História Adolescentes - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Jimin, Jin, Jungkook, Lay, Rap Monster, Sehun, Suho
Tags Byun Bakhyun, Chanbaek, Jeon Jungkook, Jikook, Jung Jungmnyeon, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Namjin, Oh Sehun, Park Chanyeol, Park Jimin, Sulay, Zhang Yixing
Visualizações 11
Palavras 959
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 8 - Capítulo 8


Sun: Aí!, Kai 'tá doendo! -- choraminguei

Estávamos no hospital, porque estamos no hospital? Os meninos e eu íamos comer em uma praça que tinha perto da casa do Jimin, só que aconteceu o inesperado, Sehun quase foi atropelado por um caminhão mais advinha quem se machucou no lugar dele?

Isso, eu mesma meus amigos! O que a gente não faz por uma pessoa né não? Acabou que nisso tudo eu quebrei a perna e desloquei meu braço, por isso a gente 'tá no hospital.

Sun: 'Tá doendo Kai! -- resmunguei de dor, pois minha perna e braço doíam 'pra uma poha.

Kai: Calma, eu sei que 'tá doendo! -- me repreendeu

Meu senhor, 'tô me sentindo como se tivesse tendo um bebê.......pera quê?!

O médico que me atendia ficava olhando alguns papéis, Sehun me fitava com um semblante triste, pois pensava que a culpa era dele e, sinceramente, é mesmo.

Brincadeira, até porque eu fiz isso 'pra salvar o crush minha gente.

O médico veio até nós com os papéis que segurava em uma mão e deu para Chanyeol.

--- Não foi nada muito grave, ela só vai ter que colocar alguns gessos na perta e no braço

Agradecemos e fomos para casa

JK: Agora se joga na frente de um caminhão de novo 'pra você ver o que é bom -- debochou

Sun: Engraçadinho.

Baek e Jimin mmatarajudavam a andar com as muletas que eu fui obrigada a usar, isso é tão chato porque com um tempo seus braços começam a doer e se cansam.

Chanyeol: Se você falar com a minha irmã desse jeito de novo 'tu vai ver a minha mão voar na tua cara -- falou se referindo a Jungkook, o mesmo revirou os olhos e deu de ombros.

Olhei para Kyungsoo, que 'tava com uma cara de sono com a roupa toda bagunçada e cabelo também.

Sun: Kai, manda o Soo ir para casa dormir, 'tô quase tendo pena dele.

Kai: Eu já mandei, você acha que ele me obedeceu? -- disse e Kyungsoo resmungou alguma coisa que meus ouvidos não foram capazes de ouvir.

Baek: Você é pesada hein? -- falou com uma certa dificuldade

Sun: 'Tá me chamando de gorda?

Baek: Não, que é isso, imagina.

Sun: Jimin tão me chamando de gorda aqui! -- gritei

Jimin: Concordo com o Baek, você é pesada 'pra um caralho. -- fez uma careta

Comecei a dar um mini ataque de choro.

Kyungsoo: Viu? Isso é tudo culpa de você Jimin, você mima demais a Sun Hee!

Jimin: Ah, 'tá colocando a culpa em mim agora? -- Kookie segurou os braços de Jiminnie porque ele já estava quase pulando no pescoço do Soo

JK: Nada se resolve com violência.

Sehun: Hyung eu acho que....

Sehun não pode terminar de falar pois Jimin conseguiu sair dos braços do Jungkook e foi para cima de Kyungsoo, esse que debatia. Kai viu toda a confusão e separou os dois com a ajuda de Chanyeol. Passou um tempo e chegamos em casa.

Chanyeol subiu para seu quarto junto com Baekhyun e os outros foram embora apenas deixando eu e Sehun sozinhos.

Fui até meu quarto e o mais novo me seguiu. Ah silêncio como eu queria te matar por sempre me deixar conversar direito com meu Donhsaeng.

Sehun: Desculpa. -- falou brincando com os seus dedinhos.

Sun: Você não teve culpa, acidentes acontecem -- tentei falar com calma mais infelizmente isso não foi possível já que os gessos pinicavam e faziam eu querer coçar meu braço e perna mais não podia.

Sehun: Se eu tivesse prestado atenção no caminhão você não teria se machucado. -- falou baixinho

Sun: Já disse que  está tudo bem. -- disse e comecei a tirar minha roupa pois precisava de um banho

Sehunnie me olhou assustado mais logo entendeu o que eu estava fazendo e virou-se de costas olhando para a parede do meu quarto.

Peguei com -- dificuldade -- facilidade uma toalha e entrei no banheiro que tinha no quarto. Coloquei um plástico na perna e no braço já que eles não podiam molhar.

Liguei o chuveiro deixando as moletas encostado na parede, só espero que elas não caiam.

'tava indo tudo muito bem, excerto quando eu acabei tropeçando nos meus próprios pés e caísse no chão. E lógico que doeu 'pra poha isso fazendo com que eu desse um grito de dor, e fazendo também com que Sehun ouvisse.

Sehun: 'Tá tudo bem?

Sun: Não -- disse manhosa

Sehun: Quer ajuda?

Sun: Sinceramente?

Sehun: Sinceramente noona.

Sun: Quero. -- bufei

Ouvi Hunnie mecher em algumas gavetas e depois de um tempo dar um grito. Entrou no banheiro batendo em tudo, Sehun estava com um óculos de natação com meias dentro, que eu acho que era para não me ver nua. Demorou um tempo para ele achar a toalha mais logo achou e me entregou.

Me levou com dificuldade para minha cama onde me deitei e vi ele tirar os olhos de natação. Me enrolei no meu cobertor e rezei 'pra Deus pedindo que eu não corasse.

Sehun me olhou com o rosto vermelho, puxou a cadeira da minha escrivaninha e sentou nela.

Sehun: Está bem? -- perguntou envergonhado

Sun: Estou. -- senti meu rosto esquentar.

Sehun: Que bom. -- coçou a sua nuca e ficou olhando meu quarto.

Silêncio como eu te odeio.

Sehun: Desculpe -- olhou para o chão

Sun: Já disse que não foi culpa sua.

Sehun: Sabe noona, o-obrigado por ter feito isso, embora eu ainda me sinta culpado. -- se aproximou do meu rosto

Minha gente eu acho que vai dar bom.

Sehun: Você é-é uma pessoa l-legal e-e...... -- não terminou de falar pois sua boca se encontrava junto com a minha.

 

 

 

 

 


Notas Finais


.....................


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...