História A Vida de uma garota problemática - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Jeon Jungkook, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Min Yoongi, Park Jimin
Visualizações 39
Palavras 2.931
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Famí­lia, Festa, Ficção, Lemon, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Podem me dizer o que estão achando ta bom!

Um capítulo grandão pra vocês, beijos e até o próximo em ♡

Good reading my loves ♡

Capítulo 11 - O Brasil nos espera


Fanfic / Fanfiction A Vida de uma garota problemática - Capítulo 11 - O Brasil nos espera

Quando subi de volta pro meu quarto encontrei Jin em pé de frente pra janela... e a mesma se encontrava quebrada com os vidros jogados no chão e eu preocupada corri até ele pra ver se o mesmo tinha se machucado

- Jin, o que aconteceu ? 

- Desde quando está acontecendo isso ? - me encarou mostrando o papel que estava escrito com sangue "EU VOU MATAR VOCÊ SE NÃO SE AFASTAR DELE" respirei fundo e falei

- Desde o dia da festa que eu fui com o Suga, depois que ele foi embora eu recebi uma ligação de um número privado com a voz codificada e me disse coisas nada boas, depois que desligou eu ja suspeitei que seria a Hyuna, mas eu não sei, não tenho certeza de nada ainda

- Lyn, você tem que tomar uma providência em relação a isso, converse com o Suga e resolva isso, ela disse que vai te matar, isso é sério - ele me encarou

- Eu quero voltar pro Brasil - choraminguei - ja causei vários problemas aqui, nunca terei nenhuma amiga coreana, isso é fato.. mas por favor Jin, não conta pra ele

- Tudo bem - ele me encarou - eu ja volto ta

Ele simplesmente saiu do meu quarto e eu deitei na minha cama encarando o teto cheio de estrelinhas e uma lua grande que nós colamos, acredito que fiquei ali pelo menos 1hr observando aquele céu até sentir alguém deitar do meu lado, nem olhei porque sabia que era o Jin e ainda escarando o teto apoiei a minha cabeça no peito dele.

- Você é muito linda, sabia ? - Não era a voz do Jin, eu me afastei assustada vendo ele sorri pra mim - desculpa

- V-você ta fazendo o que aqui Suga ? Como entrou ? - lembrei que o Jin tinha saído como se fosse aprontar alguma - Jin - pensei alto

- Não gostou de me ver ? Eu posso ir embora - ele se levantou e eu peguei em seu braço

- Não, adorei te ter aqui comigo - ele deitou e eu voltei a deitar no peito dele que logo começou a fazer carinho no meu cabelo

- Antes de entrar eu estava conversando com o Jin - ja sabia o que ele iria falar, o Jin contou pra ele - ele me disse que você tinha algo pra me contar, era algo sério e então eu fiquei preocupado, vim ver se você estava bem - me fez olhar pra ele

- Eu estou bem - suspirei - pelo menos por enquanto

- Porque ? Você esta doente ? - perguntou preocupado

- Não - eu sorri - naquele dia da festa em que fomos juntos, você veio pra minha casa e tudo, mas depois que foi embora, uns 10 minutos mais ou menos, meu cel tocou e era ligação de um número privado, quando eu atendi a voz estava codificada e eu não pudi reconhecer, mandou eu me afastar "dele" - fiz aspas com os dedos - que eu acredito ser você, e eu.. - ele me interrompeu

- Hyuna - ele se levantou passando as mãos no cabelo - eu não acredito que aquela vadia ta.. - o cortei antes mesmo de terminar

- Ei Suga, calma - fiz ele se sentar de novo - eu não posso te dar uma certeza de nada, mas deixa eu continuar - ele assentiu - daí, hoje jogaram uma pedra na minha janela mas eu estava la embaixo, quem estava aqui era o Jin e naquela pedra tinha um bilhete - eu fui atrás do bilhete e o entreguei - provavelmente é sangue, então o Jin pediu pra eu falar com você, mas eu não queria te preocupar com coisas relacionadas a mim

