História Bevie: a different story - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Seleção, Descendentes
Personagens Carlos de Vil, Chad, Doug, Evie, Jane, Jay, Lorrie, Mal, Princesa Audrey, Príncipe Ben
Tags Bevie, Marry
Visualizações 79
Palavras 1.051
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiie, desculpa a demora para atualizar. Eu estava em semana de provas.
Boa leitura, espero que gostem

Capítulo 16 - A festa da Jane


POV Evie

Os meus planos de ficar trancada no quarto até o final da Seleção não deram muito certo. Então, eu decidi criar um novo refugio: o Salão das Mulheres. Lá, não era permitida a permanência de homens, apenas com a autorização da rainha, ou seja, lá eu não tinha a menor chance de esbarrar com Scott.

Nesses tempos que eu fiquei escondida no Salão das Mulheres, comecei a desenvolver uma nova paixão: a música. Eu sempre gostei de cantar, mas agora estava aprendendo a tocar violino. Eu estava adorando tocar. Me sentia numa paz tão grande quando estava tocando.

Como somos muitas, é comum que tenham tido muitos aniversários. Na quinta feira, será o aniversário de Jane e talvez ela tenha contado a Ben, pois ele mandou organizar uma grande festa para ela. E o pior de tudo foi que a festa era obrigatória, ou seja, corria risco de eu me encontrar com Scott.

Na quinta, o dia foi bem corrido por conta da festa. Não era obrigatório levar presente mas não queria chegar lá com as mãos abanando. Eu não sabia do que ela gostava, então decidi tocar uma música para ela. Minhas criadas me vestiram num vestido curtinho e bem leve, azul, como sempre. Então eu desci para o Grande Salão, onde seria a festa, e levei comigo o meu violino dentro de seu estojo.

O lugar estava totalmente decorado por flores amarelas e brancas.  Não havia um canto no lugar que não estivesse coberto por uma guirlanda de flores. Haviam várias mesas com toalhas brancas espalhadas pelo local e também tinha uma quarteto tocando, ou seja, o meu presente não seria mais útil. Olhei para todos os guardas que estavam ali presentes e confesso que fiquei feliz por não ver Scott por lá. Vou até Mal e começamos a conversar

- Nossa, que festa, não é? – ela diz quando eu me aproximo

- Pois é, e eu achava que as minhas festas na Ilha eram grandiosas – eu digo e dou um sorrisinho

- Bom, como eu nunca fui convidada para uma festa sua, não sei como eram – ela diz fazendo uma cara de raiva

- Na época não éramos amigas. E não convidar os outros para festar é ser malvado, e nós somos malvadas, não somos?

- Com certeza – ela concorda e nós rimos. Ficamos conversando por um tempo até que anunciam que Jane irá entrar no local. Quando ela entra, ficamos maravilhadas com o que vemos: ela estava com um vestido longo (enquanto todas as outras estavam de vestido curtos e simples) de cor creme. Seu cabelo estava amarrado em um coque bem alto e ela estava com um adorno na cabeça que parecia com uma coroa. Ela estava deslumbrante, com uma verdadeira rainha. Não posso negar que senti uma pontada de inveja. Por mais que nós fizéssemos outras festas de aniversário depois, ninguém iria querer imitá-la, seria ridículo.

Bianca, observava tudo de longe, com um olhar de inveja e raiva. Jane foi cumprimentar a todos, e quando chegou até a mim e Mal, eu disse

- Você está linda. Feliz aniversário!

- Obrigada, Evie – ela agradece e me dá um abraço

- Parabéns, Jane – Mal diz e Jane a abraça também

- A festa está linda – eu digo e na mesma hora Bianca se aproxima de nós

- Não tanto como a minha festa de aniversário do ano passado. Foi uma festa em preto e branco, qualquer pessoa com uma roupa com um pouco de cor, era mandada para fora. Além disso, foi uma banda muito famosa que tocou na minha festa, não um quarteto chato.

- Pena que ninguém te chamou na conversa, Bianca – Mal diz irritada

- Ai que grossa – Bianca diz – tinha que ser da Ilha dos Perdidos

Os olhos de Mal ficam verdes brilhantes e eu sussurro em seu ouvido

- Por favor, controle-se

- Eu não agüento essa garota, Evie. Ela me tira do sério – Mal sussurra de volta e a conversa continua

- Bom, Bianca, o que faz sem ser perturbar a vida dos outros? – Jane diz

- Não é porque é seu aniversário que você pode falar comigo do jeito que quiser  - Bianca começa – e respondendo sua pergunta, eu era modelo antes de vir para cá. Vocês já devem ter me visto em alguma revista.

Nós três negamos com a cabeça e ela revira os olhos

- E você, Evie, o que gostas de fazer? – Jane pergunta

- Eu gosto muito de costurar. E agora estou desenvolvendo uma pequena paixão pela música – eu respondo

- Você canta? – Bianca pergunta

- Eu canto, mas eu prefiro tocar instrumentos. Meu favorito é o violino – eu começo – na verdade, Jane, eu até tocar uma música para você hoje. Mas o quarteto já está fazendo esse papel

- Nossa, eu fiquei emocionada agora – Jane diz e me dirige um sorriso educado – eu vou pedi para que eles parem de tocar para você tocar sua música.

- Não, Jane, não precisa – eu digo

- Eu faço questão, Evie – ela diz e sai do local e vai até o quarteto que estava tocando. De repente, a música para e ela me chama

Eu subo ao pequeno palco que estava montado e começo a tocar meu violino.

Quando termino de tocar, percebo que estava tão distraída que nem percebi quando Ben entrou no local.

Ele me olhava de um jeito diferente, como se estivesse apreciando algo. Eu abro um sorriso para ele e faço uma reverência

- Vossa Majestade – eu digo

- Olá, Evie. Não sabia que você tocava – ele diz

- Bom, eu comecei esses dias, ainda toco muito mal

- Você foi incrível – nossa conversa foi interrompida quando ouvimos um barulho de grito e uma voz estridente

- Jane, mil perdões, eu não queria fazer isso – era Bianca. Ela havia derramado seu copo de vinho no vestido de Jane. Bianca era uma ótima atriz, enganou todos direitinhos pois havia um tom de sinceridade em sua voz. Mas a mim, ela não engana mais

Eu preciso falar com Ben para tirar essa garota do jogo o mais rápido possível. Ela é capaz de tudo para conseguir o que quer, e assim como ela está fazendo essas coisas “pequenas” como rasgar meu vestido e jogar vinho no de Jane, ela pode fazer coisas piores.


Notas Finais


Gostaram? Críticas e sugestões são sempre bem vindas nos comentários. Obrigada por lerem e até o próximo capítulo.
XOXO


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...