História Beside You - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Luke Hemmings, Michael Clifford, Personagens Originais
Tags 5 Seconds Of Summer, 5sos, Ashton Irwin, Calum Hood, Jade Picon, Luke Hemmings, Michael Clifford, Romance
Visualizações 21
Palavras 2.190
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


I'm back.

Capítulo 2 - Welcome to Australia


Fanfic / Fanfiction Beside You - Capítulo 2 - Welcome to Australia

 

P.O.V JADE

Uma semana havia se passado e eu já estava aceitando a ideia de ter que me mudar (contrariada,é claro). Pensei nos meus pais, principalmente no meu pai, ele havia batalhado muito para conseguir um cargo melhor, então resolvi concordar.

Hoje já é segunda-feira, e estamos organizando as papeladas, nossa casa iria ficar para aluguel, e minha tia iria administrar tudo. Eu também tenho uma tia que mora na Austrália, em Sydney, então iríamos ter pelo menos ela e sua família por lá.

Eu e meu irmão estávamos  fazendo algumas aulas extras de inglês, só para revisar e praticar o listening, essa coisas, para conseguir falar sem "engasgos", segundo minha professora, nós já éramos fluentes, isso se deve ao fato de termos feito aulas de inglês desde 8 anos. Meus pais também sabiam dominar a língua, o que era perfeito.

Quando contei para minhas melhores amigas que ano que vem já não estaria no Brasil com elas, passámos a tarde inteira chorando, foi muito difícil, mas vamos superar.

Desde semana passada não vejo Bruno, mas nem adianta mais, foi só uma ficada, sei bem como é a fama dele, mas isso não quer dizer que eu tenha me arrependido.

 

[...]

-Luiz, vá na livraria aqui perto comprar fita adesiva para empacotar as caixas. - falou minha mãe, já preocupada com as caixas da mudança, ela anda bem estressada com toda essa burocracia da compra da casa que vamos morar em Sydney.

-Vem comigo mana, e passamos no Burger King. - meu irmão falou e assenti na hora, eu estava com vontade de tomar um sorvete de flocos.

Depois de voltarmos para casa fui direto tomar um banho e depois coloquei Grey's Anatomy no netflix. Uma das minhas séries preferidas.

 

2 meses depois...

Tinham se passado dois meses, o que significava que já estava na hora de ir. Não vou mentir dizendo que estava  bem com tudo aquilo, porque eu não estava.

Já estava tudo pronto, nossas coisas já tinham sido levadas, já me despedi de minhas amigas, teve uma festa de despedida na minha casa, e eu já estava começando a sentir saudade de tudo. Eu e minha família fizemos um dia só com comidas brasileiras, queríamos nos despedir até disso.

Fui na praia de Copacabana, fiz tudo o que gostava aqui e que sei que são coisas únicas do Brasil.

Segunda-feira havia chegado, o dia de irmos. Já com as coisas prontas, fomos rumo ao aeroporto. Chegando lá estavam as pessoas mais próximas de nós - nossa família e alguns amigos.

 

[...]

-Eu amo muito vocês, sabem disso não é? - falei abraçando cada uma das minhas amigas, sentindo algumas lágrimas descendo pelo rosto.

-Nós vamos sentir muita saudade, promete que não vai se afastar e vai manter contato pela internet? - Ju falou com a voz embargada pelo choro.

-Prometo - afirmei com toda minha certeza.

- De dedinho? - perguntou Camz

- De dedinho. - falei sorrindo para elas e dando o último abraço.

- Para sempre? -perguntou Milena.

- Para sempre. - Júlia, Camila e eu falamos em uníssono e rimos em seguida.

Bia e Mariana não puderam vir, elas tinham uma apresentação muito importante da aula de dança que elas faziam. Mas eu já  tinha me despedido delas sexta-feira.

Quanto ouvimos a voz anunciando a chamada do voo, fui de encontro com meus pais e meu irmão. 

Dei um último abraço em minha família e depois saímos acenando. Olhei uma última vez para eles e sorri.

Quando entrei no avião, logo coloquei meu fone e escolhi as músicas da minha "playlist da bad".

O avião decolou e começou a tocar Home de Gabrielle Aplin e olhei para janela vendo a minha cidade maravilhosa, e suas belezas naturais desaparecerem conforme eu ia fechando meus olhos.

 

···

Já tinham se passado 2 dias, eu já estava na Austrália, mas nem saí de casa ainda, passo a maior parte dormindo porque a diferença de horário do Brasil com Sydney é de 13h, então levaremos um tempo para nos acostumar com o fuso horário.