- Lyn, primeiramente, tira esse pensamento da tua cabeça de que não quer me preocupar com coisas relacionadas a você - me encarou - porque se eu pudesse eu ficaria 24hrs por dia do teu lado só pra poder saber tudo que acontece contigo, eu fui atrás do hyung conversar sobre umas coisas - vi ele sorrir - e ele disse que tem muita coisa sua que eu ainda não sei, e talvez demore um pouco pra você me contar, mas ele pediu pra eu ir devagar com você e disse até que me mataria se eu a machucasse - me fez rir - o Jin hyung se preocupa muito com você, eu me preocupo muito com você também, e é por isso que eu  estou aqui zelando pelo seu bem em relação a essas ameaças vazias da Hyuna, eu vou tomar uma providência sobre isso, eu vou cuidar de você - ele segurou meu rosto e selou sua boca na minha testa em um beijo demorado

- Suga, eu gosto muito de você, e não quero te perder nunca - o abracei 

- E você não vai - retribuiu o meu abraço - eu não faço a mínima ideia sobre o que o hyung estava falando de ter muita coisa que eu ainda não sei sobre você, mas quando você estiver disposta a me contar, eu estarei aqui te esperando de braços abertos 

- Eu sei que posso contar com você - sorri fraco

Eu passei o resto da tarde com ele, e sim, foi a melhor tarde que eu ja tive na minha vida, não rolou nada demais, um beijinho ou outro, talvez, mas nada além disso, conversamos bastante e continuavamos conversando.

- Você toca algum instrumento ? - eu o encarava apoiando meu queixo nas costas da minha mão e a mesma estava apoiada no peito dele

- Eu toco piano - sorriu - e você, toca algum instrumento ?

- Eu toco seis instrumentos - dei risada com a reação dele

- Cinco ? Tipo 2 3 ? - arregalou os olhos surpreso - é muito instrumento pra pouca vida - eu ri

- Sim, cinco instrumentos (risos)

- Quais ?

- Eu toco violão, guitarra, teclado, piano e bateria

- Ca ram ba - disse pausadamente - to impressionado demais com isso

- Você vai ficar impressionado quando eu responder a tua próxima pergunta - ri

- Qual ?

- Primeiro eu, você é fluente em alguma língua estrangeira ?

- Só sou fluente na minha mesma - rimos - mas eu sei falar inglês bem pouco, e você ? - ele riu e eu não entendi - Ah, agora me toquei qual seria a minha pergunta (risos)

- Isso - o acompanhei na risada - enfim, eu sou fluente na minha língua de origem, óbvio - zoei ele - falo também Coreano, japonês, francês, espanhol, chinês e inglês - ele se encontrava paralisado e boquiaberto - é eu sei que são muitas línguas pra pouca idade, mas eu comecei a aprender tudo isso com 7 anos de idade, ou seja, faz 8 anos que eu tenho aula de todas essas coisas, quase 9, a primeira língua que eu aprendi foi Inglês e a última foi Francês, e eu adoro falar todos esses idiomas - sorri

- Me senti tão imprestável - parecia decepcionado - eu tenho 18 anos e só sei tocar teclado porque minha mãe ama teclado e músicas clássicas, daí ela me ensinou, e você com 15 anos sabe tocar SEIS - ele aumentou a voz impressionado e eu ri - SEIS instrumentos e sabe falar 7 línguas, cadê seus pais ? Preciso dar os parabéns - riu

Só tenho mãe agora - ficou confuso

- Como assim só tem mãe ?

Longa história ele olhou no relógio lindo que ele tinha no braço e virou pra mim

- Ainda são 16hrs, tenho bastante tempo, minha agenda está vazia hoje, na verdade pra você ela sempre está - corei de vergonha e o mesmo sorriu

Tudo bem, bom, hoje, quando o Jin chegou eu estava subindo com ele, eu o contratei de volta porque meu pai tinha demitido ele antes dele ir morar com os avós dele e contratou outro garoto, mas esses dias eu mandei ele embora, e meu pai tinha dito pra mim que ele não queria ter que se preocupar com isso e disse que eu iria contratar ou demitir quem eu quisesse, depois ele vem com essa de demitir o Jin ? Mas enfim, tudo bem, ai hoje ele chegou de viagem e eu tava subindo a escada, ele achou ruim porque o Jin estava aqui e nós acabamos discutindo, ele brigou comigo e disse pra eu viver sozinha e me virar com meu próprio suor que do bolso dele eu não vou ter mais nada, ele disse que não vai mais me bancar, e nem vai mais ser considerado meu pai fitava qualquer canto daquele quarto ele ousou até me bater de novo, e eu o desafiei, ai ele foi embora, minha não gostou da minha atitude, eu sei que errei, mas ele errou também e a culpa foi jogada totalmente pra cima de mim, ele saiu ileso disso tudo, daí eu reclamei com ela, disse algo que ela não gostou e a mesma me bateu suspirei e o olhei, o mesmo me encarava sério ela nunca levantou a mão pra me bater Suga e hoje ela não só levantou a mão como também me bateu, eu queria só saber o que tem de errado comigo sabe, eu sou tão ruim assim que nem os meus pais gostam muito de mim ?

