História Calêndulas - Namjin Abo Incesto - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Monsta X
Personagens I'M, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Won Ho
Tags Abo, Bts, Bts!au, Incesto, Jikook, Jin!bottom, Namjin, Namjin Incesto, Namjoon!top, Pornozão 10/10, Taeyoonseok, Vhope, Yoonseok
Visualizações 238
Palavras 2.693
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Escolar, Famí­lia, Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ae porrea! Voltei desfilando na passarela mandando beijos para os arredores.
Birl.
Agora começam as mudanças, digo, quem leu a fanfic antes de ser reescrita sabe que o antigo capítulo 7 não era assim.
Enfim, sem mais delongas, boa leitura.
Xablau~~~~

Capítulo 7 - Eu quero você.


— E a partir dai eu fiquei com trauma de borboletas pra sempre. — terminou Hoseok olhando para a TV.

— Borboletas são inofensivas! — Jin ria da desgraça do mais novo. — Você é maior que elas, mais inteligente e com certeza a única coisa que elas querem de você é carinho.

Jin espirrou novamente.

— Mas não tem como fazer carinho numa borboleta!

— Claro que tem! — o moreno tentava parar de rir mas não conseguia. — É só você pegar a borboleta e..

— Seokjin-ah! — falou Namjoon interrompendo a conversa dos ômegas que o encararam. — Yoongi, Taehyung e Jungkook dormirão aqui em casa hoje.

Seokjin levantou surpreso.

— Como? — perguntou com os olhos arregalados.

— Yoongi, Taehyung e Jungkook vão dormir conosco hoje.

— E você nem pra perguntar se eu estou em concordância serve? Que decepção, hyung.

— falou Jin decepcionado.

— Eu sou o irmão mais velho, portanto eu decido as coisas. — disse confiante.

— Ah é? Então seja o irmão mais velho na hora de cozinhar também! — cruzou os braços irritado.

— Uuuhhh.. — disseram Hoseok, Yoongi e Taehyung em uníssono.

— Eu te falei sobre isso mais cedo, pare de ser chato! — Namjoon revirou os olhos.

— Você apenas disse que iria beber com seus amigos hoje, não que eles viriam pra cá muito menos passar a noite! — Jin cruzou os braços.

Namjoon bufou irritado.

— Se seus amigos forem dormir aqui, os meus também vão. — propôs Jin. — É pegar ou largar.

O ômega estendeu a mão para que o outro apertasse fechando o acordo. E assim o fez, apertando a mão de Jin que sorriu debochado.

— Ok. — falou Jin tentando puxar a mão. — Agora se me permite… hurm… Solta minha mão! — gritou e Namjoon sorriu de lado logo soltando a mão do mais novo.

— Ótimo, e como vão funcionar a divisão de quartos? — perguntou Yoongi.

— Alfas em um quarto e ômegas em outro. — sugeriu Jin subindo as mangas de seu moletom à altura dos cotovelos.

— Não teria graça! — falou Namjoon sorrindo safado.

— E no quê precisa ter graça em apenas uma noi… — Jin, anteriormente distraído, encarou os alfas e todos tinham uma expressão travessa no rosto enquanto olharam para os ômegas. — Meu Deus, gente! Vai ser meus amigos num quarto, vocês em outro e acabou!

— Mas Jin, qual o problema nisso? É só pra dormir! — disse Hoseok inocente.

— Claro, Hobi, só pra dormir! Não existe maldade nisso! — Taehyung concordou irônico enquanto ainda sorria sapeca.

Jin deu um passo atrás puxando Hoseok para um canto específico e sussurrando algo em seu ouvido.

— E por quê eles iriam querer fazer isso conosco? — perguntou Hoseok um tanto alto.

— Por quê são safados, todos eles. — sussurrou. — Eu tenho um plano.

Jin voltou até o meio da sala enquanto toda a sala permanecia em silêncio.

— Vamos tirar na sorte. — disse Namjoon com as mãos no bolso, Jin sorriu e seu irmão se aproximou parando em sua frente.

Namjoon, drasticamente mais alto que Jin, sorriu deixando expostas, e bem marcadas, suas covinhas que enganavam a qualquer um que pensasse sobre ele ser alguém inocente. Muito pelo contrário. Seus planos eram os mais terríveis para aquela noite.

— Se eu ganhar todos iremos dormir antes das 1:00 e em quartos separados, já se você ganhar…

Jin foi interrompido.

