História Believe, I'm your everything. - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Fifth Harmony, Justin Bieber, One Direction, Sabrina Carpenter
Personagens Ariana Grande, Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Alfa, Ômega, Romance, Vampiro
Visualizações 6
Palavras 2.179
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OI MEU AMORES! 
Vim aqui trazer mais um capitulo pra voces!
Boa Leitura ❤

Capítulo 6 - Chapter Five


Fanfic / Fanfiction Believe, I'm your everything. - Capítulo 6 - Chapter Five

...Dois anos depois...



Pvo Justin

BANG!!!!

O som do tiro que eu havia acabado de dar soou na sala silenciosa fazendo um Zayn assustado pular de medo.

-PUTA MERDA JUSTIN! NÃO ME VIU AQUI NÃO?-Ele gritou me fazendo gargalhar

Essa era a melhor parte de treinar minha mira no arsenal , todos ficavam morrendo de medo

-Vi sim...Na verdade eu estava mirando em você.

-Qual seu problema? Isso não é brincadeira -O rapaz falou me encarando com certa censura no olhar

Eu revirei os olhos

-Para de ser medroso Zayn eu estou apenas tentando relaxar...você devia fazer o mesmo.

-E isso que você faz pra “relaxar”? Atira nas pessoas?-Perguntou indignado

-Não se faça de santo! Você também adora usar uma arma que eu sei-Digo jogando o revolver pra ele que o agarrou por reflexo-Que tal nós colocarmos uma maça na cabeça de um dos garotos e tentar acertar? Mas já vou logo te avisando, nem sempre eu acerto o alvo-Digo brincalhão

Zayn negou com a cabeça rindo

- Sabe que Lauren odeia quando você faz esse tipo de brincadeira com eles.

Eu adorava zoar com os meninos. Eles faziam tudo que eu pedia sem reclamar.  Menos Zayn é claro. Todos se transformaram muito novos então eram meio imaturos em alguns aspectos. Joe e Nick eram os mais responsáveis depois de Zayn, mas mesmo assim ainda eram muleques. Os  mais novos eram Luke, Ashton, Calum, Michael e Austin. Agora as meninas já eram mais espertas e não concordavam com várias decisões minhas. Principalmente Lauren. Ela sempre se opõe contra mim quando tento me aproveitar dos garotos. Mas nao tinha escolha, afinal eu era o Alfa. Ally, Demi, Lauren e Selena eram as únicas garotas da minha alcateia. Mas eu adorovava todos eles, mesmo alguns sendo muito burros e outros muito rebeldes. 

Dou de Ombros

-Sei...mas sou eu que mando aqui, ela não tem que odiar nada.

Antes que ele pudesse responder Luke entrou pela porta da sala correndo desesperado e parou a minha frente ofegante

-Olha só quem esta aqui! Chegou bem na hora garoto-Digo observando seu semblante preocupado. 

Aquilo não era nada bom

-Que cara é essa? O que houve?.

-E-la...ela esta aqui senhor-Ele disse com certa dificuldade por ter corrido tanto

De novo não!

-OQUE?? E O QUE VOCÊ ESTA FAZENDO PARADO AI? CHAME OS OUTROS!-Esbravejei fazendo o garoto praticamente voar pra fora da sala

 -Zayn pegue as estacas!- Ordeno saindo do local

-Dessa vez ela não escapa-Sussurro pra mim mesmo correndo pra fora do arsenal

Em menos de cinco minutos já estávamos todos parados em frente a porta de casa preparados para atacar. 

Eu chamava apenas os garotos pra esse tipo de trabalho. As meninas não davam muito importância pra minha obsessão particular. Ally sempre dizia que eu era um pouco paranoico. Nunca dei ouvidos a ela. 

Mas entrar la assim seria fácil demais! É melhor ter um dialogo com ela primeiro. Isso deixa tudo mais divertido

-Esperem aqui-Ordenei abrindo a porta e entrando em seguida.

 Assim que adentrei a sala dei de cara com ela. A garota me encarava com um olhar sínico sentada no sofá com uma xícara de café na mão.

-Oi maninho-Ela disse tranquilamente tomando um gole de seu café

-Olá irmã-Falei no mesmo tom indo em sua direção, porem tomando o cuidado de ter uma distância segura entre nós. 

Ariana minha querida irmã Vampira...como eu á odiava! 

-Creio que você conheça as regras de minhas terras Ariana, lembro-me bem de ter dito que não quero Vampiros por aqui e também devo recorda-la de que você não é bem vinda.

Ela deu de ombros

-Eu só passei pra ver minha mãe...não vejo problema algum nisso.

Joan nunca soube de nada sobrenatural. Ela casou com um Lobo sem ter ideia de onde estava se metendo. Criaturas assim como minha meia irmã não tem amor no coração, eu sabia que ela não vinha aqui pra ver a mãe. Vinha apenas para me provocar. Ela adorava brincar com a sorte. Apos a morte de meu Pai, as visitas de Ariana se tornaram bem mais frequentes. Eu nunca a perdoeei pelo que fez, e meu único objetivo na face da terra era acabar com ela. Eu não pretendia mata-la, iria apenas tortura-la. 

