História Butterfly Effect - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Allison Argent, Derek Hale, Jackson Whittemore, Lydia Martin, Mieczyslaw “Stiles” Stilinski, Scott McCall, Sheriff Noah Stilinski
Tags Sterek, Teen Wolf
Visualizações 144
Palavras 2.108
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 4 - Quarto Efeito


Era domingo e anoitecia, quem em sã consciência estaria tocando a campainha de sua casa? Stiles saiu de seu quarto, onde assistia televisão tranquilamente, e desceu calmamente pelas escadas. Ninguém aparecia ali, principalmente sem avisar antes. Pensou ser provavelmente algum vizinho pedindo algo emprestado, não seria a primeira vez.

 Entretanto, quando girou a maçaneta e abriu a porta, apenas o suficiente, descobriu que não era nada do que estava esperando. Ficou surpreso, no mínimo, e seus olhos provavelmente arregalaram por um instante.

 Derek Hale estava parado ali bem em sua frente, no quintal de sua casa. Suas mãos estavam agarradas à alça de sua mochila e um meio sorriso brotando em seu rosto.

“Você? ” Disse Stiles a sua inesperada visita. Foi quando se deu conta que vestia uma camiseta branca e uma samba-canção com símbolos do Batman, apenas.

“Desculpa vir sem avisar, mas eu não tinha seu número. Você está ocupado? ” Pediu gentilmente. Stiles ainda o encarava surpreso e confuso. Intimidado ao que parecia também.

“Sim. ” Respondeu tão rápido quanto fechou a porta, ou melhor, a bateu na cara de Derek. Stiles se encostou a madeira e respirou fundo, não queria ter feito aquilo, foi apenas um impulso. Nem imaginava a razão do moreno estar em sua casa, e nem queria saber, aquilo já estava estranho o bastante. Ele só esperava agora que o Hale desse as costas e partisse sem falar mais nada.

 Derek certamente estranhou aquilo. Ainda estava paralisado e encarando a porta sem entender nada. Esperou alguns segundos e já começou a se achar um idiota parado ali. Tocou a campainha novamente e até pôde escutar o jovem bufando do outro lado da porta. Será que era tão estranho assim aparecer em sua casa? Talvez ele estivesse mesmo ocupado, quem sabe com alguém em sua casa. Isso poderia ser realmente inconveniente, afnal, ele não conhecia nada da vida do outro.

 Suspirou e deu meia volta e alguns passos adiante até ouvir a porta ser aberta novamente, o fazendo congelar em seu lugar.

“Ok, o que quer? ” Stiles pareceu dar-se por vencido, a curiosidade era maior. E ele poderia sempre bater a porta na cara do outro novamente. Derek sorriu largo ainda de costas, e se conteve quando se virou e caminhou em direção ao menor.

“Eu estou atrapalhando algo? Por que se for, eu...”

“Derek vá direto ao assunto, por favor. ” Disse impaciente.

“Certo. Hum... O trabalho de física é para essa semana, vim para ver o que ainda falta. ” Respondeu, fazendo o outro franzir o rosto.

“Por quê? ” Aquilo era realmente incomum, suspeito talvez.

“Como assim? Eu estou no grupo, não era o que eu deveria fazer? ” Questionou Derek, tão confuso quanto o outro.

“Scott também está e não estou vendo ele bater na porta da minha casa. ” Para Stiles isso era simples assim.

“Bem, eu não sei sobre ele, mas posso te ajudar. ”

“Hum. ” Respondeu, ainda analisando o maior de cima a baixo com seu semblante intrigado. “Eu agradeço, mas de qualquer forma eu já terminei de fazer. ”

“Oh...” Derek o fitou surpreso e um pouco culpado. Ele e Scott enrolaram tanto que Stiles acabou fazendo tudo sozinho, embora o castanho parecesse não se importar. Na verdade, Stiles parecia muito mais perturbado por Derek estar ali do que pelo trabalho em si.

“Se quiser ver depois eu te mostro, mas não tem importância, é só para entregar e eu já coloquei o nome de vocês. ” Derek concordou com a cabeça e permaneceu ali, parado em frente ao Stilinski. Ele parecia ansioso, como se ainda esperasse por algo. Stiles não entendia porque ele simplesmente não partia de uma vez. “E então, o que está esperando ainda? ”

“Bem, você disse que vai me mostrar, estou esperando você me convidar para entrar ou me trazer aqui para eu ver.” Respondeu Derek, aquilo parecia ser tão óbvio, mas ainda parecia que estava fazendo algo errado aos olhos do menor.

