História "Best" Friends - Capítulo 18


Escrita por: ~ e ~Moonliit

Postado
Categorias Ariana Grande, Justin Bieber
Personagens Ariana Grande, Justin Bieber
Tags Amor, Ariana Grande, Cameron Dallas, Camila Cabello, Colegial, Jariana, Justin Bieber, Nash Grier, Romance, Selena Gomez, Sexo, Shawn Mendes, Taylor Swifft
Visualizações 96
Palavras 1.010
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Esporte, Festa, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa Leitura!

Capítulo 18 - Melhor Erro- Part.1


 *1 DIA ANTES DO ANIVERSARIO DA ARIANA*

*Narrado por Ariana*

Meus olhos se encheram de lagrimas, era ele mesmo? O mesmo garoto que me acompanhava até minha casa depois da escola? O mesmo garoto que sempre dividia biscoitos comigo na hora do lanche? O mesmo garoto que tinha o cabelo atrapalhado e usava óculos fundo de garrafa? Por questão de segundos eu o agarrei dando um abraço muito apertado, quase o fazendo cair em cima de mim. Ano passado, quando eu ainda morava junto aos meus pais eu e Cameron éramos inseparáveis, mas chegou um dia em que eu nunca mais o vi, seus pais tinham se mudado e ele nem tinha se despedido. Eu fiquei um mês sem comer, minha salvação foi que meus pais me deixaram ficar junto a Camila e compraram um apartamento aqui em Nova York. Levando-me a onde eu estou hoje, morando com o Justin. Soltei o Cameron e me encolhi na maca da enfermaria.

-Você me deixou... -falei meio embolado

-Me desculpe por isso...

-Seu idiota! Porque você me deixou?! Você me fez chorar!-E ai estava eu, chorando novamente.

-Eu sei, foi difícil para mim também, mas meu pai não aguentava mais meu jeito! Ele disse que eu deveria virar homem e me colocou em uma escola militar, mas ela era longe demais e então nos tínhamos que ir o mais cedo possível...

-Hm...Tudo bem eu te desculpo-Mostrei a língua para ele

-Se eu não te conhecesse saberia que iria me desculpar -ele sorriu –então...Vamos para casa? As pessoas já devem estar indo-Ele disse pegando nossas mochilas e colocando nas costas.

Droga! Ele não pode saber que eu moro com o Justin!

-Ah não precisa, eu vou sozinha- ri sem graça.

-Eu ínsito em te levar! Eu não aceito não como resposta!-Ele ficou de costas para mim e se agachou, pedindo para eu subir de cavalinho nele.

Com um flashback de memoria, eu me lembrei da vez que Justin me levou de cavalinho. No caminho nós chamamos muito a atenção das pessoas. Droga! Eu não posso ficar lembrando do Justin essas horas! Balancei minha cabeça e subi no Cameron.

[...]

-Bom, é aqui- falei na entrada do prédio, eu não iria convida-lo para entrar, pois se não ele veria um certo individuo no sofá e minha cabeça não está muito boa para brigas agora!

-Olha eu até te convidaria para entrar, mas até hoje eu não consegui acabar de desembalar as coisas e está cheio de caixas pelo chão todo do apartamento- dei uma risadinha.

Que mentira mal lavada!

-Tudo bem, mas quando ficar tudo pronto lembre-se de me convidar!-ele riu

Eu dei um tchauzinho para ele e me virei para entrar no prédio, mas Cameron me puxou de volta e envolveu seus braços em mim, chegando perto do meu ouvido e falando:

-Eu voltei por você.

Suspirei fundo e o abracei de volta.

-Bom, então agora eu vou indo, até mais!

-Até- disse e fui correndo para entrar no prédio.

Meu Deus, oque foi aquilo! Por mais que aquela frase foi tocante, aquilo não fez meu coração ficar a mil, aquilo já falava tudo por mim, por mais que eu tenho essa boa relação com o Cameron. Meu coração já pertencia a outro, mas eu não poderia falar agora, eu teria que ter absoluta certeza do que eu estava dizendo e não acabar me iludindo.

 

*1 DIA DEPOIS DO ANIVERSARIO DA ARIANA*

*Narrado por Ariana*

E lá estava o assino pronto para dar uma bela facada nas costas de sua vitima, a cada passo que o assassino dava era uma pipoca em minha boca. Era uma bela segunda-feira e finalmente teríamos 3 dias de feriado ( Segunda, Terça Quarta), eu havia chegado da minha viagem de aniversario ontem e sinceramente eu estava cansada demais para mover até um dedo. Estava chovendo e eu estava enfiada em um cobertor na sala assistindo um filme de terror qualquer que estava passando na TV. Justin havia sumido o dia inteiro, provavelmente ele deveria estar no trabalho, eu tentei ligar para ele, mas o celular sempre caia na caixa postal.

Bufei de raiva tentando ligar a decima vez para ele.

Coloquei o celular em um canto e voltei a concentrar no filme, mas o barulho de algo caindo na porta de entrada me fez dar um grito fino. Droga! Será que eu estou naqueles clichês? Só falta eu perguntar “quem está ai?”. Mas não, eu me enfiei de baixo do cobertor e pedi perdão a Deus todas as vezes que tive pensamentos impuros com o Ian Somerhalder. A porta foi abrindo de vagar provocando um ruído fino, eu estava tremendo das pontas do pé a cabeça. Respirei fundo e decidi que era melhor eu me entregar, antes de ser pega de surpresa. Tirei a cabeça do cobertor e vi... espera? Justin?!

-Justin?- perguntei e o mesmo virou em minha direção se aproximando

-Está tudo bem?- engoli seco dando um passo para trás, mas não adiantava.

Justin estava tão perto que dava para sentir o álcool que exalava de sua boca, ele estava completamente bêbado. Nós estávamos quase caindo no sofá e o local estava escuro, consegui sair do seu campo e ligar a luz da sala, mas me arrependi no momento que virei para o Justin. O mesmo estava sentado no sofá olhando para o nada com um olho roxo e a boca cortada.

Minha boca abriu e fechou, mas não saiu nada.

Fui até o armário do meu quarto e peguei um kit medico, corri até a cozinha e molhei um pano limpo na água. Ajudei Justin a levantar e deitar em sua cama, lá mesmo eu já fui preparando os curativos e limpando o local do machucado.

-Essa merda doí- ele sussurrou

-Já está acabando- Terminei de colocar o curativo - Justin, você está queimando de febre... – coloquei a mão em sua testa.

Fui até a cozinha pegar um copo de água e um remédio para amenizar a dor.

-Acho melhor você descansar um pouco- falei levantando mas Justin segurou minha mão.

-Fique aqui comigo.


Notas Finais


Gente eu passei para avisar que esse capitulo está horrivel e eu prometo que o proximo vai ser bem melhor! Eu estava fazendo a bendita capa das minhas futuras fic's!
Me sigam aqui no spirit para não perder as fics novas que eu postar! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...