— Se eu ganhar poderei escolher quem dorme com quem, deixar o som ligado até tarde, beber o quanto eu quiser, comer tudo o que me tem direito da cozinha, e pra fechar com chave de ouro... — Namjoon se abaixou à altura de Jin quase encostando seus rostos. — Sem reclamações por parte dos ômegas.

Jin estremeceu por completo olhando no fundo dos olhos de Namjoon.

— Feito. — Jin concordou fechando o segundo de muitos tratos daquele dia.

O ômega mais velho havia esquecido que, sem sombra de dúvidas, era o cara mais azarado de todo país, se duvidar até do mundo inteiro.

(…)

— B-u-r-r-i-c-e! — soletrou Jimin enquanto Jin se jogou em sua cama. — Jin, o cara mais azarado do planeta terra tentar competir com Kim Namjoon vulgo seu irmão mais velho e sortudo pra cacete!? O que você tem na cabeça?

Jimin andava de um lado para o outro do quarto enquanto Hoseok apenas o observava.

— Jiminnie, eu não vejo problema nisso! Os alfas parecem simpáticos e…

— NÃO EXISTE HIPÓTESE DE ISSO SE TORNAR ALGO BOM! SOMOS ÔMEGAS, HOBI, ÔMEGAS! OU VOCÊ QUER QUE EU SOLETRE TAMBÉM? — gritou Jimin fazendo Hoseok se encolher na poltrona. O ruivo alisou a testa numa tentativa de se acalmar, suspirou e fechou os olhos. — Ok, você me botou numa fria e se acha que nós vamos simplesmente entregar de bandeja nossas virgindade para um alfa qualquer, está muito enganado.

Jimin sentou-se na cadeira em frente a escrivaninha grande e rosa de Jin e apenas apoiou os cotovelos alí.

— Credo! — Hoseok assustou-se com os comentários de Jimin. — Taehyung não faria algo parecido comigo.

— Mas Yoongi faria. — Jimin o encarou. — Yoongi é o cara mais trapaceiro e pegador que já conheci. Não se passam nem 5 minutos perto dele e ele já começa a dar em cima de você.

— Anda, para de ser escandaloso huh? — Jin revirou-se na cama ficando de cabeça pra baixo podendo encarar Jimin de ponta cabeça. — Sorte sua que vai dormir com Jungkook, ele parece quieto.

— Eu não vou dormir com alfa nenhum, ouviu? Nem que eu ganhe todas as snapbacks de todo mundo eu nunca dividiria um quarto com um… — antes de completar sua frase, Jimin bateu a mão na escrivaninha com força fazendo algumas canetas caírem sobre o mouse o mexendo um pouco e a tela do computador ligar automaticamente.

O computador refletia uma imagem estranha aos olhos de Jimin, que agora teria se virado completamente para encarar a tela com mais precisão, era algo como flores alaranjadas e um texto que levava como título “as calêndulas e seus significados”, parecia algo melancólico.

O silêncio se instalou no ambiente de uma forma que o rosto de Jin esquentou e tomou uma coloração vermelha. Rapidamente se levantou e tratou de empurrar Jimin pra longe daquele visor, mas não conseguia. Seu amigo era extremamente forte, ainda mais agora que começou a praticar exercícios físicos todas as quartas e sextas à noite.

— Saia! — ordenou ainda tentando empurrar o outro que nem se quer mexia-se na cadeira.

— “Ela representa o medo, o desespero, a tristeza e o pesar. Não é uma flor muito boa para se dar a alguém. Muito porém, no ocidente não são muitas as pessoas que conhecem este significado, sendo este mais conhecido no oriente asiático.” — leu em voz alta aparentando estar surpreso. Encarou Jin que estava com os olhos arregalados. — Por que diabos você está pesquisando sobre uma flor com um significado tão ruim?

Hoseok, sem entender a conversa, resolveu se aproximar para ouvir melhor.

— É uma longa história… — disse tombando a cabeça para o lado.

— Ótimo, temos muito tempo para ouvi-la, pode começar. — disse com voz autoritária enquanto cruzava as pernas como uma mãe rica, Hoseok riu nasalado e aproximou sua poltrona para mais perto para ouvir toda a história que nem se quer sabia sobre o que se tratava, mas estava interessado, adorava histórias.

Jin, por sua vez, suspirou e revirou os olhos murmurando um: “ok, vamos começar.” E assim o fez.

