História Amor Proibido - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lendas Urbanas, Mitologia Brasileira
Personagens Personagens Originais
Visualizações 10
Palavras 1.338
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas do Autor


Não sabia que titulo colocava então foi mal 😋

Capítulo 25 - Família VS pedido


Lc- amor ta tudo bem- ele encosta o rosto com a parte da orelha na porta 

- sim… eu só não estou me sentindo bem

Lc- oque você tem?- pergunta preocupado 

- nada não…- dou discarga e abro a porta ele quase cai- viu eu to bem- ele me abraça

Lc- ainda bem- suspira aliviado- vamos dormir isso vai passa- concordo com a cabeça 

Trocamos de roupa e deitamos para dormir… no dia seguinte eu levanto e vou escovar os dentes depois Lucca se levanta e vai do meu lado no banheiro, quando acabamos trocamos de roupa e decemos indo pra sala, sento no sofá e ligo a televisão já Lucca vai pra cozinha e prepara o café da manha… quando ele acaba eu arrumo a mesa e nos sentamos para comer, depois de um tempinho eu tiro a mesa e coloco os pratos na lava-louça, quando acabo vou até Lucca e sento de seu lado no sofá

30 minutos depois…

A campainha toca e eu vou atendela, quando abro a porta uma mulher me abraça feliz da vida

XX- sabia que eu ia acha-la, filha sentir sua graça la de baixo tava dificil em mas senti a energia do meu bebê e te achei

- moça por favor… me solte- Lucca se levanta e vai ver oque estava acontecendo, quando ele chega na porta

Lc- mãe!! Como você nos achou?- ele fica sem jeito quando ela o abraça

Rs- oi meu filho tava com saudades- eu olho pra porta e vejo um homem de terno preto com cara de mal

- o senhor não quer entrar? - abro espaço e ele entra 

Rs- olha Baltazar como ta seu filho- Lucca fica corado e eu abro um sorriso

Bz- ola filho- ele olha pra mim e pega minha mão dando um beijo nela- olá Marcela quanto tempo- ele solta minha mão e fica olhando a casa- aqui é bem grande só pra vocês dois

Rs- Baltazar  não amola tá essa é a casa do seu filho com a garota- ela solta Lucca e vai em mim- então você é a famosa Marcela- fecho a porta 

- famosa?- ela da risada- eu não sou tão famosa assim 

Rs- bom modestia parte, prazer minha norinha lindo eu sou Rose mãe do seu marido

- marido!? Eu e Lucca não somos casasos- ouso Baltazar dando um tapa em sua testa

Bz- querida ela não tem anel de noivado como nós

Rs- ai Baltazar eu não vi ta, os dois moram juntos, dormem juntos então deduzi que são casados- Lucca e seu pai dão ao mesmo tempo um tapa na testa

Lc- mãe vamos sentar por favor- Lucca mostra o caminha e sua mãe vai na frente

Rs- nossa filho aqui é tão lindo

- Lucca que decoro tudo aqui- ela me olha surpresa

Rs- filho tu tem um bom gosto- ela diz sentando no sofá e eu sento em seu lado- eai como vocês estão?

- estamos bem…

Lc- a pergunta aqui é porque vocês estão aqui?

Bz- sua mãe sentiu sua energia e a graça dela e me pediu pra visitar vocês

Rs- mas se vocês preferirem nos vamos em bora

- não, não por favor… não precisam ir embora acabaram de chegar- ela passa a mão em meu rosto

Rs- eu sabia que você era linda… mas Baltazar disse "não ela é horrível, ela não vai gostar de você, e tal"- dou uma risadinha- e alem de tudo é fofa

Bz- eu so disse aquilo pra você não querer vir velos se não…- antes dele acaba a fraze a campainha toca

 Lucca vai até a porta e abre, uma mulher olha pra ele e o encara

XX- com licença meu jovem a Marcela esta?

Lc- sim…- ela entra na pura ignorancia um homem pede licença e entra- educado pelo menos

A mulher me ve e me abraça

- mãe oque você esta fazendo aqui?