Levanto da minha cama, em meu mais novo quarto, ele ainda não estava decorado, possuia somente movéis novos, e minhas roupas ainda estavam em malas e caixas.

-E aí - cheguei a sala onde meus pais estavam assistindo televisão.

-Oi filha - eles responderam em uníssono.

-Vou comer alguma coisa e depois dar uma volta com Luiz pra conhecer um pouco onde moramos.

-Tudo bem, mas tomem cuidado e não vão muito longe - disse mamãe com sua típica "mãe protetora" falando.

-Ta, vocês sabem onde ele está?

-No quarto.

Subi para meu quarto e tomei um banho.

Depois fomos comprar a fita e passamos no Burger King.

 

P.O.V LUKE

Quinta-feira 12 p.m.

Acordei com batidas na porta, quem será que veio interromper meu precioso sono?

- A mãe está mandando você descer, não demora. - Jack falou e saiu.

Bufei e fui colocar uma roupa para descer.

Desci as escadas e sentei à mesa para almoçar.

- Bom dia - falei e dei um sorriso sem dentes.

- Bom dia filho, dormiu bem? - meu pai falou.

- Dormi sim pai. - respondi com um meio sorriso, minha mãe me ignorou completamente, fingiu que não tinha me visto ali.

- Vou fazer compras com a Mary hoje. - ela falou olhando para meu pai.

- Tudo bem querida - respondeu meu pai sorrindo para ela.

- Luke, lave a louça quando eu sair, quando chegar quero ver tudo limpo. - resolvi não contrariar, se não ela iria acabar me magoando mais do que já o faz.

Continuei comendo minha comida, até que ela quase ficou entalada ao ver a cena de minha mãe levantando e indo até meus irmãos.

- Tchau meus amores. - ela falou beijando a bochecha de Jack e Ben.

Minha mãe sempre me rejeitou, nunca me deu atenção, carinho e principalmente amor. Ela já falou que eu não deveria ter nascido, que eu era um peso para minha família, que essa gravidez não foi planejada e que ela queria ter somente dois filhos. Ela vê que fico triste com esse tratamento dela comigo, e parece que às vezes faz de propósito para eu sair chorando.

Meu pai percebeu que fiquei triste e resolveu se pronunciar.

- Vai sair hoje, Luke?

- Vou na casa do Mike pai, por quê? 

- Nada. Só quero que você aproveite sua última semana de férias. - ele sorriu para mim e dei um sorriso de lado.

Ele sim sempre se importou comigo,foi ele que esteve lá nos momentos mais difíceis da minha vida, me dizendo que tudo ia ficar bem e me ajudando. Ele me ensinou praticamente tudo que sei, todo amor e carinho que não recebo de minha mãe ele me dá. Mesmo sentindo falta de ter uma mãe que se importe comigo, agradeço por ter meu pai.

 

P.O.V JADE

Entrei no quarto do meu irmão e me joguei por cima dele na cama.

- ACORDA LUIZ!

- Arghh, saí de cima Jay, deixa eu dormir! - ele falou resmungando e escondendo a cabeça embaixo do travesseiro.

- Levanta Luiz, vamos dar uma volta pelas redondezas para conhecer um pouco Sydney.

- Ah, e quem te garante que não vamos ser assaltados por aí?

- Deixa de preguiça, a vizinha disse que é super seguro.

- Ta,ta, já to levantando - ele falou e saí de cima dele para deixar ele se vestir.

 

[...]

Estava andando ao lado do meu irmão na calçada, quando vi uma praça que parecia ser bem calma e tinham alguns adolescentes por lá. Minha mãe falou que aqui é super comum essas coisas acontecerem.

- Vamos lá naquela praça, Luiz. - falei puxando meu irmão pela mão.

Chegamos lá e sentamos debaixo de uma árvore.

- Espero fazer amigos logo, não quero chegar na escola e ficar sozinho lá. - meu irmão falou olhando para uns meninos andando de skate.

- Relaxa, nós estamos juntos. Espero que nos coloquem na mesma turma. - falei.

- A mãe disse que a diretora vai fazer isso por sermos de outro país e não conhecermos ninguém. - ele falou e fiquei mais aliviada.

- Ah...

Vi uns meninos se aproximando de nós, só espero que não venham nos incomodar.

 

P.O.V LUKE

Cheguei na casa de Mike e logo a porta foi aberta por sua mãe.

- Oi Luke! Entra querido, Mike está lá en cima com os meninos, pode subir. - ela falou sorridente me dando espaço para entrar.

- Obrigada tia Karen. - falei e subi as escadas indo para o quarto.