Todas as vezes que ela pisava em meu território era a mesma coisa. Uma troca de farpas entre nós, uma perseguição rápida é no final ela sempre acabava fugindo. 

 Mas dessa vez eu tinha tudo sobre controle Ariana não iria sair daqui. Nem que alguém precise morrer pra eu conseguir pega-la. Se ao menos as garotas ajudassem...

-Eu não ligo! Pelo que sei essa casa é minha e eu imponho as regras aqui, então mesmo que ela a deixe entrar não significa que esta tudo bem.

A Vampira deu uma risada sarcástica e negou com a cabeça

-Você é tão infantil Justin! Deixa uma rixa familiar tomar conta de sua vida ao invés de apenas fazer as pazes com sua querida irmã.

-Não venha me falar de família já que você virou as costas pra sua! Se eu sou infantil você é uma egoísta que só pensa em si mesma!-Praticamente cuspi as palavras em sua cara ignorando completamente a distância segura

A garota terminou de tomar o café colocando em seguida calmamente a xícara na mesinha de centro. Aquela tranquilidade me estressava em níveis estrondosos.

-Bom sinto muito Justin mas Joan não pensa assim.

-É claro que não! Ela não faz ideia do que esta acontecendo e VOCÊ SE APROVEITA DISSO!-Berrei socando a mesa. Eu já conseguia sentir meu corpo ferver de raiva.

Ariana observou tudo sem alterar sua expressão e suspirou fazendo um barulho de negação com a boca

-Ah maninho...sempre tão estressado ,isso não vai te levar a lugar algum.

-Que seja apenas saía daqui e volte pra sua nova “família”, imagino que eles estejam morrendo de saudades suas!-Falei já me preparando para dar o sinal pros meninos

Ariana riu debochada

-Pois é, você não faz ideia.

Aquilo foi a gota da água pra mim

-Entrem agora!-Gritei pegando minha arma de dentro do casaco e apontando pra vampira que saiu em disparada pela janela.

E então lá estávamos nós de novo. Uma alcateia de lobos correndo atrás de uma única vampira por aquela floresta enorme. Chegava a ser vergonhoso...mas dessa vez seria diferente, Joe tinha aperfeiçoado nossas armas para um único motivo...caçar vampiros. Hoje ela não me escapa.

Eu fui na frente dos outros e consegui chegar bem perto. Conseguia ouvir seus passos a centímetros de distância. Será que aquela seria minha chance? Finalmente eu teria minha vingança?. Sem mais enrolação eu apontei a arma pra frente e atirei. Tudo que eu ouvi foi alguém gritar de dor...mas não era uma voz feminina. Quando finalmente tirei as arvores do meu caminho e cheguei na fronteira dei de cara com uma cena que me fez tremer de raiva.

 Austin estava caído no chão com uma estaca na perna gemendo de dor e Ariana estava ao lado o observando como se ele fosse tapado...o que na verdade não era de todo mentira. Assim que me viu ela deu um tchauzinho e usou a super  velocidade pra ultrapassar a fronteira e sumir de vista. Eu olhei pra trás e todos me encaravam com certo medo. Menos Zayn.

-Bando de inúteis!-Berrei os olhando com fúria nos olhos logo desviando meu olhar pro Austin - E VOCÊ? PERCEBE A BURRADA QUE FEZ MAHONE?-

A essa altura Austin já tinha tirado a estaca de seu corpo mas ainda estava sentado no chão se curando. Assim que me ouviu falar ele encolheu os ombros

-E-eu só queria pegar ela d-de surpresa senhor.

-Aaah vejam só ele queria pega-la de surpresa! Uou que alívio, então esta tudo resolvido agora, que tal nós fazermos uma fogueira aqui mesmo e dançar em volta dela pra celebrar a inteligência do Austin?-Pergunto olhando todos que me encaravam sem saber o que responder

-Foi mal- Ele sussurrou de cabeça baixa

Bufei de raiva me aproximando

-Não foi mal garoto foi péssimo! Eu dei uma ordem simples que qualquer idiota conseguiria seguir que era NÃO MUDEM O PLANO...Mas ai vem o bonitão aqui e resolve sozinho fazer um ataque surpresa? Bom sinto dizer pessoal, mas é isso que acontece com pessoas que não seguem as regras-Assim que terminei de falar em um movimento rápido arranquei o coração dele deixando seu corpo sem vida cair no chão.

Todos ficaram assustados com minha ação mas ninguém disse sequer uma só palavra.

