História Apartamento 34 • Yoonseok - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Rap Monster, Suga
Tags Bangtan Boys, Boyxboy, Jung Hoseok, Kid!yoonseok, Kim Namjoon, Min Yoongi, Modelo, Yoonseok
Visualizações 126
Palavras 1.312
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Yaoi
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


relou.

Capítulo 32 - Hoseok é fraco para bebidas


Fanfic / Fanfiction Apartamento 34 • Yoonseok - Capítulo 32 - Hoseok é fraco para bebidas

Apartamento 34 | 31

Ao ouvir tal palavra, Hoseok gritou e abraçou o menor, que apenas escondeu o rosto em seu pescoço e permitisse que suas lágrimas quentes caíssem pelo o pescoço do mais novo. O menor estava cada vez mais junto de Hoseok, que passou os braços em sua cintura e beijou o mesmo em um ato calmo e cheio de paixão.

Pediu passagem e o menor cedeu. Agora, indo para a casa do Park de mãos dadas, os dois se encontram aos beijos. Yoongi estava com os olhos inchados de tanto chorar, Hoseok também. Uma notificação em um grupo foi o suficiente para acabar com o silêncio de ambos.

Riram até chegar na casa do mais novo, tocaram a campainha e logo ouviram o barulho alto da música que tocava. O cheiro de álcool era presente no local, Yoongi tampou o nariz e entrou — Ainda de mãos dadas — com Hoseok.

— Vocês chegaram! Eu já tava quase pegando vocês pela as orelhas, aish. Entrem, tem bebida na cozinha e um banheiro caso o vômito seja presente. — Falou Jimin, jogando suas madeixas loiras para trás e dando passagem para Hoseok e Yoongi, os dois agradeceram com uma pequena reverência e se sentaram. 

— Eu vou pegar uma cerveja para mim, você quer amorzinho da minha vidinha? — Hoseok perguntou, Yoongi negou e procurou algum lugar para se sentar, enquanto Hoseok andava na direção do mini-bar alugado na casa do Park.

Yoongi pegou seu celular e respondeu algumas mensagens.

....

Yoongi: Oii Jisoo, eu não tô te vendo aqui na festa, que pena.

Yoongi: Como está meu cunhado de mentira? Bêbado?

ChiChoo: Ele está normal, eu acho. Aliás Kim Taehyung já é normal agindo com um "bêbado" imagina quando ele tiver kkk.

ChiChoo: Falando nele, tenho de ir. Até logo. Ps: Se nos encontrarmos.

....

O menor viu um lugar vazio e caminhou até ali, vendo um Jung Hoseok apenas seu caminhar em sua direção. O mais novo se inclinou e beijou Yoongi calmamente, tocando de leve na boca do mais velho e andando até a pista de dança.

Era engraçado como ambos se resolveram em menos de horas, o menor observava Hoseok se balançando enquanto deixava o líquido na lata — um pouco amassada — cair nas pessoas. Riu baixo e não se importou com os xingamentos transferidos para Hoseok, aliás, o mais novo apenas ignorava rindo e murmurando coisas emboladas.

Tudo bem, Hoseok é fraco para bebidas. Se perguntou porque o garoto não seguiu o exemplo de Jungkook, que recusou as cervejas e pediu apenas um refrigerante — que não se encontrava gelado, como o coração de certos humanos. Deixou soltar a indireta e riu com esse tipo de pensamento. 

Minutos se passaram e o próprio Yoongi estava quieto, ao contrário de Hoseok que já dançava aleatoriamente com todos na pista montada ali. O próprio apenas tomava água, deveria cuidar de Hoseok, caso o próprio ficasse bêbado. Sentiu o lado esquerdo do sofá mega macio afundar e direcionou seu olhar para o lado, encontrando Nayeon, que sorriu mostrando seus dentes de coelho.

— Sem beber para cuidar do namorado também, Yoongi? Pois é, estou na mesma. — Riu fraco e direcionou seu olhar para Yixing, que dançava como um bêbado em festas de família, lê-se: dançando como um titio. Yoongi assentiu rindo e jogou o líquido do refrigerante pela garganta e direcionou seu olhar para Hoseok, que não se encontrava mais ali.

Se assustou e se levantou bruscamente, assustando Nayeon que o encarou confusa, mas logo pareceu entender ao perceber que o mais velho não se encontrava mais na pista de dança. Viu uma cabeleira familiar indo correndo em direção ao banheiro e cerrou is punhos.

