História Boss - Imagine Jungkook - Capítulo 86


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Comedia, Hoseok, Interativa, Jimin, Jin, Jungkook, Namjoon, Romance, Sexo, Sexual, Suga, Taehyung
Visualizações 1.236
Palavras 2.695
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Hentai, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpem pelos erros ortográficos e não desistam de mim! Por favor.
Espero ter revisado o cap direito e me perdoem, desculpe pela demora... Isso foi revoltante alias super hiper mega revoltante...
Leiam as notas finais meu anjinhos, vai ser breve eu prometo :C e me perdoem de novo e espero q gostem eu vou voltar aqui pra revisar o cap
nossa a fotinea de cap bem soft

Capítulo 86 - Cake, the new hot Sex


Fanfic / Fanfiction Boss - Imagine Jungkook - Capítulo 86 - Cake, the new hot Sex

*Prévia – Aniversário do Senhor Jeon**

 

Agora o Senhor Jeon pertence a uma mulher só... Quem diria hein, quem diria... - ??

 

XXX: Eu estava de olho nele desde os 23 anos de idade...

??: Mas ele... 

XXX: Foda-se, eu quero ele!! Ele sempre me olhava com desprezo e a vaca da Senhora Kim ainda falava mal de mim para ele.

??: Mas agora ele está com outra pessoa! Porra! Ele não tem olhos para ninguém só para a filha da Kim, eu hein supera...

XXX: COMO ASSIM É A FILHA DA SENHORA KIM? EU NÃO ACREDITO. – Dizia olhando os dois juntos na sessão de fotos.

??: Miga... Por favor pare. – Dizia me repreendendo.

XXX: Nãooo.

??: Mas ele tem outra agora supera.

XXX: Superar? Eu quero esse homem, Mika... E-Eu... Eu vi ele ficar com várias mulheres e entre elas aquela que ele mais amou, a putinha do cabelo laranja e eu era mais bonita que ela mas ele nunca olhou pra mim.

Mika: Aí que saco... Tem tanto macho no mundo e você quer justo ele? Que coisa, você é assim besta ou faz esse papel? Já é doentio isso... Você já parou e se colocou no lugar daquela mulher que está com ele?

???: Não, mas ela não o merece, essa vagabunda sem sal! Eu fiquei toda gostosa só para ele olhar pra mim... A Kim sempre me humilhava... Dizendo que ele nunca iria ficar comigo, porque eu era acabadinha.

Mika: Desisto de falar com você Bela, olha tchau.

Bela: Volta aqui!! – Ela correu para a entrada principal.

 

 

O Jungguk estava o mesmo de sempre, ele é igual vinho quanto mais velho é mais gostoso. Ele trajava um terno risca de giz avermelhado, era muito quente.

Vejo ele olhar em minha direção, será que ele ainda lembrava de mim? Por mais que...

Segundos depois ele me olha com desprezo e segura aquela mulher ao seu lado com força.

 

Eu sou melhor que ela, por que ele nunca notou isso? Por que ele nunca me notou? Ele nunca me quis como submissa por que? E agora ele está com uma mulher pra valer...

 

Decido ir em direção dos dois no salão principal.

 

Querida... – Ele rosna para a mulher que o acompanhava. – Eu quero meu presente.

 

 

~Fim da prévia~ Dias**

 

*Enquanto isso, ainda no cabaré do Jiminie... Ellui pessoas, Ellui.

Jimin*

 

Eu: Shei... – Eu estava grogue estirado no divã e eu só conseguia enxergar a Sheila.

Sheila: Hm tá melhor?

Eu: Eu tô com muita dor de cabeça, o que aconteceu hein hm?

Sheila: Alguém deu bebida pra você Jimin... Ah... Eu estou tão cansada Jimin. – Ela me olhava triste. – J-Jimin... E-Eu... Anh você gosta de mim?

Eu: Shei...

Sheila: E-Eu... Só... Esqueça por favor, esqueça o que eu perguntei! – Dizia se levantando do divã que estava sentada e eu a segurei.

Eu: Shei... Não vai, por favor. – Supliquei. – E-Eu também gosto de você. – Sorri.

