História Amor Proibido - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Himawari Uzumaki
Tags Amor, Naruto, Romance
Visualizações 6
Palavras 833
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa Leitura

Capítulo 5 - Decisão


Cheguei em casa ainda feliz, não fiz o jantar pois tinha sobrado muita comida, me sinto tão apaixonada e dessa vez eu tenho certeza eu o amo, quero estar com ele mesmo se for só o observando ainda sinto o gosto de seus beijos do seu toque quero que ele faça denovo eu quero sentir ele dentro de mim como senti seu dedo - ah- suspiro como ele faz tão gostoso me senti quente e fui tomar um banho demorado.Terminei meu banho e meti um vestido muito confortável verde desci as escadas e encontrei Gaara no sofá, sorri amarelo indo na direção dele , parei em sua frente percebendo o quanto ele estava sério olhando para o nada parecia destraido pensando no mundo da lua, estalei os dedos e ele olhou para mim sério.


— O que se passa Gaara?

- Porquê a pergunta?

– Você está muito sério - me aproximei ainda mais dele sentei em seu colo olhando para ele preocupada - Você está estranho.

- Himawari preciso conversar contigo.

— Fale - engoli em seco, torcendo para que não seja algo ruím.

— Você vai para Konoha amanhã- arregalei os meus olhos o encarando como assim vou para Konoha amanhã? porquê? será que ele me queria longe ?
- Você está me mandando ir embora ou foi o meu pai que disse?

— Himawari você não pode ficar aqui- olhei para ele confusa - Você é uma criança.

Me levantei de seu colo, quase chorando ele estava me mandando embora porque eu sou uma criança ou porque ele não consegue resistir a mim

— Não me mande embora Gaara porfavor, eu te amo - disse já chorando

— Nós não podemos é errado, insano você é filha de meu melhor amigo e...- Himawari o interrompeu

- Quando estavámos nos amando no seu escritório você não pensou nisso.


- Aquilo foi um erro.

- Foi erro ter me desejado?


— Foi o maior erro que já cometi ja cometi na minha vida.



- eu..- fui interrompida

- Você vai para Konoha e não se fala mais nisso- disse se levantando e indo até o quarto dele, o segui e entrei antes que ele fechasse a porta - Himawari!- disse irritado

- Gaara me deixe ficar perto de você porfavor e-eu não quero ir - disse gaguejando devido ao choro.

- Isso não depende de você.

- Deixe eu amar você.

— Me oiça! - disse gritando me assustando- eu não amo você nunca amarei, você é apenas uma criança cujo objectivo é namorar a um homem mais velho, eu não te amo e você não me ama é apenas uma atração não confunda, eu apenas te desejo e nada mais, você vai voltar para Konoha querendo ou não e começa arrumando suas coisas- disse grosso, eu chorava cada vez mais soluçando engoli o choro e disse

- Eu não sou criança , sei muito bem dos meus sentimentos por você tudo isso seu a casa, a aldeia - disse gesticulando com as mãos- por isso vou embora , você tem tudo menos o amor e o carinho de uma mulher porque você afasta todos os que o amam mas quando querer chorar nos braços de alguém, quando querer ser amado me procura - sai daí batendo a porta com força indo até meu quarto arrumando minhas roupas o choro me assolou denovo.


Ela saiu daqui a alguns minutos sinto o peso de suas palavras, palavras estas que não saiam da minha cabeça, ela disse algo que me tocou em cheio me deixando pensando muito o pior é que aquilo era a mais pura verdade, ela está aqui a três dias e já conseguiu enxergar coisas que nenhuma outra pessoa que está convivendo comigo conseguiu não posso negar que além de desejo eu sinto algo a mais por ele porque se fosse apenas desejo eu a teria feito minha e depois mandava - a embora mas não eu mandei ela embora porque isso é errado e extremamente proibido e que deixava em risco o meu cargo de Kazekage, agora me pergunto se tudo isso que farei vai valer a pena mandando-a embora? mesmo que indiretamente ela vai levar uma parte de mim, ela foi a primeira pessoa que me fez sorrir depois de anos, quando eu a vi chorando meu coração despedaçou queria a abraçar... respiro fundo , tenho que viver a realidade e parar de me iludir tenho que adimitir que quero ela perto de mim, sim eu a quero por perto e é isso que vai acontecer e ninguém vai empedir digo para mim mesmo determinado, vou para o quarto de Himawari bato a porta uma, duas, três vezes e nada dou meia volta em direção ao meu quarto, quando oiço o barulho da maçaneta eu me viro e olho para Himawari, me aproximo e dou conta que seus olhos estavão avermelhados indicando que chorou, aquilo me despedaçou o coração não queria ver minha Hime chorando principalmente por mim não mais.

Notas Finais


Até ao próximo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...