fica com cólica, mas você vai amar.

-Bem se você está dizendo – falei me conformando.

-Vem filha hoje nos vamos sair mais cedo – Naruto falou pegando a filha e a pondo nas costas.

-Sorvete!!! – Hikari falou levantando um braço.

-Não, só depois do almoço – Naruto falou.

-Sorvete depois do almoço!!! –ela fez o mesmo movimento.

-Vou indo Rin até qualquer hora – eu falei seguindo dois.

-Até, te desejo poucos enjôos no dia de hoje – ela falou brincando enquanto acenava entes de nos três sairmos da recepção da emissora.

-Ichiraku? – perguntei quando saiamos em direção ao carro.

-Claro – Naruto falou – hoje eu como um ramen de porco grande.

-Papai! – Hikari falou com a voz Irritada.

-Quatro cascas de ninho e você me deixa comer o meu ramen – Naruto falou negociando com a pequena.

-Hmmmm feito – ela falou quando Naruto a desceu, ela estendeu a mão e apertou a mão do pai.

Hikari parecia estar bem mais animada desde ontem, sim ainda mais que o normal, a raposa ou as pelúcias deram lugar aos irmãos durante a conversa ela não parava de perguntar como o bebê come, como ele respira, se ele chora na barriga ela queria saber tudo, normalmente a fase das crianças onde querem saber de tudo é aos oito anos de idade, mas não para a minha pequena ela parecia uma enciclopédia vazia havida para ser preenchida. Durante o caminho vi uma loja de frutos do mar com camarões grandes sendo vendidos, já tratei de falar com Naruto que isso era algo que não podia faltar para mim.

Naruto estacionou o carro, eu e ele saímos e eu abri a porta para Hikari ela desceu e agarrou aminha mão, assim que entramos Teuchi-san cumprimentou o loiro e sorriu ao me ver de mãos dadas com Hikari, fizemos nossos pedidos antes de contar qualquer coisa sobre a gravidez para Teuchi-san , Naruto pediu seu amado Ramen de porco eu e Hikari fomos com legumes.

-Então a senhora vai parar de ir na van? – Hikari perguntou enquanto esperávamos.

-Vou agora eu vou ficar na TV a noite junto com meu Nii-san - falei brincando com uma mexa do cabelo dela.

-Mas e o bebê vai ficar bem? – ela perguntou claramente preocupada.

-Claro que vão eles ficam protegidos na minha barriga eles não vão se cansar – falei rindo um pouco da inocência dela.

-Eu quero conhecer eles logo, eu nunca tenho uma criança para brincar em casa, sempre é Kurama-chan ou a família girafa – ela falou pensativa – será que eles vão gostar de girafas também?

-Eu não sei Hikari-chan, porque você gosta de girafas? – perguntei fazendo seus olhos brilharem.

-Girafas são incríveis, elas são amarelas, e grandes, tem um pescoção, a tia Rin me disse que as girafas são tão fortes que batem nos leões e elas tem um pescoção a eu já ia esquecendo das marcas delas – ela falava me divertindo com seu jeito super entusiasmado de descrever uma girafa.

-Hahaha girafas são mesmo incríveis.

-Aqui o seu de porco e os dois de legumes para as moças – Teuchi-san veio dando as tigelas para nos.

-Itadakimasu – nos três agradecemos e começamos a comer bem só Naruto e Hikari, porque assim que eu pus o macarrão na boca automaticamente enjoei, senti que não conseguiria nem chegar a um banheiro por isso agarrei um lixo que estava próximo a nos e vomitei.

-Blllleaaarg – fiquei com um gosto amargo na boca – com licença eu vou ao banheiro.

Sai da mesa e corri para o banheiro, isso foi muito constrangedor, as outras três pessoas que estavam no restaurante ficaram me encarando, eu cheguei a o banheiro lavei a boca e cuspi  na pia, sequei a boca e sai, Teuchi-san estava fazendo um outro Ramen e já tinha tirado o meu.

