História Always Together - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Romance, Taekook, Vkook, Yoonseok
Visualizações 243
Palavras 1.929
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


boa leitura!!!

Capítulo 10 - Me desculpe por ser um idiota


Fanfic / Fanfiction Always Together - Capítulo 10 - Me desculpe por ser um idiota

― Qual seu sabor preferido? – Hoseok perguntou após se acomodarem em uma mesa próxima a janela.

Taehyung estava encantado com o local, era uma soverteria pequena, muito bem organizada e decorada. Realmente ficava próxima de onde ambos estavam.

― Eu gosto de morango – Tae respondeu enquanto fitava a placa enorme na parede atrás do balcão que mostrava os sabores. Seu rosto estava levemente inchado depois de ter chorado e Hoseok achava aquilo muito fofo.

― Você quer um milk-shake de morango? São deliciosos os daqui – o de cabelo ruivo perguntou.

― Pode ser isso então – Tae sorriu e concordou, assistia a jovem atendente que trabalhava no local se aproximar e perguntar qual seria o pedido.

―Dois milk-shakes de morango, por favor – pediu vendo a mesma assentir enquanto anotava o pedido.

― Aqui está sua senha – entregou o papel branco com o número 36 e se retirou.

― Muito bonito aqui – Tae comentou ainda fitando o local.

― Acho bem aconchegante, desde que me mudei pra cá frequento essa sorveteria – sorriu e começou a brincar com o papel circulando ele com seus dedos na mesa.

― Faz tempo que mora aqui? – perguntou curioso.

― Já faz uns cinco anos – respondeu pensativo. ― Ainda bem que gostei muito daqui, nem pretendo sair mais.

Taehyung sorriu e fitou o mais velho se levantar dizendo que ia pegar os pedidos que estavam prontos, esperou ele chegar e colocar o milk-shake que tinha uma aparência ótima em sua frente. Tirou o canudo de dentro do plástico colocando o mesmo no líquido e sugando, Hoseok fitava aquela cena bem ansioso pela reação do mais novo e um pouco constrangido por ter achado sexy a forma que Taehyung sugou no canudo mesmo sabendo que não foi sua intenção ter sido sexy.

― Gostou? – tentou se livrar dos pensamentos e logo perguntou.

― É maravilhoso – abriu um sorriso largo. Sem brincadeira era o melhor milk-shake que havia provado em toda sua vida. ― Kook precisa provar isso.

Disse animado ao lembrar-se do melhor amigo e logo desfez o sorriso quando caiu a ficha que eles estavam brigados.

― Tudo bem? – Hoseok perguntou enquanto provava sua bebida também. Ficou preocupado com a reação instantânea do garoto.

― Ah sim – tentou sorrir e balançou a cabeça. ― Nós brigados, mas tenho certeza que logo tudo vai se acertar.

Taehyung realmente esperava que isso acontecesse.

― Ele é aquele cara que você beijou na brincadeira né?!

― Ele mesmo, Jungkook – disse constrangido sentindo suas bochechas queimarem. Tinha até esquecido que todo mundo viu aquela cena.

― No começo pensei que vocês fossem até namorados, mas depois Yoongi me contou que são melhores amigos – Hoseok falou.

― Ah não somos namorados não. – ele rapidamente negou. ― É por isso que estamos meio brigados, ele não está sabendo lidar com isso.

― E você? – fitou os olhos de Tae. ― Está sabendo lidar?

― Mais ou menos, eu só queria que tudo isso não tivesse acontecido – bufou e voltou a tomar o milk-shake na tentativa de se animar.

A verdade é que Taehyung queria sim que tivesse acontecido, mas que não gerasse essa consequência, ele gostou de ter provado os lábios do amigo e ficava angustiado só em pensar que caso aquilo nunca tivesse acontecido provavelmente ele não teria recebido um dos melhores beijos da sua vida – talvez o melhor – e com isso Tae ficava frustrado por saber dos recentes sentimentos pelo melhor amigo.

Não tinha preconceito em relação a isso, seu pai sempre o ensinou a ser mente aberta e era muito grato por isso, só que Taehyung não esperava é que poderia acontecer consigo já que sempre fora muito seguro de sua sexualidade.

