História Amor no passado - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Godric Gryffindor, Hermione Granger
Visualizações 33
Palavras 1.176
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 4 - Cap. IV


POV Serena

Acordei com uma dor de cabeça chata...quando uma mão longa e bonita me estende um frasco de poção...a poção é rosa claro, mas não reconheço, então como qualquer pessoa com um pingo de cérebro procurei minha varinha para verifica-la, não vou tomar algo que não sei o que é.

- Pode tomar, é uma poção leve para dor de cabeça – uma voz suave e máscula diz do meu lado e me viro para ver o dono da mão e complementos...do meu lado estava o homem mais bonito que já tinha visto em muito tempo...corpo longilíneo, mandíbula forte, longos cabelos negros sedosos e os mais brilhantes olhos azuis que já tinha visto na minha vida...acho que devo ter estampado na cara o meu espanto pela sua aparência por que ele me deu um sorriso desdenhoso, como se já estivesse acostumado com mulheres agindo sem fala ao seu lado.

- Me desculpe, não reconheço a poção e não o conheço logo eu vou usar a minha varinha e verificar a poção – lhe dei um sorriso alegre que o fez fechar a cara para mim...ouvi risos e notei que não estávamos sozinhos como pensei anteriormente...tinha duas mulheres bonitas e um homem que insistia em estar muito próximo da minha prima, que estava corando como uma louca...perai, minha prima? Entreguei o frasco para o homem bonito do meu lado, ou joguei, sei lá e me levantei sem me importar com a minha dor de cabeça – Mione! Estava com tanta saudade.

A abracei com força...a dor de cabeça continua, mas quem liga! Eu consegui chegar até a minha prima.

- Mione, estava com tanta saudade, foi só um mês, mas me pareceram séculos. Agora eu só preciso realizar o contra-feitiço na hora certa e estaremos em casa, não é incrível?

 

POV Godric

- Mione, estava com tanta saudade, foi só um mês, mas me pareceram séculos. Agora eu só preciso realizar o contrafeitiço na hora certa e estaremos em casa, não é incrível?

A garota estranha que apareceu na mesa salão principal e deixa o Salazar tão obviamente desconfortável estava falando em ir embora com a minha alma gêmea e bem...é como se o meu coração estivesse parando e não me segurei.

- Não! Ela não pode ir, não agora que eu finalmente consegui um encontro com ela – todos na ala hospitalar me olharam com diferentes expressões. Helga e Rowena pareciam divididas em me olhar felizes e doentiamente doces; Salazar me olhava com desdém e alivio; Hermione me olhava muito corada e estava mais linda do que quando caiu nos meus braços e a garota, tão obviamente parente da Hermione, me olhava curiosa.

- Ora, ora, Mione, essa é a sua alma gêmea? – a garota se aproximou de mim, um pouco cambaleante e me estendeu a mão pequena – prazer em conhecê-lo, senhor Grinfinória, meu nome é Serena Moon.

Quando fui pegar em sua mão, ela pareceu vacilar e acabei tendo que segura-la para não cair no chão.

 

POV Salazar

- Ora, ora, Mione, essa é a sua alma gêmea? – a garota irritante, que conseguiu me banhar em comida se virou para Grinfinória e senti minha raiva começar a crescer, primeiro ela se recusa a usar a minha poção, quando ela está com tão obvia dor e agora me ignora para falar com o falastrão do Grinfinória...ela estendeu a pequena mão para ele – prazer em conhecê-lo, senhor Grinfinória, meu nome é Serena Moon.

Antes de cumprimenta-lo, ela vacilou e começou a cair...para a minha raiva foi o idiota que a pegou antes que ela pudesse cair no chão...minha raiva subiu e sem perceber palavras comprometedoras saíram da minha boca.

- Não, encoste nela! – todos, menos a garota irritante me olharam...Helga e Rowena com sorrisos maliciosos; Godric com curiosidade e a senhorita Granger com espanto.

 Grinfinória a pegou com delicadeza e a depositou na cama e ela, Serena Moon começou a acordar.

- Desculpe-me todos, eu passei o ultimo mês pesquisando demais para poder conseguir chegar até a minha prima e temo não ter cuidado corretamente de mim.

- Seus pais deveriam cuidar de você, senhorita, presumindo-se que não é casada, devido à forma como se apresentou – o que há com essa garota que me faz tão falante?

- Ora senhor... ?

- Sonserina, Salazar Sonserina.

- Bem senhor Sonserina, primeiro: da onde eu venho às mulheres tem liberdade para ser quem querem e cuidar de si mesmas, segundo: meus pais resolveram ir morar em uma colônia mágica de naturalistas, não me pergunte o que é porque não tenho vontade de explicar para o senhor; terceiro: tenho certeza que já deduziu que a minha alma gêmea é você, mas não se engane, você não tem direito de mandar em mim e conversaremos sobre nós assim que eu tomar essa poção para dor, porque tenho certeza que você me dará outra dor de cabeça.

Impertinente e irritante, como alguém como ela pode ser a minha alma gêmea? Coloquei o frasco com a poção em sua mão e a observei tomar, sentindo certo alivio em saber que ela não sente mais dor.

- Muito obrigada pela poção, senhor Sonserina – ela me agradeceu e sorriu para mim...droga algo deve estar errado comigo por me sentir tão feliz com um sorriso dela.

Bufei em desdém e sai da ala hospitalar...tenho que fazer alguns check ups em mim e ter certeza que esse anão impertinente não me enfeitiçou.

 

POV Hermione

- Bem isso foi interessante, vamos às apresentações – minha prima se levantou da cama – como disse meu nome é Serena Moon, sou prima da Hermione e estou a um mês trabalhando como um elfo para conseguir chegar até ela.

- Bem, olá senhorita Moon...

- Me chame de Serena, por favor.

- Claro Serena, eu sou Helga Hufflepuff – Helga fez mais alguns feitiços diagnósticos na minha inquieta prima – e você está muito bem, não precisará ficar aqui, mas seria bom mudarmos as suas roupas, para não causar desconfiança.

Serena pegou a varinha do coldre no seu braço e com um gesto transfigurou a sua roupa em um bonito vestido verde esmeralda, muito semelhante ao que usávamos...ela transfigurou o coldre em uma pequena bolsa e guardou no bolso do vestido, trançou o cabelo e parecia que ela era uma parte dessa época...mas lembro que antes de ser pesquisadora no departamento de mistérios, ela tirou sua maestria em historia da magia.

- Ótimo, como estou?

- Está ótima querida, eu sou Rowenna Ravenclaw – minha prima deu uma delicada reverencia, mas dava para ver a sua animação.

- Por Morgana, eu li os seus tratados de viagem no tempo para conseguir modificar o feitiço para chegar aqui, eles e seus diários de pesquisa sobre paradoxo foram fascinantes...

- Sim, Serena, vamos continuar – interrompi porque senão ela poderia divagar por horas, já que ela é fã da Rowenna - e esse é Godric Grinfinória.

Godric se curvou galante para minha prima, mas sorriu divertido para mim.

- Senhorita Moon...

- Já disse senhor Grinfinória, me chame de Serena.

- Sim, o que quis dizer com levar a Hermione de volta?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...