-Eu não sabia que meu ramen era tão ruim assim – Teuchi-san falou com a cara fechada.

-Não é isso Teuchi-san é que eu – ele começou a rir alto.

-Estou só brincando minha filha – ele continuou a rir – Naruto me falou logo depois que você foi ao banheiro, meus parabéns aqui por conta da casa – ele me trouxe uma tigela grande de ramen de porco com porções extras de naruto e um acompanhamento de camarão cozido me fazendo salivar – se o legume te fez enjoar a carne vai te fazer bem.

-Arigatou – falei sorrindo antes de pegar um pouco de macarão e por na boca sentido minhas papilas gustativas fervilharem pelo sabor.

Só Hikari pegou um pouco do camarão porque eu devorei aquilo em segundos, o camarão estava uma delicia e nem falei do ramen que estava ainda melhor doque aquele que eu comi com Naruto nosso primeiro encontro, Terminei de comer antes do loiro o de Hikari e pedi mais, não me julguem isso tá uma maravilha.

Saimos do restaurante com Naruto me chamando de leoa, ele dizia que nunca viu ninguém comer tanto como eu fiz, Hikari também parecia abismada, ela me perguntou se muita comida no barriga não fazia mal por dois. Saímos de carro e fomos a um shopping antes de ir à sorveteria, Naruto me disse que nesse lugar havia uma empresa que faz casamentos, entramos no lugar e um homem alto com o cabelo penteado para trás veio até nos.

-Prazer Hidan - ele fez uma referencia – em que posso ajudá-los?

-Gostaríamos de organizar nosso casamento – Naruto falou entrando.

-Por favor, sentem-se – ele foi até uma mesa – a onde estão meus modos nem perguntei seus nomes.

-Hyuuga Hinata.

-Uzumaki Naruto – quando terminamos o homem me olhou.

-Porque sinto que já ouvi seu nome senhorita? - ele perguntou me olhando.

-Eu trabalho com Tv – o homem voltou a andar e se sentou na cadeira.

-Me desculpe é que eu não assisto muita Tv – ele falou pegando alguns papeis – bem antes de mais nada eu gostaria de agradecer por me procurar para organizar o casamento de vocês.

-Não a de que é que você organizou o casamento de um amigo meu o Killer Bee e ele adorou – Naruto falou.

-A agora eu to te reconhecendo você estava no casamento dele – Hidan falou olhando para Naruto – bem deixa eu perguntar para vocês, faz quanto tempo que estão juntos?

-A quase três messes e algumas semanas– eu falei fazendo o homem estranhar.

-Mas a filha de vocês já é tão grandinha – ele falou olhando para Hikari no colo de Naruto.

-Hikari-chan não é minha filha de sangue ela é filha biológica da primeira esposa dele, mas é o meu bebezinho como se fosse meu – falei passando a mão no cabelo de Hikari.

-Eu sou viúvo – Naruto falou.

-A me desculpe pela indelicadeza - ele falou constrangido – bem e para quando querem marcar a data?

-Bom eu estava pensando para no maximo daqui a três meses, tudo bem para você Hina? – Naruto olhou para mim.

-Sim - dei de ombros.

-Me desculpe, mas porque tão rápido? – ele perguntou levantando o olhar.

-Pra que deixar para amanhã oque pode se fazer hoje e alem de tudo tem dois bebes a caminho  - falei pondo a mão no ventre.

-Ai que maravilha meus parabéns – ele falou sorrindo – vocês já pensaram em um lugar para cerimônia?

-Na verdade ainda não? Mas eu não queria nada suntuoso e chamativo, algo simples para os mais íntimos – eu falei virando a cabeça para Naruto – e oque você acha Naru?

-Faço das suas palavras minhas Hina – ele falou me olhando – eu acho que algo grande de mais desnecessário.