— Uns anos atrás, quando eu tinha aproximadamente uns 8 anos de idade, eu e minha mãe costumávamos ir à uma floricultura próxima a casa da vovó antes de ir na casa dela, comprávamos as flores e seguiamos até a casa dela depois. Joonnie hyung também ía conosco e o atendente de lá o olhava estranho, mas não vem ao caso. — parou pra pensar um pouco. — Isso se repetiu por anos até que vovó morreu, foi triste por que principalmente eu e Namjoon éramos muito apegados a ela. No dia do enterro levamos estas flores aí, eles repetiam que meu cheiro era semelhante ao aroma de calêndulas, eu não disse nada, até por que era muito pequeno para opinar.

— E depois?

— Nesses últimos dias eu resolvi comprar as sementes das flores para plantar aqui no meu jardim, me arrependi por estar chovendo muito e eu não poder cuidar manualmente, mas eu plantei.

— Mas espera. — Jimin interrompeu. — Seu irmão não odeia… digo, odiava flores?

— Sim, ele odeia, mas não foi sempre assim. Antigamente ele até gostava, mas quando decidi começar a plantar parece que ele acha incômodo, aish, não sei! Também não ligo! — Seokjin relaxou os ombros estalando a língua.

— Você não tinha dito sobre sua vó para nós. — Hoseok falou e Jimin concordou.

— Não disse por que não vinha ao caso, huh?

— É uma flor bonita. — Jimin voltou à encarar a imagem na tela do computador de seu amigo. Jin concordou com a cabeça. — Mas o significado… parece tão… triste.

— Eu não me importo com significados, existem outros sites que provam o contrário e dizem outras coisas sobre essa flor. — Jin por fim jogou-se na cama de novo. — Eu só espero que Namjoon hyung não resolva vir dormir comigo. — pensou alto.

— Huh? Por quê? — Hoseok perguntou. — Vocês são irmãos, certo?

— Sim mas… — suspirou. — Eu não me sinto à vontade dormindo com ele, nem com ninguém, gosto de dormir sozinho, entende?

— Espero do fundo do coração que ele morra. — Jin jogou uma almofada no outro gritando um “hey!” enquanto eles riam. — É sério, eu só durmo aqui se for com Hobi e você, hyung.

O ruivo fez um bico enorme e fofo.

— Eu vou tentar o convencer, sério. Talvez ele fique bêbado e esqueça a proposta.

(…)

Jimin olhou para sua taça enquanto a balançava de um lado para o outro, parecia entediado, e estava. Os outros estavam dançando, menos Jin que preferiu ficar próximo a si tomando vinho.

Jungkook também não bebia, tinha menos de dezoito anos e mesmo que quisesse — o que não vinha ao caso, já que odiava álcool — não podia e os mais velhos não permitiam.

— O Taehyung vai ficar chapado se continuar bebendo assim. — comentou jogando seus cabelos ruivos para trás observando o alfa com uma latinha de cerveja em mãos.

Hoseok também bebia, até de mais, estava se deixando levar pela vibe do momento, músicas com muitas batidas o deixava animado, e o fim do terceiro ano também era um motivo para se comemorar.

— Mamãe vai me matar se souber disso. — Jin cruzou as pernas balançando a cabeça em negação enquanto levava a taça de vinho até a boca.

— Mas a culpa não é… na verdade é sim. — Jimin olhou para seu amigo e tentou ser sério mas acabou rindo quando o outro fez uma careta imitando o que acabara de dizer de forma debochada.

— Se Sun Hee ouvir essa palhaçada toda ela irá contá-los tudo se não a deixarmos participar. — colocou a taça ao seu lado em um dos degraus.

— Com certeza. — Jimin suspirou antes de ter um ataque de risos ao ver Taehyung dançar de maneira inusitada. — Ele tá fazendo a dança da chuva?

— Aposto que aquilo é uma espécie de encarnação. — cobriu sua boca ao rir não se aguentando e começando a bater palmas e empurrar Jimin de leve.

Talvez nem tão leve assim.

Em um empurrão, de forma inesperada para o outro, Jimin acabou desequilibrando e rolando escada abaixo. Para sua sorte de onde estavam anteriormente não era tão alto que o fizesse se machucar de forma séria. Mas machucou.

Jin arregalou os olhos e correu até o outro o levantando rapidamente juntamente com Jungkook que segurava do outro lado de seu corpo. Ambos alfa e ômega se olharam e Jin soltou o corpo de Jimin se afastando enquanto perguntava milhares de vezes se ele estava bem e se tinha se machucado, sem contar nas milhares desculpas que pedia. Sem resposta. O ruivo continuava encarando o outro sem cortar nenhum tipo de contato visual, não ousou olhar para nenhum outro lugar, os olhos negros do outro o atraiam o fazendo esquecer do que acabara de acontecer.