 Stiles respirou fundo e levou a mão a testa, impaciente. Derek parecia mesmo verdadeiro e correto em tudo até agora. Mesmo que o irritasse, estava começando a pensar que talvez não devesse estar sendo tão rude com o moreno.

“Eu quis dizer que mostraria depois, de preferência amanhã na escola. ” Explicou-se. O Hale parecia chateado, seus olhos fitaram o chão por um instante e ele forçou um sorriso de compreensão. Maldito garoto e seus efeitos sobre Stiles. “Ok, já que veio da sua casa até aqui para nada, acho que pode ao menos ver o trabalho. ” Deu-se por vencido, Derek parecia não desistir facilmente e seu interesse parecia genuíno.

 O sorriso dele parecia mais sincero agora. Stiles deu meia volta e entrou em sua casa, dando espaço para que Derek entrasse também. Eles subiram as escadas para o quarto do garoto, o Hale gostou do que viu, parecia muito com o seu. Também dava para notar o quão geek Stiles era pelas suas coisas. O mais novo pegou uns papéis sobre a mesa e entregou ao moreno. Derek se sentou na cama e começou a folhear, sobre os olhares atentos do castanho. Era estranho tê-lo ali, um desconhecido, sentado em sua cama. Isso o incomodou um pouco.

“Teoria do caos, isso parece um pouco avançado. ” Disse com seus olhos fixos na leitura.

“Era uma pesquisa livre, e também faz parte do conteúdo desse ano, de qualquer forma. ” O menor respondeu.

“Parece muito bom, deve ter lhe dado muito trabalho. ”

“Nem tanto. ” Corou levemente, não era sempre que tinha alguém para elogiá-lo assim. Alguém além de seus professores, é claro.

 Derek demorou mais alguns minutos para ler por completo. Sua expressão no final era de satisfação, enquanto Stiles ainda tentava ignorar a sua presença em seu quarto.

“Eu não entendo muito do assunto, mas está ótimo. Eu queria ter feito algo também, no entanto. ”

“Relaxa, já disse que está tudo bem. ” Stiles respondeu, pegando o trabalho das mãos do moreno.

“Se você diz. ” Respondeu.

 Stiles se sentou na cadeira perto da escrivaninha. Ele encarava Derek, que também o encarava. Ambos tentando disfarçar o constrangimento, o silêncio, e a estranheza do momento. E eles permaneceram assim na quietude por alguns minutos, que mais pareciam horas intermináveis.

“Quarto legal. ” Derek não sabia o que dizer, e agora se achava um idiota por isso.

“Você é insistente. ” O Stilinski deu uma leve risada, que não passou despercebida.

“Como assim? ”

“A maioria já teria desistido, mas você continua tentando puxar conversa comigo por alguma razão, mesmo eu o evitando repetidas vezes. ” Foi a vez de Derek rir daquilo, essa era mesmo uma de suas qualidades, dependendo do ponto de vista que se tenha. Mas era mesmo insistente e teimoso, principalmente quando se importava com algo ou alguém. E Stiles, por algum motivo, se encaixava nisso.

“Você é mesmo na maior parte do tempo rabugento, desinteressado ou apenas grosso por motivo nenhum. ” Derek teve que conter o riso para parecer sério o suficiente. Stiles fez a sua maior cara de indignado possível fazendo com que todo o esforço do Hale fosse por água abaixo e começasse a sorrir travesso.

“Como é? Você não pode vir a minha casa e me insultar assim, ok? ”

“Eu estou só te perturbando, eu realmente não me importo com isso. Terá que se esforçar bem mais se quiser me afastar de você. ” Aquilo soou mais profundo do que deveria, para ambos.

“Em minha defesa, nós não nos conhecemos direito, é só um mecanismo de defesa. ”

“Entendo. Mas agora somos amigos, certo? ”

“Acho que sim, tanto faz. ” Respondeu, ainda se fazendo de difícil, mas agora o moreno já sabia ser charme.

 Uma mensagem no celular de Derek cortou o clima instaurado, ou o amenizou, dependendo da visão que se tenha.

“Minha mãe” Murmurou lendo o conteúdo. “Ela quer que eu chegue em tempo para o jantar. ”

“Ela é mesmo linha dura. ” Stiles comentou e se levantou, Derek sabia que era sua deixa.

 O castanho o acompanhou até o andar de baixo e então até a porta da frente.

“Bem, nos vemos amanhã. Obrigado pelo trabalho e desculpa pela minha inutilidade. ”

“Sem problemas. ” Respondeu com um sorriso casto prontamente respondido pelo Hale. Aquele garoto parecia feito para sorrir com seus dentes perfeitamente brancos. Stiles acompanhou com seus olhos o moreno partir em sua moto preta até se perder de vista, deixando para trás apenas o rastro de seu perfume doce.

