História Behind the stage - Capítulo 42


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Hetero, Jungkook, Romance
Visualizações 88
Palavras 1.670
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura <3

Capítulo 42 - Enfim...


19/03/2017 Kim Seokjin

Fizemos uma roda e Namjoon acompanhado do manager falaram um breve discurso. Olhei pro Jungkook e ele estava bem sério, ele anda bem sério esses dias e menos sociável que antes. Fica trancado no quarto, só sai pra comer e ir pra empresa. Fomos todos para o palco apresentamos algumas músicas e depois começou os slides antecipando os solos eu fui falar com o Jungkook

-Jungkook posso fazer uma pergunta pra você?

-Manda

-Por que você mudou? Você tá mais triste, mas fechado. Tipo desde o ano passado você tá assim

-Jin de novo não – Eu já tinha perguntado pra ele, algumas muitas vezes – Quantas vezes mais você vai me perguntar isso?

-Até você me responder

-Ok, eu to mais fechado porque eu to trabalhando em dobro, trabalhando em dobro eu tiro a Yoon da cabeça e ainda trabalho. Feliz?

-Kook esquece ela

-Como? Só me diz isso, como? Nem você esqueceu ela

-Ela achava que te causava muito sofrimento e ainda teve o Yoongi falando tudo aquilo. Ela só quis o seu melhor

-Não Jin, ela quis o melhor dela. Não a culpo, também não fui o melhor dos namorados. Eu disse coisas horríveis, mas agora é hora do show, hora de esquecer. Daqui a pouco somos nós

Entramos no palco para tentar falar com os nossos fãs. Todos ali estavam gritando mas tinha uma voz gritando meu nome que me chamava a atenção, olhei pra grade e encostada nela estava Yoon com o moletom do Jungkook, ele estava louco atrás desse moletom faz um tempo aí. Eu acenei quando na verdade queria ir lá dar um abraço, ela tirou o moletom e mostrou a camiseta onde tinha meu nome e meu ano de nascimento

-Hyung, hyung, aquela alí não é a Yoon? – Tae veio pulando feliz até mim

-Yoon aonde? – Jimin disse e Tae apontou. Yoon olhava para todos nós e acenava sorrindo – Yoongi, Nam, olha quem tá aqui. É a Yoon

-Yoon? – Ouviu Jungkook falar e antes que nós pudemos fazer alguma coisa ele olhou pra ela e o sorriso antes estampado no rosto dela havia sumido

Yoongi fez uma cara feia pra Yoon enquanto nós acenávamos como loucos pra ela. Agora ela não dava mais aquele sorriso de felicidade, mostrando seus dentes, ela dava um sorriso bem contido e sem mostrar nada. Nam falou mais um pouco, alguns membros tentaram falar algumas palavras em português que a Yoon tinha ensinado e demos todo o crédito pra ela pelas palavras em português. Continuamos a dançar, cantar e fazer as apresentações. Fiquei apreensivo vendo a Yoon da coxia, na hora do solo do Jungkook a menina menor do lado dela gritou muito enquanto ela bateu palmas quando ele entrou e ela só cantou junto, no final ele fez uma mímica de moletom e ela jogou no palco fazendo ele pegar e vir pra coxia com o moletom nas mãos. Outros solos começaram e depois vinham músicas onde todos nós iriamos cantar juntos de novo

-Licença – Jungkook pediu antes da música começar e os fãs o encararem. A nossa tradutora veio o ajudar

-Na Yoon pode subir no palco por favor – A tradutora disse depois que Kook cochichou no ouvido dela

Olhei pro Jungkook e ele pegou uma cadeira e colocou no meio do palco. Yoon não sabia o que fazer, pulou a grade e olhou mais uma vez pra menininha que estava do seu lado. Subiu no palco e se sentou na cadeira

19/03/2017 Na Yoon

-Jungkook o que você está fazendo? – Eu perguntei sentada

-Te ganhando de volta – Ele disse vendo se a cadeira estava no lugar desejado

-Jungkook para – Eu disse me levantando e ficando de frente pra ele – Eu cansei de te machucar e de me machucar, Jungkook você não é mais meu e eu já aceitei isso

-Você me esqueceu? – Ele perguntou olhando pra mim, bem no fundo dos meus olhos só que desviei o olhar

-Eu não sei Jungkook – Disse de cabeça baixa

-Olha pra mim – Ele pegou meu queixo e guiou meu olhar até o dele fazendo as armys gritarem muito – Você me esqueceu? Não mente pra mim

-Não, nunca

-Perfeito – Ele sorriu e foi para a coxia junto com os meninos

Eu me sentei e do nada os meninos apareceram, é como o dia em que o Jungkook me pediu em namoro. Eles começaram a cantar 21st century girls pra mim, eu senti que ia chorar a qualquer momento enquanto as armys cantavam junto com os meninos. Depois eu me levantei e todos os meninos saíram, ficando só eu e o Jungkook no meio do palco com as luzes focadas em nós. Namjoon apareceu correndo e me entregou um microfone

-Acho que precisamos conversar – Ele disse em coreano e a tradutora veio nos salvar

-Jungkook não - Me levantei – Por favor, termine esse show e depois eu sumo, eu juro