-Bem isso exclui grandes clubes, salões luxuosos – ele falou passando uma caneta em uma ficha – quem sabe na casa de vocês?

-É uma boa - falei pondo a mão no queixo.

-É concordo, mas se fizermos lá vamos ter que convidar aquele povo todo, tem gente muito boa no condomínio, mas tem uns pela saco como a senhorita Tayuya ela é o tipo patricinha de filme americano então quando as coisas não saem do jeito dela a loca explode, minha mãe só não expulsou ela de lá porque a menina é uma parente distante e o pai dela que é inglês pediu em troca de um negocio muito lucrativo para minha mãe, então ela fica por lá, acho que o pai dela faz isso para não ter problemas, eu falo para não fazermos lá porque eu não quero convidar ela e ter que agüentar algum chilique no meio da cerimônia ou na festa e  se a gente não convidar ela faz chilique do mesmo jeito, então é melhor não fazer lá – Naruto falou negando com a cabeça.

-Bem vocês tem algum hobby? – o homem perguntou olhando para nos dois.

 -A eu sempre fui jornalista e jornalismo sempre foi tudo para mim eu nunca tive algo como um hobby, mas sempre tive paixão por mar já faz um bom tempo que eu nem chego perto da água  - falei me ajeitando na cadeira e gesticulando um pouco.

-E o senhor? – ele olhou fixamente para Naruto.

-Eu sempre tive jardinagem como Hobby – Naruto falou meio nostálgico – aprendi com meu pai a gostar de plantar e ver as flores crescerem, tenho que confessar que tenho uma paixão especial por girassóis.

-Uhhh que ótima coincidência – ele falou ligando um notebook velho – eu tenho o lugar perfeito para vocês.

-Como assim? – perguntei curiosa.

-Tem um lugar ótimo que eu já não uso há tempos – ele falou virando o notebook para nos – é uma fazenda de girassóis que fica perto do mar e tem todo uma faixa de praia privada, sou muito amigo do dono da fazenda ele sempre gosta que casamentos sejam realizados lá.

-Nossa é linda – era uma fazenda consideravelmente grande com toda a cede da fazenda e os galpões no estilo clássico japonês, mas perto das flores havia um enorme salão de festas bem ocidental que tinha vista direta para praia e perto dá areia tinha um enorme gazebo de madeira onde podíamos usar como altar.

-Mas será que as flores vão estar abertas quando fizermos o casamento? – Naruto perguntou.

-Só um minuto – ele pegou o telefone e esperou um pouco até alguém atender – Hiruzen como vai seu velho? – ele falou rindo – vou bem também, então liguei porque tem um casal querendo usar a sua fazenda para o casório – ele riu com algo que o outro homem disse- eu falei para eles que você gosta, mas deixa eu te perguntar o casamento é pra daqui a três messes, as flores vão estar abertas? – ele fes uma cara de contentamento – que maravilha vou falar com eles e deixar tudo no jeito, depois nos falamos para ajeitar os detalhes – ele voltou a ouvir o homem - um abraço também – ele desligou o telefone – bem acho que já ouviram vai estar tudo perfeito.

-Ótimo – falei sorrindo – Naru para daqui a três messes mesmo?

-Sim, vai ser antes de você estar com a barriga bem grande ficando difícil para o vestido e eu quero fazer isso o quanto antes – ele falou pegando a minha mão.

-Maravilha – o homem falou – para quantos convidados seriam o casamento e a festa?

-Eu não acredito que passe de cem pessoas – eu falei – são os nossos familiares e amigos mais íntimos, talvez algum colega ou outro.

-Então devemos trabalhar para produzir tudo para duzentos convidados, porque se ficar menos quando vocês me trouxerem a lista de convidados cortamos os custos de ficar mais de cem conseguimos trabalhar sem pressão.

-Bom o senhor é o especialista – eu falei.

