História Bem vindos a Normville (Interativa) - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Aventura, Diários Da Lua Negra, Família Jurássica, Historias Lindas, Interativa, Parou Aqui, Romance, Tags Malucas, Te Amo Thamires, Treta, Viva As Tags Malucas
Visualizações 30
Palavras 1.591
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, FemmeSlash, Festa, Ficção, Ficção Científica, Fluffy, Harem, Hentai, Josei, Lemon, Lírica, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Orange, Poesias, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Slash, Sobrenatural, Steampunk, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Yo galera!
Eis um episódio novo!
Aproveitem bem
Que comece o capítulo

Capítulo 9 - Capítulo 7: O Retorno de um "Amigo"


Fanfic / Fanfiction Bem vindos a Normville (Interativa) - Capítulo 9 - Capítulo 7: O Retorno de um "Amigo"

ESCOLA

CORREDORES

Cathlyin andava voadora hoje. O motivo: Paulo. Ela estava pensando nele. Desde ontem ela estava pensando nele. No que ele dissera

FLASHBACK ON

Paulo: Não posso... Ainda não...

FLASHBACK OFF

Cathlyin logo foi tirada de seus pensamentos por um esbarrão. Ela esbarrara em uma linda garota de corpo curvilíneo e cabelos esbranquiçados. Era a presidente do conselho estudantil, Yui. 

Yui: Oi. Você é a nova amiga do meu irmão, né? 

Cathlyin: Seu irmão é o Ryuto? Porque se for sou sim. 

Yui: Que bom. Sabia que moramos na sua casa? 

Cathlyin: Eh?!

Yui: Inquilinos no seu sótão. *telefone toca*. Eita. Tenho que ir. Nos vemos na hora do almoço. 

Cathlyin: Tá. *Vê ela sumir no corredor*. Garota apressada... Hum? 

Cathlyin ia virar o corredor quando viu Alice. Ela estava corada e fofa, coisa que normalmente NÃO era. Ela estava pondo um bilhete com um selo de coração no armário de Ryuto e saindo correndo com as mãos cobrindo o rosto.  

Cathlyin: Ela... Tá apaixonada pelo Ryuto?

???: Os boatos sobre ela eram falsos então. 

Cathlyin pulou com o susto. Ela se virou e viu um lindo rapaz ruivo ao lado de Balthazar. Ele segurou sua mão gentilmente. 

Balthazar: Esse é o novato, Saulo. 

Saulo: É um prazer te conhecer, senhorita Cathlyin. Se me permite, poderia ir conhecer a escola com você? 

Balthazar: Ei! Já está indo Comigo!

Saulo: Ciúme? *Abraça Cathlyin por trás, fazendo seus seios parecerem maiores enquanto faz bico*. Sabe como é, né? Você não tem isso pra eu gostar de sair com você. 

Balthazar: Solta ela! 

Balthazar saiu correndo atrás de Saulo, que ria como um macaco. Cathlyin ficou corada por causa do aperto e foi até a aula. Estava atrasada é claro. 

QUEBRA DE TEMPO: 5 MINUTOS ANTES DO INTERVALO. 

Alguém se aproximou do armário de Ryuto. Sabia o código, pois é fácil subornar os colegas do time de basquete dele. Com uma precisão de mestre, a pessoa pegou a carta de Alice e logo a leu:

"Caro Ryuto, eu admiro muito você. Mesmo que não sejamos da mesma espécie, sinto que você é meu macho natural. Eu queria muito conversar com você a sós, pra que soubesse o que sinto por você. 

Com amor da sua admiradora secreta". 

A pessoa riu da carta. Achou ela um lixo. Logo a amassou, jogou no lixo e começou a escrever outra, ofensiva. Depois que terminou, escreveu outra com uma letra diferente, mais ofensiva que a primeira.

Por motivos de ética e segurança, além de ser bem pesado, as cartas não serão reveladas. Mas enfim. Essa pessoa pegou uma das cartas e pôs no armário de Alice. E assim que o fez, desapareceu nos Corredores. 

INTERVALO 

Cathlyin ficou surpresa. Todos diziam que Alice esmurrou Ryuto e que houve uma luta tão violenta que o Professor Draco teve que derrubar os alunos no chão. Agora os 2 estavam no laboratório. 

