História Bulletproof Love - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber
Tags Ação, Amor, Drama, Hentai, Justin Bieber, Romance, Selena Gomez, Sexo
Visualizações 93
Palavras 2.372
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Hentai, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Iae povo, turo bom? (erro proposital)
Eu vou falar a verdade: eu nem ia postar hoje, mas to numa vibe de postar todo dia e não quero quebra-la tão cedo. Então deem muito amor a esse capitulo, pois ele vai ser muito foda, prometo.

Capítulo 4 - Brianna Clark pt.2


Fanfic / Fanfiction Bulletproof Love - Capítulo 4 - Brianna Clark pt.2

POV Justin             09/07/2015; 10:15AM

Três horas haviam se passado e com isso só temos 16 horas para encontrar Brianna, e por causa disso todos estamos nervosos. O depoimento da senhora Clark foi a mesma coisa que nada, ele falou que ela só chorava e chorava, ficava se culpando por ter aceitado a proposta de viajem que o marido fez e dizendo que a filha era muito boa e essas coisas, e agora ela esta no quarto da filha faz um bom tempo. E também o depoimento do senhor Clark foi a mesma coisa da senhora Clark, só tira o fato de que ele não chorou, em falar no senhor Clark: estou vigiando o seu comportamento, dês que ele recebeu um telefone ele tem agido estranho, está tenso, fica olhando o telefone de 5 em 5 minutos, como se estivesse esperando receber uma ligação do presidente, e às vezes que o telefone toca ele fica nos cantos falando baixinho para ninguém ouvir a conversa e depois da ligação fica bastante tenso.

-Me chamou Justin?-Pergunta Christian da porta da cozinha. Tinha pedido que Christian viesse até aqui para ficar mais fácil a comunicação, o Christian é um hacker, a história de como ele entrou para o FBI é grande, mas em resumo é que ele era um hacker contra ao governo e então um dia descobrimos quem era ele e o prendemos, depois fizemos uma proposta para ele que era para ele trabalhar com a gente ou ele ia ser preso, lógico que ele escolheu trabalhar para gente e agora somos todos amigos.

-Chamei sim, nenha aqui. -Peço para ele se aproximar e assim ele faz, eu estou sentado na cadeira da mesa da cozinha, tentando mais uma vez entender de como a menina sumiu. -Quero que você procurou tudo sobre a vida do senhor Clark, qualquer coisa, dês da época de solteiro até agora, se algo dele estiver proibido não exite de hackear. -Fale Christian me olha com cara de espanto.

-Você está suspeitando do senhor Clark?-Ele pergunta e eu concordo com um balançar de cabeça. -Não vou falar nada por que é você, mas é bastante estranho você desconfiar nele. -Dou de ombros.

-Eu estou com uma pulga atrás da orelha, você sabe como eu fico. -Falo e Christian concorda.

-Tudo bem, vou da uma olhadinha na vida do senhor Clark, já já te chamo. -Ele falo e eu concordo, logo ele sai da cozinha e vai para a sala, onde seus equipamentos estão. Um tempo depois um oficial vem até a mim.

-Senhor?-Ele me chama e eu vou até o seu encontro. -Achamos algo. -Ele fala e eu fico eufórico, será que acharam algo que fará a investigação andar para frente?-Logo o policial tira do bolso um saco plastico que continha um pano, pego ele e o analiso.

-Onde acharam?-Pergunto. 

-Estava em um terreno abandonado próximo daqui. -O policial fala. Agradeço ele e logo ele se retira. Suspiro e caminho até o quarto da Brianna, espero que isso faça a investigação andar. Assim que chego no quarto fico surpreso de ver o senhor Clark lá também, ele a senhora Clark estavam aos cochichos e assim que eu entrei no quarto eles pararam na hora e me olharam tensos, estranho, muito estranho isso.

-Com licença senhora Clark. -Falo e ela me olha com atenção. Mostro o plastico que estava com o pano. -Os policiais acharam esse pano próximo a casa de vocês e eu vim perguntar se esse pano é de Brianna. -Assim que termino de falar os olhos da senhora Clark se encham de água, ela pega a sacola plastica.

-É sim, ela sempre dormia com esse pano, o meio que eu usava de acordá-la era tirar o pano da sua mão. -Fala e seu marido a abraça.

-Entendo, irei encaminhar para a analise para ver se encontramos digitais desconhecidas. -Falo e ela assente. Me despeço e saio do quarto, assim que chego na sala vejo a Selena, que tinha ido para casa descansar, e os meninos, Chaz e Ryan, vou até eles.

-Alguém de vocês podem ir na sede para entregar isso para a analise?-Pergunto para os meninos e o Chaz se oferece, entrego o pano para ele e ele sai. Vou até a Selena.

-Como você está?-Pergunto de um jeito delicado, ela sorri para mim, não sei por que, mas meu coração se encheu de alegria com esse sorriso.