Hidan pessoalmente faria o nosso casamento ele é juiz de pás e faria nossa cerimônia civil é claro que quando os bebês forem grandinhos eu quero um casamento clássico japonês como foi o da minha mãe, mas por agora eu quero só ficar perto do meu loiro, acertamos tudo com Hidan o casamento ficou para uma semana depois do aniversario de Naruto, acertamos preços, comidas, musica, basicamente tudo que conseguimos naquele momento, Naruto teimou que ele faria minhas fotos e que as fotos que estivéssemos juntos um amigo dele faria, ele me disse que convidaria o tal do Sai para o casamento e vir ser fotografo, o loiro falou que ele estava na áfrica no momento, mas Ra só falar em festa que o homem vinha correndo, bem eu não liguei muito para isso, Hidan nos disse que seria legal que Hikari trouxesse nossas alianças para o altar.  Demoramos muito para sair de lá tanto que já eram quase cinco da tarde Hikari já estava a ponto de explodir se não fossemos para a sorveteria, mas em meio à animação pelo sorvete ela parou em frente a uma vitrine eu e Naruto andamos alguns passos antes de perceber que ela tinha parado ela parecia estar maravilhada com algo em uma vitrine.

-Filha oque foi? – Naruto soltou minha mão e foi até a menina – a entendi.

-Oque? – eu fui até a vitrine e vi a coisa mais fofa do mundo, um conjunto de roupinhas para gêmeos, eram dois pijamas lilases com um capuz de leão – que raro nunca vendem coisas para gêmeos assim.

-Verdade – Naruto falou.

-Compra - Hikari falou olhando a roupinha – eles vão ficar fofinhos.

-Hikari-chan você gostou realmente disso? Você não prefere girafas para combinar com você – falei olhando o jeitinho maravilhado da menina com as roupas.

-Eu já sou a girafa, eu não disse que girafas conseguem bater em leões porque são mais fortes, mas eu vou usar a minha força para cuidar dos dois eles vão ser o leõezinhos e eu a girafa protetora – a lógica extremamente fofa de Hikari me atingiu em cheio bem no meio do coração.

-Kawaii – falei dando um abraço nela – estou com inveja Hikari-chan por você ter escolhido a primeira roupinha deles – falei brincando com ela e entrando na loja com os dois.

Hikari foi direto para os pijamas ficando com eles agarrados ao corpo, aproveitamos para comprar algumas coisas, algumas roupinhas pequenas sem distinção de gênero para eles, porque ainda não sabíamos se seriam um par ou um casal, Hikari fez questão de comprar chocalhos para eles e até mesmo já vimos modelos de berços para os dois, quando estávamos no caixa nos preparando para pagar alguém agarrou Naruto por trás fazendo o loiro se virar assustado.

-Shizune-sensei? – ele falou surpreso me fazendo olhar rapidamente, então essa era a tal Shizune, cabelos castanhos, um pouco mais alta que eu e por volta dos seus cinqüenta e cinco?

-Ah Naruto-chan que bom te ver – a mulher falou em um tom digamos estranho.

-É bom ver a senhora também – ele falou um pouco constrangido, eu dei uma pigarreada chamando sua atenção - a deixa eu te apresentar minha noiva Hyuuga Hinata e minha filha Hikari.

-Olha Naruto-chan eu estou orgulhosa quem diria que aquele jovem virgem que eu ensinei tanta coisa teria cacife de dar conta de um mulherão desses – ela falou pegando a minha mão me fazendo dar uma voltinha.

-Ahhh obrigada - esse já é o momento mais constrangedor da minha vida.

-Ai que fofinha a sua filha Naruto-chan – ela falou se abaixando e apertando as bochechas da menina - eu soube da sua primeira esposa, meus pêsames.

-Obrigado é eu pasei por uma barra, mas agora tenho a Hikari e a Hina – ele falou pegando a minha mão.

