História Além dos defeitos - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Bakugo Katsuki, Todoroki Shouto
Tags Omegaverse, Romance, Todobaku
Visualizações 102
Palavras 1.213
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


E aqui está mais um capítulo da história, eu atrasei de novo( desculpa) mas é que minha vida tá um correria sem fim.
Sem mais delongas, vamos a história

Capítulo 17 - Descoberta


Fanfic / Fanfiction Além dos defeitos - Capítulo 17 - Descoberta

Todoroki chegou a escola e ficou esperando Bakugou chegar, a um tempinho ele tinha notado que o loiro estava agindo um pouco estranho e ele queria saber de vez o que estava acontecendo.
— Pavê. - O loiro disse assim que o viu e então andou até ele e sendo recebido com um abraço.
— Meu amor.- Então o bicolor o puxou para um beijo, que foi prontamente correspondido pelo loiro.
— Que recepção calorosa. - Katsuki brincou
— Pra você sempre, mas eu não vim aqui só para poder ter beijar por mais tempo. - O loiro franziu o cenho 
— Então o que foi?
— Eu acho que a gente precisa conversar sobre você. 
— Eita pavê, acho que a gente já conversou muito sobre mim e se você quer saber dele, saiba que até agora ele não fez nenhum movimento. - Isso aliviou Shouto, mas se Kenta não era o problema, qual era?
— Então por que você está agindo estranho comigo? 
— Como assim? - Por um momento o bicolor viu um lampejo de desespero nos olhos do outro, mas isso passou de forma muito rápida 
— Quero que me conte o porque de você estar diferente, sabe, estava tudo bem antes, mas agora você parece esconder algo de mim. - Katsuki desviou o olhar.
— Não é bem assim, eu tenho uns problemas agora, mas não é nada para se preocupar, é mais entre eu e minha mãe, vou resolver logo. - O menor se sentiu mal por mentir e dizer que não tinha nada a ver com Shouto, afinal o pirralho em sua barriga também era do outro, mas ele não tinha coragem de contar isso agora, tudo estava no calor do momento e era melhor pensar bem antes de fazer qualquer coisa.
— Você sabe que pode sempre contar comigo, não sabe? - O olhar do loiro se suavizou  e ele imaginou Shouto como pai, e eles juntos cuidando do bebê, sendo felizes juntos, mas a vida não era tão simples assim.
— Eu sei pavê. - E então o bicolor o abraçou e eles ficaram assim um pouco, até a hora de ir para a escola.
Na aula, Aizawa resolveu passar uma atividade física, para verificar como estavam os alunos no combate corpo a corpo, Bakugou geralmente ficaria animado com isso, porém no seu estado ele ficava apreensivo. 
— Me acompanhem. - Todos seguiram Aizawa e eles foram para o ginásio onde o mesmo explicou que eles iriam lutar contra ele sem usar os poderes em um combate corpo a corpo por dois minutos. Essa explicação deixou o loiro ainda mais preocupado, uma luta ofereceria muitos riscos ao seu pirralho, mas ele não via como poderia sair dessa situação sem parecer suspeito.
Um a um todos foram lutando, alguns se saiam bem outros nem tanto e no final de cada luta Aizawa dava uma leve comentada sobre os pontos fortes e fracos de cada aluno, então logo veio o momento que Katsuki temia
— Katsuki Bakugou. - Era a vez dele lutar e ele ainda não tinha pensado em nada, e,e poderia alegar que não estava bem e fugir da aula, mas não queria passar a impressão de ser um fracote, não quando ele chegou até aqui, ele sabia que as difundidas de um ômega conseguir ser um herói eram enormes e qualquer brecha serviria para o atrapalhar.
" Aguenta firme pirralho, eu irei lá mas vou te proteger." Então ele foi até Aizawa e a luta ao sinal do alarme a luta começou.
Bakugou sabia que a gravidez estava o deixando mais cansado, seus movimentos estavam mais lentos que o normal e suas reações também, ele não estava conseguindo desviar dos golpes que o professor lançava e estava assumindo uma posição defensiva para evitar ser golpeado na barriga, porém esses dois minutos pareciam não passar e a exaustão estava tomando conta dele, a tontura pelo esforço intensivo acabou dominando Katsuki e bem na hora que ele partiu para tentar socar Aizawa, sua vista escureceu.