O fazia perder a noção. Era bizarro e bom. Jimin não sabia ao certo.

— Você ‘tá bem? — perguntou em um sussurro e Jimin só podia ver seus lábios mexendo-se mas não ouvia nada.

Piscou um par de vezes até que puxou seu braço com força e se soltou das mãos do moreno que o encarou confuso com os lábios entreabertos.

— E-eu… — segurou sua testa e respirou fundo voltando a o encarar em seguida. Seu rosto corou. — Eu estou bem. — respondeu confiante indo até Jin e abraçando seu braço empinando um pouco o nariz. — Não foi nada de mais.

Por sorte os outros estavam bêbados — lê-se loucos — de mais para perceber a queda do rapaz. Não haviam nem se quer desconfiado.

Uma música eletrônica começou a invadir os ouvidos do ruivo o fazendo encarar a caixa de som e voltar a olhar para Jungkook em questão de milissegundos. O alfa sorriu de lado e Jimin desviou seu olhar pro chão engolindo em seco. Seu coração acelerou e se sentiu quente assim como suas bochechas, uma onda fria percorreu sua barriga como o vento da Antártida estivesse passando por alí, contraiu os lábios e respirou fundo.

Jin ao seu lado segurava o riso, sabia que Jimin estava tímido e sempre que isso acontecia ele fazia questão de detalhar como seu rosto ficava fofo e como ele agia engraçado. Jimin apertou o braço de Jin ficando de frente à ele e escondendo seu rosto em seu peito.

Fofo.

— Oh. — Jin, surpreso, abraçou as madeixas ruivas de seu amigo e sorriu. — Não fique tímido! Jungkook, veja só isso. — olhou para o moreno rindo, o outro também parecia tímido. — Ele está vermelho, venha ver!

— Hyung… — Jimin sussurrou. — Não faça isso!

Jin observou de canto Jungkook ser puxado por Yoongi que subiu em suas costas enquanto gritava algo como “Jungkook-ah, você parece tão legal agora, tudo parece tão mais legal!” é, ele realmente estava muito chapado.

A drop parecia se aproximar, por quê todos simplesmente deixaram seus movimentos mais rápidos e agitados como quem esperava algum espetáculo extraordinário. E estava certo, a primeira batida foi agressiva fazendo todos pularem eufóricos e a partir daí mexerem-se como verdadeiros loucos. Era contagiante.

Jimin virou seu rosto observando os outros dançarem animados e sorriu olhando para Jin, que logo entendeu aquele olhar.

— Nem pensar! Não vou me juntar à eles nem que me pagassem! — Jimin deu de ombros e saiu até os outros pulando nas costas de Hoseok que murmurou o quanto ele parecia pesado.

Taehyung levantou os dedos para o ar tendo em uma das mãos a latinha os mexendo de acordo com a música. Tentador.

O ômega mais velho mordeu o lábio inferior tentando conter a vontade que insistia em o consumir de se juntar aos outros e também seguir a batida da música. Impossível.

— Foda-se. — correu até onde todos estavam concentrados com uma onda de ânimo e um ar abafado por ter tanta gente junta em um lugar pequeno.

Seokjin se permitiu deixar levar pela música, sorriu largo e fechou seus olhos jogando a cabeça pra trás. Sentiu seus pelos eriçarem quando sentiu no seu pescoço uma respiração descontrolada seguido de um abraço por trás.

— Você parece tão animado hoje. — sua voz rouca o fez suspirar. — Em alguns dias estará com os estudos concluídos.

O cheiro de cerveja chegou as narinas de Jin pela tamanha proximidade.

— Que profissão vai seguir, huh? Ah, isso não importa. — o virou de frente para si o olhando nos olhos. — Seokjin-ah, eu quero você.


Notas Finais


Kkkkkjj eu tô rindo de nervoso
Será que ficou bom?
(Meme do bêbado sendo preso) Não sei!

Link da música que eles tanto dançaram: https://youtu.be/s076sKHepT0

Cês gostaram? Ficou bom? No que posso melhorar? O Jimin ficou muito puto, né? Kkkkkjsnsjwjah tajin.
Namjoon parece tão sexy — lê-se pervertido E~ quente — quando está bêbado, não acham?
Ugh, vou indo agora. Nos vemos logo, annyeong ~~~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...