- E aí - falei e me joguei na cama de Mike.

- Oi Luke. Aconteceu alguma coisa? - Mike perguntou com o cenho franzido. Não adianta, ele me conhece muito bem e sabe quando aconteceu algo, e eu estava chateado com minha mãe e cansado de tudo isso.

- Nada, por que? - menti.

- É que você tá meio estranho.

- Impressão sua. - falei pondo fim no assunto.

- O que a gente vai fazer? Tô entendiado. - Calum falou mudando de assunto.

- Vamos para praça. - Ashton sugeriu.

- Ok - concordamos.

 

[...]

- Cara,quem são aqueles que estão sentados debaixo da árvore do Luke, nunca vi eles por aqui. - Mike disse olhando para um casal que estavam sentados na "minha" árvore. Desde pequeno gostei daquela árvore, venho para cá quando preciso pensar. Eu sei que é idiota. Mas a considero como minha e não gosto quando sentam debaixo dela.O que foi? Só gosto de cuidar do que é meu.

- Mike, deixa o casal, não v... - Calum não terminou sua frase pois Mike já tinha levantado e estava indo em direção à eles.

Ash e Cal levantaram e foram atrás do Mike. Bufei e fui também, queria saber o que Mike ia fazer.

- Oi, desculpa atrapalhar, mas é que eu nunca vi vocês por aqui então... - Mike disse.

- Nós nos mudamos para a Austrália há uns dias. - falou o menino que não sei o nome.

- Ata.. Bem-vindos ao país dos cangurus! - Mike falou rindo.

- Obrigado - eles falaram rindo.

- Eu sou o Ashton, esse é Mike,Calum e Luke. - Ash apontou para cada um de nós. Eu não disse nada, apenas fiquei encarando eles por estarem sentados na minha árvore. A menina estava me olhando, olhei para ela com a sobrancelha arqueada e ela logo desviou o olhar.

- Meu nome é Jade, e esse é meu irmão Luiz. - ela falou dando um sorriso sem dentes. Então eles eram irmãos...

- Onde vocês vão estudar? - perguntou Calum.

- Numa tal de Norwest alguma coisa - respondeu o tal do Luiz.

- Norwest Christian College?

- Isso.

- Nós estudamos lá!

- Legal. - respondeu Jade. 

- Para que ano vocês vão? - resolvi perguntar, mesmo não gostando daquela conversa.

- Pro segundo - respondeu ela olhando para mim.

- Nós também vamos. - Mike respondeu animado, ele parece te gostado da garota.

- Vocês são de onde?

- Brasil - Jade disse.

- Que legal! Eu já fui pra lá, sinto saudades de tudo - Calum falou se lembrando do lugar.

Dei um riso abafado, já ouvi falar que as meninas de lá são gostosas.

- Algum problema? - ela me perguntou   com a sobrancelha arqueada. Coitada, acha que me intimida.

- Não, nenhum por enquanto - falei irônico.

De repente, um celular começou a tocar, era o dela.

- Oi mãe... Ok, já estamos indo. - Ela falou, provavelmente em português, não entendemos nada, somente Calum ficou com uma expressão normal por já ter ouvido aquela língua várias vezes.

- Temos que ir Luiz. - ela falou e se virou para os meus amigos mas não olhou para mim. - Foi um prazer conhecer vocês.

- Foi um prazer também, espero ver vocês de novo. - Mike falou.

- Fale por você - falei somente para mim, mas parece que ela ouviu porque olhou para mim e revirou os olhos.

- Tchau então - falou Luiz.

- Tchau. - meus amigos disseram.

 

[...]

- Cara, ela é muito linda! Aqueles olhos, aquele cabelo, e o corpo, ela é perfeita! - Mike falou empolgado e revirei os olhos.

- Ela é linda mesmo - falou Calum e Ash concordou.

- Ela nem é tudo isso, você tá exagerando. 

Ele não estava exagerando, apesar de não ter ido com a cara dela, não podia negar que ela era linda, parecia um anjo.

-Se você acha, menos um concorrente, porque já tô vendo vários caras dando em cima dela lá no colégio. - Mike falou.

Bufei irritado e revirei os olhos.

- Vamos embora, já tô cansado de ficar aqui - falei e saí andando na frente deles.

- Calma aí estressadinho.. - Ash falou.

 

[...]

Cheguei em casa e minha mãe disse para mim subir e me arrumar pois os novos vizinhos iriam jantar lá em casa. Pelo menos ela falou comigo hoje. Acho uma besteira esse tal de jantar de boas vindas para novos vizinhos, mas fazer o que...


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...