História A Vida de um Anjo, não tão Anjo... - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Bakugo Katsuki, Uraraka Ochako
Tags Bakuraka, Kacchaco, Katsuki Bakugou, Katsuocha, Todomomo, Uraraka Ochaco, Uraraka X Bakugou, Yaoyorozu X Todoroki
Visualizações 20
Palavras 550
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Escolar, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Vocês estão gostando da fanfic?
Eu acho que estou escrevendo muito amadoramente. Não sei.
Mas espero que gostem.
Beijos <3

Capítulo 8 - Treinando as individualidades!!!


Fanfic / Fanfiction A Vida de um Anjo, não tão Anjo... - Capítulo 8 - Treinando as individualidades!!!

Uraraka on

Hoje na escola não aconteceu nada de estranho, como ontem.

Iremos treinar, para aprender a usar técnicas melhores com nossas individualidades.

Isso me lembra, o dia em que descobri a minha.

Narrador on

Há onze anos, quando a pequena Uraraka tinha 4 anos...

Ochaco - Mamãe!!! Mamãe!!! - disse a filha á sua mãe.

Sra. Uraraka - Sim filha?

Ochaco - O meu ursinho foi para o teto!!! - disse chorosa.

A menina segurava apenas uma de suas pelúcias favoritas, um gato branco, e alegava que a outra estava no teto.

Sra. Uraraka - Como? No teto?

Ochaco - É mamãe! Pega pra mim! - disse chorando fraco.

Sra. Uraraka - Vamos ver isso!

A mais velha foi até o quarto da menina, que a seguia triste.

Ochaco - Ali! - apontou para o teto.

Sra. Uraraka - Nossa!!! Como aconteceu?

Ochaco - Eu toquei nele e ele saiu voando! Ele não gosta mais de mim mamãe? - falou a pequena assustada com a possibilidade.

Sra. Uraraka - É lógico que ele gosta de você, meu amor. - disse sorrindo levemente.

Ochaco - E porque ele foi para o teto? - disse a doce bebê confusa.

Sra. Uraraka - Solte seu gatinho. - disse sorrindo feliz.

A menina soltou e a pelúcia começou a flutuar também.

Sra. Uraraka - Oh! - disse maravilhada.

Ochaco - Agora eu não tenho mais nada para brincar. - disse à sua mãe.

Sra. Uraraka - Espere seu pai chegar florzinha. - saiu do cômodo feliz.

Ochaco - Vou brincar com outra coisa! - disse arrumando algo para se distrair.

Mas tudo que a pequena tocava começava a flutuar.

Então desceu do quarto e foi até a sala para ver TV.

Mas o controle remoto começou a flutuar.

Então foi até os botões da TV, mas a TV começou a flutuar.

Ochaco - Também não quero mais brincar! - disse meio triste.

Decidiu ficar apenas sentada no sofá para esperar seu pai chegar do trabalho, mas o sofá estava no teto, junto com o tapete da sala e a mesinha de centro.

Ochaco - Desisto! - disse se emburrando e sentando no chão. 

Biii Biii

O barulho da buzina do carro foi ouvido pela pequena menina mal humorada.

Ochaco - PAPAI!!! - disse feliz - Finalmente chegou!!!

Sr. Uraraka - Oi filhinha, o que você-... 

O homem olhou para a mobília no ar.

Sra. Uraraka - Você viu? - disse rindo.

Sr. Uraraka - Aliás, oque eu não vi. Não vejo os móveis na sala. - falou um pouco confuso. - Vejo-os no ar.

A jovem mãe riu.

Sra. Uraraka - Foi a Ochaco!!! - disse feliz.

Sr. Uraraka - Wow... - disse surpreso. - temos uma beleza individualidade aqui.

Ochaco - individualidade??? - disse a menina .

Sr. Uraraka - É minha filha!!! Sua individualidade!!! - disse feliz.

Os olhos da pequena brilharam, e ela começou a bater palmas.

Ochaco - Individualidade!!! Eu tenho uma-... 

Mas assim que ela escostou uma mão na outra, os objetos despencaram no chão.

Sr. Uraraka - Consegui salvar a TV!!! 

Sra. Uraraka - Temos que concertar o chão onde o sofá caiu.

Ochaco - Ãn? Mamãe ? Papai? - disse a menina confusa.

A mãe tirou o tapete que tinha caído em cima dela.

Sra. Uraraka - Pffff.... - disse segurando a risada - hahahahahaha [...]

Uraraka on

E foi assim que eu descobri minha individualidade...

Piiiiii Piiiiii Piiiiii

Oh! Com licença, é a minha mãe me ligando. Já é a quinta vez que ela me liga hoje para saber se estou bem.

Relativamente pouco.

Comparado aos outros dias...


Notas Finais


Obrigada por lerem.
Espero que tenham gostado.
Até mais.
Beijinhos <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...