 Stiles voltou ao seu quarto, o lugar ainda cheirava a Hale. Se jogou na cama, pensativo, e assim permaneceu até seu pai chegar.

▽▽▽

 Pela manhã acordou mais cedo que seu pai, como de costume. O mais velho andava chegando tarde aquela semana, embora de qualquer forma ele tivesse horários bem complicados por ser o xerife da cidade.

 Quando desceu para a cozinha, a mesa já estava posta e seu filho pronto para sair. Stiles estava debruçado sobre o balcão, com seu celular em mãos, à espera da carona de Scott.

“Lembre-se da consulta com o Dr. Deaton amanhã. Eu virei mais cedo para levá-lo ”. Disse seu pai ao se sentar.

“Pode deixar. ” Respondeu a tempo de ouvir a buzina do carro do McCall em frente à sua casa. “Até mais, pai. Bom serviço e vê se não se enche de rosquinhas na delegacia, ok? Sim, o Parrish te entregou. ” Stiles saiu apressado, enquanto seu velho sorriu culpado.

 Allison estava com Scott no carro, como sempre. Os três na verdade estavam acostumados a irem juntos para o colégio, mesmo antes do incidente que incapacitou o amado Jipe do Stilinski. O castanho entrou no carro e os cumprimentou.

“Cara, esqueci completamente sobre o trabalho, Derek disse que você fez. Valeu mesmo. ”

“Sem problemas, foi fácil. ” Respondeu e o moreno pôde partir. Stiles realmente não se importava em fazer as coisas sozinho, era preferível até.

 Eles se separaram quando chegaram em seus armários, tinham aulas diferentes. A segunda aula, no entanto, era de física e Stiles voltou a ver Scott, bem como Derek, que agora havia conseguido um lugar atrás de si.

 Ao fim da aula, Derek acompanhou o mais novo enquanto eles guardavam seus materiais. Estavam felizes, pois o professor elogiou o trabalho sobre a teoria do caos. O maior aproveitou para pegar o número do Stilinski dessa vez e salvou em seu celular. Eles continuaram encostados em seus armários, conversando. Embora na grande parte do tempo era apenas Derek quem falava, enquanto Stiles ouvia atenciosamente e concordava com a cabeça. O moreno lhe contou sobre sua vida em outras cidades e como era difícil ter que ficar se adaptando sempre. Stiles não sabia como aquilo era, sempre morou em Beacon Hills, mas pensou ser algo bom, estar em um lugar diferente daquele.

 O castanho gostava de ouvi-lo, era de fato um bom ouvinte, quantas noites passou ouvindo Scott falar sobre Allison tempos atrás quando se conheceram? Isso já não era constante como antes, entretanto.

 Derek falou sobre sua paixão pelo baseball também, como jogava desde criança com seu pai. E claro, sua família, como Derek adorava falar sobre sua família. Mas eles não tiveram muito mais tempo já que estavam no intervalo das aulas.

 Jackson, Scott e Isaac passaram por eles a caminho do refeitório. O loiro apenas fez sinal para o Hale enquanto caminhavam, querendo que ele os seguisse. Derek entendeu o recado, Stiles principalmente. Ele se despediu do moreno, indo na frente dele para o refeitório.

 Derek estava sentado com a sua turma, que conversava animadamente. Mas a sua atenção não estava ali naquela mesa ou em qualquer assunto que eles poderiam ter. Ele via novamente Stiles mais adiante, dessa vez comendo sozinho e ouvindo música com seus fones de ouvido.  Stiles era tão interessante de sua própria maneira, diferente de todos os outros. Se pegou sorrindo olhando para ele e então disfarçou, voltando a comer.

 O moreno voltou a prestar atenção na conversa quando eles planejavam jogar boliche na sexta feira. Parecia interessante, Derek nunca havia jogado e tinha curiosidade. Entretanto não era um programa de amigos, aparentemente era algo para casais. Scott com Allison, Jackson com Lydia, Boyd com Erica, e até mesmo Isaac levaria uma garota que estava conversando nos últimos dias.

 E Derek.... Bem, ele não tinha ninguém para levar. Chegou a conversar com algumas das garotas que lhe mandaram mensagens, mas não houve tempo para nada mais do que simples conversas. Agora, no entanto, parecia ser uma boa oportunidade para conhecer uma delas pelo menos. Derek precisava mesmo sair e se divertir.


Notas Finais


Espero que tenham gostado, até o próximo capítulo.
xD


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...