Sheila: Você só está dizendo isso para me fazer sentir melhor, gosta nada. – Dizia nervosa. – Você ainda gosta daquela ____...

Eu: Sheila Kassandra Gomez de La Vega, vou ser sincero... – Segurei em sua mão. – Antes poderia até ser, mas agora eu comecei a gostar de outra pessoa... E-E... E-Eu... Ya eu sou muito ruim com declarações.

Sheila: Você está envergonhado.

Eu: N-Não estou, i-impressão sua... – Digo tremulo.

Sheila: Eu sei que está, Jimin eu trabalho com você faz tipo assim, anos... Então eu conheço muito bem meu chefe. – Deu uma risada fraca. – Aiai... Bom vou indo.

Eu: Shei, a verdade é que eu estou gostando de v-você... Na verdade e-eu não paro de pensar naquele dia...

Sheila: E você acha que eu também não paro de pensar naquele dia?

Eu: Bom, e você Shei você gosta de mim? E-Eu... – Ela se afastou um pouco.

Sheila: Jimin... Hm... – Ela soltou uma risadinha. – Jimin eu não consigo conversar com você assim...

Eu: Assim como?

Sheila: Pelado, nu, com o negócio... Jimin. – Riu olhando para o meu corpo.

Eu: Aí por que você não me disse antes... – Tampo minhas partes com as mãos.

Sheila: Eu achava que você tinha notado né... Haha.

Eu: Como se você nunca tivesse visto... – A olhei malicioso.

Sheila: Bom agora que você me respondeu aquilo, então eu acho que eu tenho direito de falar. – Me olhava atentamente. – Ah Jimin, eu sempre tive uma queda por você... Você sempre foi aquele que eu nunca... Poderia ter, você é meu chefe Jimin... I-Isso não era certo, eu sempre te olhava, te observava e via o quanto você era devasso, imoral, obsceno, tudo que você faz... É imoral e travesso.

 

 

Teu amor me faz enlouquecer (iê, iê, iê)

Na medida certa do prazer

E cada detalhe em você (iê, iê, iê)

Me dá mais vontade de fazer

 

 

Eu: Shei... – Suplico.

Sheila: Mas você nunca ficaria com uma de suas dançarinas... Acho melhor... – Num movimento rápido eu a puxo para mim.

Eu: Shei eu e você já avançamos demais, você acha que eu quero desistir agora? Você me deixa assim... Quando você está perto de mim, eu fico louco, nervoso... Sim eu fico excitado, quem não fica não é Sheila, você é linda, maravilhosa, sexy e ao mesmo tempo você cuida de mim... E só agora eu percebi que deixei uma mulher dessas por aí a muito tempo. – Olhei em seus olhos. – Só agora eu enxergo que eu preciso de você... – Ela ficou paralisada com tal revelação, era verdade, eu era idiota mesmo por não perceber a mulher incrível que esteva do meu lado durante anos.

Sheila: J-Jimin... Meu Deus... – Ela colocou suas mãos em meu pescoço. – Ai Jimin você também me deixa assim...

Eu: Ya... – A beijei.

 

Hoseok*

 

Eu: Ué os dois sumiram? Ué? – Perguntei olhando para o Yoongi Bolinho.

Yoongi: Pula a catraca que a festa tá liberada... – Cantarolava alguma coisa.

Eu: Yoongi eu acho que...

Yoongi: Eh eu também acho.

Eu: Mas eu nem falei!! – Gritei.

Yoongi: Mas eu sou o Yoongi e eu sei de tudo e também sei que você fará outra piada.

Eu: Sim, nós já sabemos que você é o Yoongi Bolinho, mas você não sabe de tudo o Jimineutron está usando a sua cueca. – Digo rindo.

Yoongi: Você está zoando com a minha cara né? – Diz indignado olhando para mim com aquela cara de bunda que só ele fazia saber, era engraçado, ele semicerrava os olhos e fazia bico.

Eu: É verdade depois olha lá... Hihihihihihi...

Yoongi: Eu vou te mataarrr!!!! – Ele vem pra cima de mim.

Eu: Aí calma pensa só... – Ele me olha atentamente. – Tá chegando o natal e com ele a minha piadinha.

