História Born to Die - Capítulo 27


Escrita por: ~ e ~littlesensivel

Postado
Categorias Hailey Rhode Baldwin, Justin Bieber
Personagens Hailey Baldwin, Justin Bieber
Tags Criminal, Hailey Baldwin, Jailey, Justin Bieber, Revenge
Visualizações 47
Palavras 983
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 27 - 27. OMG! She's a fucking crazy bitch


Bevelly Hills, Los Angeles - California, Agosto - 2015, às 10h54 Am

Point Of View Hailey Baldwin

Justin sai do banho quando me sento na cama e sorrio com seu sorriso torto. Seu cabelo está molhado e ele passa a mão me olhando.

— Eu não ia te acordar, admito.

— Você nunca acorda.

— Não acho justo! Sei como é bom dormir e descansar, e depois dessa noite eu....— Ele ri da minha cara fechada, e em seguida anda em minha direção e nego — No pescoço?

Ele morde meu pescoço e viro meu rosto para que ele não tente me roubar um beijo. Ando até o banheiro e prendo meu cabelo de frente para o espelho, sem seguida me abaixando para escovar os dentes.

Seu corpo está bem atrás do meu, e levanto meu rosto o vendo ajeitar seu cabelo e sorrir para mim. Finjo na estar afetada com sua aproximação e me viro o abraçando e dando um beijo em seu pescoço.

— Calma, hoje é quinta — ele concorda e encaro seus olhos. Ele olha para baixo, esbarrando o nariz no meu e me afasto levantando as sobrancelhas — O assalto. É hoje, não é?

Ele abre um meio sorriso e morde minha boca não me respondendo. Nossos narizes de esbarram novamente e Justine entra no meu quarto gritando.

— Olá, Bieber.

Justin ri da cara dela, e encosta os lábios nos meus antes de dar as costas e pegar sua carteira em minha mesinha. Em seguida coloca seu relogio e pega seu celular, notando que estamos reparando em casa movimento seu.

— Não — diz quando abro a boca para perguntar se ele quer tomar café — Eu já tinha que estar no escritório a uma hora atrás e você sabe, é hoje.

Ele se aproxima e segura meu rosto me puxando levemente para um beijo. Sua mão desce por minhas costas, e olho Justine parada no mesmo lugar. Justin sorri entre o selinho, e morde minha boca olhando para garota que agora revira os olhos e se vira, fingindo dar privacidade.

Ele desce sozinho na frente em passos mais rápidos e pega uma maçã antes de ir até a porta e olhar para mim antes de abaixar seus óculos de sol.

— O assalto é hoje — diz animada, e concordo satisfeita por pensar que eles vão fazer exatamente o que coloquei no plano — Seu pai vai morrer do coração quando souber que Justin zerou a conta de Tyler.

— Ah, sobre isso....não foi Justin — digo colocando um pouco de café em minha xícara — Foi eu. E ele é o próximo, mas a vingança não será minha. Vou deixar para Justin acabar com ele.

Tive que desenhar dois vestidos de noivas hoje. A noiva está em duvida se faço um design para as madrinhas ou não.

Vejo o carro na frente da minha casa antes de pedir o táxi para parar e peço que siga reto. Justine está usando meu carro hoje, e da a entender que eu estou em casa.

Tem alguém me seguindo.

Preciso que faça algo para mim.

O carro preto voltou?

Sim! O que eu faço?

Mando meus seguranças?

Eu vou dar um jeito.

Penso duas vezes se saio ou não do carro e peço que me leve para centro de Los Angeles.

[....]

Justine desce do carro, fazendo o carro preto parar a uma certa distância dela. Ele tenta dar ré, mas os seguranças o impedem e ela anda até o carro.

— Tem alguém aí e é agora que você descobre quem.

Os vídeos permanecem levantados e tudo fica escuro. Percebo um vulto dentro do carro e corro até a outra porta. A porta está travada e bufo puta da vida com todo o drama.

— Hailey, o que você....

Quebro o vidro do carro e o cara tenta me dar um soco, mas viro seu braço antes e o ouço gritar. Não é quem eu estava esperando.

— Quem é você?
 

Os garotos estão entrando em seus carros e vejo Christian me olhar com um olhar brincalhão. Ele sorri para mim, todo simpático e passo direto por Charles e Justine. Ryan e Justin me olham confusos quando passo reto por ele e apenas quero ir até o banheiro e tirar a merda de um caco de vidro que ser entre meus dedos.

Eu tenho certeza que não estou doido. Deveria ser ele.

— Hails, abra a porta — limpo minha mão e jogo um pouco de álcool setenta — Eu só vou sair de casa depois de falar com você.

Destravo a porta e saio quando ele inclina o pelo para entrar.

— O que aconteceu?

— Nada. Você precisa ir — digo olhando o relógio e ele bufa — É sério, você precisa ir.

— Mas antes me diz, o que foi?

— Nada — mudo minha expressão e finjo estar preocupada com ele — Eu estava feliz, pensei o dia todo o quanto você estava ansioso para isso, mas agora não sei.

Ele muda a expressão dele e sorri vindo em minha direção.

— Esta preocupada, sério?

Reviro meus olhos para seu ego e ele ri, puxando meu corpo para o seu e levando suas mãos para minha bunda.

— Não se preocupe — seus lábios esbarram em minha orelha — Quando eu chegar, a primeira coisa que eu vou fazer é te mostrar que estou inteiro.

— E mais rico.

Nossas mãos se entrelaçam e vejo seus ombros tensos. Os seguranças recebem suas últimas ordens por Ryan, e em seguida olho para Christian.

O sorriso não está mais em seus lábios, mas o brilho permanece em seu rosto.

Olho para Justin e ando com ele até seu carro, onde o surpreendo com um beijo. Um beijo de verdade.

— Te esperarei.

Ele concorda e entra em seu carro. Ando até a entrada de sua casa e em seguida Justine para ao meu lado após se despedir de Charles.

— É ele.

Ela me olha confusa e bufo irritada com a verdade.

— Christian Beadles. É ele que me persegue e tira fotos minhas.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...