-Indo, e você já comeu alguma coisa?-Pergunta ela toda preocupada, nego e ela me olha com mais preocupação. -Você tem que comer alguma coisa Justin, como é que vai conseguir investigar alguma coisa? Espere um pouco, vou esquentar alguma coisa para você comer. -Sem eu conseguir convence-la do contrario ela sai da casa.

-Hey caras. -Christian chama atenção minha e de Ryan, fomos até o seu encontro. -Encontrei algo sobre o senhor Clark. -Christian fala empolgado, Ryan o olha sem entender e eu fico feliz por ele ter descoberto algo. -O que eu poço dizer sobre ele... Ele era bastante encrenqueiro, já fora preso várias vezes quando era adolescente por pichações e depredações. Quando ele era adulto e solteiro fora preso por porta uma arma ilegal e também por porte de drogas. Não para por aí não, já assalto uma loja de conveniência e feriu o dono dela, ficou preso por 5 anos, mas saiu por bom comportamento, ele ficou bastante tempo parado, fora do mundo do crime, tudo indique que é a época que ele começou a se relacionar com a Mirela, senhora Clark, e depois casou e depois teve Brianna, mas um tempinho depois foi preso por está apostando em um cassino ilegal. Sabem o mais estranho? Fui checar a conta da família Clark e não encontrei nada, não tinha nenhum dinheiro, para facilitar a vida de vocês agentes eu liguei para o gerente do banco ele ele falou que o senhor Clark tinha pedido para tirar o dinheiro que estava lá todinho, tipo tinha uns 20 mil dólares na conta, o gerente perguntou o motivo do senhor Clark de ter que tinha o dinheiro e ele falou que era para algo urgente. Você estava certo Justin, cara é maior chave de cadeia. -Chris termina de falar e depois suspira. Não fiquei surpreso por Chris ter achado algo, mas fiquei bastante surpreso por ele ter feito bastante merda.

-UAU. -Ryan fala. -Não sei o motivo do Justin ter pedido isso, mas to sacando umas coisas. -Ele fala olhando para mim e eu concordo no que ele estava pensando.

-Chame o senhor e a senhora Clark aqui. -Falo para Ryan e ele assente e some pelo corredor da casa.

-O que você pretende Justin?-Pergunta Christian, sorrio para ele.

-Pretendo jogar as cartas na mesa. -Falo e Chris só concorda. Um tempo depois Ryan entra sendo acompanhado pelo senhor Clark e sua esposa, Ryan fica em pé e o senhor e a senhora Clark se sentam.

-Vou ser direto. -Falo ficando de frente para o casal, Ryan me imita. -A quanto tempo você voltou a apostar senhor Clark?-Pergunto ele me olha com os olhos arregalados.

-E-Eu não a-posto. -Ele tenta negar, volto minha atenção para a espoa dele.

-A quanto tempo você sabe que seu marido voltou a apostar?-Pergunto, mas ela abaixa a cabeça e não responde. -Quando você voltou a apostar você se sentiu exitado né senhor Clark. -Falo e ele me olha com raiva, irei mexer no seu ponto franco. -Seu casamento ia mal,seu emprego também ia mal. Você tinha uma vida tediosa, você gostava da sensação de apostar, a adrenalina corria nas suas veias e a sensação de felicidade por ganhar aumentava cada vez mais. Mas chegou um tempo que você se viciou, começou a chegar tarde em casa, sua mulher começou perceber como você estava estranho, mas você não ligava, você queria apostar mais e mais, mas você perdeu né, do nada tudo começou a desandar, os dia de glória se foram, e um dia você você apostou bem alto achando que aquele era o seu dia de sorte, você estava jogando com alguém muito importante do trafico né? Mas você perdeu, e você prometeu que ia pagar, todo dia ele te ameaçava de morte e você pedia mais tempo, mais tempo, você até tirou o dinheiro da família para poder pagar a metade, mas ainda faltava bastante grana, você começou a ficar desesperado e por isso de ultima hora você chamou a sua esposa para viajar, mas não levou a sua filha achando que ela estava em segurança, você não imaginava que ele iria fazer isso com ela e agora ele está te ligando para fazer um acordo: o dinheiro pela sua filha, mas você não tem o dinheiro. -Cada palavra que eu falava eu sentia que estava mexendo no psicológico dele, assim que eu terminei vi que ele chorava.

-Eu n-não sabia que aconteceria isso. -Eram soluços bastantes altos e sofridos, eu sentia pena desse homem, ele não imaginava que aconteceria lago com sua filha, bom ninguém imaginava.

-Quem é ele?-Ryan pergunta.

-E-eu não sei, ele era conhecido no local como caveira, ninguém sabia o nome dele. -Ele fala depois de um tempinho em silêncio.

-Ele falou que ia ligar né?-Pergunta e ele concorda. Me viro para o Chris. -Prepare o equipamento para sabermos onde se encontra o cara (NA: sorry!! Eu esqueci o nome do negocio). -Me viro de volta para o senhor Clark. -Assim que ele ligar imediatamente fale com a gente. -Ele concorda.

