História Amizade colorida. Karol Sevilla ruggarol larol - Capítulo 57


Escrita por: ~

Postado
Categorias Karol Sevilla
Visualizações 9
Palavras 432
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 57 - 2oite de festa em Cordoba. Parte 2


Juli a fulminou com o olhar. 
- Amira eu disse pro meu namorado de seria a noite das garotas.
- Então liga pra ele e infoma as mudanças de planos. Quanto mais gente melhor.
- Bom. Então estão todos convidados. Disse Meio desanimada enguanto teclava algo em seu celular. Bom so Viemos buscar um quarda chuvas e já vamos. By e até mais tarde. 
Se foram. 
- Quase a viola com o olhar. As palavras me queimaram a lingua.
- É que Amira é Amira.
- Gosta dela?
- Não. Claro que não.
Estava com nojo e me deixei cair no sofá.
- Já ficou com ela alguma vez ?
- Ainda não.
- Ah.
Cruzei os braços e abaixei a cabeça tentando entender o que se passava comigo. Eu não podia estar tão chateada. Talvez seria inveja daquela garota tão linda. 
- Está com ciúmes?
- Não.
- Então você volta pra casa hoje com a Juli ok. 
- Porque isso?
- Talvez eu não durma em casa.
Respirei fundo tentando me acalmar. 
- Ok. Divirta-se.
E depois que já haviam todo clima e planejado uma noite que pra mim parecia uma receita pro desastre. Subi pro quarto  a tentativa de fazer contato com Ruggero. O resto do tempo preferi dormir.
Pra noite só tinha um vestido preto e básico meia manga. Calcei umas botas altas. Uns assessórios e uma jaqueta de couro preta emprestados da Juli.
- Está ótima. Juli Me olhou de cima a baixo.
- Você não fica atraz.
- Obrigada. Karol, o que você tem com meu irmão?
A olhei confusa e tentei dissimular. Mas ela ficou o olhar em mim buscando resposta. Lio fazia isso todo o tempo e quase pude ve-lo naquela expreção.
- Somos amigos. Rí. De verdade.
- Desde quando vocês tranzam?
Suspirirei envergonhada com a sinceridade dela.
- É. ... faz uns meses. Mas paramos com isso. Decidimos ficar só na amizade. E tem dado certo.
- Então o que foi que vi hoje? Lio sem camisa e sua blusa do lado avesso.
- Foi so um momento de fraqueza. Não vai se repetir.
- Como você aguenta? Você sabe. Tranzar com um amigo, sentir atração por ele e continuar sendo amigo e ver ele dar em cima de outra.
- É que nao estou apaixonada por ele. É meu melhor amigo e nada mais. Disse com naturalidade.
- Te admiro garota. Já tentei um relacionamento assim a não deu certo. Você faz muito bem ao meu irmao. Não quero que acabam se afastando.
Senti algo se mover dentro do meu estômago.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...