História A Tormented Soul ( Jikook) - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 46
Palavras 2.929
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


AVISO. ESSE CAPÍTULO CONTÉM
PARTES SAD E FILHA DA PUTAGEM DA PARTE DO JOHN.
NÃO ME MATEM EU TENHO UMA GRANDEEEEEEE SURPRESA NO PRÓXIMO CAPITULO.
BOA
LEITURA...

Capítulo 10 - AS LÁGRIMAS DE KOOKIE PARTE 2


Fanfic / Fanfiction A Tormented Soul ( Jikook) - Capítulo 10 - AS LÁGRIMAS DE KOOKIE PARTE 2

John: Vamos. 


 Concordámos, saimos pela porta e o sol bate em minha pele aquecendo. Entramos coarro, que vai para uma pista de delecolagem. Descemos do carro eu e Jackson pulavamos de alegria. John vem com agente. Entramos no jato, e ele decola.


 John olha no relogio e sorri. 


 John: A essa hora a operação de tirar os meninos de lá começou.

 JM: Que bom, não vejo hora de ver meu Kookie. 

 John: Nunca vi uma foto dele, so consegui o nome e o a ficha de policial que por incrível que pareça não tem foto. Posdo dizer que ele é um detetive, por não possuir foto na ficha. 

JM: Ele é... Quer ver uma foto.

 Ele confirma, pego meu celular. Desbloqueio e coloco uma foto dele. 

John: É ele é muito bonito. Concordo com a cabeça.

 Jck: Vou dormir por que a viagem e longa. 

 Ele se acomoda no, banco e dorme.

 JM: Vou Também. 

 Me acomodo e durmo. Tive um sonho ótimo com o Kookie, sem detalhes. Foi muito impuro. Acordo com alguém me chaqualhando. Abro os olhos era o John. 

 John: Chegamos em Seul.

 Eu tiro o sinto e dou um, pulo do banco acordo Jackson. Saimos do Joto e pegamos um carro. Jackson vem comigo eu queria apresentar ele para o Kookie. John dirige até a casa que morei com kookie, eu rezava para ele não ter mudado mas segundo aos contados do John ele ainda morava ali. Chegamo e eu Desço correndo. Minhas pernas tremem. 

Corro puxando Jackson até a porta da casa. Toco a campainha e minha bariga gela. Logo ouso passos até a porta a mesma é aberta. 

E eu o Vejo e ao lado uma garota. Não dou bola para a garota, e pulo no Jungkook.

 JM: Kookie, eu to vivo. - Digo entre lágrimas. 

 Ele fica estatico. Para de abraçar ao ver que não estava sendo que retribuido. Me afasto, ele cai de joelho no chão. 

 Jck: Yura. 

 Olho para Jackson com e o mesmo, estava com o os olhos cheios de lágrimas. 

 JM: Ela é sua namorada?

 Jck: Sim.

 Ela corre até ele os dois se abraçam. Vou até Kookie e colocoa mão nas costas do mesmo, e ele me empurra. 

 JM: Jungkook sou eu. O que foi? 

JK: Eu vi sua foto morto, você não pode estar vivo, eu te procurei. Você sabe pelo o que eu passei? Sabe como demorou para eu me erguer, Jimin onde você esteve? Jimin eu tenho dois filhos agora.- Diz entre soluços e lágrimas. 

 Ao ouvir que ele tem dois filhos eu entendo quem era aquela garota. Os dois se juntaram e se ergueram juntos. Mas ele é meu, e eu sei que ela não ama ele por que se amasse não taria aos beijos com o ex, atual ou sei namorado agora. 

 JM: Eu vou explicar tudo. -Digo em inglês. 

 Jk: Por que tá falando em inglês? E me explica por que sumiu.

 John: Eu vou explicar tudo.

 JK: Quem é você?- Pergunta em inglês. 

 John: Eu que trouxe o Jimin de volta. E-. Jungkook da um soco em 

John antes que ele possa completar a explicação.

 John: Qual e a sua cara ? Eu que trouxe o garoto do inferno. 

 JK: Por que você demorou para trazê-lo. Por isso te soquei.- Diz na mesma língua que John. 

 Jungkook vem até mim, e me abraça. Depois de um tempo, ele se separa e ataca meus lábios. (Ahhh como sentia falta disso, da sua boca quente que se encaixa perfeitamente na minha.) O beijo é calmo, mais cheio de sentimentos e saudade. Coloco minhas mãos na nuca dele e aprofundo o beijo. Sinto as mãos do menor em minha cintura e as mesma me puxa para perto. Não estava ligando se os outros estavam vendo. So queria que o beijo não parasse mais.

 Mas a falta de ar me consumiu, e tive que me separar. Olho para a Yura e o Jackson que estam abraçados.