Eu/Yoongi: Quer presente? Então toma peru de natal. – Ele me olhou feio e eu fiquei surpreso.

Eu: Ué como você sabia?

Yoongi: Ué no natal passado você fez a mesma coisa, para todas as pessoas você disse isso...

 

*Flashback – Natal de Yoongi Bolinho e Hoseokão*

Yoongi*

 

Escuto batidas na porta e vou até a mesma atender.

 

Abro a porta e vejo o Hoseok vestido de Papai Noel, quando eu penso já ter visto de tudo nessa vida dou de cara com uma visão do inferno dessas.

 

Eu: Ah é só você... – Dou espaço para ele entrar e ele fica me olhando.

Hoseok: Nossa que grosso, feliz natal. – Disse.

Eu: Pra você também.

Hoseok: Yoongi, Yoongi... Quer presente? – Dizia contendo a risada. – Diz que sim.

Eu: Quero. – Respondo sério.

Hoseok: ENTÃO TOMA PERU DE NATAL!!! – No mesmo instante mostrei o dedo do meio para ele e fechei a porta na cara.

Eu: Ah se foder né Hoseok! – Gritei.

Hoseok: Aí deixa eu entrar Yoongi!!!

 

Flashback off.

 

Hoseok*

 

Eu: Você fala de mim, mas você precisava de ver como eram os natais aqui quando a Senhora Kim ainda estava entre nós. – Comuniquei.

Yoongi: Eu não sei porque certas pessoas me deixaram por fora de todos os natais que rolou.

Eu: Yoongi... Você que se isola.

Yoongi: Mentiroso, eu né, eu né... Como era o natal, ela passava com o Jimin?

Eu: O último que eu me lembre, não foram tantos as vezes ela ficava aqui, mas o último ela estava vestida de Mamãe Noel e era com o Conquistador de Tobas, ele estava vestido de duende, Meu Deus...

Yoongi: Hahahaha que merda hein.

Eu: Ele ainda era, digamos Baby... Mas em 2015 ele apareceu, rolou tretinha básica.

Yoongi: Só agora que você me fala? Porra Hoseok se foder, agora eu quero saber!

Eu: Só nos próximos capítulos, meu caro Bolinho.

 

____*

 

 

It's getting cold, baby
I want your hot hands on me
It's getting cold, baby
I want your hot hands on me

Hot hands, I need your hot hands on me

 

 

Jk: Bolo melhor que sexo ou Sexo melhor que bolo, Querida? – Ele retira a sua camisa que eu estava usando.

Eu: H-Hm... – Impossível escolher, se bem que eu só gosto de fazer com ele, isso mesmo fazer... – V-Você... – Ele encosta sua ereção novamente em minha bunda.

Jk: Você me deixa maluco sabia? – Sussurra em minha orelha.

Eu: Ah... – Ele lambe o meu pescoço me agarrando com os seus braços fortes e eu estava aproveitando aquela sensação com a mão na bancada.

Jk: Querida, você não está se esquecendo de nada? – Pergunta roucamente.

Eu: H-Hm? – A massa...

Jk: Você quer mesmo que eu te puna? Querida, você tem disposição para isso? – Ele estava tão... Ah... Que merda Jeon! Você me enlouquece.

Eu: Faça o que quiser comigo... – Choraminguei. – Eu sou sua... – Falei baixinho e escuto ele rosnar em aprovação atrás e eu continuei. – Eu quero fazer o bolo, mas você não me deixa raciocinar.

Jk: O bolo é o menos importante agora... – Vejo ele apoiar a cabeça em meu ombro observando a massa do bolo. – Só colocar no forno... Hm... – Peguei a forma que estava na bancada e despejo a massa quase pronta na forma. O Jeon abre o forno e coloca a forma dentro do mesmo. – Pronto resolvemos um problema Querida, agora falta o meu.

 

Dito isso, ele me pega rapidamente pela cintura e me senta na mesa lotada de ingredientes, logo depois me deita e vejo ele abrir minhas pernas, ele aperta as duas.

