História Beautiful monster - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Beautiful Monster, Bts, Jungkook, Taehyung, Taekook, Vkook
Visualizações 35
Palavras 1.174
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Ficção, Hentai, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Penúltimo capítulo galera, espero que gostem e sorry o sofrimento hahshahshhas

Capítulo 4 - Beautiful


NARRAÇÃO DO TAEHYUNG 

 

Foi como se tudo tivesse desacelerado, o Jeon foi tão rápido que não me deu tempo pará-lo, em um segundo ele avançou no hope o empurrando meu hyung caiu no chão, e kook começou a empurrar as cadeiras de um modo selvagem, para bater nele o Jeon parecia totalmente descontrolado, e eu nunca havia o visto assim, ele estava literalmente monstruoso

Em um segundo ele joga a cadeira que o estava atrapalhando do outro lado da sala, e da o primeiro soco em Hoseok, este ainda parece em choque com o que está acontecendo, Jeon lhe dá um chute das costelas e se senta em seu peito para continuar lhe socando e só aí eu pareço acordar, como todo mundo, eu lhe empurro do peito do Hope mas ele está obstinado, ele tenta me fazer parar de atrapalhar, mas eu o empurro mais uma vez, e ele se desequilibra, então o Min chega 

 

NARRAÇÃO DO JUNGKOOK 

 

quando recebo o primeiro soco, olho pra taehyung, mas ele parece tão chocado quanto eu 

-você tem zero segundos pra sair de cima do meu namorado, ou eu vou matar você 

Percebo, é Min yoongi, ele me da um sorriso de lado 

-seu tempo acabou bonitão- ele me da um chute no peito e eu caio de cima de Hoseok

Ele vem pra cima de mim, mas eu simplesmente  fico no chão, ele me chuta mais algumas vezes e então me levanta pela camiseta 

-fica em pé seu bosta, eu quero olhar pra porra da sua cara enquanto bato nela 
- Não to nem aí pro que você quer 

Eu me solto do seu aperto e nos encaramos 

-diretoria! Agora! Os quatro- nós vemos o professor na porta 

A sala vibra quando somos pegos

 

NARRAÇÃO DO JUNGKOOK 

 

Três dia, alguns roxos na cara e costelas doloridas é o castigo, eu saio do colégio rápido, e sem falar com  ninguém, não vejo Hoseok que foi levado para a enfermaria por estar meio tonto e nem taehyung que foi com ele preocupado, assim que eu saio do colégio faço questão de não ir pra casa, minha mãe estaria lá e saberia o que aconteceu, ia ficar dando um sermão de três horas seguidas sobre como eu devia ser um bom garoto, sendo que agora eu estava com vontade mesmo era de morrer, então quando são oito da noite eu entro em casa, pois com certeza ela estaria no trabalho, eu vou pro meu quarto, e faço o de sempre, fico sozinho

 

NARRAÇÃO DO TAEHYUNG 

 

Batem na porta e eu abro, jungkook está do lá  todo molhado da chuva 

-o que você quer ? 
-Você taehyung, eu só quero você- ele escancara a porta, mas barro sua entrada 
-Vai embora 

Ele parece perdido, e começa a chorar 

-por favor...por favor não me deixa tae, eu não consigo mais não consigo ficar sozinho 

Eu dou uma risada 

-você espancou o Hoseok hoje jungkook, ele quase desmaiou

Ele soluça e se ajoelha 

-olha eu... eu tava errado eu sou sempre um idiota, mas eu não suporto tae, eu sei que ele falou o que todo mundo acha, mas eu odeio ter que transar só para falarem comigo, eu odeio ter que fazer piadas sexuais o tempo todo só pras pessoas me ouvirem, e eu cansei de só ser aceito porque sou bonito 

Ele parece derrotado, percebo pela primeira vez as olheiras, a voz embargada e os olhos cansados de tanto chorar, ele me encara enquanto e chuva cai torrencial, caindo em seu corpo de forma forte 

-acha que vou te perdoar? Achei que como você dizia e fazia questão de dizer eu era só mais uma fodinha até que você se cansasse 
-Era mentira!- ele grita desesperado, se levantando e  me segurando nos ombros- porra eu só mentia pra você, quer saber porque eu vim aqui a primeira vez? A verdade? 
-Não to nem aí kook 
-Por favor, eu só não quero ficar sem você, eu sabia que uma hora você ia cansar de mim, e eu não suportava a ideia tae, eu não suporto sem você, eu sabia que uma hora ia chegar, mas não precisa, nós podemos...

O corto - realmente jungkook, e essa hora chegou, eu não suporto mais você, quer saber? Transa com quem quiser eu não me importo mais, esse seu corpo não compensa o lixo que você é 

Ele chora ainda mais 

-Vai embora, Jin vai vir aqui e não quero que ele te veja 

Ele tenta limpar as lágrimas em vão 

-O que...o que ele vem fazer aqui? 
-Advinha kook-ah? O que você vinha fazer aqui de noite? 

Ele chora mais 

-não faz isso, não, nao 
-Adeus 

Eu fecho a porta sorrindo, mas assim que esta se fecha o sorriso some, terminar era pra fazer eu me sentir melhor? Então porque eu sinto que minha vida não vale mais a pena? Eu me sento rente à porta e o ouço fungar, 

-eu te amo, desculpe nunca ter dito 

Eu fico chocado, e abro a porta rápido, mas ele não está mais lá, foi embora e levou junto meu coração 

 

Abro a porta e vejo Jin sorrindo do outro lado

-essa cara de espanto e pela minha beleza? Realmente é tanto que assusta às vezes 

Eu rio - é pela sua humildade 

Eu abro a porta e ele passa 

-não tá pronto? Achei que a gente ia sair 

Olho bem pro Kim a minha frente, um metro e oitenta de músculos, costas largas, pernas grossas, lábios rosados junto com uma personalidade radiante que é como a luz na vida de qualquer um, um cabelo sedoso de dar inveja, pele aveludada, com palavras maliciosas que levam qualquer um ao êxtase, e eu simplesmente não queria fazer nada com ele, não sentia atração, tesão nem nada relativo, só um carinho extremo 

- tae ? Tá me ouvindo? Para de me secar garoto- ele ri 
-Acho que... podíamos fazer algo mais...
-Mais...
-Estimulante? Quente?- eu nem mesmo sei o que estou falando, eu só quero esquecer aqueles malditos lábios gostosos de jungkook 
-Hum... e porque essa mudança de ideia? 
-Não quer transar comigo? 
-Só perguntei caro garfanhoto, e que você parecia bem apegado ao j- o corto 
-E então? Quer ou não Jin?- ele olha nos meus olhos divertido e chega mais perto de mim, eu sei que ele sabe
-Preciso te pagar uma bebida? Ou já posso ir direto para a parte boa? 

Eu rio, então ele me beija, seu lábios são doces e quentes, mas não me fazem tremer como os do jeon, ele marca meu pescoço e tira minha camisa rápido, mas isso não aquece meu interior como acontecia com o kook, ele me puxa para a cama mas isso não me faz ficar ansioso como sempre, Quando ele me preenche as estrelas do prazer não são tão vívidas e quando ele toca naquele ponto eu simplesmente não me seguro e imagino o Jeon em seu lugar, me beijando, me marcando e me fazendo seu 

- ahh, koo..ook- ah- gemo quando chego ao ápice  

 


Notas Finais


Ele gemeo o nome do kook galera? Gemeo simmmmmmmmm Desculpa Jin mais aqui é vkook shipper


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...