 JM: Agora nois quatro somos cornos.

 Eles caiem na risada com meu comentário. 

 JK: Yura...

 Yura: Eu sei Jungkook, podemos ser amigos né? E as crianças ficam comigo. 

 JK: Mas eles também são meus filhos.

 JM: Porque vocês não moram com a gente? Eu e o Jackson ja nos conhecemos, e fomos colegas de quarto. Podemos nos quatro criar as crianças. 

 Yura: Eu acho que sera bom para as crianças crescer com os pais, ainda mais 2 Appas e 2 Ommas. 

 Eu, Kookie e Jackson rimos do comunitário dela. 

 JK: Sera divertido. 

JM: Concordo. 

 Yura: Vamos entrar, você vai adorar o Jiminie.

 JM: Como assim? 

 JK: Eu coloquei o nome do menino de Jiminie.

 JM: Meu apelido e o nome do nosso filho?- Pergunto apontando para nos 4.

 Eles riem com meu gesto.

 Yura: Sim.- Ela ri. 

 Entro e sento no sofá com Kookie. 

Logo Yura aparece com uma menininha pequenina no colo. E o Jackson com o menino, que eu pude muito bem perceber que não tinha traços nenhum da Yura. Ele era a cara do Jungkook. 

 JM: Nosso pequeno Jiminie é lindo. - Digo sorrindo bobo ao segurar o garotinho no colo.

 A Yura me da a Yumi. A garota era muito linda também. Com traços da mãe mas alguns traços do Jungkook. 

" Ai você se pergunta você não esta bravo ? Ele esteve com outra tem filhos, e você o perdou facilmente. Mas pensa, pelo que ele passou eu não podia deixar meu Kookie morrer, sabia que ele iria achar alguém que o ajudasse a se reerguer.

Sinto ciúmes, chorei todos os dias pela falta dele mas o que me confortava era saber que iria voltar para ele. )

Depois de conversa bastante com a Yumi ela me disse que era estranho namorar o Jungkook. Pois ela não o via como namorado e sim como amigo. Jungkook me contou que so "tocou" nela uma vez e foi ai que a mesma engravidou.

 Mesmo sabendo de tudo isso meu corpo sente ciúmes, mas para o bem das crianças e do Jackson não vou pular no pescoço dela. 

 Eu e Kookie estavamos no quarto "matando a saudades" se pegando para ser exato. Quando a maldita campainha toca. Eu e kookie descemos para atende, era os meninos. Jin corre até mim e me esmaga entre os braços, e logo todos fazem o mesmo. Depois de uns 10 min gritando que eu estava s em ar eles soltam, olho e vejo Hyo com uma criança no colo. 

 JM: Não ACREDITO. EU SOU TIO ? 

 Sg: Sim. 

 Hyo rin vem até mim e me abraça e depois me da o pequeno menino.

 Hyo: Nome dele é Min Yoonrin. JM: Junção dos nomes ?

 Hyo: Sim. 

 O garoto era a cara do suga sem nem um minimo traço da Hyo rin. A pele branca, cabelos pretos, olhos do Suga e o rosto todo com traços do Suga. 

 JM: Ele é lindo. 

 Sg: Eu sei foi eu quem fiz.- Diz se gabando. 

 Hyo: Eu que gerei.

 Todos rimos. 

 Jin: O que aconteceu, por que não voltou. Por que você ta morto em uma foto? 

 JH: Por que tem um Américano na porta?

 Tae: Por que ainda ta vivo ? Como não ta morto como na foto. 

 JM: Aish.. Eu vou explicar mais o John que o Americano que eu esqueci e deixei lá fora vai contar tudo. 

 Devolto o Yoonrin para a Hyo, e saio lá fora. Vejo o John em pé ao lado da porta. 

 JM: Desculpa, eu acabei esquecendo de você. Ele me olha sem entender nada. Ai que me toco que estava falando em Coreano.

 JM: Me desculpe eu me esqueci de você. - Digo em inglês. 

 John: Eu percebi que esqueceu de mim. Devia estar matando as saudades né.?

 Eu coro com a pergunta. John: Isso responde tudo.- Diz frio e se vira e começa a sair. 

 JM: O que deu em você? Eii volta aqui.- Digo irritado.

 Corro até ele e pego no braço do mesmo. Ele se vira com tudo e me beija.  

JK: Que é isso. 

 (Pessima hora.) 

 Eu empurro o John, e corro até o Kookie e me escondo atrás dele. O John se vira e vem ate o Jungkook. 

 John: Não te interressa.


 John olha para mim. 

