História Amante do Coringa . - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Arlequina (Harley Quinn), Batman, Esquadrão Suicida, Homem-Aranha, Liga da Justiça, Mulher Maravilha, Os Vingadores (The Avengers)
Personagens Barry Allen (Flash), Bruce Wayne (Batman), Clark Kent (Superman), Coringa (Jack Napier), Diana Prince (Mulher Maravilha), Harleen Frances Quinzel / Harley Quinn (Arlequina), Natasha Romanoff, Personagens Originais, Peter Parker
Tags Ação, Arlequina, Aventura, Coringa, Ficção Científico, Romance
Visualizações 43
Palavras 355
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Ficção Científica, Magia, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem

Capítulo 7 - A sós com Coringa


Pov. Bella

Olhei para Coringa e falei algo que eu mesma não esperava falar.

- Vai ter pipoca ... não me olhem assim todo show tem pipoca - falei - Espera um pouco por que falei isso ?

 Arlequina olhou para Coringa e riu .

- Pudizinho tu torrou o cérebro dela mesmo - disse Arlequina .

Coringa olha para Arlequina e diz :

- Chuchuzinha eu preciso ficar a sós com a garota , depois eu vou brincar um pouquinho com você lá no nosso quarto.

Arlequina olha para ele , dá um sorriso e diz :

- Vem logo então Pudizinho tô te esperando lá no nosso quarto , com aquela roupa que você adora .

Depois ela saí do quarto rapidamente  deixando eu e Coringa sozinhos .

- Querida não fica com medo eu não vou te machucar ... talvez - disse ele sorrindo .

Eu me sentia muito vulnerável ali , claro eu estava deitada numa , cama bem  na frente do maior assassino louco  de Gotham city .

- V-voçe vai deixar eu ir para minha casa ? - perguntei  .

Coringa se inclinou sobre mim , deixando o rosto apenas alguns centímetros longe do meu .

- Se você for um brinquedinho obediente , quem sabe eu deixa você ir para sua casa - disse ele passando a lingua pelos lábios - Quem sabe se até te dou uma recompensa ... mas se me desobedecer eu vou te machucar tanto que , você vai implorando por misericórdia .

- Então eu só vou trabalhar aqui como tesoureira ? - perguntei .

- Não - disse Coringa - Você vai ter que fazer tudo o  que eu mandar.

Olhei para ele e perguntei :

- Tipo o quê ? 

- Se eu quiser te fuder tu vai ter que aceitar e se eu quiser te torturar tu vai ter aceitar se não eu te mato .

Maldito o dia em que eu fui pedir emprego nesse lugar , eu deveria ter escutado o meu padrasto .

Derrepente ele morde levemente meu pescoço , fazendo eu sorta um gemido baixinho .

- Sabe eu sou ótimo em levar uma mulher à loucura na cama - sussurrou Coringa no meu ouvido .






Notas Finais


Espero que tenham gostado .

Se poderem comentar comentem isso me motiva muito.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...