-Naruto-chan você sempre foi muito forte – apesar do jeito dela parece ser uma boa pessoa – e bota forte nisso em já engravidou ela?

-Hehehehe - ele riu mais uma vez constrangido.

-Eai menina como ele anda?  Tomara que não tão apresado como quando eu ensinei ele, esse ai só queira saber de enfiar a rola pra dentro eu ensinei ele a dar prazer para uma mulher – ela falou orgulhosa eu e Naruto já estávamos constrangidos ao extremo.

-Papai oque que é rola? – Hikari perguntou fazendo Naruto quase ter um treco.

-Pelo amor de deus minha filha esquece essa pergunta pelo menos por uns anos até você já ser grandinha o suficiente – Naruto falou desesperado – eu deixo você tomar cinco casquinhas.

-Tá bom – apesar do constrangimento eu ri do jeito pai desesperado, Hikari tem seis anos e Naruto ainda a vê como um bebe.

-Bom eu vou indo Shizune-sensei – Naruto falou nos puxando para o caixa.

-Ei me convidem para o casamento vou adorar contar os contos de fodas dele – Naruto tapou os ouvidos de Hikari e saiu constrangido.

-Até qualquer hora Shizune-san – falei fazendo uma reverencia.

Pagamos tudo e saímos para a sorveteria, apesar do meu constrangimento eu ria da cara do loiro, muito se deve a pergunta de Hikari e as falas de Shizune, tudo bem que Naruto é um homem adulto, mas falar dele daquele jeito deixou ele todo envergonhado, na sorveteria Naruto parecia estar meio estranho sem falar comigo.

-Qual o problema?- perguntei tocando a mão dele.

-É a Shizune sempre que eu encontro ela fica falando para todos que estão perto, coisas tipo como eu era gostosinho bonitinho e virgem, parece que eu fui um troféu de verdade para ela.

-Não se preocupe com isso eu não ligo para essas coisas o problema seria se ela tivesse dado em cima de você – falei brincando com ele fazendo o loiro suavizar.

-Vou te confessar uma coisa se fosse algum cara do seu passado lá falando sobre você eu tinha explodido – ele falou me fazendo rir de leve – porque está rindo?

-Só estava me lembrando de uma coisa que a sua mãe me contou sobre seus ciúmes com a Shion – Naruto fechou a cara.

-Ria como quiser eu só protejo oque é meu – ele falou empinando o nariz.

-Quero só ver quando a Hikari for grande você com os namoradinhos que ela arrumar – falei fazendo ele ficar cabisbaixo.

-Nem me fale disso por mim trancava minha princesa numa caixa e não deixava mais sair – ele falou olhando para Hikari que vinha até nos com mais uma casquinha de ninho trufado.

-Qual o numero dessa Hikari-chan? – perguntei depois que ela se sentou.

-3 – ela mostrou também com a mão.

-Hikari-chan eu sei que seu pai te disse cinco casquinhas, mas eu queria que essa fosse a ultima – falei fazendo a menina ficar bicuda.

-Mas por quê? – ela perguntou me olhando chorosa, Naruto estava curioso olhando tudo.

-Você não disse que vai ser forte para os seus irmãos, como você vai fazer isso se ficar com dor de barriga e ficar doente? – Hikari arregalou os olhos.

-Não eu vou ser forte para eles – Hikari falou quase que brilhando de convicção.

-Isso mesmo então essa é a ultima – falei fazendo ela concordar.

-Hai.

-Você é a melhor Hina – Naruto falou me olhando.

-É sou boa mesmo – falei rindo com ele.

-Sssshion? – desviamos a atenção para um senhor idoso que olhava para nossa mesa – minha filha é você? – o senhor derramou algumas lagrimas olhando para Hikari.

-Ei senhor quem é você? – Naruto perguntou se levantando se pondo entre Hikari e o homem.

-Ahh - ele tomou um susto pareceu acordar de um transe – ela se parece muito com a minha Shion, peço perdão.