 John: Sempre quis que você gostasse de mim, pequeno Jimin. Fiz de tudo para que pudesse gostar de mim, mas foi em vão você sempre falava do Jungkook. Era kookie para um lado, e Jungkook para o outro. Desde o dia que tive que ir com o Ben na quele jato, eu me apaixonei por você. Mas você nunca correspondeu. Eu te salvei inúmeras vezes, mas você nunca percebeu que eu gostava de você. Me odeio até hoje por não ter te salvado na quele dia. Foi a pior sena que eu vi me doeu tanto. 

 JK: Do que você esta falando, babaca. Eu vou te arrebentar, não é por que você gosta de alguém que você sai beijando. Ele e meu, MEU.

 Saio de trás do Jungkook.

 JM: Eu já sabia que você gostava de mim. Mas eu amo o Jungkook. Você não tem culpa do meu estrupo. 

Jungkook me Olha assustado. 

 JK: Que história é essa? 

 John: Eu estava em Chicago resolvendo umas coisas, e o Ben ficou sabendo que você descobriu o nome dele. Então ele chegou na boate e puxou o Jimin para um dos quartos dos garotos de programas e estrupou o Jimin, e cortou o ombro dele. Tirou uma foto e edito. E foi o que você recebeu. Eu cheguei e acudi o Jimin, que estava quase desacordado.

 Jungkook vira para mim, e me abraça forte. 

 JK: Por que não me contou isso ? 

JM: Não gosto, de lembrar.

 Separo o abraço e olho para o John. 

 John: É pelo jeito não adiantou nada eu ter feito a Yura ficar com o Jungkook. Você ainda é idiota para, perdoá-lo despois de ele ter até filhos com ela. 

Yura: Que história é essa?

 John: Sabe aquela amiga sua América? 

 Yura: Sim, o que tem ela? 

 John, da um sorriso medonho. 

John: Ela trabalha para mim, e eu mandei ela encher sua cabeça para você ficar com o Jungkook e deu certo. So não contava com a burrice do Jimin. E não sabia que ele perdoaria tão fácil. Pensei que ele iria ficar arrasado e eu poderia me aproximar e mostrar que sou melhor para ele do que alguém que o trocou tão rapido depois de sua "morte".

 JM: Então você que fez o Jungkook me trair, ou melhor fez a Yura ficar com ele através de um de seus agentes?

 John: Eu não diria assim, mas eu so queria o melhor para você. 

 JM: O melhor para mim? Você fez uma tramoia para me separar do Jungkook e isso foi para meu bem ? Sabe você para mim morreu John, o que eu pessava de você mudou completamente agora.- Digo entre lágrimas. 

 Vejo Jungkook, correr para cima dele e o socar os dois começa a brigar até que eu e o Nam conseguimos separar os dois. 

 JK: Eu vou te matar.- Diz tentando se soltar dos braços do Namjoon.

 John: Tome cuidado policial de merda eu sou delegado e posso muito bem soltar o desgraçado do Ben. E eu tenho certeza que ele não vira atrás de mim. Vira atrás de você, e como você é bonito também ele vai te estrupar na frente do Jimin e depois estrupar o Jimin na sua frente e matar você. E levar seu amado Jimin em bora. 

 JK: Você não tem tanto poder para soltar ele. 

 John: Mas tenho dinheiro e lá nos EUA as coisas são movidas a dinheiro. 

JK: Seu desgraçado.

 Nam: Não liga para ele, ele esta blefando..

 John: Eu acho que não. 

 Quebra de tempo. 

Depois do que o John falou eu contei tudo o que aconteceu comigo Na maldita boate.

Se Passou uma semana e eu estava bem com o Kookie. E as crianças estavam crescendo rapido. O John foi em bora, depois da quele episodio eu nem quis mais contato com ele. Ele me ameaçou, eu pensei que ele fosse diferente mas não ele é outro louco. Kookie esta comigo, ele esta dormindo e eu estou ao seu aldo olhando. Yura e Jackson foram viajar e levou as crianças já que ela esta amamentando ainda. Ouso a campainha tocar, e Jungkook acorda com o barulho. Olho no relógio 00:00. 

JM: So pode tar de brincadeira com minha face.

 JK: Eu vou atender. 

 Ele se levanta e eu vou atrás. Ao Jungkook abrir a porta, meu corpo treme e eu gelo. 

 JM: B-ben? 

 Ben: Oi amor, então esse é o Jungkook, HUM o John tinha razão ele é muito bonito. Vou adorar foder você.- Diz com o maldito sorriso medonho. 

 Ele tira uma arma e me puxa, e em um ato de rapidez eu viro refém. 

Ben: Agora eu quero que você me acompanhem.- Diz ao Jungkook. 

 Olho para o Kookie que estava estático, o mesmo apenas concorda. Ben sobe com uma arma na minha cabeça até o meu quarto e o do Kokie. Jungkook vem atrás. Ben me joga na cama e agarra o Jungkook, e põe a arma na cabeça do mesmo. 

