História B'Shert - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Fugaku Uchiha, Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kizashi Haruno, Kushina Uzumaki, Mebuki Haruno, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Personagens Originais, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Sasusaku Naruhina
Visualizações 12
Palavras 1.692
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Yo, mina! Estou muito feliz com o crescimento da fic e do carinho de vocês. Amo muuuito cada um de vocês e peço que comentem e favoritem a fic para eu saber se estão gostando, mandem mensagens também. Boa leitura ❤❤

Capítulo 21 - Quero vê-la outra vez


Fanfic / Fanfiction B'Shert - Capítulo 21 - Quero vê-la outra vez

Acordei com Ino e Kurenai tirando um baú do meu quarto.

- Bom dia Hime-sama. Estamos levando seus pertences para a carruagem. Só adoraríamos a senhora depois.

- Tudo bem Kurenai.

- Dormiu bem?

- Sim Ino, só agora estou começando a acreditar que me casei. Pode me preparar um banho?

- Claro, Kurenai peça aos guardas aí fora que levem isso, e veja se deixarão em segurança na carruagem real.

Ela partiu e Ino me ajudou a despir, (meu quarto tinha uma banheira num espaço próprio para banho) enquanto algumas servas enchiam a banheira com água morna.

- Ainda tenho cheiro de vinho.

- Foi uma festa maravilhosa Hadassa.

- Me conta tudo Yamanaka. Eu vi o príncipe Gaara te tirando para dançar.

- Ele me cortejou- falou abaixando a cabeça.

- E porque este semblante triste?

- Porque não quero me iludir, eu disse a ele que sou apenas sua escudeira, mas isso não mudou nada. Ele continuou tentando.

- Isso é maravilhoso, espanta esses pensamentos ruins. Pense que se for para ser, será. Não importa se ele é príncipe ou não, Sunagakure é muito próspera por seus serviços e produtos exóticos, nem o pai de Gaara casou com uma nobre rica.

- Não?

- Não, a mãe de Gaara era nobre, mas daqueles com renda baixa. Ela quase não tinha vestidos bonitos.

Ela pareceu mais feliz e quando eu já estava vestida ela disse.

- Ele me pediu para encontrá-lo no jardim.

- O que está fazendo aqui ainda? Vá logo!

- Obrigada Hadassa.

- Espere – caminhei até a cômoda e peguei uma coroa de flores que tinha ali – Mandei fazer para você, afinal toda princesa usa uma coroa. – coloquei em sua cabeça.

- Muito obrigada.

- Agora vá, não deixe o príncipe esperando. Te vejo em uma semana, está livre para ficar em casa.

~♧~

Corri pelos corredores até chegar a saída mais próxima do Jardim, parei e bati a poeira do meu vestido, passei a mão nos cabelos e sai. Avistei de longe aquela cabeleira ruiva e caminhei a passos lentos até ele.

- Pensei que não vinha.

- Me perdoe, mas eu não sou acostumada a tanta atenção.

- Como não? Uma linda mulher como você, deve receber cortejos a todo instante.

- Algumas vezes, mas nenhum que me despertasse interesse.

- Fico esperançoso ao ouvir isto.

- O que quer dizer?

- Que quero vê-la outra vez.

- Já disse que sou apenas a escudeira de Hadassa.

- Não me importa, eu gostei bastante de você e quero muito corteja-la.

Minhas bochechas esquentaram e tinha certeza de que ele havia percebido- Príncipe Gaara...

- Somente Gaara

Pensei no que Hadassa me disse “ Se for para ser, será “ e resolvi não me fechar para ele- Quando vou vê-lo outra vez?

Ele sorriu e eu decidi que gostaria daquele sorriso- Tenho que voltar a Sunagakure amanhã, mas marcarei uma viagem de volta para cá assim que eu chegar lá e devo chegar aqui em dia de mercúrio(quarta feira), espero vê-la aqui.

- Estarei aqui.

- Agora eu preciso cuidar de uns assuntos antes de partir. – virou para mim e tomou minha mão num beijo.

Ele se foi, deixando uma esperança em meu peito.

~♧~

Estava sentada na carruagem que já havia partido em direção ao norte, para o solar. Chegaríamos na manhã seguinte, Itachi tinha um braço em minhas costas e nossas mãos entrelaçadas em meu colo.

- Nem acredito que finalmente estamos casados.

- Eu nunca pensei que este dia chegaria. – Ele me olhou e levantou uma sobrancelha- Que foi? Vai dizer que sempre soube que um dia estaríamos casados.

- Está certa, era muito improvável.

- Penso que entraremos para a história Como Minato e Kushina no passado.

- Sim, contornamos as regras.

Continuamos o caminho conversando como nossa vida seria até que paramos próximo a um vilarejo e os soldados montaram acampamento para passar a noite. O local era perto de uma nascente e de um pomar farto, havia conosco alguns pães e grãos, que serviriam como comida por aquela noite.

Ao romper da aurora o acampamento foi desmontado, seguimos por mais algumas horas e chegamos ao solar dos Uchiha. Os servos que trabalhavam lá nos receberam com sorrisos formosos e nossos pertences foram levados para os aposentos de Itachi. Adentrei o quarto ao lado de Itachi e aquela cama grande no centro do cômodo chamou minha atenção. Caminhei até ela e me sentei, não resisti e deixei que meu corpo escorregasse até estar totalmente unido aquele colchão macio.

- Está cansada?

- Um pouco, mas já já estarei nova em folha – observei-o caminhar em minha direção e deitar ao meu lado.

- Aqui tem uma piscina quente, no andar de baixo.

