História Além da amizade-Fillie - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Stranger Things
Tags Fillie
Visualizações 434
Palavras 1.031
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eu sei que esse capítulo está pequeno,me desculpem é que eu fiquei com preguiça de escrever 😹(Sou uma preguiçosa mesmo)
Não esqueçam de favoritar e deixar seu comentário para mim saber se vocês gostaram,por que isso me ajuda muito!!!!!!
Boa leitura,amo vocês.

Capítulo 7 - Reencontro.


Fanfic / Fanfiction Além da amizade-Fillie - Capítulo 7 - Reencontro.

                         POV'Millie

No caminho de volta para casa eu me perco em pensamentos. Às vezes eu pego em meu celular com vontade de entrar no Instagram e olhar a foto que Finn postou,mas a coragem me falta. Também tento criar coragem para olhar os sites de fofocas que devem ter estampado meu nome neles.

Quando finalmente chegamos em casa já são por volta da 7:30 da noite. Minha mãe ligou para Sadie e a convidou para jantar conosco.

Eu subo para meu quarto sem trocar mais nenhuma palavra com Kelly e vou em direção ao banheiro. Quando saio visto uma calça azul escura e um moletom branco.

Quando me olho no espelho resolvo por o capuz por diversão,sorrindo,finalmente conseguindo esquecer um pouco sobre Finn.

Eu vou ser muito feliz ainda...

Penso comigo mesma com um sorriso no rosto.

Ouço subitamente duas batidas na porta. A princípio eu me locomovo lentamente em direção à porta. Estou descalça e sinto o frio do chão percorrer meu corpo. Eu paro diante a porta e giro a maçaneta.

Sadie está com as mãos no bolso da calça preta e seu olhar está preso ao seus pés.

- Você chegou! - Eu pulo em cima dela a abraçando e fazendo-a levar um susto.

- É sempre tão bom te ver,Millie. - Ela diz enquanto nos separávamos. Ela segura uma de minhas mãos e me puxa para fora do quarto. - Vem,vamos jantar. Estou com fome. - Diz ela.

- Você sempre está com fome. Não tem medo de ficar gorda? - Eu brinco a seguindo.

- Não começa! - Ela pede dando uma leve virando para mim. 

Durante o jantar nós falamos sobre diversos assuntos,mas ninguém ousou citar o nome do Wolfhard. Sadie tem uma alegria que contagia qualquer um,ela me faz esquece meus problemas. É como se nada existisse quando eu estou com ela,e eu só tenho esse sentimento com ela e com o...Finn.

- Quando seu filme vai estrear,Millie? - Sadie perguntou tomando um pouco de suco.

- 20 de novembro. - Respondo.

- Está perto então. Sabe,eu sei que para a mídia você não pode contar muito,mas para mim você pode? - Ela ri curiosa.

- Posso. É um drama.

- O ator que contracenou com ela era um gatinho. - Kelly sussurrou.

- Mãe!

- É mesmo,tia. Eu vi ele no trailer. Ele é novato nessa área de aturar,não é?! - É mais uma afirmação do que uma pergunta.

- Sim,ele é novato. - Murmurei abrindo a boca,o sono já está me pegando. Isso é o que dá tomar suco de maracujá de noite.

- Ele beija bem? - Sadie ousou ao perguntar me fazendo sorrir.

- Amiga para! - Eu opino por não responder.

- Está com sono? - Minha mãe perguntou olhando para mim.

- É o suco,sempre foi assim. Desculpa,Sadie.

- Não,tudo bem. Eu vou te deixar dormir um pouquinho. - Ela dá a volta na mesa e me dá um beijo na testa. - Até qualquer dia menina. - Diz ela com um sorriso amável no rosto. - Tchau,tia.

- Vamos,eu te acompanho até a porta. - Diz Kelly.

 

{...}

Estou quase dormindo quando recebo outra ligação de Ross.

- "Oi,Ross"...- Sopro quase sem forças. Estou com muito sono.

- "Estava dormindo?"

- "Quase....- Abro a boca em um bocejo.

- " Desculpe,mas tinha que avisar você que você precisa vir aqui amanhã de manhã."

- " Fazer?"

- "Os testes meu bem."

- " Tudo bem,me manda a localização e o horário que amanhã de manhã eu estou aí." 

- " Ok,tenha uma boa noite,Millie."

Eu desligo e caio no sono. Na manhã seguinte eu acordo cedo e logo vou ao encontro de Ross acompanhada de Kelly. Entramos no carro sorrindo de piadas feitas por ela.

Ao chegarmos ao local,logo o avistamos de longe. Ele acena com a mão e vem ao nosso encontro. Ross veste uma regata preta e uma calça jeans velha.

- Millie,como você mudou. - Diz ele chegando perto e me dando um abraço.

- Não mudei tanto assim. - Respondi corando.

- Não? Olha o mulherão que você virou! - Ele ri.

- Você não tem jeito mesmo. Sempre gostando de me  envergonhar. - Digo passando a mão pelo rosto,tentando esconder a vermelhidão do meu rosto.

- Você que é muito tímida. - Ele sorri mais ainda de mim.

- Para! Mãe,faz ele parar! - Eu peço me virando para ela,batendo o pé no chão como uma criança. Ela apenas põe a mão sobre a boca tapando um sorriso.

Ross realmente sabia me fazer passar vergonha. Mas até que eu gostava.

- Mudando de assunto,Millie. Nós logo vamos começar os testes,vamos apenas esperar uma última pessoa chegar.

- Quem é?

- Tudo ao seu tempo,Millie. Enquanto isso,vamos conhecer a equipe? - Ele sugere.

- Ah sim,vamos. - Respondo.

Ross me leva para dentro do set e me apresenta a várias pessoas diferentes. A equipe toda ao me ver só falavam de ST,mas eu não ligava,estava mais curiosa em saber quem Ross estava esperando. 

Estamos sentados em um banco de madeira esperando a tal pessoa mistériosa,quando derrepente um carro preto para de frente ao set. O motorista desce e dá a volta,quando ele abre a porta,Finn salta para fora me fazendo arregalar os olhos.

- Ele chegou! - Ross comemora levantando e indo até Finn.

Quando Ross se aproxima Finn sorri e estende a mão para ele a apertar. Eles se comprimentam e logo Ross aponta em minha direção,os olhos de Finn se esbarram com os meus e eu paraliso.

- Vamos embora,mãe. - Digo finalmente saindo do transe e pegando em sua mão,levantando logo em seguida.

- Filha...- Ela tenta,mas eu não lhe dou ouvidos e continuo a puxá-la.

Eu faço ela entrar no carro e dou a volta pronta para saltar para dentro. Mas quando puxo a porta do carro,uma mão volta a fechá-la. Me viro bruscamente irritada já sabendo de quem se trata.

- O que você quer,Finn? - Rosno e ele põe a outra mão do outro lado,me deixando encurralada entre seus braços.

- Você vai ficar e vai me ouvir. - Ele diz decidido com um ar sério.

 

 

Continua....

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...