Mr- milha filha… estava tao preocupada com você

- mãe eu estou bem- ela me aperta um pouco e Lucca tira ela de perto de mim 

Lc- por favor senhora não aperte ela 

Mr- quem você pensa que é pra me separar de minha filha…- Lucca entra na minha frente

Rf- por favor Maria se comporte… eu pesso desculpas pela maneira dela, filha tava com saudades- ele abre os braços e eu vou abraça-lo- tava com tantas saudades

Minha mãe olha pra Rose e sorri

Mr- Rose a quanto tempo- ela se levanta e as duas se abraçam- nossa você esta linda 

Lc- vices se conhecem?

Rs- claro nos conhecemos no baile da lua de sangue- as duas começam uma conversa 

Meu pai me solta e vai do lade de Baltazar 

Rf- Baltazar a quanto tempo…

Bz- é… eu não digo o mesmo… Rafael- os dois quase começam uma conversa

Vou do lado de Lucca e ele me abraça 

Lc- quer contar pra eles?- me olha em duvida

- sim… eles são nossos pais e precisam saber- Lucca segura minha mão- ha pessoal eu preciso contar algo…

Bz- espere só mais um pouco querida… tem mais uma pessoa pra chegar- eu o olho com duvida

- quem?- quando digo o céu se feza e uma liz cai do lado da piscina- oque ele ta fazendo aqui? 

Bz- ele quer saber oque você ia contar

Lc- mas é só pra família… e ele não é família- deus entra dentro da casa e eu percebo que ele tava do tananho de meu pai

Bz- pronto querida conte oque você ia falar- os dois abrem um sorriso

- ha ta… pessoal por favor… eu queria falar que…- minha mãe me olha e me deixa nervosa, Lucca segura minha mão me dando confianças- eu estou gravida de gêmeos- minha mãe e Rose começam a chorar e as duas me abraçam ao mesmo tempo

Bz- pelo visto eu ganhei a aposta irmão- Deus me olha com desgosto e chega perto de mim 

Ds- Marcela podemos conversar em particular- eu concordo com a cabeça e nos vamos pra fora- eu só queria dizer que estou feliz por você, mas triste ao mesmo tempo

- eu sei… mas a culpa é sua por ter juntado eu e Lucca…

Ds- eu sei… a culpa é minha- ele se agacha ficando na direção de minha barriga- eu posso- pergunta apontando pra minha barriga, eu aceno sim com a cabeça e ele coloca a mão nela- meus parabéns filha mas tenho que te falar que não são gêmeos- fico confusa- você esta gravida de um bebê não de dois

- Gabriel me disse que eram dois!?

Ds- Gabriel nem sabe o dia em que nasceu…- ele se levanta, passa a mão em minha cabeça- você sabe que se ficar na terra vai verder seus poderes, suas asas vai sumir para sempre, e você sera uma humana qualquer

- eu sei… 

Ds- bom eu vou deixar você ter seu poder de cura, e o seu companheiro tera seu teleporte pra sempre

- ele também vai vira humano?

Ds- sim… ele também vai perder as asas, sua forma arcanjo sumira junto com Gabriel, e a forma demônio superior dele vai sumir também, vocês serão humanos pro resto da vida- concordo com a cabeça

- ha senho… posso te pedir uma coisinha- ele concorda com a cabeça- eu queria que o senho abençoa-se o nosso casamento- ele abre um sorriso

Ds- claro… me desculpe mas tenho que ir- ele se despede e a luz cai sobre ele 

Volto pra dentro e Lucca me abraça

Lc- você esta bem?- digo sim e ele me beija

Nossos pais começam a comemorar

Rf- olha Baltazar agora seremos avós não ta feliz

Bz- claro mas ainda tem 9 messes pela frente então não estou preocupado- Rafael começa a ri 

O tempo passo rapido e chego a noite meus pais e os pais de Lucca vão em bora e ele me olha 

Lc- eai oque ele te disse la fora

- acredita que gabriel erro… eu não to gravida de gêmeos so de um- começamos a ri- e eu pedi pra ele abençoar o nosso casamento 

Lc- ae… então- ele se ajoelha na minha frente e abre uma caixinha com uma aliança- Marcela você aceita se casar comigo!?

- sim…- ele coloca a aliança em meu, se levanta e me beija

Alguns dias se passaram e o grande dia chega o nosso casamento…



Notas Finais


Desculpem pelo erro de digitação


Espero que gostem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...