- Claro que não princesa - colocou uma mecha do meu cabelo atrás da minha orelha - você é uma garota espetacular Lyn, e eu odeio ver a tua auto estima la embaixo, eu adoro o teu jeitinho de brasileira delicada - sorri - amo ver esse sorriso incrível, adoro estar contigo, amo sentir teu gosto e... - se aproximou - eu te quero pra mim - sorriu - pra sempre

Ele puxou de leve meu rosto até nossas bocas estarem coladas em um beijo incrível, o Suga beija bem pra caramba, de verdade, o fôlego ja estava acabando, mas quem disse que ambos queriam parar ? Uma respirada e o beijo continuava, eu fui deitando o Suga na cama e ficando por cima dele, o beijo estava ficando cada vez mais quente, mas ele parou.

- Lyn, e-eu to.. - ele ficou muito vermelho e eu entendi o porque, o volume em sua calça era impossível não ver

Perdão eu.. sai de cima dele me ajeitando 

- Eu quero muito você Lyn - ele me observava atentamente - mas eu espero o tempo que for preciso pra ficar contigo, eu nunca senti algo forte por alguém assim como eu sinto por você, nem com a Hyuna foi assim

Eu também te quero tanto, mas eu tenho medo de.. ah esquece, eu também te quero Suga eu o beijei

20hrs o Suga foi embora, nós ficamos o tempo todo juntos, conversamos, nos beijamos, e eu cheguei a conclusão de que eu adoro muito esse garoto, eu quero namorar ele, quero estar com ele pra sempre, quero ser amada e tocada só por ele, eu sorria igual uma idiota sozinha no meu quarto e estava tudo escuro, até a porta ser aberta.

{...}

Eu vou conversar com a Hyuna sobre essas ameaças que ela está fazendo pra Lyn, sai da casa dela e ja fui pra casa da Hyuna, toquei a campanhia e quem atendeu foi o pai dela.

Yoongi disse empolgado me comprimentando e eu o comprimentei também

- Oi Senhor Minjae

Vamos, entre meu filho

Eu entrei e me sentei no sofá com ele, conversamos por um tempinho e então eu resolvi entrar no assunto que eu tanto queria, mas não era exatamente com os pais dela, mas acho que seria melhor prepara-los então eu comecei.

Então Senhor Minjae suspirei vocês sabem que eu e a Hyuna terminamos - eles assentiram - Agora eu estou com outra pessoa, estou quase oficialmente com ela e a Hyuna não aceitou ainda, eu não ia chegar a falar nada a vocês, eu ia apenas conversar com ela, mas achei melhor preparar vocês para caso acontecesse algo, vocês estarem sabendo

- Diga logo meu filho, estou ficando preocupado

A Hyuna está ameaçando a Lyn com ameaças profundas mas vazias, dizendo pra ela se afastar de mim ou a Hyuna vai matar ela peguei o bilhete esse bilhete foi jogado pela janela da Lyn com uma pedra, está escrito com sangue

- Não acredito que minha filha está fazendo isso - ela parecia arrazada

E eu queria muito poder resolver as coisas com ela na conversa, mas vocês sabem como a Hyuna é, só ta tudo certo quando é do jeito dela

Eu vou conversar com ela Yoongi, mil desculpas pela minha filha, eu vou resolver tudo, e obrigado por nos avisar

Eu fiz o que eu achei certo, por mais que eu não esteja mais com ela, eu nunca deseria mal a ela

Depois de conversar mais um pouco com Minjae eu resolvi ir pra casa, chegando la eu vi Hobi e Tae quebrando a cabeça no video game, os dois são péssimos (risos) minha Omma estava fazendo comida, é, nós não temos cozinheira, meu pai, eu e Hobi preferimos a comida dela, eu subi direto pro quarto e acabei dormindo rápido demais.