-Eu não quero que você suma, eu quero você aqui - Ele entrelaçou os dedos nos meus e me olhou, seu olhar perfurou a minha alma e todas as armys estavam delirando perante a tradução que a moça fazia da nossa conversa

-Na Yoon, eu sei que eu fui grosso e muito rude. Sei que a distância pode ser difícil mas eu não me importo, eu só quero e preciso de você comigo pra tudo. Com você eu sei que vou conseguir tudo o que eu quiser, você é minha força e minha felicidade. Não conseguimos nos esquecer mesmo depois de muito tempo separados, eu não tenho dúvida de que seja amor então por favor volte pra mim, seja minha de novo – Quando a tradutora terminou de falar as armys gritaram e eu olhei pro Jin na coxia que pulava de felicidade e fazia um sim com a cabeça

-Ok, vamos dar mais uma chance – Mais uma onda de gritos logo depois da tradução e um Jungkook de olhos arregalados, isso foi o resultado da minha resposta

-Mesmo?

-Mesmo, acho que nós merecemos mais uma chance – Ele me abraçou e girou no ar, eu fiquei surpresa já que lá na Coreia esses afetos em público eram raros – Agora vai lá você tem um show pra terminar

Jungkook sussurrou algo no ouvido da tradutora que logo pegou o microfone e disse num alto e bom tom

-Jungkook disse “Á partir de agora ela é minha namorada, por favor armys tratem ela bem e a amem o tanto quanto eu amo ela” – As armys mais uma vez gritaram e eu abracei o Jungkook dessa vez

-Jungkook vem cá – Ficamos um do lado do outro – Fala “Eu te amo”

-Eu ti amu?

-Eu. Te. Amo

-Eu. Ti. Amo – Ele disse e as armys foram a loucura. Em pouco tempo elas começaram a gritar beijo e isso foi repetindo vários vezes – O que elas estão dizendo?

-Para nós darmos um beijo

-Aqui? Na frente delas?

-Uhum, aqui é comum casais se beijando em público

-Então eu posso te beijar? – Ele me pegou pela cintura e nos deixou bem próximos

-Cadê aquele Jungkook inocente que eu conheço?

-Não está presente no momento, agora posso te beijar?

-Pode clone de Jungkook – Ele nos aproximou e nós demos um selinho demorado fazendo as armys gritarem por tanto tempo que acho que algumas morreram por falta de ar – Agora vai lá, você tem um show pra fazer

-Fica aqui no palco

-Eu tenho uma criança pra cuidar Jungkook

-Sua filha?

-Minha priminha

-Traz ela

-Ok, vai logo antes que eu receba tiros por estar atrapalhando o show

Desci do palco e fui até a parte da grade aonde eu estava e Camila estava lá, muito emburrada

-Amor vem cá comigo – Estendi os braços mas ela negou – O que aconteceu?

-Você beijou o Jungkook – Ela estava a ponto de chorar – A gente...Tinha combinado que ele era meu tia Na

-Sua tia é a brasileira mais sortuda acredite não é só você que está assim menininha – Uma menina que aparentava 15 anos disse a Camila – Eu mesma já tive muita inveja de Na Yoon, ela conhece Red Velvet, Exo, além de várias outras bandas e atores que trabalham na mesma empresa que sua tia. Todas nós kpoppers temos inveja da sua tia mas nós também vamos ter inveja de você porque a sua tia vai te levar lá pro palco e você vai poder conhecer todos os meninos da banda. Você não acha legal? – Camila apenas fez que sim com a cabecinha – Então vai com ela e aproveita o tempo com os meninos, por todas nós ok?

-Ok – Ela disse já mais feliz. Eu ajudei ela a pular a grade e depois olhei pra menina

-Obrigada, obrigada mesmo

-De nada, só não magoa o Jungkook tá. Algumas de nós podem até ser agressivas mas todas nos preocupamos com ele

-Pode deixar, obrigada por tudo...

-Júlia

-Obrigada por tudo Júlia e ser eu magoar ele você pode me bater, eu deixo

-Olha que eu vou cobrar hein – Ela disse e eu ri

Levei Camila pro palco e ela viu o resto do show de lá do palco. Os meninos foram cumprimentar ela e sempre perguntando se ela era minha filha, Yoongi foi o que mais insistiu nessa ideia. Todos me abraçaram individualmente, menos o Yoongi que só ficou parado encarando tudo, os meninos falaram que estavam com muita saudades de mim e eu idem. Camila tirou foto com todos, eu podia ver o brilho nos olhos dela

-Agora me conte pequena – Jungkook disse e eu traduzi em português - Quem é sua mãe? É a Yoon? - Ele perguntou e eu dei um tapinha no braço dele – AIGOO doeu sabia

-Jungkook eu não tive uma filha e deixei ela aqui no Brasil pelo amor deus

-Só traduz - E foi isso que eu fiz

-Não - Ela disse em coreano o que me deixou bem orgulhosa, ela estava querendo aprender coreano então eu ensinei o básico - Minha mãe é tia da Na – Ela disse e eu traduzi, ele afirmou com a cabeça

-Senti sua falta

-Eu também Kook


Notas Finais


Bye Bye Kissus <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...