 Eu arremessei aquele órgão nojento longe e peguei um lenço em meu bolso começando a limpar minhas mãos em seguida

-Espero que todos tenham entendido o recado...dispensados saiam logo daqui! E alguém pelo amor de Deus enterre o corpo do Austin pra mim eu cansei de sujar minhas mãos-Terminei começando a caminhar de volta pra casa em seguida

-Se continuar assim daqui a pouco não vão mais haver lobos nessa alcateia-Zayn disse seguindo ao meu lado

Bufei

- Fica quieto Zayne não estou com paciência-

-Se acalma Chefão! Na próxima nós pegamos ela-Ele disse me dando alguns tapinhas nas costas. 

Devo admitir era bom ter Zayn como meu braço direito...ele era sempre tão otimista.

-Ok...deve estar certo-Dou de ombros. 

Então nós voltamos a caminhar em silêncio de volta pra casa.

Eu não gostava de matar pessoas da minha própria equipe, ainda mais lobos, mas.. . toda vez que Ariana conseguia fugir uma raiva muito intensa tomava conta de meu corpo. Ela não podia ter feito o que fez sem nem pagar por nada. 

Antes eu até gostava dela. A gente se dava bem. Quando Joan se casou com meu pai eramos todos muito unidos. Eu amo ela como minha mãe até hoje, e esse é mais um dos meus motivos para odiar as visitas de Ariana. E se um dia ela tem algum ataque de sede e ataca a própria mãe? Eu nunca iria me perdoar. 

Quando pequenos nós éramos muito ligados. Meu pai Jeremy, sempre me alertava de não contar nada sobre nosso segredo de lobos para elas. Mas Ariana um dia descobriu. Eu tinha 17 anos e ela 16. Acabei tendo um ataque de raiva em sua frente e então a garota começou a desconfiar. Passados alguns dias ela veio até mim contar que já sabia de tudo. Ariana foi sempre muito observadora e muito esperta...ate demais. Eu e meu pai confiamos nela, e bom ela não contou nada a Joan. Depois de alguns anos eu fui aperfeiçoando minhas técnicas de como impedir a transformação com a ajuda dela e de meu pai. Estava funcionando. Viviamos uma vida aparentemente normal. Alguns anos mais tarde Ariana estava completando seus estudos para se formar em medicina. Ela foi pra uma faculdade em Chicago e em consequecia disso teve que se mudar pra lá. Lembro-me de ter ficado triste na época...eu era tão imbecil! 

Mas então aquele fatídico dia chegou. O dia em que tudo mudou. O dia em que Ariana ligou pra casa alertando que aconteceu algo com ela, que seu corpo tinha mudado. De início meu pai não entendeu, mas ao desenrolar do seu relato de como tudo começou ele soube. Ela tinha sido transformada na coisa que nossa família mais odiava. Na verdade odeia até hoje. Vampiros. Nossos inimigos mortais. 

Quando recebi essa notícia fiquei chocado. Como minha irmã podia se tornar a coisa que eu mais odeio no mundo?. Ela sabia do nosso ódio por essas criaturas, e não quis voltar pra casa mesmo com meu pai insistindo. Ele queria apenas ajudá-la. 

Mas ela negou. Resolveu ficar por lá. Não quis ajuda. Ela nos abandonou. Abandonou a própria família. Como ela pode pensar que nos iríamos machuca-la?. Na época pensar nisso me fazia sentir uma vontade imensa de chorar, e hoje é meu maior desejo 

Meu Pai como não queria deixá-la, pegou seu carro e no mesmo dia foi pra Chicago na esperança de a convencer e aceitar nossa ajuda. Grande erro dele. 

No caminho seu carro capotou em uma curva muito fechada. Não acharam o corpo dele. Não estava nos destroços do automóvel e nem em lugar nenhum. Foi um acidente muito feio. 

Foi nesse dia que eu me transformei. Quando eu soube da morte dele eu fiquei muito chateado, mas o sentimento que me dominou foi a raiva. Se Ariana tivesse simplesmente aceitado a oferta de paz e voltado pra casa nada disso teria acontecido. Ele não teria morrido. 

Por tanto foi nesse dia, com exatamente 24 anos que eu virei lobo pela primeira vez. Foi também o dia que jurei pra mim mesmo que faria ela pagar, e que teria minha vingança.

Após isso eu criei minha alcateia e nós estamos juntos até hoje. Já fazem alguns anos. Eles são uma família pra mim assim como Joan tambem é. Alguns mais especiais que outros. Austin não fará falta. Joan acha que tenho uma empresa e a sede fica em nossas terras. Somos donos de uma área bem grande. Fica a mais ou menos duas horas de Boston. Enfm ela nunca desconfia de nada, e as vezes eu me pergunto se devo contar. Mas é melhor manter pelo menos uma pessoa de minha família segura desse mundo sobrenatural. A vida humana normal combina muito com Joan

Ariana também conseguiu a "Família" dela, se é que posso chamar assim.

Mas eu ainda vou conseguir pega-la. Vou vingar meu pai. Essa Vampira vai se arrepender, e muito, de ter provocado a morte dele. Ela não perde por esperar!



 

                                 

 


Notas Finais


Gostou? Se a resposta for sim por favor escreva nos comentários pra mim, eu vou adorar ler
Até o próximo capítulo ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...