Cathlyin: Sério isso Polt? Eles lutaram?

Polt: Foi sangue pra todo lado. O Draco nunca ficou tão furioso quanto aquela vez em que ele e o diretor lutaram entre si por uma rosquinha. Aí sim a escola caiu. 

Cathlyin: Mas qual foi o motivo da briga? 

Polt: Essa carta. Roubei do Armário dela depois da confusão. 

Cathlyin leu a carta e ficou chocada. Era muita maldade num só papel. Xingamentos, comparações, tudo maligno. 

Cathlyin: Minha nossa senhora...

Polt: E olha o que eu achei no lixeiro comparado ao que estava no bilhete que a Alice deixou no armário dele. 

Polt mostrou o bilhete verdadeiro todo amassado e o falso. Cathlyin arregalou os olhos.

Pérola *Brotando atrás de Cathlyin e a pegando pela gola da blusa*: Foi você quem armou isso pra Alice, humana?!

Zero: Não pode ter sido ela.

Pâmela: É! O novato saiu pra ir ao banheiro antes do intervalo!

Cathlyin: O Saulo...?

Pérola jogou Cathlyin no chão e olhou furiosa para os lados.

Pérola: Cadê aquele filho da puta?!

ENQUANTO ISSO...

Do outro lado da escola, Paulo arrumava o armário pensando em Cathlyin quando de repente alguém fechou o seu armário com uma mão. 

Paulo: Você...

Saulo: Olá Violeta. Você cresceu. 

Paulo ficou tenso. Saulo sorriu ao perceber isso nele. 

Saulo: Então... Como vai a malhação? Deve estar atraindo garotas de montão com um tanquinho cheio de cicatrizes.

Paulo: Cicatrizes que VOCÊ deixou.

Saulo: Ah eu te fiz um favor. Você era bem gordinho, nem uma garota sequer te queria. Nem a Denise...

Paulo o acertou com um soco, seguido de um chute e depois o jogou na lixeira. Saulo cuspiu um dente ensopado de sangue. 

Paulo: Eu não sou mais aquele cara que abaixava a cabeça pros Valentões. Agora sou eu quem faz os valentões abaixarem a cabeça. 

Paulo deu um chute na lixeira, fazendo Saulo cair no chão coberto de lixo. Saulo se ajoelhou no chão com a boca sangrando e algumas cascas sobre ele. Paulo ia sair andando quando Saulo ficou de pé. 

Saulo: A Cathlyin... É sua namorada?

Paulo parou. Saulo sorriu, o dente que havia sido arrancado crescendo de novo. 

Saulo: Assim como eu você pode se regenerar. Mas aposto que a humana não. 

Paulo: Encoste nela e eu...

Saulo: E você o que, hein? *Saulo o prende contra o armário*. Cai na real... Dá pra ver que ela é sua única amiga. Diferente de mim, que já fez sucesso com todo mundo. Ou seja, eu poderia te matar que ninguém ia importar. *Ele força algo contra o peito de Paulo: Um estilete*. Mas eu prefiro ver você sofrer... Poderia furar sua namoradinha que aposto que nem metade dos monstros aqui ia se importar com uma humana mulher vagabunda que...

"Pimba" foi o som do soco de Paulo nocauteando Saulo. O ruivo desabou no chão, largando o estilete. Paulo, ofegante e assustado, pegou Saulo pelos Cabelos e o encarou.

Paulo: Encoste na MINHA Cathlyin e juro que vou te atirar direto no inferno. 

Saulo *De olhos fechados e sangrando*: De onde acha que eu vim...? 

Saulo começou a rir. Paulo o largou no chão e saiu andando. Saulo ficou lá rindo como um maluco, Tramando sua vingança enquanto se regenerava. 

MAIS TARDE... DEPOIS DA AULA

LABORATÓRIO DA ESCOLA

Alice e Ryuto arrumavam o laboratório. Era o castigo por terem brigado no corredor. 

FLASHBACK ON

Alice conversava tranquilamente com as amigas quando algo caiu de seu armário: Um envelope cinza. Ela o abriu apressada quando viu o nome "Ryuto" no remetente. Logo que abriu, leu em voz baixa. Mas o que leu esmagou seu coração. Eram xingamentos, comparações, ofensas de alto escalão. 