As coisas passaram de forma muito rápida para Todoroki, ele viu que os movimentos de Bakugou não estavam iguais e que algo parecia estar errado com o loiro, porém sua mente parou ao ver a pessoa que amava caindo no chão, sem pensar ele se jogou para frente e conseguiu aparar a cabeça do menor antes que batesse no chão.
— Professor Aizawa, cheguei e...- Shouto viu Denki entrar com a autorização parecendo meio apressado porém feliz, mas assim que viu Bakugou caído no chão essa expressão se desfez.
— O que aconteceu? - Disse ele correndo para o lado do bicolor 
— Vocês dois levam ele para a enfermaria, eu irei levar os alunos para a sala e depois irei para lá. - Todoroki assentiu e ajeitou Katsuki no seu colo, indo até a enfermaria com ele e sendo acompanhado por Denki, Kirishima queria ir também mas foi impedido por Aizawa.
— Pessoas demais atrapalham, depois eu deixo você ir ver seu amigo, mas agora vamos voltar para a sala. - O ruivo assentiu relutante e voltou para a sala dos outros 
— Como foi que ele desmaiou? - Denki perguntou 
— Nós estávamos participando da atividade que o professor Aizawa passou, no caso lutar só corpo a corpo, quando chegou a vez dele, ele parecia diferente, mais cansado, mais lento, porém tudo piorou e ele acabou descambando. - Enqaunto contava a história ele olhou para o loiro com preocupação, toda situação estava ficando cada vez mais estranha e ele sabia que o outro estava escondendo algo.
— ESSE IDIOTA! - Todoroki olhou espantando pro lado, não esperando essa reação de Denki ao contar a história, por que o loiro estaria xingando o amigo por algo que não estava no seu controle? A não ser que tivesse algo nessa história que Todoroki não estava sabendo e sua suspeita já estava a mil.
Assim que eles entraram na enfermaria e entregaram Katsuki aos cuidados da Recovery girl, Denki foi para o lado dela e sussurrou alguma coisa, que a deixou visivelmente surpresa.
— Eu vou examinar ele. - Ela disse e deixou os dois sozinhos, enquanto ia verificar como estava Bakugou.
— Agora pode me falar. O que você sabe que eu não sei? - Ele perguntou a Denki que só olhou para o lado tentando disfarçar 
— Como assim? 
— A sua reação quando eu contei, está na cara que sabe de alguma coisa que eu não sei, o que aconteceu, ele está doente? 
— Olha Todoroki, você sabe como ele é, nunca admite quando está doente, eu pedi pra ele descansar e ele não fez isso, por isso me irritei. - O bicolor não acreditou nem um pouco nas palavras do outro.
— Eu sei que está acontecendo algo e eu vou descobrir, é só questão de tempo. - O loiro ficou em silêncio e ambos ficaram esperando a Recovery girl voltar com notícias, parecia uma eternidade, mas ela finalmente veio.
— Trago boas notícias, os dois estão bem. - Isso confundiu o maior
— Dois? - Com o canto do olho, ele viu Denki fazendo sinal para ela ficar quieta mas já era tarde demais
— Sim, Katsuki está grávido. - A mente de Todoroki começou a tentar processar o que tinha acabado de ouvir.
— O que?! - Foi tudo o que a cabeça em choque do bicolor conseguiu produzir para ele falar.
" Eu vou ser pai." 


Notas Finais


E esse foi o capítulo, obrigada por lerem e espero que tenham gostado.
😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...