-Está falando de Tsuki Shion? – Naruto perguntou tocando o braço do homem, nesse momento o homem parou e olhou para Naruto.

-Sim – ele falou com uma expressão indecifrável – novamente peço perdão pelo incomodo.

-Espere senhor você é pai da Shion? – eu falei.

-Um homem que expulsa sua filha de casa por não querer ser sacerdotisa não pode ser chamado de pai – enquanto ele falava Hikari colou nas costas de Naruto e agarrou as pernas do pai olhando tudo – eu não mereço nada mais de bom na vida eu nem foi homem para ir ao velório de minha filha – ele falou dando as costas.

-Espere senhor Harada – Naruto falou fazendo o homem parar – acho que o senhor deva ter uma idéia de quem eu sou, eu sou Uzumaki Naruto eu fui esposo da sua filha, essa é a sua neta Hikari.

-Eu sei de tudo isso Uzumaki-sama agradeço muito ao senhor por ter amado minha filha e ter constituído família com ela alem de ter ficado ao lado dela até o fim, desejo que o senhor e sua futura esposa sejam muito felizes – no meio da sorveteria o homem se prostrou a frente de Naruto.

-Não precisa disso Tsuki-san – Naruto falou tentando ajudar o homem a levantar.

-É claro que preciso, sou um homem odioso e covarde o resto de honra que me resta fico feliz em fazer isso.

-Tsuki-san... – antes que Naruto pudesse falar algo Hikari saiu de trás do pai e foi até o homem ela com suas mãos pequenas fez oque Naruto não conseguiu levantou um pouco o homem que agora estava somente de joelhos.

-Vovô – ela abraçou o homem fazendo o mesmo se desabar em lagrimas abraçando a menina.

 

Continua...

 

Espaço Quarta Parede

 

-Fala pessoal aqui é o Naruto.

-E aqui é a Hina e para encerar as entrevistas com leitores hoje temos Rb_Soares, seja bem vinda.

-Obrigado por me receber – a platéia vibra.

-Soares como você conheceu a repórter? - Naruto perguntou.

-Em grupo do facebook sobre NaruHina, eu pedi que me indicassem fics e essa foi uma delas.

-Qual foi à primeira Fanfic que você leu? – Hinata perguntou.

-A primeira fic que eu li, não foi uma NaruHina, ela se chamava "quando a chuva encontra o mar".

-Sabemos que muitos autores ainda não publicaram nada, você tem alguma fic guarda no computador? – Hinata perguntou.

-Na verdade eu ia criar uma fic NaruHina, mas construir meus próprios personagens, a história se chama "meu terceiro amor" e já tem 6 capítulos.

-Aqui na fic temos um casal novo Hayashi e Kushina, oque você achou deles? – Naruto perguntou.

-Acho eles maravilhosos, é a primeira vez que vejo eles como um casal, achei muito bom até porque não existe idade certa para amar e não é porque perdemos alguém que não devemos seguir enfrente.

-A dois capítulos ficamos sabendo que Karin é bissexual, oque você achou disso? – Hinata perguntou.

-Achei moderno, gostei até porque hoje temos uma confusão danada sobre a vida alheia, sabe eu sou uma garota cristã, mas não vai ser a opção sexual da pessoa que me afastará dela, tenho amigos gays, bissexuais, heterossexuais, negros, brancos etc.
Pra mim o que importa é a personalidade da pessoa, a forma que ela se porta na minha presença, afinal somos todos seres humanos e Deus nos deu livre árbitro, quem sou eu pra definir com quem ela deve ficar ou não?

-Bom muito obrigada pela participação Soares, bom pessoal esse foi o ultimo quarta parede com a participação dos leitores por enquanto, até a próxima – Hinata falou.


Notas Finais


E ai galera gostaram? já vou deixar avisado que no próximo capitulo eu vou explicar porque ele estava na sorveteria.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...