História Acompanhante De Aluguel - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Park Ji-min (Jamie Park)
Personagens Park Ji-min (Jamie Park)
Tags Bts
Visualizações 95
Palavras 896
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Droubble, Famí­lia, Festa, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Simm temos capítulo hj, heeeeee!
Gente fala sério o Jimin está muito lindo nessa foto senhor.
Bom comentários a parte vamos logo para o capítulo, por que eu sei que vcs estão ansiosas pra saber o que está acontecendo com o nosso casal.
Boa Leitura 📖

Capítulo 10 - Casa de campo


Fanfic / Fanfiction Acompanhante De Aluguel - Capítulo 10 - Casa de campo

A semana passou rápido, visitamos vários pontos turísticos, praias e restaurantes, que Jimin adorou conhecer. 

Com esses passeios eu consegui ficar mais próxima dele. Ele ainda negou me contar muita coisa sobre sua vida, principalmente a infância. Enfim, passei a confiar mais nele e nós nos entendíamos muito bem. 

 Acabei reparando em várias personalidades dele: Quando estávamos com nossa família, Jimin se tornava alguém confiante, cheio de charme, mas quando estávamos perto do Derik, ele parecia fazer de tudo para provoca-lo. Claro que é o trabalho dele fingir ser meu namorado, mas com Derick perto ele era muito mais intenso.  

Mas quando estamos só nós dois, ele mostra sua verdadeira personalidade. Ele é gentil, um bom ouvinte, meio bobo as vezes e bastante perdido em alguns casos. Eu estava tão preocupada antes dessa viajem começar, mas acabei por encontrar um dos melhores amigos que já tive na vida.  

 

*** 

 

Era um dia lindo, já na segunda semana do mês e todos estavam se aprontado para ir à casa do campo do nosso avô.  A família de Hestevan estará lá, passaremos alguns dias juntos para conhecer melhor uns aos outros. 

Eu e Jimin arrumamos algumas malas para apenas 3 dias.  

-Você acha que vai precisas de roupa social? - ele perguntou por trás da porta do banheiro, escovando os dentes. 

-Não, é só um momento em família, sabe? Jogos, comida, essas coisas. 

-S/n! - escuto minha mãe gritar – vamos, só falta vocês! 

-Estou descendo – Aviso Jimin, olhando para ele pelo reflexo do espelho antes de pegar nossas malas e descer para a sala.

 Jimin aparece poucos minutos depois, ele vestia uma camiseta azul clara com alguns detalhes e uma calça jeans rasgada. 

Espero ao pé da escada enquanto ele desce, ele para ao meu lado e fica me olhando, demoro um tempo para perceber, mas nossas roupas estavam combinando. E não foi de propósito. Eu estava com uma blusa azul clara, muito parecida com a dele. Jimin soltou uma risada nasal, ele se aproxima e beija minha bochecha. 

-Aqui não precisa... - digo 

-Eu sei - ele diz rindo, arqueio uma das sobrancelhas, em dúvida. 

-Vocês são tão lindos juntos... - minha mãe diz levando as mãos aos lábios- Bem, vamos logo, seu pai já está no carro. 

Jimin e meu pai colocam as malas no porta-malas e entramos no carro, a viajem é de mais ou menos 5 horas, seria bem cansativa 

-Vamos direto? -Pergunto para meus pais. 

-Não, vamos encontrar os outros em frente à rodoviária. -Minha mãe diz, já ligando para avisar que estávamos saindo. 

-Mas vamos parar em um lugar antes. -Meu pai sorrindo, diz sem tirar os olhos da estrada. 

Alguns minutos depois paramos em uma locadora de veículos, de primeira não entendo, mas meu pai fala: 

-Podem escolher um para vocês, eu pago, assim vocês não ficam presos a nós nesses 3 dias. 

-Senhor, não precisa se preocupar com isso. -Jimin diz. Meu pai bate no ombro dele e sorri. 

-Vão logo, se não chegaremos atrasados. -Ele diz nos empurrando em direção as fileiras de carros. 

Andamos por um tempo (eu sem saber muito bem o que estava fazendo) até que Jimin para em frente a um carro vermelho conversível. 

-Chevrolet Bel Air, 1995... -Ele diz mais para ele mesmo do que para mim. 

-Ah... sim, sei. -Digo. -É muito bonito. 

-Com certeza. -Ele diz olhando fixo para o carro. 

-Olá, posso ajuda-los? -Um senhor bem vestido nos pergunta. 

-Nós gostaríamos de alugar esse carro, por favor. 

-Sim, uma ótima escolha! 

-Tem certeza que podemos? -Jimin me pergunta 

-Sim, claro. Onde eu assino? -Pergunto ao senhor. 

-Me acompanhem, por favor. 

Eu sigo o senhor e Jimin vem logo atraz de mim, percebo que ele está radiante, o que me faz sorrir. Após alugar o carro, Jimin se posiciona no volante e dá a partida, sorrindo ao som do motor. 

-Vai com calma. -Digo, um pouco nervosa. 

-Não se preocupe –Ele diz sorrindo -Está em boas mãos. -E arranca o carro. 

Era nítido que ele estava adorando. Ele liga o rádio e aumenta o volume, colocando seus óculos de sol, parecia cena de filme. Fico muito feliz em vê-lo assim, tão alegre.  

Seguimos meu pai e em pouco tempo avistamos os outros nos esperando. Conversamos um pouco sobre a rota que seguiríamos, Jimin presta muita atenção em cada palavra do meu pai, e saímos novamente.

 Hestevan e Lari saem na frente, seguidos pelos meus pais e nós. 

Passamos pelo carro de Anne que, quando nos vê, buzina e acena. Olho pelo retrovisor e ela apontava para Jimin, entendo o que ela queria dizer.

 Olho para Jimin e só de pensar nisso sinto meu rosto quente, desvio o olhar para a paisagem ao nosso lado. 

Estava tudo tranquilo, Jimin ouvindo algumas músicas antigas no rádio enquanto eu lia um livro. Já fazia 3 horas que estávamos na estrada, então paramos para abastecer. 

-Jimin, eu vou dormir um pouco, tudo bem? 

-Tudo bem, pode descansar. -Ele diz olhando rapidamente para mim. Virei para o outro lado, para ficar confortável. 

-Qualquer coisa me chama. -Digo, antes de ser levada pelo sono  

 

*** 

 

-S/n, acorda. -Escuto a voz de Jimin. -S/n!  

Abro meus olhos e encontro Jimin me observando, parecias um pouco preocupado. 

-Está tudo bem? -Pergunto, ainda tentando acordar completamente.  

-Não exatamente... Acho que estamos perdidos. 

-O que?  

Escuto trovejar.  

"Era só o que faltava." 


Notas Finais


E aí o que acharam, será que eles vão achar o caminho ou vão ficar perdidos kkkkk
Espero vocês no próximo capítulo
Amo vocês xuxus do meu coração ❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...