Pérola *Preocupada ao ver a amiga tremendo*: A-alice?

Alice não respondeu. Saiu andando apressada. 

Enquanto isso, Ryuto lia a carta dele. Ele estava amplamente ofendido. A carta era bem ofensiva e da Alice ainda por cima. 

Ryuto: Típico de uma metidinha popular...

De repente, ele levou um soco. Não foi só um soco, foi uma nuvem. Alice pulou nele esmurrando sua cara enquanto chorava. Ryuto a empurrou e revidou. Logo estava uma luta violenta no corredor. Ninguém queria chegar perto. Logo de repente 2 patas vermelhas pousaram no chão. Um imenso Dragão vermelho aparecera. Era o Professor Draco na forma normal. 

Professor Draco: Vocês 2 vão limpar o laboratório da escola pelo resto da semana!!!!!! *Termina com um pouco de fogo*. 

Ryuto e Alice: Sim professor...

FLASHBACK OFF

Alice: Maldição... 

Ryuto: Anda logo! Quero voltar pra casa mais cedo. 

Alice: Viado...

Ryuto: É o que? Repete sua... Opa!

Ryuto escorregou numa cauda de Lamia do Laboratório e caiu sobre Alice. No processo, acabou beijando-a. Os 2 agora estavam no chão, com Alice embaixo de Ryuto. O mesmo estava corado olhando pra ela. Alice estava boba e tentando pedir desculpas. 

Alice: D-desculpe E-eu não... Estou pensando direito... Eu só...

Ryuto segurou a cabeça dela e a puxou para outro beijo, que Alice retribuiu. Durante o beijo, Alice e Ryuto foram tirando as roupas. Alice tirou a blusa, revelando um sutiã branco que logo foi arrancado com uma bocada de Ryuto. Por baixo do sutiã havia um lindo par de seios grandes. Ryuto logo os pegou e massageou, fazendo Alice gemer. Logo ele pegou um e abocanhou mamilo, chupando e mordiscando. Alice gemia alto, corada. Logo Ryuto imitou o mesmo processo com o outro, até que Alice o empurrou e retirou sua calça. Ela de maneira sexy removeu a cueca de Ryuto e pegou seu membro, masturbando-o até ele ficar duro. Logo ela o pôs na boca e começou a chupar, olhando para Ryuto, que gemia alto. Logo ela parou, ficando sobre Ryuto, rebolando sobre seu Membro. Ryuto segurou sua bunda com uma mão e com a outra a penetrou. A penetração doeu um pouco nos 2, mas a dor logo virou prazer. Ela ia pra cima e pra baixo, enquanto Ryuto seguia com os mesmos movimentos de cima e baixo. Logo depois, Alice ficou de costas pra ele, ainda sobre ele e com ele dentro dela. Ela seguiu subindo e descendo enquanto Ryuto apertava seus seios. 

Depois de muito tempo assim, Logo os 2 gozaram juntos. Alice e Ryuto ficaram deitados no chão do laboratório, ofegantes e corados. Eles se olharam.

Alice: Ryuto... Eu te amo...

Ryuto: Confesso que eu também...

Alice: Porque escreveu aquelas coisas pra mim...?

Ryuto: Você que escreveu coisas horríveis sobre mim...

Os 2 finalmente se tocaram. Logo começaram a rir de alívio. Logo pararam e se olharam. 

Alice: Fomos enganados...

Ryuto: Trollados...

Alice: Mas isso não importa agora. Quer namorar comigo?

Ryuto: Se eu dissesse não para a pessoa que me deu a melhor transa da minha vida, eu seria um otário. Então eu digo sim. 

Alice: Ainda temos que voltar aqui até sexta feira. 

Ryuto: Eu sei. 

Alice: Amanhã minha Langerie será preta... *Pisca pra ele*. 

Ryuto sorriu. Os 2 se arrumaram, arrumaram o laboratório e foram embora, sonhando com o dia seguinte...

CONTINUA... 


Notas Finais


Curtiram o Hentai?
Então...
Até a próxima! #MorteaoSaulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...