Meus olhos brilharam involuntariamente- Podemos relaxar lá?

- Esperava que perguntasse. Vou pedir que preparem.

Ele se levantou e caminhou até a porta, abriu a mesma e pude ouvi-lo falar sobre a tal piscina com alguém, ele voltou e dirigiu-se ao baú que continha seus pertences. Uma serva adentrou o quarto e vez reverência a mim.

- Hime-sama vim prepará-la para o banho de piscina.

- Entendo, aquele é o meu baú.

A mulher andou até ele e o abriu, procurou ali uma roupa e encontrou um vestido azul fino de seda, tomou a vestimenta em mãos e pediu gentilmente que eu fosse para trás do compartimento para troca de roupa. Eu segui a jovem serva e comecei a me despir ali atrás, enquanto Itachi se despia no quarto, o que era completamente normal agora que estamos casados. Assim que fiquei pronta, ela cobriu meu corpo com uma espécie de roupão e voltamos para a parte principal do quarto, Itachi também já estava de roupão, então seguimos para a porta.

- Obrigada- sorri para a serva e sai.

Caminhamos de mãos dadas por todo o solar, até chegar na piscina, era grande e quadrada e o vapor que saia dela era tão chamativo quando vento em dia quente. Adentramos a piscina e soltei uma bufada de ar ao sentir aquela água quente me tocar por inteiro. Caminhamos para o outro lado, onde havia uma espécie de banco submerso e nos sentamos.

- É tão bom- exprimi encostando e fechando os olhos.

- A melhor parte disso é compartilhar a sensação com você. – abri os olhos e não pude deixar de sorrir bobo.

Ele acariciou-me as maçãs do rosto e eu apreciei seu toque, ele se aproximou e selou nossos lábios num beijo calmo. Nos separamos e ele me puxou para sentar em seu colo.

- Que foi? Está retraída.

- Peça as servas para sair – olhei na direção da mulheres que arrumavam algumas coisas ali.

- Vocês! – as duas olharam – estão dispensadas, larguem tudo. - As mulheres obedeceram e deixaram tudo ajeitadinho num canto antes de sair. Ele riu gostoso ao ver a porta se fechar

- Sinto-me bem melhor agora. – sentei em seu colo, deixando uma perna de cada lado, me apoiando sob os joelhos.

- Assim que eu gosto.

Selamos novamente nossos lábios e ele me segurava pela cintura com as duas mãos. Alternava seus beijos entre meu pescoço e colo, aquele vestidinho tinha a alça regulável e ele teve facilidade em fazê-las escorregarem por meus ombros. Ele já estava sem camisa, com apenas uma calça larga de banho e eu podia sentir perfeitamente seu membro duro sob o pano de sua calça e do meu vestido. Estava nua por baixo dele e tinha certeza de que Itachi sabia disso.

Ele levantou o vestido e o passou por minha cabeça, me deixando completamente nua na piscina, eu levantei e ele logo entendeu o recado, ficou de pé também e arrancou a peça que ainda o deixava seminu. Ele sentou e me puxou de volta para seu colo fazendo que nossas intimidades se chocassem.

Gememos juntos – Se segure em mim – Ele falou e logo em seguida levantou

Enlacei sua cintura com minhas pernas e ele saiu da piscina comigo pendurada em seu pescoço. Desci de seu colo quando ele parou no divã que estavam nossos roupões, nos vestimos e voltamos para o quarto. Quando a porta se fechou atrás de nós, ele me beijou com voracidade. Caminhamos para a cama e ele deitou sobre mim, abriu meu roupão e tratou de dedicar-se aos meu seios. Tomou um com a boca e o outro com a mão.

Eu já estava ensopada e totalmente preparada para ele. Quando terminou com meus seios se direcionou a minha intimidade, desceu distribuindo beijos excitantes por toda a minha barriga, até chegar onde ele queria. Me chupou com fervor enquanto eu puxava seus cabelos e me derramei em sua boca.

Ele fez o caminho de volta e antes de me beijar outra vez falou- Sente como você é gostosa- selou nossos lábios eu senti um gosto diferente.

Queria fazer com ele o que Ino e Kurenai me ensinaram. Inverti as posições e ele pareceu surpreso. Repeti suas ações, descendo distribuindo beijos em sua barriga. Quando beijei abaixo do umbigo ele arrepiou e senti que estava no caminho certo. Segurei seu membro com as mãos e ele falou.

- Não precisa fazer isso.

- Mas eu quero!

Seus olhos brilharam e eu levei a boca lentamente ao membro pulsante em minhas mãos. Ao mesmo tempo que lambia fazia movimentos circulares com as mãos. Ele fechou os olhos e os apertou, mordeu os lábios e gemeu gutural. Sabia que estava no caminho certo e continuei até que ele me parou.

- Não quero gozar na sua boca - Ele me puxou para cima e inverteu as posições – Não aguento mais esperar

- Nem eu.

Ele se posicionou em minhas pernas e entrou com força. Ele estocava com força e fundo, não fomos longe e gozamos juntos. Como toda aquela semana, fizemos amor e sexo como nunca.

~♧~

Estávamos na carruagem, fazendo o mesmo caminho de volta para o Castelo e estávamos tão felizes que nem a jornada foi tão cansativa quanto deveria. Chegamos ao Castelo e Ino logo me cercou para saber como havia sido, quase não conversamos pois precisava me instalar na ala real com Itachi.


Notas Finais


GaIno ❤ eu shipo, vem tretas.
Hentai no próximo
Espero que gostem e até a próxima 😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...