Um tempo depois Selena chega com uma marmita e me entrega agradeço a ela e como, a comida estava muito boa por sinal, ela cozinha muito bem. Depois de um tempo minha mãe me liga, quem estava no telefone era Jasmine, quase chorei de rir com suas bobagens que ela falava, ela falava também que estava morrendo de saudades minha e não via hora de me ver, como eu amo a minha pequena.

Já era oito horas da noite quando o tal de "caveira" ligou, nesse tempo todo Chaz já tinha chegado e Ryan tinha contado os acontecimentos. Rapidamente Chris ligou o equipamento, todos estavam tensos.

-Segure ele por no máximo 2 minutos. -Christian fala e o senhor Clark concorda, ele aceita a ligação e ponhe no viva-voz, a sala estava num completo silêncio.

Chamada on:

-E aí cade o meu dinheiro?-Pergunta o "caveira".

-Eu irei te entregar, to com dinheiro aqui. -Clark mente.

-Acho bom mesmo, por que já não estou mais aguentando essa pirralha aqui.

-Eu irei te dar fique calmo, só não machuque a minha filha por favor.

-Eu não prometo nada, só quero o meu dinheiro, se o meu dinheiro estiver na minha mão eu devolvo ela.

-Sim eu irei te dar, é só me falar o local.

-Eu estou no subúrbio de Harlem (NA: New York), perto de um galpão abandonado, às nove horas quero você lá, entendeu?

-Sim, sim, eu estarei aí.

-Mas se você envolver a policia eu irei matar a sua filha, cê ta entendendo?

-Sim, não irei falar com a policia.

-Bom mesmo, melhor vim na hora e com meu dinheiro! -"Caveira" desliga.

Chamada off:

-E aí conseguiu?-Senhor Clark pergunta ansioso. Todos nós olhamos para o Chris.

-Claro que sim. -Todos nós suspiramos aliviados. -Ele está em um motel de beira de estrada, acho que está daqui a pouco ele irá para o local. -Ele finaliza. Agora começamos a arma um plano de emboscada, fizemos uma pequena reunião com os policiais para falarmos sobre o plano. Depois de tudo pronto começamos a nos arrumar, vestir meu colete e chequei a minha arma, não sabemos o que íamos enfrentar, decidimos também que a senhora Clark ia ficar em casa, no começo ela recusou, mas depois viu que ela podia estragar o plano e concordou em ficar em casa, Selena ia fazer companhia.

-Tudo pronto?-Pergunto para todos os policiais, estamos do lado de fora, todos os policiais estavam aqui já todos sabendo dos esquema. -Eu não tolero nenhum erro, a vida de uma garota de 7 anos está em jogo então sem falhas, entenderão?-Todos gritam "sim" e começam a entrar nos carros, no total tinha 5 carro da policia.

-Aqui está uma mala com dinheiro falso. -Chaz fala e entrega a mala para o senhor Clark, ele pega a mala. -Assim que você entregar a mala sairemos dos nossos esconderijo e daremos a voz de prisão, assim que isso acontecer você irá corre para fora da cena, você entendeu?-Chaz pergunta e o senhor Clark concorda. Assim todos nós fomos para os carros.

Quando chegamos no local deixamos os carro a dois quarteirões do local e eles estavam escondidos, só o senhor Clark que seguiu o trajeto de carro, mas na velocidade pequena, nós, policiais, seguimos a pé, e então chegamos no local e todos nós nos escondemos na mata que tinha ali, o mato estava bastante grande e isso nos ajudou, nos estavamos posto, só esperando o cara chegar. Meia hora depois ouço um barulho de carro se aproximando, olho para o Chaz e Ryan, sabemos que era o sequestrador. O cara para o carro e sai, o senhor Clark também sai de seu carro carregando a mala de dinheiros falsos, eles ficam frente a frente.

-E aí trouxe o meu dinheiro?-O "caveira" pergunta impaciente, senhor Clark concorda. -Me da!

-Só me diz que a minha filha está no carro. -Senhor Clark pergunta.

-Ela está no carro sim. Agora me dá a porra do meu dinheiro!-O "caveira fala irritado. Senhor Clark joga a mala de dinheiro para o "caveira" que o pega no ar. Era a nossa deixa, saímos dos nosso esconderijos com a arma apontada para o suspeito, erma mais de 15 policiais ali, não tinha como o suspeito fugir.

-Você está preso!-Ryan dá a ordem de prisão, o suspeito nos olha com cara espantada, ele não imaginou que íamos pegar ele de surpresa.

-Seu filha da puta! Você me enganou!-Ele tira a arma do bolso, mas antes do cara fazer qualquer coisa algum policial atira em sua mão fazendo ele soltar a arma e assim ele é preso. Depois um policial trás Brianna no colo e que quando foi colocada no chão correu em direção ao seu pai gritando e ele a abraçou com força.

Tudo estava bem agora.


Notas Finais


E tudo acabou bem. EEEEEE.
Espero que vocês estejam gostando da história, a partir do capitulo 5 o relacionamento de Justine Selena começa a andar.
Até o proximo
25bj


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...