 

Jk: Eu estou com muita fome... E você sabe muito bem do que... Quero algo diferente uh... – Vejo ele pegar o pote que estava com resquícios da massa que nós havíamos feito ou pelo menos tentado. Com o dedo ele pegou um pouco e deu para mim. – Chupe... Devagar. – Eu o obedeci, chupei seu dedo e depois fiz uma cara de quero mais.

 

Assim eu o vejo pegar mais um pouco da massa e passar em sua barriga bem rente ao cós da bermuda, de repente ele deixa o pote de lado e me levanta da mesa fazendo com que eu fique sentada na borda, ele puxa minha mão a colocando em cima da sua ereção.

 

Jk: Você me deixa assim sempre... – Estava duro como uma rocha. – V-Você sabe do que eu preciso... – Ele gemeu baixinho, ver o Jeon vulnerável me deixava úmida, totalmente úmida, ele coloca minha mão por dentro da bermuda, eu senti seu membro digamos molhado, só faltava rasgar a cueca e a bermuda, ele apalpou minha mão e eu entendi o que era para fazer.

 

Apertei levemente seu membro e olhei para o seu rosto, ele estava mordendo os lábios, isso era tentador, sexy e acima de tudo me deixava bamba, querendo ele dentro de mim, logo.

 

Jk: Querida eu preciso... – Ofegou quando passei a minha unha em suas bolas, assim eu me inclinei um pouco e lambi a sua barriga que estava com o creme do bolo. – Oh... Deliciosa... – Eu fiquei numa posição em cima da mesa que a minha bunda ficava um pouco exposta e assim que eu assumi o comando do seu membro duro, suas mãos viajaram até a minha bunda, eu praticamente me deitei com a barriga pra baixo sobre a mesa e foi ai que suas mãos teve o alcanço necessário a minha bunda, ele deslizou um dedo em minha bunda e eu queria, queria muito... Me ajeitei ficando como cachorrinho e ele adentrou seu dedo em meu orifício.

 

Eu: A-Ah... – Parei um pouco com os meus movimentos de masturbação em seu membro. – S-Senhor Jeon...

Jk: Mas já está úmida? Geme mais alto... – Assim faço movimentos de vai e vem com as mãos em seu membro. – O-Oh... – Quando eu tento raciocinar ele parte a minha bunda com as suas mãos e enfia dois dedos em minha traseira.

Eu: S-Senhor J-Jeon... – Era muito bom, sem mais delongas eu desci sua bermuda junto a cueca e abocanhei meu membro e o coloquei inteiro na boca.

Jk: Tão gostosa... – Ele continuou os movimentos com os dedos me deixando perto do orgasmo e eu estava me engasgando com o seu comprimento. – Não para uh...

 

Senhor Jeon sem dúvidas era delicioso... Sempre foi, era como se fosse a primeira vez.

 

Eu: H-Hm - Murmuro com o seu pênis em minha boca e ele me dando prazer com os dedos, acabo gorfando um pouquinho em seu membro e o retiro na boca, para respirar. – S-Senhor Jeon... - Seguro seu membro em minha mão, dando lambidinhas rápidas e ele me olha com aquela cara de tesão.

Jk: Eu quero você. - Ele retira as suas mãos de minha bunda e deposita um selinho em minha boca e tocando suas mãos em minhas mãos, logo depois chupa o meu beiço. – Suculenta... Sente-se Querida... - Me levanto um pouco dolorida não me atrevendo a olhar em seu rosto.

 

Assim ele abre as minhas pernas e se livra do seu calção e a cueca, ele passa a sua saliva em seu membro e logo em seguida aperta minhas coxas fortemente na mesa, se deslizando para dentro de mim.

 

Eu: O-Oh... A-Ah... - Arfei com seu choque em mim, gemendo baixinho.

Jk: Oh Querida... Quero escutar você... - Eu laço minhas pernas em seu quadril e junto seu corpo no meu cravando minhas unhas em suas costas.

Eu: S-Senhor J-Jeon... - Gemi alto arranhando suas costas e a cada estocada forte eu estava quase vendo estrelinhas. - A-Ah... Awn...

 

Eu escutava a respiração arrastada do Senhor Jeon em minha orelha.

