História A volta dos titans (part 1) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shingeki no Kyojin (Attack on Titan)
Personagens Annie Leonhardt, Eren Jaeger, Levi Ackerman "Rivaille", Mikasa Ackerman
Tags Drama, Revelaçoes, Romance, Titan
Visualizações 7
Palavras 1.226
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Luta, Mistério, Romance e Novela, Saga, Suspense, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


espero que gostem dessa história, pois foi baseada no anime Attavk on titan se haver algo errado me avisem ok, muito obg.

Capítulo 1 - Capitulo 1- uma destruição sem limites.


Capitulo 1- uma destruição sem limites.

Eu estava lá no dia em que tudo aconteceu, encarando o titan como outros os ao meu redor, até que uma hora o titan colossal chutou a muralha Maria a mais alta e a mais forte entre as outras, só conseguia ver destruição por onde eu olhava, comecei a correr o mais rápido que pude, mas quando olho para trás vejo uma pedra gigante vindo em minha direção, comecei a entrar em pânico de novo será meu fim, fecho os olhos para não ver nada, mas quando menos vejo alguém me pega no colo e me puxa para longe, abri os meus olhos para ver quem era, arregalei os olhos, pois era uma das divisões de Guarnição que eliminavam titãs:

G: - você esta bem garotinha?

 EU: - s-sim estou bem, mas onde esta minha irmã! Cadê ela!

G: - calma! Nós vamos acha-la eu prometo ok?

EU: - mas ela não fica sozinha sem mim!Eu preciso acha-la!

G: - você deve ficar aqui com o resto da população vá com eles para o leste ok?

EU: - mas e se... Minha irmã não chegar a tempo. Comecei a chorar.

G: - ei calma ai temos guardas para todo o lado desde Sila até a Maria, estamos trazendo toda a população para os portões, ela vai chegar eu prometo há você aliais para você perder o medo desses titãs como eu perdi fique com isso ok.

Ele me deu a capa que ele estava usando, era da divisão de guarda da muralha da Rose.

EU: - muito obrigada! Abracei-o com muita força, mas logo veio um cara auto e serio, de cabelos pretos curtos.

L: - preciso de você anda logo, a divisão quatro esta sem membros. Ele me olhou com uma cara de confuso e logo depois ficou serio de novo. – quem é essa e o que ela esta fazendo aqui ainda?

G: - desculpe capitão Levi ela disse que a irmã dela ainda esta aqui e ela vai esperar até ela chegar.

Ele se abaixou e me olhou serio comecei a ficar com medo do que ele iria disser, mas estava confiante que minha irmã voltaria.

L: - coragem... Coragem de ficar aqui com esses titãs sabendo que uma hora ou outra eles podem muito bem te atacar pelas costas e te matar como um simples graveto fraco tem certeza que vai ficar aqui esperando ela?

EU: - eu... Eu... EU NÃO DESISTO ASSIM TÃO FACILMENTE!POIS... QUANDO EU CRESER VOU CAÇAR ESSES MONTROS ATÉ MINHA ULTIMA GOTA DE SANGUE QUE EU SUAR, NÃO... NÃO VOU DESSISTIR AGORA TÃO CEDO! Comecei a chorar enquanto eu falava, ele ficou espantado me olhando.

L: - você seria uma ótima capitã sabia?Tenho certeza que não ira desistir assim tão fácil, então... Boa sorte.

Ele pulou e saio com suas maquinas que puxavam eles com um gás.

G: - como é sua irmã?

EU: - ela é loira pequena com apenas nove anos esta usando um vestido rosa com babados azuis.

G: - vou ver se consigo encontrá-la ok?

EU: - ok obrigado, muito obrigado!

Eu fiquei sentada lá em cima da muralha que estava com um buraco onde os titãs entraram fiquei perto dos canhões que havia ali perto... Que estranho não tem ninguém aqui em cima para atirar nos titãs?

 Depois que nos levarem para um lugar seguro irei para aquela academia onde posso me tornar uma guarda da muralha e finalmente pode acabar com tudo isso logo.

Depois de muito tempo...

Ouço alguém vindo para cá, era o guarda com uma pessoa em seus braços:

EU: - quem é... Olhei fixamente para a pessoa que havia deixado bem em minha frente:

EU: - minha... Irmã... Abracei minha irmã muito forte sabendo que já estava morta:

EU: - a culpa foi minha... A culpa foi toda minha por não ter protegido ela, quando precisava.

G: - não se culpe a culpa não foi sua... Foi dos titãs.

Olhei de cima para baixo para ver o que estava acontecendo, vi que tinha uma pessoa fazendo algo diferente para matar os titãs, ele dava giros no ar como um disco, e pior! Ele tinha um corte perfeito na nuca dos titãs.

Passaram se alguns minutos e logo per sebo que alguém estava lá para me levar de volta junto ao resto da população:

L: - moça... Você deve... Acompanhar-me até o resto da população que há lá em baixo.

Ele estava serio, mas sempre com um braço atrás de sua cabeça e o outro braço estendido para me puxar.

EU: - claro... Desculpe perguntar, mas quem é você?

L: - sou o capitão daqui... O único capitão daqui...

EU: - eu lamento pelos seus colegas sei como é perder alguém que tanto ama.

L: - não, não sabe apenas eu sei como isso, apenas eu tenho esse tipo de sentimentos por aqui entendeu.

EU: - desculpa... Não queria te deixar irritado.

L: - não estou irritado, só apenas... Desconfortável no momento, mas logo isso passa como todo o resto.

EU: - quer disser que não liga para a morte de seus amigos, colegas ou qualquer outro?

Ele ficou em silencio e abaixou a cabeça como se estive se bravo, chateado ou algo parecido:

L: - já vez perguntas de mais anda logo garota vamos lá para baixo, já que você já encontrou sua irmã, não é?Ele falou o final com uma voz de deboche.

Ele me pegou no colo e me levou para baixo, me juntei ao resto da população que havia ali no momento, mas eles iriam levar essas pessoas para outra vila, outro lugar distante e seguro, aquelas pessoas apenas querem segurança, já eu quero acabara com tudo isso, acabar com esses titãs.

Entrei na carroça que iria me levar para o acampamento de treinamento aonde eu iria me tornar uma guarda da muralha, quando entrei olhei para os lados para ver quem estava ali dentro, mas percebi que só havia garotos e garotas de mais ou menos da minha idade.

Passaram-se alguns minutos e já estava cansada e com muito tédio, então decidi que iria puxar papo para me distraí, cutuquei uma menina que estava ao meu lado, ela era linda tinha seus cabelos curtos e pretos e um lindo rosto liso:

EU: - oi... Como é seu nome?

M: - Mikasa.

EU: - que bonito nome

M: - obrigada.

EU: - eu me chamo Meiko, mas pode me chamar de mei

M: - prazer em conhecê-la também.

EU: - qual seu motivo de abar com os titãs?

M: - vingança, e o seu?

EU: - quero que a morte de minha irmã não seja em vão, vou vinga-la até a ultima cota de sangue que eu suar, e não vou para até que todos os titãs estejam mortos, e o sangue deles esteja entre meus dedos.

M: - nossa você tem muita coisa em que acreditar, mas lembre-se isso aqui não é brincadeira e você tem que acordar.

Quando ela terminou de falar ouço, quero disser nós todos ouvimos algo como uma explosão vinda bem perto de onde nós estávamos mos, olhei pela abertura que tinha na carroça e vejo um titã gigante correndo em nossa direção... Todos nós ficamos assustados, pois nenhum de nós tinha armas decentes para matar um titã... Será aqui o fim de nossas jornadas?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...