História Amores Secretos - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Brothers Rocha
Tags Brothersrocha, Drama, Policial, Revelaçoes, Romance
Visualizações 3
Palavras 600
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Policial, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Capítulo 1


Fanfic / Fanfiction Amores Secretos - Capítulo 1 - Capítulo 1

Kaila Stuart:

Já fazia um mês que Sam, Jade e eu havíamos ido com o papai para Los Angeles. Ele tinha conseguido um emprego temporário lá, não iríamos ficar muito tempo, só até ele cumprir o cargo dele e o período expirar. Para a nossa sorte, ou não, a mamãe mora em LA. Meu pai sempre dizia que ia ser bom para nós passarmos uma temporada com ela, mas não concordamos com isso. 

Sam é o tipo de garoto que detesta nosso padrasto. Jade e eu até tentamos ser o máximo associável possível causando a impressão "filhinhos compreensíveis", o que muitas vezes não dá certo. Nossos pais se separaram a três anos, e, nesse meio tempo de dois anos a mamãe se casou novamente. Já um tempo após, o papai também arrumou alguém. Digamos que não foi tão ruim assim ficar um mês longe de Santa Mônica, exceto a parte em que tive que deixar meus amigos por um mês. Literalmente. 

Esse foi o pior mês que eu já passei na minha vida. Podem até achar que é um tanto dramático da minha parte, mas, para o tipo de garota que faz de tudo para não se mudar da cidade onde mora e não se afastar dos amigos, é bem comum.

[ . . . ]

Longas duas horas se passaram até que finalmente chegamos. Maior parte do assunto dentro do carro, era entre Sam e o papai. Enquanto isso, Rosalie, Jade e eu jogávamos papo fora. Meu pai estacionou, abri a porta de trás e desci rapidamente. 

Eu: Aleluia! 

Jade: Está comemorando porque chegamos, ou porque o Sam calou a boca? — Ergueu uma sombrancelha rindo.

Eu: Acho que os dois. — Ri e fui até o porta malas onde o papai já havia aberto. 

Sam: Hahaha, como vocês são engraçadas. — Debochou e revirou os olhos. 

Revirei os olhos, paguei minhas malas e as arrastei entrando dentro de casa. Subi diretamente as escadas, abro a segunda porta à direita, entrando no meu quarto e "jogando" a bagagem dentro deste. Puxei a cortina e abri a janela fazendo com que os raios de sol invadissem o ambiente. Respirei fundo, olhei a paisagem que tinha diante de meus olhos, o sol se pondo no fim da tarde e o céu do jeito que eu sempre adorava ver. Me sentei na cama novamente, desfazendo as malas.

[ . . . ]

Havia terminado há um tempo a arrumação das minhas coisas, liguei a televisão num programa qualquer. Ouvi algumas batidas na porta e olhei a mesma. 

Eu: Pode entrar. — Sorri ao ver a Rose entrar pelo quarto. 

Rosalie: Parece feliz com a volta. — Se sentou ao meu lado na cama.

Eu: Você não faz ideia. — Sorri.

Rosalie: Já falou com as meninas? 

Eu: Elas vão passar aqui, vamos sair para a saudade. 

Rosalie: Que bom. — Empolgou-se.

Eu: Vai ser bom. — Sorri amarelo. 

Rose sorriu sem mostrar os dentes, meu pai entrou pela porta. 

Harry: Eu não gosto que ande muito com essas meninas. Elas não sao boas companhias. — Encostou na porta. 

Rosalie: Ah Harry para com isso. A Allison, a Cindy e a Emily nunca foram más companhias para a Kaila e você sabe disso. — O fitou. 

Harry: Sim, porém há aquelas festas onde todos bebem, fumam e onde os garotos são todos muleques rebeldes. Não preciso nem dizer o que eles querem. — Encarou a Rose de volta e rolou os olhos para mim. 

Eu: Relaxa pai. — Revirei os olhos.

Rose: Pode deixar que eu cuido desse marrento. — Riu. 

Fechei meus olhos, respirei fundo e ouvi buzinas do lado de fora.



Notas Finais


Essa história é uma fanfic relacionada aos irmãos Rocha. Qualquer outra história com conteúdo semelhante em qualquer aspecto será considerada plágio.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...