― Te entendo, eu já passei por isso – Hoseok suspirou ao se lembrar de sua primeira experiência com alguém do mesmo sexo, ele era muito jovem e o garoto também, depois que passou pelo processo de negação acabou se entregando aquele sentimento que floresceu muito rápido, ele amava tanto aquele garoto e o sentimento era reciproco, porém a tragédia aconteceu... Os pais do garoto descobriram e se mudaram da cidade depois de um grande escândalo, na época todo mundo ficou chocado e falavam mal da família de Hoseok que logo teve que se mudar para evitar mais rumores e nunca deixaram de apoia-lo.

Contou brevemente sua história para Taehyung que o encarava boquiaberto, sentiu seu coração se apertar ao imagina-lo passando por tudo aquilo.

― Que tenso – lamentou olhando para o ruivo que assentiu. ― Então quer dizer que você... ?

― Que eu gosto de homens? Ah sim é verdade.

― Uau, eu nunca saberia – Tae disse surpreso.

― Por que não? – Hoseok riu.

― Não sei, na verdade não fico parando para pensar se a pessoa gosta do mesmo sexo ou não – Taehyung riu também, enquanto sorria para o mais velho se lembrou de algo drástico.

― O que foi? Por que essa cara? – perguntou curioso com a mudança de Taehyung.

― Eu me lembrei de algo... – deu um sorrisinho sem jeito. ― Esqueci que estou sem dinheiro aqui pra pagar o milk-shake.

Hoseok não se aguentou e começou a rir atraindo alguns olhares, Tae o olhou confuso, mas logo acompanhou a risada do mais velho.

― Eu pensei que era algo sério – o ruivo colocou a mão no coração suspirando aliviado. ― Eu vou pagar Taehyung não se preocupe, afinal fui eu que te chamei.

― Obrigado Hoseok-ah, fico te devendo uma – sorriu sem jeito.

― Na próxima então você paga – sorriu para o mais novo. ― Vamos sair novamente né?!

― Ah sim, claro – o sorrido tímido de Taehyung foi se desfazendo aos poucos, ficou concentrado fitando o rosto de Hoseok que olhava e tomava seu próprio milk-shake.

Tae sentiu que começara a olha-lo de outra maneira depois que descobriu que o ruivo gostava de homens. Aquela sensação era nova e diferente, ele gostava.

...

Taehyung e Hoseok se despediram e seguiram caminhos contrários, Tae já se sentia bem melhor depois de ter descontraído e conhecido melhor o garoto dos cabelos ruivos, até havia esquecido as palavras duras que o melhor amigo tinha dito. Enquanto caminhava pela praia em direção ao hotel avistou um grupo pequeno de jovens rindo alto.

Olhou melhor para aquela cena e logo começou a se aproximar quando reconheceu Jin entre eles, pensou que deveriam ser seus colegas e foi ver o que estavam aprontados. Sete garotos faziam uma rodinha que saía muita fumaça inclusive, Taehyung concluiu que estavam fumando e pelo cheiro era maconha. Ficou indignado com a coragem daqueles garotos de fazerem aquilo em plena luz do dia no meio da praia, por sorte não tinha ninguém aos arredores.

― Taehyung-ah – Jin gritou quando o viu se aproximou e começou a rir histericamente.

― O que estão fazendo? – perguntou fitando aqueles garotos que só o ignoraram, olhou para baixo e sentiu seu coração acelerar ao encontrar Jungkook e Yoongi sentados e relaxados, o mais velho tinha o braço ao redor do mais novo. Yoongi fumava calmamente.

― Onde você arrumou isso hyung? – perguntou fazendo finalmente os dois lhe olharem, Jungkook desviou os olhos.

― É uma das surpresinhas que eu trouxe – sorriu largo. ― Quer?

― Taehyung não gosta dessas coisas – Kookie disse apressadamente arregalando os olhos.

― E nem você gosta – foi até o amigo e o puxou pelo braço, não ia deixar de jeito nenhum Jungkook ficar no meio daquilo e acabar usando pra agradar os outros já que sabia muito bem a repulsa que o mesmo tinha. Até se perguntava como ele estava aguentando aquele cheiro. ― Vamos embora.

Apesar de Jungkook ter lhe magoado muito, Tae sabia que não conseguia ficar longe dele nem que quisesse.