 JM: Não faça nada com ele por favor. Pode me levar e fazer o que quiser comigo. - Imploro. 

 Ben: Não se preocupe vou te fuder também. Eu estou muito stressado e vou descontar no, cuzinhos de vocês.

 JM: Não o Jungkook, não.

 Eu aproximo, e ele destrava a arma, dou um passo para trás. 

 Ben: Fique ai mesmo. Ou eu mato o seu amor, e fodo ele morto mesmo na sua frente. 

 Eu engulo a seco aquele comentário. Ben coloca o Jungkook de 4 na cama, eu olho chorando. E sabendo que não podia fazer nada. Ben abaixa a calça, do kookie junto com a cueca. Abre o ziper de sua calça e seu membro salta para fora. Eu queria tirar o Kookie dali, mas não podia. Ben estava com uma arma apontada para a cabeça do Jungkook, era um passo e o kookie estava morto. Ben passa o membro na bunda do kookie. Juro eu estava chorando tanto que minha camisa estava molhada. Ver aquilo doeu tanto. Quando Ben iria penetrar o Jungkook, John aparece na porta. 

 Ben: Sabia que você não iria me deixar foder eles. Por isso que vou te matar, e te fuder depois de morto. 

 John apenas me olha. Ben se posiciona para penetrar o kookie. 

 John: Eu mato ele, e salvo o seu amado e você fica comigo ou eu deixo ele fazer o que ele quer fazer e você vai ver uma das cenas mais dolorosas da sua vida. A decisão esta com você. - Sussura. 

 O que eu faço, não quero que o Jungkook passe por isso.

 JM: Mata ele.-Sussurro para ele. 

John sem pensar duas vezes atira na cabeça do Ben o mesmo cai para o lado. Kookie levanta a calça e ve o John. 

 JK: Por que me "salvou". 

 John: Não foi por você foi porque eu tenho um trato com o Jimin. 

 JM: Ele disse que se eu ficasse com ele, ele te salvava e a mim também. 

 JK:E você aceitou. 

 JM: Eu não queria que você passasse pelo o que eu passei. 

 JK: Você não precisa ir com ele, agora o Ben ta morto. 

 JM: Você tem razão. 

 Vou até o Kookie. 

 John: Não encosta nele Jimin, você é meu. Se encostar nele eu o mato.

 JM: Você esta blefando.

 Eu me aproximo de Kookie, e ouso o gatilho ser apertado corro na frente de Jungkook. Sinto a bala me atingir. E mais uma vez eu fiz merda, e mais uma vez tomei um tiro. 

Sinto meu peito doer, passo a mão era sangue. Caio de joelhos no chão. Kookie corre até mim, tudo aquilo parecia um replay do que aconteceu anos atras. Sinto as mãos de Jungkook em minha cabeça. Olho para cima e o mesmo chorava, era horrível velo chorar doia meu coração. 

 JK: Você vai ficar bem, não vou te perder outra vez.- Diz chorando. 

 John: O que eu fiz.

 JK: A culpa e sua.

 JM: Eii, parem de brigar. Eu estou bem. - Minto. 

 JK: Você foi baleado no coração como esta bem ?- Pergunta entre lágrimas. 

 JM: E-eu-.-Sou interrompido por uma onda de enjoou. 

 Jogo a cabeça para o lado e não era vomito e sim sangue que cuspo. Olho para Jungkook que chorava. 

 JM: V-voce e-e t-tudo p-para-a m-mi-mim... E-eu te amo.

 JK: guarda forças eu chamei ambulância.- Diz com o celular na mão. 

JM: E-eu. 

 JK: VOCÊ VAI FICAR BEM JIMIN.- Grita entre o choro. 

 Olho para o John que esta sentado no chão e me olhando em choque.

 JM: J-jungkook, eu tomei um tiro n-no c-coração. E-eu espero não te encotrar, t-tão cedo do outro lado.- Sorrio fraco.

 Sinto uma onda de paz tomar conta, a dor vai desaparecendo. A última coisa que eu vi foi a cara triste do Jungkook, ele disse algo que não consegui ouvir. Minha visão escureceu. 

JM: O que é isso? Vejo uma luz branca sigo ela e saio em lugar estranho, havia várias portas brancas. 

Abro uma e era a minha casa, eu e o Jungkook no sofá eu, ainda era novo. Ai que percebi esse era o dia que eu pedi o ele em namoro. 

Abro outra porta era o nosso reencontro no Estúdio de dança. Abro outra era nossa primeira vez juntos na cama.

 E conforme vou abrindo portas era minhas lembranças com o Kookie...


Notas Finais


Vocês devem estar assim " Mas o Q?" " Por que fez isso?" "Por que tu fez isso ?"
Faz parte da história. BB.. Até o próximo. Chuuuu😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...