História An American Coffee - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~BaekChan2

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Kai
Tags Americano, Baekyeol, Café, Chanbaek, One-shot
Visualizações 90
Palavras 1.056
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente, escrevi isso em 18 minutos, então desculpem os erros, realmente espero que vocês gostem, eu gostei muito de escrever, algo bem fluffy.
Então é isso, boa leitura

Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction An American Coffee - Capítulo 1 - Capítulo Único

Byun BaekHyun se sentia cansado de viver preso atrás daquele balcão de madeira, ele não reclama daquele trabalho, ele lhe alimentava, mas não era o trabalho que ele queria, mas era o que tinha.

Era sempre a mesma rotina, todos os dias, menos no domingo, vendo sempre quase os mesmos rostos daqueles que estudavam naquele horário ou passavam ali para tomar um café antes de ir ao trabalho.

Byun Coffee, era de sua família, ele ajudava ali para conseguir se manter depois de decidiu morar sozinho, assim como todo garoto de dezenove anos, ele ainda estava indeciso sobre qual faculdade fazer, quando quase todos já tinham decidido.

Talvez devesse fazer o curso de psicologia, aquela área sempre lhe chamava a atenção, o atraia, ou então devesse tentar veterinária, ele amava os animais e sonhava em cuidar deles. Ele vivia nessa luta interna a dois meses, sua mãe já não aguentava o fato dele ainda não ter escolhido um curso.

BaekHyun deitou sua cabeça no balcão e ficou olhando para os bolos que estavam expostos, ele se abaixou encarando aquela torta de morango que viu sua mãe fazer mais cedo, separado apenas por um vidro, sua respiração manchava o vidro. Ele encarou seu reflexo e viu que seus cabelos estavam uma bagunça só, passou sua mão entre seus fios negros e levantou ao ouvir o sino da porta anunciando um novo cliente.

ㅡ Um americano, por favor.ㅡ BaekHyun demorou alguns leves segundos para perceber que aquilo era direcionando a si, seus olhos quase perderam o foco ao olhar para aquele garoto do outro lado do balcão, ele era alto, tinha cabelos castanhos partidos de lado, Byun acreditava que nem o vento seria capaz de mexer aquilo. O garoto abanou as mãos em frente a seu rosto e abriu um sorriso cheio de dentes e brancos, chamando ainda mais sua atenção.

ㅡ C-claro.ㅡ O garoto concordou em um aceno e sentou em uma mesa próxima, BaekHyun riu nervoso, pela primeira vez ele sentiu vontade de apressar um pedido.

Mais rápido que era possível para ele, ele terminou o pedido do garoto, colocou sobre a bandeja e seguiu para sua mesa, geralmente ele sempre ficava atrás do balcão e anotava os pedidos, mas dessa vez ele mesmo havia feio o café e serviria.

ㅡ Aqui.

ㅡ Nossa, vocês são rápidos. ㅡ O garoto falou abrindo mais uma vez aquele grande sorriso, BaekHyun sentiu seu rosto esquentar ao encarar aqueles olhos escuros. ㅡ Quanto é……Byun BaekHyun? ㅡ Perguntou ao ler o crachá do baixinho.

ㅡ 3613Won.* ㅡ Respondeu baixo e estendeu sua mão para receber o dinheiro, ele se arrepiou ao sentir os dedos do cliente encostar de leve nos seus. Podia ser estúpido mas ele ficava assim ao lado de gente bonita como o garoto que ele sequer sabia o nome.ㅡ Volte sempre.

Disse o que dizia para todos os clientes, mas aqui o foi como um pedido silencioso para que o maior voltasse mesmo.

….

Haviam se passado um mês e aquele garoto que agora BaekHyun sabia o nome, se chamava Park Chanyeol, com o tempo eles ficaram mais próximos, o menor na sentia mais tanta vergonha assim ao estar perto de Chanyeol mas sempre se envergonhava ao ter os olhos do maior em si, era inevitável. Com o tempo ele sentia as famigeradas borboletas no estômago sempre que dizia um bom dia a Chenyeol pela manhã antes dele ir para a faculdade.

Era mais um dia atrás daquele balcão que com o tempo ele aprendeu a gostar pois sabia que em alguns minutos Chenyeol estaria ali para pedir seu americano, o de sempre, ele dizia ser o melhor que já havia provado ao descobrir que era o baixinho quem fazia, Chanyeol não perdia a chance de o elogiar sempre que podia, mesmo que se vissem apenas alguns minutos por dia, isso já deixava um sorriso no rosto do Byun pelo resto do dia.

ㅡ Bom dia baixinho. ㅡ BaekHyun foi tirado de seu transe por Chanyeol que estava a centímetros de distância de seu rosto, o menor se assustou pela proximidade e se afastou muito rápido, escutando uma risada baixinha de Chanyeol.

ㅡ Já vou preparar o seu pedido.

ㅡ Hoje não vi pedir um americano, vim pedir seu número. ㅡ BaekHyun se engasgou com sua própria saliva, ele não acreditava no que havia acabado de ouvir, tinha certeza que seus ouvidos estavam o pregando uma peça de muito mau gosto.

ㅡ Desculpa, eu não entendi.

ㅡ Você é surdo sua lesma? Ele pediu seu número. ㅡ Gritou meu irmão nada discreto lá da cozinha, as vezes Jongin era muito inconveniente.

ㅡ Sim, eu quero seu número, finalmente criei coragem depois de um mês, você vai me dar não é?

ㅡ Sim. ㅡ Chanyeol estendeu seu celular para o menor que o pegou. Baekhyun sentia suas mãos frias, ele estava nervoso com aquilo, adicionou seu número e devolveu o celular do maior que conferiu antes de o por no bolso.

ㅡ Usando o pouco de coragem que ainda me resta. Você quer sair hoje?

Byun Baekhyun sentiu naquele momento que poderia morrer, como se as borboletas em seu estômago fossem o partir ao meio de tão feliz que estavam, ele não estava diferente.

ㅡ Sim, eu quero.

Chanyeol abriu um sorriso para o baixinho, assim que colocou seus olhos pela primeira vez em Baekhyun ele se sentiu atraído como nunca se sentiu por uma garota ou garoto, mas por ninguém menos que Byun Baekhyun o baixinho de sorriso retangular e olhos caídos, como um filhote que Chanyeol sentia vontade de cuidar e colocar em seus braços.

Baekhyun enxugou suas mãos suadas em sua calça jeans, ele nunca pensou que aquilo fosse acontecer, pensou que Chanyeol seria apenas mais um que passaria por sua vida, mas não, ele esperava que não. O menor sorriu e seu sorriso foi retribuído, ele pela primeira vez tinha certeza que algo daria certo para si e nada mudaria isso.

ㅡ Da para os dois pararem de se olhar, tem uma fila aí! ㅡ Avisou Jongin. Ambos Chanyeol e Baekhyun olharam e viram uma fila se formar atrás do maior avisando que tinham clientes, os dois riram e Chanyeol sorriu deixando então Baekhyun fazer seu trabalho com um enorme sorriso estampado em seu rosto que não se desfez nem mesmo quando uma velha senhora gritou com o baixinho por ele ter derramado seu café. Não importava, ele estava feliz.


Notas Finais


3613Won são aproximadamente 10 reais
:')
Espero que vocês tenham gostado, qualquer crítica é bem vinda, positiva ou negativa
Obrigado por lerem
:')


Dêem uma olhada na minha fic linda Yoonmin, que tem que alcançar 50 favs até dezembro :')

Link: https://spiritfanfics.com/historia/schizophrenie-10873680


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...