― Me solta – se livrou da mão de Tae e fechou a cara ficando emburrado.

― Relaxa Taetae, vem aqui curtir como o Kookie – deu uma tragada e sorriu.

― Por favor, vem comigo – Tae pediu calmamente após se abaixar na altura do amigo e fita-lo, queria tanto concertar aquilo. Olharam-se nos olhos por alguns segundos quando o moreno desviou.

― Já falei que não vou – disse baixinho.

― Mas você nem gosta disso Kook-ah – aproximou o rosto do ouvido do amigo e falou baixinho enquanto acariciava a nuca dele. ― Eu posso inventar uma desculpa e te tirar daqui.

Taehyung deu um sorriso cúmplice, sempre faziam isso quando algum precisava sair de uma situação constrangedora. Não conseguia acreditar que o garoto que machucara minutos atrás estava ali tentando lhe ajudar.

Jungkook sorriu de lado, mas logo ficou sério. Malditas lembranças que não saiam de sua cabeça.

Aquele toque, aquele beijo.

― Eu quero ficar aqui já te disse – espalmou a mão no peitoral de Taehyung e empurrou fazendo-o cair sentado na areia. ― Me deixa em paz, eu vou fumar essa merda e não é você que vai me impedir.

Os garotos ao redor não estavam nem aí para aquela cena, só continuavam fumando e rindo entre si. Taehyung fitou Jungkook sentindo-se extremamente magoado com essa atitude dele, seus olhos lacrimejaram fazendo o coração do moreno doer ao fitar Tae que assentiu, se levantou sem jeito, bateu a mão na roupa tirando a areia e se virou saindo o mais rápido possível.

Ele estava cansado de insistir e ser humilhado daquela forma como se ele não tivesse mínima importância, como se todos aqueles anos de amizade não tivessem válido nada. Já chega, decidiu que não tentaria mais.

Chegou ao quarto de hotel devastado sentindo que era o fim de sua amizade. Por que não percebeu os sinais do universo? Era mais que óbvio que ele não deveria ter ido naquela maldita viagem. Depois de tomar um banho rápido se deitou encolhido na cama e sentiu o sono lhe pegar depois de tanto ter chorado naquele inferno de dia.

 ― Taehyung-ah – Jungkook entrou desesperado no quarto de hotel, estava ofegante e as gotículas de suor se formavam em sua testa pela rápida corrida que fez. Adentrou rapidamente procurando pelo amigo que dormia, suspirou e esfregou a têmpora pensando na besteira que havia feito. Como foi capaz de falar daquela forma com alguém que sempre esteve ao lado dele? Ao fitar Tae deitado naquela cama percebeu o quanto ele precisava ser protegido e não atacado como Jungkook estava fazendo.

Adentrou o banheiro para se livrar daquele odor imundo que odiava, esfregou sua pele e seus cabelos com muita força. Realmente ele não entendia o que estava fazendo metido naquela rodinha, simplesmente precisava se distrair e não pensar nas merdas que fez, porém só continuava fazendo mais besteira.

Quando Yoongi insistiu para que ele fumasse logo a ficha de Jungkook finalmente caiu e então saiu correndo atrás do melhor amigo para tentar concertar as coisas. Se sentia tão culpado.

Depois que terminou o banho se vestiu rapidamente e acomodou-se ao lado do amigo que se mexeu ficando de frente para o moreno. Abriu minimamente os olhos e murmurou:

― Jeongguk – voltou a fecha-los e adormeceu novamente enquanto o outro abria um sorriso.

― Eu não fumei Tae, você me conhece muito bem né? Sabe que eu não gosto – esperou a resposta do amigo que continuava dormindo, ele queria mostrar a Tae que não tinha feito aquilo já que sempre passou a vida inteira reclamando quando alguém fumava perto de si. Suspirou e se acomodou ao lado de Taehyung deslizando o braço ao redor dele. ― Me desculpe por ser um idiota.

Kookie fitou o outro que continuava com os olhos fechados, fez o mesmo e murmurou antes de adormecer.

― Me desculpe por ter gostado tanto de beijar você.


Notas Finais


será q agora ele para de ser idiota? socorrooo
kimsuellem um bjaoo

até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...