{...}

É hoje que nós vamos viajar, estou muito ansioso pra me encontrar com os meninos, nós vamos agora dia 10 e voltamos dia 14, Jungkook havia dormido aqui em casa, sim, nós estamos ficando, nosso vôo é 6hrs da manhã e agora são 2hrs, a gente ia se encontrar com o pessoal aqui na minha casa mesmo e vamos pro aeroporto daqui, eu me levantei empolgado e ja acordando o Guk.

Guk, Guk, Guk, acorda pra gente se arrumar o balançava devagar

- Ai Chim - virou pro outro lado - eu estou cansado

Mas nós precisamos ir Guk, levanta choraminguei e o mesmo me encarou

- Me dê paciência senhor - ele riu se levantando

Peguei nossas coisas que ha estavam arrumadas, conferi tudo umas 10 vezes, exagero ? Talvez, mas é melhor do que esquecer algo, estou levando dinheiro, não sei se la passa nossos cartões... agora esperávamos o pessoal sentados no sofá.

{...}

Avisei a minha mãe ontem que eu ia pro Brasil com meus amigos, ela me deu dinheiro mas nem ligou muito, ja era por volta das 2h30 da manhã, eu ja tinha tomado banho e me arrumado, peguei minha mala e minha mochila e desci, no meio da escada encontrei com o Jin meio sonolento mas arrumadinho.

- Deixa que eu levo - disse ja pegando minha mala

E as suas coisas ?

- Ja estão la fora, o Yoongi ja está la esperando

O Suga ja está esperando ? - sorri

- Sim - ele riu - vamos

Ele levou minha mala e colocou no porta malas, me deixou sentar na frente e ficou atrás com o Hobi, o Suga deu um beijo na minha bochecha e fomos pra casa do Namjoon buscar ele, depois disso partimos pra pra casa do Chim, chegando la Tae estava entrando, entramos também e ficamos la até 4hrs, os pais do Chim nos levaram cada um em um carro e coube todos, nos despedimos deles e fomos fazer o Chek-in... fizemos toda a burocracia e logo estavamos esperando a chamada do vôo 16, geral estava morrendo de sono, menos o Jimin que não parava quieto.

{...}

Depois de horas no avião finalmente chegamos, no meu cel era 20hrs na Coréia e 8hrs no Brasil, descemos no aeroporto de São paulo,ao andar um pouco eu vi um homem segurando uma plaquinha com meu nome e dois carros ao lado dele, eu tinha contratado uma agência pra disponibilizar carros e motoristas pra nós levar aos lugares, e nos separamos em dois grupos de 4 pessoas e os carros nos levaram pro Hotel com as nossas coisas.

- Oi Bom dia, eu reservei 7 quartos um mês atrás pra minha chegada hoje Em português, me desculpem, acho que vai ser confuso a mistura de línguas, mas espero que entendam, vou sempre colocar que língua a Lyn está falando okay ?

Sim, estão reservados, são os 7 quartos do corredor 6 no 3° Andar, bom aproveito português 

Ela me entregou as chaves e eu subi com os meninos, quando chegamos no corredor eu fui entregar as chaves pra cada um deles.

Bom, Hobi pega uma fui entregando conforme fui falando Namjoon, Jin, Suga, Tae, Chim e Guk ficam com um quarto - sorri pros dois (falando coreano, óbvio)

- Porque temos que ficar juntos ? - perguntou o Chim envergonhado

Não podemos alugar outro quarto Guk também estava com vergonha e todos rimos

- Lyn entrega a sua chave pro Chim e fica no meu quarto comigo - Suga me abraçou por trás

Isso Lyn

Todos rimos dessa casal, mas eu acabei aceitando a proposta, entreguei a chave a ele e fiquei no quarto do Suga, todos fomos cada um pro seu quarto mas antes de irem eu disse pra me encontrarem na saguão 13hrs, iriamos almoçar e depois eu ia levar eles a um lugar que eu gostava muito de ir quando morava aqui.

{...}

- Eu gostei muito da comida brasileira - disse Tae enquanto esperava o Chim e o Guk - mas é estranho comer com aquele garfo, é assim o nome né ?

Isso Tae risos mas é legal, prefiro garfo do que hashi, mal consigo comer com hashi fiz bico

Vamos ? - disse Chim e Guk descendo as escadas

Finalmente podemos ir, nos separamos de novo e pedi aos dois motoristas para nos levar ao lugar que eu disse mais cedo, e depois de uns 40mns chegamos, la encima estava escrito bem grande...

"O início de uma viagem inesquecível..."

 


Notas Finais


Até o próximo Capítulo amores ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...