— Puta merda, Hoseok, onde você se meteu. Nayeon, preciso procurar o irresponsável do meu namorado, licença. — Disse, pegando seu casaco e indo de encontro ao banheiro, pensou que Hoseok iria estar lá.

Subiu as escadas e notou a luz do banheiro acesa, logo vendo uma cabeleira meio avermelhada no reflexo do espelho.

Hoseok.

Correu e entrou, se deparando com a cena mais fofa — lê-se nojenta — que Yoongi já viu naquele dia. Hoseok vomitava no vaso sanitário, enquanto tomava vários goles da cerveja. Hoseok o olhou e se assustou.

— Sai de perto de mim, tarado! — Gritou, jogando a cerveja em Yoongi, que gritou em reprovação.

— Calma amor, eu só vim te ajud.. — Foi interrompido.

— Eu vou dizer ao meu namorado que você me chamou de amor! — Falou fazendo biquinho, o mais velho não resistiu e acabou beijando o mesmo por impulso, levando um tapa na cara, por parte de Hoseok.

— E-Eu t-traí o Y-Yoonie-ah! Ele vai me matar, seu tarado, você estragou meu relacionamento! — Gritou, derramando várias lágrimas. Yoongi se desesperou e abraçou o próprio.

— Você não me traiu, Hoseok, eu não vou te matar neném! Vem, vamos para casa. — Estendeu a mão e Hoseok hesitou em pegar.

— Promete que não vai abusar do meu corpo gostosinho? — Perguntou estendendo o mindinho para Yoongi, que riu bobo e encaixou o seu mindinho com o dele.

— Eu prometo neném, eu prometo. Agora vamos? — Perguntou, o maior pegou em sua mão e se retirou do banheiro, quando estavam perto de sair foram barrados pelo Park.

— Onde pensam que vai, hum? — Perguntou, encarando os dois. Uma marca roxeada foi notada no pescoço do mais novo.

— Primeiro, não queríamos atrapalhar sua foda, bom, eu não queria. Segundo, Hoseok está bêbado e está achando que eu sou um tarado que irá fodê-lo a qualquer momento, acredita? Aish! — Riu fraco e o menor permitiu que ambos saíssem.

— Cervejinha Edna! Eu te amo! Me desculpe por ter te jogado no lixo. — Disse para a porta e entrando — na verdade, sendo forçado a entrar —  no carro.

No caminho Hoseok sussurrava coisas desconexas, o próprio ria de algo inteiramente besta, até que por impulso, o mais novo deixa um beijo delicado no pescoço do mais velho. Yoongi suspirou forte e estacionou o carro, pegando Hoseok com dificuldade e no indo em direção ao elevador, já que o próprio morava em um apartamento.

— Ai que sono, Yoonie.. Seokie quer dormir de cuequinha.. Seokie pode, né? — Falou de olhos fechados, enquanto Yoongi tirava sua roupa para por o mais novo para tomar banho, mas existe uma parte constrangedora nisso, a parte de tirar a cueca.

Na hora de tirar a cueca do mais novo,  Yoongi acidentalmente passou os dedos pelo membro do menor, que simplesmente se encontrava duro.

— Seokie viu o 'biluzinho' do Yoonie e ficou assim, é errado? — O mais novo falou, levando a mão de Yoongi até seu membro.  Yoongi riu e levantou o mesmo — tirando sua mão do membro do maior —  que foi cambaleando até o banheiro.

Minutos se passaram e Hoseok saiu realmente como disse, apenas de cueca.

— Yoonie pode por bebê Seokie para dormir no colinho? — Perguntou manhoso, enquanto Yoongi tentava ligar o ar condicionado de seu quarto.

— Tá, agora o neném vai fechar os olhinhos para o namoradinho dele cantar até ele dormir. — Disse beijando a testa de Hoseok e cantando um trecho de "Butterfly" e indo dormir logo em seguida.

Hoseok se encontrava dormindo e com as pernas na cintura do mais velho, com a cabeça escondida em seu pescoço. O menor apenas lhe beijava silenciosamente, mas as vezes deixava escapar uns barulhos gostosos de se escutar ao ambos lábios se separarem. Sorriu entre o beijo e fechou os olhos.

Agora, de duas coisas o próprio tinha certeza.

1- Ama muito Jung Hoseok ao ponto de dizer isso todos os dias.

2- Ter alguém como ele para o resto da vida.

— Eu te amo, Jung Hoseok.

O mais novo estava acordado o suficiente para responder baixinho, possível apenas para ele escutar.

— Eu te amo, Yoonie.


Notas Finais


hoseok!bêbado né meninas.

hoseok!bottom também pq sim.

parei.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...