 

Os alimentos, ingredientes e tudo que localizava-se na mesa estavam caindo no piso da cozinha. Num movimento só ele desgrudou nossos corpos me fazendo deitar na mesa, assim eu obedeci, me fazendo ficar aberta a ele.

 

Jk: Gosto dessa visão, Querida... - Dizia baixinho enquanto meus braços ficavam estirados na mesa que não havia nada agora. - O-Oh Querida... Rebola pra mim. Ele me faz refém, segurando meu punho com sua mão a mesa e com sua outra mão ele ajeita meu quadril em seu corpo.

Eu: Ah... Jeon... - Me contorço por inteira, meu orgasmo estava perto.

Jk: Abre os olhos, Querida. - Dizia levemente.

 

 

Toc Toc

 

 

Olá! Tem alguém em casa?! - Jin.

 

 

Eu: Senhor Jeon... Por favor... - Minhas pernas bambeiam, justo agora?

Jk: Que merda... - Ele sai rapidamente de dentro de mim. - Eu vou acabar com ele... - Ele vira furioso em direção à porta.

Eu: Por favor Jeon, não... - Seguro em sua mão. - Podemos terminar outra h-hora... Hein ele não tem culpa, você também não avisou que iria p-precisar dele hm? E-Então... – Fiquei pensativa, acho que acabou as férias do Jin por isso ele voltou novinho em folha para trabalhar, eu posso entender... Tirando o fato que ele atrapalhou o meu momento com o Jeon.

Jk: Certo, sobe! Eu falarei com ele, Querida... - Ele solta um sorriso de relance pra mim, dou um selinho e rapidamente vou em direção a escada.

Eu: Eu te amo... – Digo baixinho enquanto subo as escadas e escutei um "eu também", vindo dele. 

 

 

Assim que vim para o quarto do Jeon, vejo na cama uma foto minha com o Jeon na viagem a NY, a nossa primeira viagem juntos a negócios e um X vermelho em meu rosto.

 

Eu me afastei para trás com medo, mas depois eu tomei uma decisão e peguei a maldita foto.

 

 

“Parece que você é a nova putinha do cabelo laranja que está no meu pé” - A.

 

Quem conseguiu entrar na casa do Jeon? Como...

 

Amor, vem cá... – E o mesmo estava me chamando.


Notas Finais


Primeiramente, desculpas ahhh desculpas, acho que desculpas n seria o bastante, rolou mt coisa durante 2 meses q eu to sumida do spirit né mesmo meus amores, espero q aproveitem o capitulo, no momento é só isso... Que eu quero q vcs fazem, espero q gostem de coração, esse cap kkk saiu com base nos pedaços q eu estava escrevendo da fic e eu sou mal eu cortei o cap pq iria ficar mt gigante o proximo talvez n demore pq vai ter mt coisa ainda por vir.
Eu fiquei chateada, era pra eu te postado ate nas datas q postei no twitter mas deu td errado, eu fiquei pra baixo enfim, a minha ausencia pessoas é devido os cursos e a cnh, pra quem n sabe to tirando a carteira de motorista bebes vrum vrum vc q esta lendo isso, se vacilou a jiminsurreal ta passando de carrinho na sua porta. Mas enfim era só isso e eu NAO DESISTI DA FIC E NEM DE VCS AGR EU PRECISO IR PQ TO ATRASADA COMO SEMPRE.
MUSICAS: HOT HANDS - DARIUS
Anitta - Ritmo Perfeito
Só tem essas eu acho né, por fim beijinhos na boca de vcskkkkkkkkkk EITA besos**
** - Significativo no cap entendedores entenderam EXPLICAÇÃO NO TWITTER HJ E TENHO MT MAIS AINDA PRA FALAR MAS avisarei no twitter @/jeonsurreal
Eu amo vocês, amo amo demais e obrigada aos favs tbm 3k caralho eu to desacreditada, dscloa o palavraun, isso é demais, feliz aniversario a boss e tbm a uma leitora aq q era pra ter saido no niver dela o cap, mas a escritora fez caquinha, podem jogar ovada eu deixo cap farofa né?
Favoritem vão me ajudar muito e o mais importante comentem quero saber o que estão achando!!!
Agradeço quem tiver lido.
BYE BYE.
ps: sorry o bestseller


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...